Grêmio 1 x 0 Botafogo

Grêmio 1 x 0 Botafogo
Libertadores 2017

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Uniformes na Susepe

Susepe inicia distribuição de uniformes para servidores 08/01/2009 12:44
O superintendente dos Serviços Penitenciários, Paulo Zietlow, e o diretor do Departamento de Segurança e Execuções Penais da Susepe, Jorge Rodrigues, realizaram nesta quarta-feira (07/01) as primeiras distribuições de uniformes para servidores. O Núcleo de Segurança e Disciplina, responsável pelo transporte de presos, foi o primeiro órgão da instituição a receber 113 calças e 226 camisetas com o logotipo da Susepe.
Segundo Paulo Zietlow, o objetivo é uniformizar todos os agentes e auxiliares penitenciários lotados nas unidades prisionais do Rio Grande do Sul. Num primeiro momento serão distribuídas 2,5 mil calças e 6 mil camisetas, nos presídios de Porto Alegre, no Complexo de Charqueadas, nas unidades de Caxias do Sul e nas Moduladas de Osório, Montenegro, Ijuí e Uruguaiana.
Fonte: Ascom Susepe

Noticias da Prefeitura de Porto Alegre parte 2

Todas as Notícias A MANCHETE

Amanhã é dia de Festa da Uva e da Ameixa

Uvas e ameixas de boa qualidade e com preços convidativos estarão à disposição do público a partir de amanhã, no Círculo Operário Porto-Alegrense (Estrada Costa Gama, 1009, Bairro Belém Velho). A 19ª edição da festa vai funcionar nos dois próximos finais de semana, das 9h às 20h. A abertura será às 11h, com as presenças do prefeito José Fogaça, do secretário municipal da Produção, Indústria e Comércio, Idenir Cecchim, e de produtores do Cinturão Verde da cidade. Leia mais... DESTAQUES

Depósito de reciclagem é interditado no Bairro Santana

A Smic interditou nesta manhã a atividade comercial localizada na Rua Luiz de Camões, 989, pelo funcionamento irregular como depósito de reciclagem. O proprietário já havia sido notificado em duas outras ocasiões por irregularidade administrativa e pela falta do alvará de localização e de funcionamento. A fiscalização foi motivada por solicitação de moradores do entorno, que reclamam da proliferação de ratos e insetos e da obstrução das calçadas. Leia mais...

Retirada uma tonelada de lixo da Reserva do Lami

Entre novembro e dezembro, foram recolhidos mais de cem sacos de lixo com capacidade para cem litros na área junto ao Guaíba. A gerente da unidade de conservação, bióloga Patrícia Witt, destaca que, com a estiagem, as águas ficaram em torno de 50 metros distante da costa, tornando visíveis os resíduos depositados junto à mata ciliar e o Arroio Lami. Com o auxílio de embarcação, também foram coletados materiais na Ponta do Cego, onde se concentram várias rochas que acumulam detritos. Leia mais...

Implantação do metrô é pauta de encontro

Em reunião nesta manhã entre o prefeito José Fogaça e a deputada federal Maria do Rosário, ficou acertada a integração política entre a bancada federal gaúcha e a prefeitura no intuito de ampliar as negociações junto à Trensurb, empresa responsável pelo desenvolvimento do projeto. “É um investimento de ação política que precisa ser feito em nome da cidade, para que o governo federal avance na questão do metrô”, avaliou Fogaça. Leia mais... EVENTOS

Caminhada passa por pontos turísticos da Capital

Aproveitar a segunda-feira para passear por locais como a Usina do Gasômetro, a Casa de Cultura Mario Quintana e as igrejas das Dores e da Conceição é a proposta das caminhadas organizadas pela Secretaria de Turismo neste verão. São dois roteiros, um pela manhã e outro à tarde, orientados por um guia. Interessados em participar do passeio do dia 12 devem se inscrever até domingo, 11, na Travessa do Carmo, 84, com a doação de um kit de material escolar. Informações pelo telefone 3212-3464, ramal 30. Leia mais...

