Rádio WNews

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Rio São Francisco

A transposição do S.Francisco é a criação de um poderoso mercado de água’, afirma liderança da CPT
“O mecanismo de funcionamento da transposição vai ser assim: uma espécie de empresa vai vender água do São Francisco e, quando a água cair nos outros estados receptores, outras empresas vão comprar essa água. Depois essas empresas vão vender [a água] para os chamados usuários, que ainda são outras empresas, para depois chegar no consumidor final. Todo mundo vai ganhar dinheiro, vai vender água e vai comprar água”. A opinião é de Roberto Malvezzi, integrante da Comissão Pastoral da Terra (CPT), em entrevista a Patrícia Benvenuti e publicada pela Agência Brasil de Fato, 07-04-2010.

Eis a entrevista.

Qual a situação atual das obras de transposição do rio São Francisco?

A transposição tem sua obra em andamento. O governo acelerou o processo de construção dos dois canais e fala que vai concluir um [deles] até o final desse ano, o chamado [canal] “eixo leste”, que põe água diretamente na Paraíba, e que o outro seria concluído em 2012. Olhando assim, objetivamente, eu acho que o governo está fazendo um bom marketing. Penso que as obras estão muito mais atrasadas e que, mesmo que avancem, eles [governo] ainda vão demorar bastante tempo para fazer o “eixo leste”.

Até esse momento, que impactos são sentidos na região em decorrência dessas obras?

Os canais têm um impacto ambiental direto, que você vê logo, na destruição da caatinga, porque eles são largos e longos, e a remoção das comunidades no entorno. Algumas [comunidades] são realocadas, outras têm muitas dificuldades, como é o caso dos índios Pipipã, já que um dos canais, o “eixo leste”, atravessa o seu território e também a chamada Reserva Biológica da Serra Negra, em Pernambuco, que é uma das reservas biológicas mais antigas que nós temos no Brasil, criada na década de 50. Também está havendo muito problema, agora, na região da Paraíba e em outros estados devido à má indenização daquelas pessoas que estão sendo arrancadas de suas áreas para ceder espaço aos projetos.

Há uma estimativa de quantas pessoas já foram removidas?

Nós não temos essa totalização porque o governo fala em 700 famílias, mas nós achamos que é muito mais. Como o espaço é muito amplo, e a gente não tem uma articulação total por onde passam os canais, não se consegue fazer uma estimativa real das populações impactadas. Mas só os Pipipãs, da Reserva Serra Negra, são mais de cinco mil pessoas. Então a gente sabe que, direta ou indiretamente, o impacto é muito maior do que aquele que o governo alega que vai ter.

Qual o atual estágio de revitalização do rio, que havia sido prometida?

A revitalização é como a gente sempre achou. Ela sempre foi, na visão do governo, uma espécie de moeda de troca, uma espécie de “cala-boca” para a população que resistia à transposição no sentido de dizer “nós vamos fazer a revitalização”. Mas a gente sabe que ela nunca teria o mesmo vulto de investimentos que está tendo a própria obra da transposição. Hoje até a grande mídia já percebe que os investimentos destoam muito do que se investe na revitalização e do que se investe na transposição. Eu acho que se eles fizerem a transposição, nesse momento a revitalização vai ser abandonada, porque só estão fazendo alguma coisa no sentido de compensar politicamente, e nem tanto do ponto de vista ambiental, o ônus que é fazer a obra da transposição.

Está sendo feita uma espécie de saneamento aqui no Vale do São Francisco e em outros municípios, e isso é muito importante. Mas como não está concluído, não se tem noção ainda da qualidade desse saneamento. A gente não sabe se vai ser feito o tratamento do esgoto coletado nas cidades antes de ser jogado no rio, a gente não tem certeza disso. Esse é o único aspecto, digamos assim, visível e relevante, que se tem da revitalização do São Francisco. Todas as demais reivindicações, como cessar a implementação de obras grandiosas e rever toda a questão do agronegócio no oeste baiano, a remarcação dos territórios indígenas e quilombolas no Vale do rio São Francisco e água para as populações de toda a região Nordeste, isso tudo é muito frágil no processo de revitalização.

Tu já te referiste ao Nordeste como um laboratório para a mercantilização da água no Brasil. Como seria o papel da transposição dentro dessa experimentação?

Na verdade, a transposição é a criação de um poderoso mercado de água. O mecanismo de funcionamento da transposição vai ser assim: uma espécie de empresa vai vender água do São Francisco e, quando a água cair nos outros estados receptores, outras empresas vão comprar essa água. Depois essas empresas vão vender [a água] para os chamados usuários, que ainda são outras empresas, para depois chegar no consumidor final. Todo mundo vai ganhar dinheiro, vai vender água e vai comprar água. Então o processo final e o custo final dessa água vão ser caríssimos.

Pessoalmente eu acho que o mais grave é que eles [empresas] vão comprar água do São Francisco mas vão se apropriar gratuitamente da água de chuva estocada nos grandes açudes. Então eles vão vender não só a água do São Francisco, mas vão vender também a água de chuva das grandes barragens. Vai ser um grande negócio, você vai comprar água ou receber água gratuitamente e revender para as populações. Nesse sentido, segue aquilo que o Banco Mundial sempre quis, que é criar os mercados de água no Brasil. Isso é proibido por lei mas, na prática, a transposição do São Francisco cria esse mercado. É a filosofia internacional da mercantilização da água.

E esse sistema de gerenciamento de recursos hídricos que está sendo implantado no Brasil veio da França, mas se você for para outros países da América Latina ou outros lugares, você vai ver que é o mesmo sistema. É o sistema que esses organismos multilaterais quiseram implantar em todos os lugares do mundo porque você disciplina o uso da água através de mecanismos onde as empresas ou compram os mananciais ou recebem outorgas, licenças do Estado para poder explorar aquele manancial. No Brasil a água não pode ser privatizada, mas o Estado pode conceder o uso da água para uso privado, e é o que vai acontecer no Vale do São Francisco. Empresas vão comprar essa água e poder explorar comercialmente.

E como está a mobilização da população do semi-árido em relação à transposição?

