Rádio WNews

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

CEERT

Caso não esteja visualizando, acesse aqui.
Boletim CEERT - Ano IV - número 42 - Dezembro 2013
Política no mundo
Editorial: Um Generoso Guerreiro
Nelson Mandela presenteou a humanidade inúmeras vezes com uma grandeza de espírito que só uma vida de tanta devoção à igualdade e à liberdade poderia oferecer....- Leia Mais...
Política no Brasil
Congresso tem poucos dias para votar PL que instituí cotas raciais nos concursos públicos
O PL anunciado pela presidenta Dilma Rousseff durante a realização da III Conapir foi encaminhado em caráter de urgência ao congresso...- Leia Mais...
História, cultura & arte
Mostra leva história e cultura africana e afro-brasileira à escola na zona sul
Exposição, realizada no último dia 30, apresenta os trabalhos sobre a igualdade racial realizados no CEI Onadyr Marcondes da cidade de São Paulo...- Leia Mais...
Datas & eventos
Balanço: Ano de desafios e conquistas no CEERT
O ano ainda não acabou, mas já é possível realizar um balanço sobre quais foram as principais ações ocorridas dentro do CEERT neste ano...- Leia Mais...
Links
Recomendamos
Atuação do Jurídico - Caso Pedro Bandera
Atuação do Jurídico - Caso Adriana Alves
CUT 30 anos e a luta pela equidade
Evento
Conae 2014
Contagem regressiva para a II Conferência Nacional de Educação. O evento ocorrerá em fevereiro, em Brasília.
Leia Mais...
 
 
Expediente: Maria Aparecida Silva Bento (Supervisão); Juliana Gonçalves (Jornalista responsável - MTB.51.772/SP); Thaís Nascimento (Repórter); Edison da Silva Cornelio (Tecnologia de Informação) e Shirley dos Santos (Coordenação geral).

Mandela

Imagem inline 1
José Antonio dos Santos da Silva
+ 55 51 84908721 - Oí
+ 55 51 80208344 - Vivo
+ 55 51 82490039 - TIM
+ 55 51 94225905 - Claro
Skype: jass_rs

Feliz 2014


Vereador de Vacaria Flagrado Vendendo Atestados Médicos

Vereador é flagrado vendendo atestado médico em Vacaria

20 de dezembro de 20130
Médico vende documento sem realizar exames.
Médico vende documento sem realizar exames
Dois meses depois da Rádio Gaúcha ter denunciado a venda de atestados médicos em São Francisco de Paula, mais um município da Serra tem o registro desta prática criminosa. Mais uma vez, um político está envolvido no esquema. Um vereador de Vacaria, que é médico, vende atestados por R$ 20.
Durante uma semana, investigamos a conduta do médico Joaquim Boeira de Vargas, que é vereador de Vacaria pelo PMDB. O médico, que já foi prefeito de Monte Alegre dos Campos, atende em uma casa localizada na Rua Assis Brasil. A venda de atestado não é segredo para ninguém em Vacaria e cidades vizinhas.
Vargas, além de vender atestados por R$ 20 para justificar faltas, também comercializa receitas. Por R$ 10 ele faz a troca de receituários vencidos por novos. Normalmente, a compra dos medicamentos acontece na farmácia do vereador, que fica a menos de 50 metros do consultório.
Na semana passada, dizendo precisar de um atestado para quatro dias, fomos ao consultório de Vargas e solicitamos o serviço para escapar do trabalho e comparecer ao suposto casamento de uma prima em Santa Catarina.
Médico: Fala
Repórter: Eu precisava de um atestado porque……era pra tirar férias amanhã, mas minha empresa quer me dar férias só na terça…tenho o casamento de uma prima minha em Timbó do Sul…..
Médico: Amanhã, sexta, sábado, domingo, segunda
Repórter: …Sexta, sábado, domingo e segunda…
Médico: Quatro dias…
Repórter: É…

O médico, sem fazer nenhum tipo de exame ou pergunta sobre o estado de saúde, concede o atestado. Enquanto preenche, Vargas pergunta ao repórter se ele tem alguma preferência por doença e, em comum acordo, definem qual será o motivo do afastamento.

Médico: o que vamos colocar aqui de….de doença
Repórter: Não sei, o que o senhor acha melhor?
Médico: …Pode ser de coluna…..
Repórter: Acho que sim porque a gente faz bastante esforço pesado…

A reportagem levou o vídeo com o flagrante à Polícia Civil. Para o delegado Anderson Silveira de Lima, o crime é evidente. Segundo o delegado, além de instaurar o inquérito, ele vai solicitar à Justiça que o médico tenha suspenso o direito de exercer a atividade enquanto ele estiver sob investigação. Anderson também vai oficiar a Câmara de Vereadores.

Repórter: Quanto lhe devo?
Médico: Vinte.
Repórter: Então tá.
Médico: Ta certo.
Repórter: Muito obrigado dr.
Médico: E bom casamento…
Repórter: Muito obrigado, dr.


Fonte: Clic RBS