Oficina divulga método do teatro do oprimido

Exercícios e jogos, expressão corporal, improvisação, dramaturgia, interpretação e fundamentos de história integram a proposta da oficina de teatro-fórum com o diretor Celso Veluza. Não é necessário ser ator para participar. O primeiro encontro, num total de oito, será terça-feira, 13, a partir das 19h, na sala 504 da Usina do Gasômetro (Av. João Goulart, 551). Inscrições pelos telefones 9161-5014 e 3019-0857 ou celso.veluza@gmail.com. No valor de R$ 80, a oficina integra o projeto Usina das Artes, da Secretaria da Cultura. Leia mais...

Rainha do carnaval será escolhida domingo

Comunicação, espírito carnavalesco, simpatia, beleza, expressão corporal e "samba no pé" serão os quesitos avaliados domingo, 12, durante a escolha da rainha e das princesas do carnaval 2009. O concurso começa às 18h, no Ginásio Tesourinha (Av. Érico Veríssimo, s/nº), quando as candidatas vão enfrentar a prova da passarela e os desfiles em traje de gala, de banho e de fantasia. Os ingressos estarão disponíveis na data do evento, no local, ou com os presidentes das escolas de samba e tribos. Leia mais...

Feira do Brechó é atração no Mercado Público

São dez expositoras que oferecem artigos da moda retrô, acessórios de época, louças, cristais, móveis, brinquedos e antiguidades. Promovido pela Smic, o evento pode ser conferido de segunda a sábado, das 8h às 19h30, até o dia 17. Leia mais... MAIS SERVIÇOS

Banho nas praias do Lami exige cautela

Os banhistas devem ter atenção ao freqüentarem as praias do Lami neste fim de semana, já que dois postos estão inadequados, um no extremo-sul e outro em frente à Rua José Bernardes. O quadro é diferente em Belém Novo, onde todos os pontos estão próprios para banho. A análise de balneabilidade é feita semanalmente pelo Dmae, a partir de solicitação da Smam. Leia mais... PREVISÃO DO TEMPO

Ouça a previsão do tempo deste sábado, dia 10

(Clique aqui) TEMPO HOJE

Veja imagem de satélite

(Clique aqui) VEJA PAUTAS DO DIA

Pautas para o dia 10 de janeiro

(Clique aqui)
Editado pela Supervisão de Comunicação SocialE-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926
Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA.

Noticias da Prefeitura de Porto Alegre

Todas as Notícias A MANCHETE

Nova unidade de triagem receberá lixo de 17 hospitais

A mais nova unidade de triagem conveniada com o DMLU será inaugurada na próxima quarta-feira, 14, e vai trabalhar exclusivamente com lixo hospitalar não-contaminado. Localizada num pavilhão de 500 metros quadrados na Lomba do Pinheiro, a unidade receberá resíduos recolhidos em 17 hospitais de Porto Alegre (veja lista). A gerência ficará a cargo de um grupo de 42 pessoas, integrantes da Associação dos Trabalhadores de Recicláveis. “Como trata-se de um resíduo de melhor qualidade, vai gerar uma renda acima da média para esses novos trabalhadores”, destaca o diretor-geral Mário Moncks. Leia mais... DESTAQUES

Confira algumas atividades de lazer para o verão

Aulas de natação, hidroginástica e pólo aquático estão entre as opções oferecidas aos usuários das piscinas mantidas pela prefeitura. Nesta temporada, a expectativa é de que mais de 200 mil pessoas aproveitem as piscinas. Na beira da praia, uma boa alternativa é a Ativação Esportiva no Lami, com atividades gratuitas. Já a Colônia de Férias é uma opção interessante para crianças de diversas regiões da cidade. Leia mais...

Prefeito reúne-se com representantes do Legislativo

Transporte público, novo plano diretor e modernização administrativa foram os destaques abordados nesta manhã, durante a primeira reunião entre o prefeito José Fogaça e a nova composição da mesa-diretora da Câmara Municipal. Fogaça destacou o modo como foi conduzida a formação da mesa, com representações de todos os partidos que integram a nova legislatura. “Há um equilíbrio entre a renovação e a experiência, e respeito à participação de todos”, avaliou. O encontro ocorreu no Paço Municipal. Leia mais...