A resistência maior hoje em dia está na Paraíba e no Ceará. É significativo o fato de prefeitos da Paraíba terem saído da luta pró-transposição porque perceberam que a transposição leva água para a Paraíba mas não distribui água. No Ceará, existem resistências das populações que estão sendo realocadas e deslocadas pelas obras da transposição. Sobretudo, acho que essa resistência vai crescer na medida em que as grandes promessas do governo não forem cumpridas. O governo promete água para 12 milhões na Paraíba, no Ceará e no Rio Grande do Norte. Só que essas pessoas criaram uma expectativa de que elas vão ter água e, quando a água da transposição chegar, vão ver que não vai para as populações. Então, o governo vai enfrentar um outro nível de conflito, que é realmente a finalidade principal dessa água. Ela tem uma finalidade econômica, mas a população foi instrumentalizada. Eu sei com segurança, por conversas que, dentro do governo, tem muita gente preocupada com essa possibilidade concreta. Inclusive falam que estão angustiados porque a obra da transposição não distribui água, ela apenas transfere água das bacias do São Francisco para as bacias do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte que já têm água

Asfalto

INSTALAÇÃO: Implementação e Paviementação de Rodovia Estadual Trecho RS 218 EXECUTADO POR: Empa Serviços de Engenharia DATA: 10/03/2010
SISTEMA:Produção/Frentes de Serviços: Operador de Espargidor de Asfalto Sub-Sistema: Produção /Frentes de Serviços: Operador de Espargidor de Asfalto FOLHA: 1/3
DOCUMENTOS UTILIZADOS: Elaborado por: Gabriel Alessandro Waldrigues REVISÃO: 00

RISCO CAUSA MODOS DE DETECÇÃO EXISTENTE EFEITOS SEVERIDADE RECOMENDAÇÕES E OBSERVAÇÕES
Acidentes Não Participar do treinamento da APR Visual Danos Pessoais Danos Materiais Moderado Todos funcionários envolvidos deverão participar do treinamento referente a APR do serviço; Todos funcionários deverão ter conhecimento dos riscos que estarão expostos; sendo feito a leitura da APR e os funcionários envolvidos deverão assinar lista de presença. Utilizar os EPI's adequados (Capacete com jugular , Botas, luvas, protetor auditivo, óculos de segurança e outros necessários de acordo com o risco que estarão expostos. Intoxicação , Dermatites ocupacionais , máquinas e equipamentos, acidentes com ferramentas , queimaduras e acidente de trânsito

Executar serviço sem conhecimento da APR ou algum serviço que não consta na Análise
Picada de animais peçonhentos Trabalhos em áreas próximas a vegetações Visual Danos Pessoais Moderado Utilizar bota de borracha em áreas alagadas, utilizar perneiras em áreas cobertas por vegetação, deixar bolsas e pertences dentro dos veículos e manter -se sempre que possível em áreas limpas. Se caso haver presença de abelhas, manter-se afastado e comunicar ao SMS da Empa.
Quimico Contato com Substancias Quimicas (óleo,Graxa), Conato com vapores Tóxicos Visual Doenças ocupacionais Moderado Uso de Luvas de proteção contra agentes biológicos, cremes de proteção contra agentes quimicos , mascara semi-facial

Mal súbito Reação anormal do organismo humano Visual Desmaio Crítico Ao sentir-se mal procurar ajuda junto ao téc. Segurança, encarregado ou procurar o responsável pela área, não insistir em continuar trabalhando sem condições físicas e orgânicas; Manter meio de comunicação no local. Manter o corpo hidratado durante as atividades.


Ruído Trabalhos em equipamentos que geram ruídos Visual Danos pessoais Moderado Uso de protetor auricular tipo plug ou concha sempre que os equipamentos tiverem perto dos equipamentos que produzem ruidos.
Projeção de corpos estranhos Carregamento e descarregamento de materiais/ Visual Danos pessoais Moderado "Utilize óculos de segurança, capacete com jugular, luvas e botinas corretamente; Faça inspeção prévia dos equipamentos; Manter trabalhadores que não estiverem envolvidos na atividade afastados; Manter-se afastado da caçamba durante o descarregamento.
Não improvise ferramentas."
Uso de ferramentas manuais

NOME ASSINATURA NOME ASSINATURA

Asfalto

INSTALAÇÃO: Implementação e Paviementação de Rodovia Estadual Trecho RS 218 EXECUTADO POR: Empa Serviços de Engenharia DATA: 10/03/2010
SISTEMA:Produção/Frentes de Serviços: Operador de Espargidor de Asfalto Sub-Sistema: Produção /Frentes de Serviços: Operador de Espargidor de Asfalto FOLHA: 1/3
DOCUMENTOS UTILIZADOS: Elaborado por: Gabriel Alessandro Waldrigues REVISÃO: 00

RISCO CAUSA MODOS DE DETECÇÃO EXISTENTE EFEITOS SEVERIDADE RECOMENDAÇÕES E OBSERVAÇÕES
Acidentes Não Participar do treinamento da APR Visual Danos Pessoais Danos Materiais Moderado Todos funcionários envolvidos deverão participar do treinamento referente a APR do serviço; Todos funcionários deverão ter conhecimento dos riscos que estarão expostos; sendo feito a leitura da APR e os funcionários envolvidos deverão assinar lista de presença. Utilizar os EPI's adequados (Capacete com jugular , Botas, luvas, protetor auditivo, óculos de segurança e outros necessários de acordo com o risco que estarão expostos. Intoxicação , Dermatites ocupacionais , máquinas e equipamentos, acidentes com ferramentas , queimaduras e acidente de trânsito

Executar serviço sem conhecimento da APR ou algum serviço que não consta na Análise
Picada de animais peçonhentos Trabalhos em áreas próximas a vegetações Visual Danos Pessoais Moderado Utilizar bota de borracha em áreas alagadas, utilizar perneiras em áreas cobertas por vegetação, deixar bolsas e pertences dentro dos veículos e manter -se sempre que possível em áreas limpas. Se caso haver presença de abelhas, manter-se afastado e comunicar ao SMS da Empa.
Quimico Contato com Substancias Quimicas (óleo,Graxa), Conato com vapores Tóxicos Visual Doenças ocupacionais Moderado Uso de Luvas de proteção contra agentes biológicos, cremes de proteção contra agentes quimicos , mascara semi-facial

Mal súbito Reação anormal do organismo humano Visual Desmaio Crítico Ao sentir-se mal procurar ajuda junto ao téc. Segurança, encarregado ou procurar o responsável pela área, não insistir em continuar trabalhando sem condições físicas e orgânicas; Manter meio de comunicação no local. Manter o corpo hidratado durante as atividades.


Ruído Trabalhos em equipamentos que geram ruídos Visual Danos pessoais Moderado Uso de protetor auricular tipo plug ou concha sempre que os equipamentos tiverem perto dos equipamentos que produzem ruidos.
Projeção de corpos estranhos Carregamento e descarregamento de materiais/ Visual Danos pessoais Moderado "Utilize óculos de segurança, capacete com jugular, luvas e botinas corretamente; Faça inspeção prévia dos equipamentos; Manter trabalhadores que não estiverem envolvidos na atividade afastados; Manter-se afastado da caçamba durante o descarregamento.
Não improvise ferramentas."
Uso de ferramentas manuais

NOME ASSINATURA NOME ASSINATURA

DNIT Desvio da BR 285

A ida de engenheiros do DNIT, anunciada para a conclusão dos estudos para o DESVIO da BR285 em Vacaria, é saudada pela maioria interessada em evitar o congestionamento da Avenida Militar e da BR116, no perímetro urbano. Contudo, alguns demonstram preocupação com o isolamento da cidade, como é o caso de Carazinho, afetando o comércio e a prestação de serviços, bem como o desvio de turistas. Na opinião do Deputado Francisco Appio, que acompanha este debate desde 1990, o DESVIO sem MELHORIAS vai afetar drasticamente a economia do município.



"Vacaria não tem culpa de ter sido cortada ao meio por duas rodovias federais e uma ferrovia, sem nenhuma preocupação com as TRAVESSIAS URBANAS. A cidade já estava aí quando fizeram estes entroncamentos e de lá para cá nenhuma melhoria foi feita, exceto duas rotatórias (Júlio de Castilhos/Avenida Militar e Moreira Paz/BR116 no Trevo da Ford)", reclama o parlamentar, que tem cobrado do DNIT a execução do projeto de TRAVESSIAS URBANAS, elaborado no Governo Britto (1996) e que contava com financiamento do BIRD, dispensado pelo seu sucessor Olívio Dutra.



"Os mesmos que abandonaram o projeto e o financiamento estão comandando o DNIT, portanto é justo que cobremos ações urgentes, antes que deixem os cargos no final do ano", adverte o parlamentar. De qualquer forma, a iniciativa do projeto de duas novas alças para desviar a BR285, fora do perímetro urbano, significa um avanço, mesmo que venha contaminada pela suspeita de promessa de ano eleitoral.



O caos aumentou com o crescimento do fluxo de veículos. No mês de fevereiro de 2010, o Polo Vacaria registrou 400 mil passagens de veículos, em suas três praças, um enorme aumento em relação ao mesmo mês de 2009. E cada vez temos mais carros nas ruas (são 665 carros novos por dia, emplacados no RS) mais o comércio de carros usados, provenientes de outros estados.





Alguns comentários, postados nesta semana, em www.twitter.com/franciscoappio



DNIT manda emissários para tratar do Contorno da BR285, desviando a cidade. E das TRAVESSIAS da BR285 e BR116, ninguém vai falar nada?



ACESSO DA HÍPICA/RASIP precisa de rotatória simples. Dever do DAER hoje e DNIT amanhã. A Prefeitura pode ajudar (pedágios rendem bom ISSQN).



TREVO NO NOVO AEROPORTO da Chapada na BR285 é da responsabilidade dos Pedágios. Está no contrato e no cronograma de obras da concessão.



FALTAVAM RECURSOS. Agora tem dinheiro e decisão política, mas RS456 (Esmeralda) não avança. Quem está segurando esta obra, pelo amor de Deus?



TÉCNICA VIÁRIA tem interesse no contrato (não assinou) da RS456 (Muitos Capões/Esmeralda), mas diz que será executado pela Castelar do PR.



PROJETO DE LEI 127/2007 (nossa autoria) dispensa a cobrança dos veículos emplacados nas cidades sedes de pedágios. Nas futuras concessões.



CIDADES SEDES pagam tarifa cheia (pedágios) por pequenas distâncias. Nosso PL 127 ajuda Vacaria, S.Marcos, Caxias, F. Cunha e Farroupilha. Falta votá-lo.



PEDÁGIOS assumiram os perímetros urbanos (Aditivo de 2000) em troca da cobrança bidirecional. Apenas a conservação, nada de melhorias.



NÃO MUDEI em relação aos pedágios. Impedimos a prorrogação, evitamos aumento das tarifas e estamos conquistando as travessias urbanas.



ASSINEI a CPI DO DAER (e a dos Pedágios) para investigar o Aditivo 2000 que ampliou as tarifas (37%), e tirou obrigações dos pedágios.



TRAVESSIAS URBANAS nas rodovias pedagiadas, um antigo projeto do Britto, acaba de ser revitalizado pela Governadora Yeda pelo PL 82/2010.



PROJETO DO BRITTO foi arquivado pelo Olivio em 1999. E o financiamento ajustado com o BIRD, foi dispensado pelo velho "ranço ideológico".





Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

Duas Mil Notificações dos Pardais

Pardais emitem mais de duas mil notificações em março

Apenas oito são de veículos com placas de Vacaria. Foram 1.157 multas gravíssimas onde os condutores trafegavam acima de 120 km/h.