Última vistoria no Camelódromo

A Smov realiza amanhã a vistoria final no Centro Popular de Compras. Nesta tarde, foi a vez dos secretários municipais visitarem as instalações para uma revisão antes da abertura à população. Mais de 600 comerciantes providenciam a organização de seus espaços, sendo que o ritmo de trabalho dos operários garante a conclusão das obras até a próxima quinta-feira, 15. “Agora, apresentaremos um relatório ao prefeito e definiremos a data da inauguração”, explicou o secretário da Produção, Indústria e Comércio, Idenir Cecchim. Leia mais... EVENTOS

Rainhas da folia serão apresentadas nesta noite

As candidatas à Rainha do Carnaval participam hoje, às 20h, de coquetel no Barracão B-1 do Complexo Cultural do Porto Seco (Av. Plínio Kroeff, s/nº). Na ocasião, elas serão apresentadas à imprensa e a convidados representantes de agremiações carnavalescas da Capital. O concurso será realizado domingo, 11, a partir das 18h, no Ginásio Tesourinha (Av. Érico Veríssimo). Os ingressos estão disponíveis com os presidentes das escolas de samba e tribos ou diretamente no local, na data do evento. Leia mais...

Prêmio homenageia destaques da Cultura

A terceira edição do Prêmio Joaquim Felizardo vai reconhecer artistas, intelectuais, iniciativas, mídia e patrocinadores de destacada contribuição para a cultura da cidade (veja a lista). Criado pela Secretaria da Cultura, o prêmio será entregue quarta-feira, 14, às 20h30, em cerimônia no Teatro Renascença (Av. Érico Veríssimo, 307). Leia mais...

Descida da Borges faz a festa dos foliões do Centro

Amanhã à noite, a partir das 20h30, a Borges de Medeiros vai reviver os antigos Carnavais da década de 60. É a terceira edição da Descida da Borges, que também ocorre em outras duas sextas-feiras de janeiro, 16 e 23. A festa terá a apresentação das escolas de samba Protegidos da Princesa Isabel, Unidos de Vila Isabel e Bambas da Orgia. Confira a programação. Leia mais...

Deficientes visuais concluem curso de informática

Cinco pessoas com deficiência visual se formam amanhã em curso gratuito de informática do Centro de Capacitação Digital da Procempa. Foram 144 horas/aula, com módulos de teclado, Virtual Vision, Windows e Internet, Word e Excel. A formatura será às 11h30, no Paço Municipal (Praça Montevidéu, 10, Centro). Os alunos realizaram o curso nas unidades Restinga e Gasômetro. Desde 2006, foram capacitadas 25 pessoas com deficiência visual. Leia mais... MAIS SERVIÇOS

Prefeitura reintegra área de praça

A Smam realizou nesta manhã uma ação de reintegração de posse judicial da área situada na Praça Wilson Ávila, no Jardim Carvalho, ocupada clandestinamente por um trailer. Uma construção em alvenaria utilizada como sanitário foi demolida. Leia mais...

Proprietário de imóvel deverá apresentar laudo estrutural

O proprietário do prédio atingido por um ônibus nesta manhã foi notificado a apresentar um laudo de estabilidade estrutural da edificação. O imóvel está localizado na Avenida Júlio de Castilhos, 566, no Centro. De acordo com o secretário municipal de Obras e Viação, Maurício Dziedricki, a medida é preventiva. "Nossa preocupação é garantir a segurança no entorno", explica. Leia mais...