Por solicitação do Departamento de Jornalismo da Rádio Fátima, a Guarda Municipal informou os números de notificações emitidas pelos pardais instalados no perímetro urbano de Vacaria. No mês de março foram 2.126 notificações, sendo onze a mais que em fevereiro.
A maioria das multas foram emitidas pelo controlador de velocidade que está localizado na área industrial, saída de Vacaria, totalizando 638 notificações. O segundo equipamento que mais emitiu multas também está na área industrial, com 529 notificações. Em terceiro, foi o pardal localizado na BR 116, próximo ao trevo da Avenida Samuel Guazzelli, no sentido Vacaria-Caxias do Sul, onde foram flagrados 261 condutores que trafegavam acima de 60 km/h.
Das 2.126 multas emitidas em março, apenas oito são de veículos com placas de Vacaria. Foram 1.157 multas gravíssimas onde os condutores trafegavam acima de 120 km/h no perímetro urbano ,sendo que o valor de cada multa é de R$ 540.
As notificações foram apenas lançadas no sistema, sendo que os valores ainda não são contabilizados, pois os condutor pode recorrer na Junta de Julgamento do Município - JARI e no DETRAN. As multas serão pagas e os valores respassados ao município durante o pagamento do IPVA 2011. Por outro lado os motoristas estrangeiros só pagarão o valor da notificação se voltarem ao Brasil no próximo ano.
Em janeiro os pardais emitiram 9.826 notificações. No ano de 2009, os controladores de velocidade intalados no perímetro urbano emitiram 59.436 multas, sendo 177 de veículos com placas de Vacaria.
A partir deste mês, conforme prevê o novo contrato, a Prefeitura de Vacaria irá pagar R$ 47.040,00 para a empresa Kopp, que foi a ganhadora da licitação para a locação dos 32 equipamentos.
Em breve deverão ser instalados mais quatro controladores de velocidade no perímetro urbano da BR 285. Serão dois em frente a empresa Schio e mais dois nas proximidades da Escola Municipal Cecy Sá Brito, no bairro Aidê .
No período de agosto de 2005 à julho de 2006, a Polícia Rodoviária Federal de Vacaria registrou seis mortes ocasionadas por acidentes nas BRs. Desde que o sistema com os controladores de velocidade entraram em funcionamento, ou seja nos últimos três anos e oito meses ocorreu apenas uma morte.



Rádio Fátima AM (Jornalismo), 08/04/2010, 08h07

Demora no Atendimento no HNSO

Comitê Gestor debate demora para atendimento no HNSO

Entidade busca soluções para agilizar o atendimento de pacientes no Hospital

Representantes das entidades que integram o Comitê Gestor estiveram reunidos nessa terça-feira, 06/04, para debater assuntos relacionados à área da saúde em Vacaria. Mais uma vez, o foco das discussões ficou em torno na demora para o atendimento no plantão de urgência e emergência do Hospital Nossa Senhora da Oliveira.
Para a Presidente da Associação dos Municípios dos Campos de Cima da Serra, Mara Barcelos a atuação dos médicos de sobreaviso é fundamental para o bom andamento das atividades no plantão, principalmente nos horários em que as pessoas mais buscam atendimento, ou seja no final da tarde e início da noite.
O diretor técnico do Hospital Nossa Senhora da Oliveira, Pedro Bruno Fett salienta que o atendimento do médico de sobreaviso no Hospital não está previsto no contrato.
A Secretária de Saúde de Vacaria, Angelita Hermann reconhece que muitas vezes os pacientes não procuram a Unidade Básica de Saúde e se dirigem diretamente ao Hospital.



Rádio Fátima AM (Jornalismo), 08/04/2010, 08h56

Asteroide perto da Terra


Asteroide passará bem perto da Terra
2 horas, 30 minutos atrás



WASHINGTON, EUA (AFP) - Um pequeno asteróide, descoberto recentemente, passará bem perto da Terra nesta quinta-feira, pouco depois das 20h (horário de Brasília), aproximando-se a 359.000 km, mas sem representar perigo, segundo o Laboratório de Jato-propulsão (JLP, na sigla em inglês) da Nasa, a agência especial dos EUA.

PUBLICIDADE
Esta distância representa nove décimos da que separa a Terra da Lua, comparou o JPL.


O asteróide mede cerca de 22 metros de comprimento e foi observado pelo telescópio do laboratório "Catalina Sky Survey", perto de Tucson, Arizona (sudoeste dos EUA), que tem como missão descobrir cometas e outros objetos que evoluem próximo da Terra.


"Passagens de objetos ao largo de nosso planeta a uma distância inferior à que existe entre a Terra e a Lua acontecem várias vezes por ano", destaca Don Yeomans, cientista do JPL de Pasadena, na Califórnia (oeste).


A Nasa detecta e acompanha asteróides e cometas que passam perto da Terra com telescópios em terra e em órbita, como o Hubble.


O programa de observação de objetos que passam perto de nosso planeta, chamados de "Spaceguard", descobre-os e avalia suas dimensões e trajetória, para determinar se representam um perigo potencial.


Em janeiro passado, um pequeno asteróide passou ainda mais perto de nosso planeta, a 130.000 km.

Fonte: Yahoo

Guarda Municipal irá Atuar na Fiscalização


Guarda Municipal participa de capacitação para atuar na fiscalização de som alto

Servidores devem inciar a ficalização do som nos veículos a partir da segunda quinzena deste mês.


Sevidores da Guarda participaram de capacitação (Foto: Léo Fiorio) Servidores da Guarda Municipal (GM) de Vacaria estiveram nessa quarta-feira, 08/04, em Caxias do Sul, na sede do 2º Pelotão de Polícia Ambiental onde participaram de uma capacitação afim de aprimorar técnicas operacionais de fiscalização com o aparelho decibelímetro (medidor de intensidade sonora) em veículos.
Segundo o Chefe da GM, Léo Fiorio a instrução foi significante, pois os servidores puderam aperfeiçoar os métodos que serão utilizados na fiscalização.
A partir da 2º quinzena do mês de abril a Guarda Municipal estará iniciando as fiscalizações com o decibelímetro no trânsito.



Rádio Fátima AM (Jornalismo), 08/04/2010, 10h21

Casas Populares


No total são 28 residênciais, contruídas através do Programa Morar Melhor, Morar com Dignidade


Loteamento Perseverança (Foto: Fábia Schüler) A Prefeitura de Vacaria realizou nesta manhã, 07/04, a solenidade de entrega de onze casas para famílias em situação de vulnerabilidade social no bairro Municipal. As novas residências estão localizadas no loteamento Perseverança, na Rua Estrela, próximo ao Colégio Bernardina. O Programa Morar Melhor, Morar com Dignidade prevê o total de 28 novas moradias até o final do mês de maio.
Segundo o Secretário de Desenvolvimento Social e Habitação, Valdecir Panisson, a segunda etapa do projeto prevê a construção de mais 34 unidades habitacionais para os moradores do bairro Municipal. O investimento de aproximadamente R$ 790 mil.
José Antônio de Oliveira é um dos primeiros a ocupar a nova casa, no Loteamento Perseverança. Wem entrevista á Rádio Fátima, ele relatou que é aposentado, pagava aluguel e está realizando um sonho, pois aguardava a uma oportunidade há mais de dez anos.