Equipe fiscaliza comércio em praças e canteiros

A Smam intensificou o controle ao comércio ambulante de frutas e outras mercadorias em praças e canteiros de avenidas. Em uma praça na Vila Farrapos e no canteiro central da Avenida Bento Gonçalves, esquina João de Oliveira Remião, foram realizadas ações de fiscalização quanto à venda de melancia. O mesmo ocorreu no canteiro central da Avenida General Emilio Lucio Esteves, no Bairro Santa Maria Goretti. Leia mais... PREVISÃO DO TEMPO

Ouça a previsão do tempo desta sexta-feira, dia 9

(Clique aqui) TEMPO HOJE

Veja imagem de satélite

(Clique aqui) VEJA PAUTAS DO DIA

Pautas para o dia 9 de janeiro

(Clique aqui)
Editado pela Supervisão de Comunicação SocialE-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926
Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA.
hasEML = false;

Blog de Gaza

fonte:http://www.idelberavelar.com/
Um blog de Gaza

Vittorio me disse ontem ... quando lhe perguntei como ele responde à morte ... ele me disse que já não tem lágrimas para chorar ... que suas lágrimas secaram ... olho para ele sentado diante de mim ... um homem bonito de um metro e oitenta ... trinta e três anos ... sua maior preocupação no mundo: salvá-lo e "permanecer humano", que é como ele termina [Bomba!] cada artigo que escreve ...



É o relato ao vivo dos horrores perpetrados pelo exército israelense na maior prisão ao ar livre do mundo: Moments of Gaza.

(valeu, Frank).


Escrito por Idelber às 21:32 | link para este post




"Estão bombardeando 1,5 milhão de pessoas enjauladas"


(Criança em Gaza. Crédito da foto)




Bombardearam o mercado central de frutas de Gaza ... ao mesmo tempo, bombardearam um prédio de apartamentos ... é tipo o inferno aqui agora ... já são mais de 500 mortos e 2500 feridos, dos quais 50% são crianças ... há feridas que você não gostaria de ver ... crianças chegando com o abdômen aberto ...

Entre as centenas que vimos entrando no hospital, um era militar do Hamas .. qualquer um que queira apresentar isso como uma guerra contra outro exército está mentindo ... é uma guerra total contra a população civil ... eles estão bombardeando 1 milhão e meio de pessoas que estão enjauladas.

============================================================================



A paz não passa pelo massacre, por Milton Hatoum


O exército de Israel é suficientemente poderoso para destruir todo o Oriente Médio (e, de fato, também para destruir parte importante do ocidente). O único problema é que, até hoje, jamais conseguiu mandar, sequer, no território em que lhe caberia mandar. O mais poderoso exército do mundo está detido, ainda, pela resistência palestina. Como entender essa contradição?

Bem, para começar, Israel jamais trabalhou para construir qualquer paz com os palestinos; jamais usou outro meio que não fossem os meios do extermínio, da limpeza étnica, do holocausto, para matar as populações nativas e residentes históricas na Palestina, desde a fundação do Estado de Israel, em maio de 1948.

Israel expulsou 750 mil palestinos, converteu-os em refugiados e, em seguida, passou a impedir sistematicamente o retorno deles e de seus filhos (hoje, também, já, dos netos deles), apesar das Resoluções da ONU, ao mesmo tempo em que continuou a destruir cidades e vilas, ou - o que é o mesmo - passou a construir colônias de ocupação sobre as ruínas das cidades e vilas palestinas.

Desde 1967, Israel fez tudo que algum Estado poderia fazer para tornar impossível qualquer solução política: colonizou por vias ilegais territórios ocupados por via ilegal e recusou-se a acatar os limites de antes das invasões de 1967; construiu um muro de apartheid; e tornou a vida impossível para a maioria dos palestinos. Nada, aí, faz pensar em esforço de paz. Antes, é operação continuada e sistemática para a limpeza étnica dos territórios palestinos ocupados ilegalmente.

Assim sendo, se a paz implicar - como implica necessariamente - o fim do mini-império construído por Israel, Israel continuará a fazer o que estiver ao seu alcance para que não haja paz, mesmo que a paz lhe seja oferecida numa bandeja, como a Iniciativa de Paz dos sauditas, recentemente, por exemplo. Outra vez, não se entende: se os israelenses só tinham a esperar esse tipo de oferta, se desejassem alguma paz, porque a rejeitaram, praticamente sem nem a considerar?