Rádio Fátima AM (Jornalismo), 07/04/2010, 08h10

Site para Jornalista, assessores de impensa

Olá,

O Difundir é um site de comunicação dedicado a
jornalistas e assessores de imprensa.

Assessores cadastram seus releases e sugestões de pauta os
quais ficam disponíveis para pesquisa de jornalistas
de várias formas diferentes, além disso as matérias podem
conter imagens e imagens em alta resolução.

-pesquisa no site por editoria, palavra, tag etc.
-pesquisa por imagem.
-mobile.
-rss.
-twitter.


Venha conhecer o site e aproveite para entrar
em um dos cadastros: Jornalistas, Blogueiros e Assessorias.

www.difundir.com.br



Qualquer dúvida, por favor responda esta mensagem
(para retirar seu email escreva RETIRAR).

Agradecimento

Gostaríamos de agradecer a Maristela Martins Diretora da Escola da Zona Rural da Secretaria Municipal da Educação do Município de Vacaria RS por encardenado a doação dos exemplares do jornal negritude que está agora na bibliote pública municipal de nossa cidade a disposição de toda a comunidade. Ficamos felizes de deixar essa contribuição a cultura e pesquisa local.
Paulo Furtado
Editor

Corrente Comunista

CCI - Corrente Comunista Internacional





*LEIA NO NOSSO SITE:



Só há um futuro: A luta de classes!

Segunda, Abril 5, 2010 - 17:51

Nunca anteriormente tinha sido tão evidente a falência desse sistema. Como também nunca antes tinha se planejado tal quantidade de planos de ataques

massivos contra a classe trabalhadora. Mas, que desenvolvimento pode-se esperar da luta de classes? Leia mais...



Homenagem a nosso camarada Jerry Grevin

Leia o texto



O período de transição do capitalismo ao comunismo

§ Texto adicionado: O estado no período de transição

§

§ Problemas do período de transição

· Estado e ditadura do proletariado

§ O estado no período de transição




e-mail: brasil@internationalism.org




Outros Idiomas:
Inglês Francês Alemão Italiano Suíço Espanhol Bengalês Neozelandês Russo Indiano Farsi Coreano Japonês



Filipino Chinês Turco Filandês

Samblog

Samblog - clicRBS


--------------------------------------------------------------------------------
Bambas entre guaraná e Xangai
O bom Cezinha à casa torna
Tinga renova com comissão de frente
Imperatriz seleciona mulatas
Joubert, o regente de São Jorge em 2011
Sugira um nome para o Mascote dos Bambas
Do palco do Faustão para o Império
Bambas entre guaraná e Xangai

Posted: 07 Apr 2010 04:58 PM PDT

No ninho da águia, a ordem é não se pronunciar oficialmente sobre renovações, contratações e definições de enredo. Como os atuais contratados tem vínculo até maio, o site da escola se limita a noticiar os eventos que vem por aí...
O bom Cezinha à casa torna

Posted: 07 Apr 2010 03:29 PM PDT

Cria da Imperatriz Leopoldense, Cezinha será a voz da vermelho e branco de São Leopoldo no Carnaval de 2011. Ex-intpreprete da Protegidos da Princesa Isabel, está de volta à comunidade que nunca abandonou...
Tinga renova com comissão de frente

Posted: 07 Apr 2010 01:57 PM PDT

Vencedora do Troféu Personagens da Folia, a Comissão de Frente do Estado Maior da Restinga foi uma das mais assediados pelas escolas concorrentes ao fim do Carnaval 2010. Para fazer ainda mais bonito em 2011, algumas escolas tentaram levar a turma para reforçar suas equipe...
Imperatriz seleciona mulatas

Posted: 07 Apr 2010 01:13 PM PDT

Meninas com samba no pé e Carnaval no coração, atenção: a Imperatriz Dona Leopoldina está selecionando meninas para integrar uma nova ala de mulatas. A preferência é por integrantes da comunidade, mas isso não é requisito...
Joubert, o regente de São Jorge em 2011

Posted: 07 Apr 2010 08:30 AM PDT

Depois renovar os contratos do intérprete Paulinho Mocidade e do carnavalesco Luis Fernando Reis, a escola Embaixadores do Ritmo anunciou a renovação do seu mestre de bateria. Será de Joubert a responsabilidade de, à frente dos ritmistas, embalar o enredo sobre São Jorge que a vermelho e branco levará para a avenida no Carnaval de 2011...
Sugira um nome para o Mascote dos Bambas

Posted: 07 Apr 2010 07:18 AM PDT

Não participou da brincadeira lançada na semana passada? Pois ainda dá tempo de sugerir um nome para o mascote das feijoadas dos Bambas da Orgia e concorrer a ingressos.A primeira etapa da promoção termina hoje, à meia-noite...
Do palco do Faustão para o Império

Posted: 07 Apr 2010 02:34 AM PDT

Para substituir o experiente passista Adilson, o Império da Zona Norte contratou um menino que ainda nem completou 16 anos, mas já figurou em um dos programas de televisão mais populares do país.Cria dos Acadêmicos de Gravataí, o jovem Carlos Henrique da Luz chega ao Império para ser o par de Sara Aline Amorim...
You are subscribed to email updates from Samblog - clicRBS
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now. Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610

Destaque Vermelho



DESTAQUES DA EDIÇÃO DE
HOJE DO PORTAL VERMELHO



Ato por medidas contra enchentes é brutalmente reprimido em SP

Bombou na web: Bush limpa a mão em Clinton após saudar haitiano




CGU constata irregularidades na aplicação de recursos da saúde no DF

Lula, Renato e Dilma durante o 12º
Congresso do PCdoB Eleições 2010
Lula confirma presença no ato do PCdoB em apoio a Dilma
Na quinta-feira (8), o PCdoB indicará seu apoio à pré-candidatura de Dilma Rousseff à Presidência em um grande ato no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, em Brasília. Além da pré-candidata, também o presidente Lula confirmou presença, aceitando o convite dos comunistas.




Política nuclear
Apesar da retórica, EUA abrem caminho para uso de armas nucleares Argentina
"Direita promove ofensiva para voltar ao poder", diz professor
Enchentes
Pior chuva em 44 anos causa calamidade e 95 mortes no Rio Duelo de posições
Entidades se mobilizam para desmascarar ato da UGT contra Cuba




Bolívia: a política na rota do desenvolvimento

Blog do Renato
Lula confirma presença no Ato do PCdoB
Fatima Oliveira
A imanência e a transcendência das coisas e da vida no sertão

Augusto César Petta
Por que o 1° de Maio é o Dia Internacional do Trabalhador?

Luciano Rezende
Uma grande baixa no front

Gilson Reis
La neves vá

Eron Bezerra
Nosso legado ao setor primário





Esta é uma mensagem automática, favor não responder

Glória é Derrotado pelo Lageadense

Leão luta mas inicia com derrota

O Glória bem que tentou mas, começou a Segunda Fase com derrota. Porém o placar não mostra o que foi o jogo. Segundo o técnico Paulo Porto, esta foi a melhor partida do Leão fora de casa na Segundona. Apenas para dar um exemplo, no primeiro tempo a equipe gloriana contabilizou 12 escanteios a seu favor.
E quis o destino que o resultado adverso fosse construído em uma cobrança de tiro de canto. No primeiro lance de jogo, o goleiro Márcio Kessler defendeu uma bola colocando-a pela linha de fundo. No levantamento para o interior da grande área, Bergamin de cabeça fez o gol da vitória da equipe de Lajeado.
Os donos da casa seguiram pressionando. Mas na sequência quem tomou o controle da partida foi o Glória. Algumas oportunidades foram criadas, mas os jogadores pecaram na hora de finalizar ou paravam no goleiro Gallas.
A segunda etapa não foi diferente, o Leão tentava o gol a todo momento, mas sem sucesso. O técnico Paulo Porto resolveu arriscar, colocando Simovic no lugar de Márcio Souza. Lucas que estava há 45 dias fora por culpa de uma lesão também entrou, para dar mais velocidade às jogadas ofensivas da equipe de Vacaria.
O jogo foi interrompido em duas oportunidades, e em uma delas, o árbitro Rudnei Braga Corrêa alegou que Jucimar havia acertado o jogador do Lajeadense no rosto, mostrando o cartão vermelho para o zagueiro gloriano.
Em um dos últimos lances da tumultuada partida, o goleiro Márcio Kessler foi até a área do Lajeadense tentar o cabeceio em uma cobrança de falta, mas não obteve êxito.
Final em Lajeado aos 53 minutos da segunda etapa, Lajeadense 1 x 0 Glória.
No domingo torcedor, todos os caminhos levam ao Altos da Glória! Glória x Brasil-Far às 15:30hs. Vamos apoiar o Leão na busca pela classificação!

Glória: Márcio Kessler; Tiago Machado, Valdemar, Jucimar, Vagson; Ivanildo, Márcio Souza(Simovic), Rodrigo Couto, João Paulo; Silvano(Lucas) e Leonel.
Técnico: Paulo Porto.

por Neto Ferreira - Assessor de Imprensa
netoferreira@gloriadevacaria.com.br

Inter derrota o Nóia no Penaltis


INTER
Pênalti defendido evitou vexame
Foi um jogo de suspense. Suspense até na hora da última cobrança de pênaltis. Depois de tantas surpresas, no placar de 3 a 3, nos erros bisonhos e até nos dois lindos gols no ângulo, o Inter levou a melhor na derradeira hora. Venceu nos pênaltis: 5 a 4. Por obra de Pato Abbondanzieri. Logo ele que andou falhando perigosamente.

Sábado, outra vez com os titulares, a equipe de Jorge Fossati recebe o Ypiranga, pela semifinal da Taça Fábio Koff.

Logo no começo do jogo, antes dos dois minutos, Pato Abbondanzieri parecia estar pensando na sua Buenos Aires, em Puerto Madero e no Boca Juniors, quando recebeu um recuo de Bolívar e, assediado por Maiquel, passou a bola para a frente da área, onde Sandro era pressionado por Gustavo Papa. Ato contínuo, o centroavante roubou a bola do volante, que foi obrigado a derrubá-lo, quase na área. Sandro poderia ter sido expulso por causa de Abbondanzieri. Micael cobrou a falta, a bola bateu nas costas de D’Alessandro, desviou, e parou dentro do gol.

Mas o Inter não se abalou com o gol a um minuto e 50 segundos. E foi ao ataque. Ainda que com o mesmo futebol sem brilho dos últimos jogos, a equipe de Jorge Fossati passou a dominar as ações, e chegou ao empate aos 7 minutos, em cabeceio de Alecsandro, após cruzamento de Kleber. Foi o 40° gol de Alecsandro pelo Inter.

Após o empate, o Inter seguiu melhor em campo, embora o Novo Hamburgo, percebendo a insegura noite de Abbondanzieri – que raramente segura a bola com firmeza –, passasse a chutar de todos os lugares do campo esperando por novas falhas. Fossati, impecável em seu terno preto combinando com a gravata vermelha, desesperava-se cobrando mais retenção de bola e criação de seus armadores, Giuliano e D’Alessandro.

Pato disse que time grande não pode levar três gols

Aos 22, o ex-rebelde Walter voltou a provar que é um dos principais jogadores da equipe. Após receber um passe de Alecsandro, ajeitou a bola com o peito e, de fora da área, bateu com o pé direito, acertando o ângulo esquerdo de Juninho. Um golaço, dedicado ao amigo Taison.

– Quem não chuta não faz. E eu fiz um golaço – comemorou Walter, no intervalo.

Também ao final do primeiro tempo, Alecsandro advertiu:

– Quando está arrumado lá atrás, a gente resolve na frente.

No segundo tempo, sem Kleber, que sentiu tonturas e vomitou no vestiário após uma pancada na cabeça, o Inter não resistiu aos primeiros minutos e, aos cinco, cedeu o empate ao NH, gol de Maiquel.