Faz tanto tempo que Israel rejeita toda e qualquer possibilidade de paz, que a maioria dos israelenses já nem são capazes de ver que rejeitar a paz converteu-se, para Israel, numa espécie de segunda natureza.

Mas o motivo mais aterrorizante pelo qual nenhuma iniciativa de paz jamais teve qualquer chance de prosperar tem a ver, de fato, conosco, com o ocidente.

Israel continua a ser apoiada pelas democracias ocidentais como uma espécie de força delegada, como batalhão ocidental avançado, implantado na entrada do mundo árabe, mais indispensável, tanto quanto mais dependente do ocidente, que regimes-clientes, como os sauditas e como o Iraque de Saddam até 1990.

Como uma espécie de 'encarnação' da tese do "choque de civilizações" de Huntington, Israel é, como sempre foi, mais exposta ou mais veladamente, um bastião do mundo judeu-cristão, contra os árabes e o Islam.

Isso já era verdade há décadas, mas jamais foi mais verdade do que na última década, quando a Ordem do Novo Mundo entrou em crise terminal, e começou-se a ouvir falar da "Doutrina do Choque", de "Choque e Horror", de várias 'operações' tempestade contra os desertos da Ásia e sempre contra os islâmicos.

Israel, não o Iran, possui armas nucleares e é capaz de usá-las - e várias vezes já ameaçou usá-las. Mas fala-se como se o perigo viesse do Iran, não se Israel. Os que propõem a destruição do Iran são os mesmos mercadores de tragédias que impingiram aos EUA e à Inglaterra o custo altíssimo da guerra do Iraque.

Quem escreve é Haim Bresheeth, professor titular de Estudos sobre Mídia na Universidade de East London, citado pelo mais premiado escritor brasileiro contemporâneo, Milton Hatoum.

Roda

Jana Bennettdiretora da BBC VISION
Ela é considerada uma das mulheres mais poderosas da mídia inglesa. Administra um orçamento anual de um bilhão de libras (cerca de 3 bilhões, e meio de reais) e é resonsável pelo nível de qualidade e criatividade de todos os canais de televisão do enorme conglomerado em que se transformou a British Broadcasting Corporation, a BBC de Londres. Exemplo e referência de tv pública no mundo e principal fonte de informações na Grâ Bretanha, a BBC também ganhou reputação internacional pela qualidade e seriedade de suas produções. Além dos quatro canais principais, tem uma variada programação distribuida via cabo e satélite, abordando temas em todas as áreas: artes, ciências, notícias, programas infantis, documentários e outros. No mundo, o serviço internacional da BBC é levado a todos os continentes, com transmissões de rádio, tevê e Internet em 33 idiomas. O Brasil está incluido. Os conteúdos que alimentam essa rede estão sob a responsabilidade de Jana Bennett, hoje figura de frente no debate sobre a incorporação de novas mídias pela emissoras de TV, busca de maior audiência entre o público jóvem e o papel da TV Pública nesses tempos de imprevisíveis inovações tecnológicas.
Participam como convidados entrevistadores:
Eugênio Bucci, professor da ECA-USP e ex-presidente da Radiobrás; Nelson Hoineff, colunista do Observatório da Imprensa, editor-chefe da Revista "Caderno de Televisão" e presidente do Instituto de Estudos de Televisão - IETV; Patrícia Kogut, colunista e crítica do jornal O Globo e Lúcia Araújo, diretora do Canal Futura.