O empate fez o Novo Hamburgo crescer. Foram pelo menos 15 minutos de pressão. Até Alecsandro acertar um chutaço de fora da área, no ângulo. A alegria colorada durou pouco. Aos 35, Michel como no Juventude e, em outra falha da zaga, empatou na pequena área.

Após o 3 a 3, ninguém teve forças para vencer. Foi para os pênaltis.

E Pato, então, na última cobrança, defendeu a batida de Kempes.

Em seguida, Taison marcou e garantiu o 5 a 4. No sábado, o Inter recebe o Ypiranga pela semifinal da Taça Fábio Koff.

Abbondanzieri foi sincero depois:

– Foi uma noite ruim. Não me senti cômodo, fui muito mal. Estive desconcentrado na primeira parte.

Disse mais, num alerta:

– Um time grande como o Inter não pode levar três gols.

ZEROHORA.COM

> Confira o melhor de Novo Hamburgo x Inter


LEANDRO BEHS
Fonte: Zero Hora

Resultados da Chave do Glória

Resultados e classificação da Chave 6

Os resultados paralelos bem que ajudaram, mas com a derrota o Leão fica na lanterna da Chave 6, confira:

Resultados de hoje:
Brasil-Far 1 x 1 Cerâmica
Aimoré 1 x 1 Cruzeiro
Lajeadense 1 x 0 Glória

Classificação:
1º Lajeadense: 3 pontos
2º Aimoré: 1 ponto
Cruzeiro: 1 ponto
Brasil-Far: 1 ponto
Cerâmica: 1 ponto
6º Glória: 0 ponto

Próxima rodada - Domingo:
15:30 - Cerâmica x Aimoré
15:30 - Cruzeiro x Lajeadense
15:30 - Glória x Brasil-FAR

Vamos lotar o Altos da Glória no domingo torcedor! Apoiar o Leão na reação em busca da tão sonhada Primeira Divisão!

por Neto Ferreira - Assessor de Imprensa
netoferreira@gloriadevacaria.com.br

Bingos

07/04/2010

Foto: Elson Sempé Pedroso
Haroldo de Souza
Foto: Maria Helena Sponchiado
Tarciso Flecha Negra

Plenário
Bingos: vereadores discutem questão em Lideranças
Nos tempos de Liderança da sessão desta quarta-feira (7/4), os vereadores de Porto Alegre abordaram os seguintes assuntos:
BINGOS - Haroldo de Souza (PMDB) referiu-se à batida policial no bingo Coliseu, no bairro Azenha, no qual estava ontem à noite. Segundo ele, esta não foi a primeira vez que foi pego jogando bingo, garantindo que continuará defendendo a liberação desses estabelecimentos e dos cassinos. Segundo o vereador, os bingos gerariam mais de 320 mil empregos e parte de seus recursos poderia ser investida em áreas como educação. Haroldo rebateu a informação divulgada pela imprensa de que teria sido preso. "Não fui preso coisa nenhuma; apenas, a pedido da Brigada Militar, assinei um termo", declarou. (CB)
BINGOS II - Luiz Braz (PSDB) defendeu a liberação dos bingos lembrando que eles só foram proibidos "para encobrir uma maracutaia do governo federal". Conforme Braz, não eram os bingos que estariam praticando contravenção, mas "um agente do governo federal foi apanhado em ato de corrupção". Na opinião do vereador, os bingos poderiam render muitos recursos para educação, assistência social e esportes. Ele citou uma alternativa interessante adotada em Portugal, onde as pessoas só podem gastar em jogos um percentual do que declaram no Imposto de Renda. (CB)
BINGOS III - João Dib (PP) recordou que a Caixa Econômica Federal conta com 10 tipos de jogos de azar e que distribui aos ganhadores de 46% a 51%, descontando ainda o Imposto de Renda. Dib disse que ficou impressionado com a estimativa citada por Haroldo de Souza de que os bingos geram 320 mil empregos. Lembrou que, a cada ano, 4 milhões de jovens procuram um emprego e que o próprio ministro do Trabalho informou que 7 milhões de brasileiros recebem seguro-desemprego. Uma das formas de criar empregos, segundo Dib, além dos bingos, são as obras, mas não as do PAC. (CB)
DIABETES - Tarciso Flecha Negra (PDT) fez um apelo a todas as pessoas e, especialmente aos ex-atletas, como ele, que façam o teste de diabetes, uma doença silenciosa e perigosa. O vereador, que esteve em licença médica, contou que se achava muito forte, mas levou um susto quando descobriu que estava com altíssimos índices de glicose no sangue. "Achei que a doença não ia chegar em mim, mas estava com mais de 640 de glicose", declarou. "Por isso, façam o teste, que não dói; é um exame de sangue." O vereador ainda agradeceu o carinho e atenção de todos no período em que esteve afastado. (CB)

SACOLAS - Airto Ferronato (PSB) disse que o mundo precisa começar a se preocupar em como reinserir os resíduos do consumo, como as sacolas plásticas, no ciclo produtivo. "O mundo sempre se preocupou em produzir, distribuir e consumir. Agora, precisa fazer o caminho inverso." Ferronato também pediu à Prefeitura a nomeação de 130 agentes fiscais aprovados em concurso público. (MAM)
BINGOS IV - DJ Cassiá (PTB) disse que apoia o vereador Haroldo de Souza (PMDB) em sua luta pela legalização dos bingos. Observou que seriam 320 mil empregos gerados por esta atividade. "Há governos que preferem dar esmola a oferecer emprego. Mas a verdade é que ninguém quer ajuda do governo. As pessoas querem emprego." (MAM)
Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)
Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)

Inter vence o Nóia no Penaltis


Que sofrimento!

Pato abraça Taison: goleiro falhou no jogo, mas pegou uma penalidade e atacante fez o quinto gol
Crédito: fabiano do amaral
Pato abraça Taison: goleiro falhou no jogo, mas pegou uma penalidade e atacante fez o quinto gol
Crédito: fabiano do amaral
FABRÍCIO FALKOWSKI | fabricio@correiodopovo.com.br

Emoção, alternância no placar, muitos gols e, no final, tudo foi decidido nos pênaltis. Melhor para o Inter, que empatou no tempo normal com o Novo Hamburgo por 3 a 3, venceu nos pênaltis e acabou ficando com a vaga na semifinal da Copa Fábio Koff.

A noite começou da pior forma para Pato Abbondanzieri. Ele falhou em vários lances e pelo menos um dos gols do Novo Hamburgo deve ser creditado exclusivamente na sua conta. Mas o experiente goleiro se recuperou no final da noite. Ele pegou a última cobrança da série e garantiu a classificação do Inter.

"Joguei muito mal. Não estou satisfeito com a minha atuação. No início, estava desconcentrado, mal mesmo. Sofrer três gols numa só partida é muito para o Inter", enfatizou o goleiro, mostrando sinceridade incomum.

O Inter levou um susto no início. Logo aos 2 minutos, Pato falhou e obrigou Sandro a fazer falta em Gustavo. Micael cobrou com força e abriu o placar. Mas o time não se abateu. Aos 7, Kleber levantou a bola para a área e Alecsandro mandou para as redes. Em seguida, aos 22, Walter recebeu lançamento, matou no peito e fez 2 a1 com um golaço.

A partida seguiu movimentada, com os dois ataques levando nítida vantagem sobre as defesas. Aos 24, o árbitro anulou, corretamente, um gol de Maiquel. Depois, aos 34, Micael acertou uma cabeçada na trave. Giuliano também errou um gol para o Inter aos 43 minutos. "Quando tá (sic) arrumado lá atrás, na frente a gente resolve", alfinetou Alecsandro.

Mas, de novo, a zaga falhou. Aos 5 minutos do segundo tempo, o Novo Hamburgo fez linha de passes dentro da área do Inter antes de Maiquel completar para o gol. Alecsandro, aos 26, exatamente num momento complicado do time colorado em campo, acertou um chute perfeito, do meio do campo e colocou o Inter em vantagem outra vez. Mas o jogo não estava decidido e, aos 35, Michel empatou.

A decisão foi para os pênaltis. Os colorados acertaram todos, com Alecsandro, D''Alessandro, Glaydson, Wilson Mathias e Taison. A decisão foi empatada até a última cobrança, quando Kempes chutou e Pato pegou. A semifinal ocorre sábado, no Beira-Rio, contra o Ypiranga, que surpreendeu o Caxias.

"Que susto. Não precisava ser assim. Temos de continuar trabalhando", lamentou o vice de futebol Fernando Carvalho.

NOVO HAMBURGO 3 (4) X (5) 3 INTERNACIONAL

Novo Hamburgo: Juninho; Micael, Edson Borges e Claudio Luiz; Edimar, Emerson, Márcio Hahn, Preto (Juba) e Paulinho; Maiquel (Kempes) e Gustavo Papa (Michel). Técnico: Gilmar Iser.

Internacional: Pato Abbondanzieri; Glaydson, Índio, Bolívar e Kleber (Juan); Sandro, Guiñazu, Giuliano (Wilson Mathias) e D''Alessandro; Walter (Taison) e Alecsandro. Técnico: Jorge Fossati.

Arbitragem: Vinícius Costa.

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo.

Gols: Micael (3'' do 1 T), Alecsandro (7'' do 1 T e aos 26'' do 2 T), Walter (22'' do 1 T), Maiquel (5'' do 2 T) e Michel (35'' do 2 T).








--------------------------------------------------------------------------------

ESPORTES > esportes@correiodopovo.com.br

Goleiro Pitol Herói do Ypiranga


VITÓRIA NOS PÊNALTIS

Ypiranga faz a festa no Centenário

Comemoração: Ypiranga eliminou o Caxias nas penalidades e está nas semifinais
Crédito: luiz erbes / especial / cp
Comemoração: Ypiranga eliminou o Caxias nas penalidades e está nas semifinais
Crédito: luiz erbes / especial / cp


Caxias e Ypiranga fizeram um grande jogo, ontem, no Centenário, pelas quartas de final da Taça Fábio Koff. Foi uma partida cheia de alternativas, decidida apenas nas penalidades máximas. No tempo normal, 2 a 2. O goleiro do Ypiranga, Marcelo Pitol, defendeu três cobranças de pênaltis e o time de Erechim venceu por 3 a 1, se classificando para a semifinal.

O Ypiranga conseguiu abrir 2 a 0 no placar. O primeiro gol saiu aos 37min de jogo. Vainer cobrou escanteio da esquerda, Marcelo Rosa, livre de marcação, cabeceou para o fundo das redes, 1 a 0. No segundo tempo, aos 14min, o Ypiranga ampliou em rápido contra-ataque. Dinei recebeu na intermediária, avançou e encobriu o goleiro com um belo toque na bola, 2 a 0.

Dois minutos depois, Cristian Borja recebeu na área, virou o corpo e desferiu um chute forte, no ângulo esquerdo, 2 a 1. Aos 20, Everton foi derrubado na grande área, pênalti para o Caxias. Marcelo Costa cobrou com categoria e deixou tudo igual no Centenário, 2 a 2.

Nas penalidades, Marcelo Pitol se destacou, defendendo as cobranças de Edu Silva, Cristian Borja e Edenílson, garantindo a classificação do Ypiranga. "Eu estava tranquilo e confiante que iria dar certo, consegui defender as penalidades. O nosso time sabia que seria uma partida difícil, mas trabalhamos forte e vencemos", comemorou Pitol.

CAXIAS 2 (1) X (3) 2 YPIRANGA

Caxias: Fernando Wellington; Alisson, Anderson Bill, Neto e Edu Silva; Marcos Rogério (Renan), Itaqui (Mauro), Edenílson e Marcelo Costa; Everton (Lê) e Cristian Borja. Técnico: Julinho Camargo.

Ypiranga: Marcelo Pitol; Tomás, André Luís, Ronaldo e Sharlei; Pansera (Pavão), Marcelo Rosa (Marquinhos), Guto (Alecsandro) e Vainer; Dinei e Flávio Dias. Técnico: Agenor Piccinin.

Arbitragem: Leonardo Gaciba, auxiliado por Leandro Alflen e Carlos Selbach.

Local: estádio Centenário, em Caxias do Sul.




Fonte: Correio do Povo