Apresentação: Lillian Witte Fibe

O Roda Viva é apresentado às segundas a partir das 22h10.
Você pode assistir on-line acessando o site no horário do programa.
http://www.tvcultura.com.br/rodaviva

Boletim Deputada Janete Pietá

Número 82 – 09/01/09
TRIBUTO
A deputada federal Janete Rocha Pietá e o coletivo de seu mandato lamentam o falecimento do professor, poeta e pesquisador gaúcho, Oliveira Ferreira da Silveira, no dia 1º de janeiro, em Porto Alegre (RS). Oliveira Silveira era conhecido em todo o Brasil por ser o idealizador do Dia da Consciência Negra, que acontece no dia 20 de novembro. Era natural de Rosário do Sul (RS), formado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com especialização na língua francesa e professor aposentado da rede pública de ensino. A deputada federal Janete Rocha Pietá lembra que Oliveira Silveira foi porta-voz da data política de 20 de novembro para o Brasil, que adotava Zumbi dos Palmares como herói nacional, e destacou, em entrevista ao site do Informes do PT na Câmara dos Deputados: "Oliveira Silveira morreu depois de cumprida uma missão. Ele morreu depois de o Congresso aprovar o dia 20 de novembro como o Dia Nacional da Consciência Negra e reconhecer Zumbi dos Palmares como herói nacional. Valeu a luta. À família nossas condolências. O professor morre com a missão cumprida", afirmou a parlamentar.
À JANETE E EQUIPE
"Recebi o cartão de Natal pela internet e só agora estou-lhes a responder, saído do governo de Guarulhos. Obrigado por me incluírem no cartão, já que tanto trabalhei neste mês que passou, que não sobrou espaço para dedicar-me ao Natal. Entre os sonhos (que bom tê-los!) está algum dia dedicar mais tempo ao Natal. E assim a vida vai, sempre com esperanças pela frente acompanhadas de uma pitadinha de sal de remorso por não realizá-las. Isto as torna mais doces. Obrigado a vocês por 2008. Feliz 2009. Um abraço, Elói" A deputada Janete Pietá e seu coletivo agradecem a mensagem sensível do companheiro Elói Pietá, que passou, em 1º de janeiro de 2009, o cargo de prefeito municipal de Guarulhos ao seu sucessor, Sebastião Almeida, do Partido dos Trabalhadores.

FRASE
"Nós vamos surpreender aqueles que não acreditam no Brasil". Frase do Presidente Lula na comemoração do Natal dos moradores de rua de São Paulo. A frase foi retirada de mensagem de Boas Festas enviada pelo companheiro Luiz Jacometti, de Guarulhos. Agradecemos ao companheiro e repassamos na íntegra a mensagem: "Prezados e Prezadas Colegas, É com muita alegria que chegamos ao fim de mais um ano. Ano difícil! Mas, ao mesmo tempo, ano de incontáveis vitórias. A sociedade está melhor e caminhando para uma sociedade mais justa e igualitária. (Caminhando no seu tempo, mesmo que muitos de nós vejam como uma velocidade muito lenta e angustiante). O Brasil bateu muitos recordes, a crise aqui foi de oportunidades para todos os brasileiros e brasileiras de todas as classes sociais. Reduzimos as desigualdades, criamos milhões de novos e melhores postos de trabalho, milhões de brasileiros deixaram a faixa da miséria e da pobreza, a rede de proteção e atenção social às famílias atingiu o número de 63,8 milhões de pessoas beneficiadas, quase 1/3 da nossa população. Batemos recordes de vendas e valorização, estamos no "Grau de Investimento", investimos em infra-estrutura, portos, aeroportos, ferrovias, rodovias e moradia digna para muitos. O Brasil e seu povo está mais orgulhoso e preparado para o futuro. O Governo Lula bateu todos os recordes de aprovação desde o início das séries históricas dos índices em todos os institutos de pesquisa. 2008 vai entrar para a história... Como tem sido nos últimos 6 anos do Governo Lula. E 2009? Ampliamos o número de prefeitos e vereadores do PT e dos partidos de esquerda no país inteiro.
Dados dos órgãos mundiais afirmam a tendência de o Brasil se tornar a 8ª economia mundial em 2009 ou 2010, ultrapassando países como Espanha e Canadá. E nesse espírito de Ano Novo...Desejo à todos muitas felicidades e muitas Crises!!! Crises de Amor, Fraternidade e Justiça Social. Muita Força e LUZ para todos e seus familiares!!! Luiz Jacometti".
MENSAGEM 1
"Cara Amiga, Caro Amigo: Desejo a você e a nossa querida Guarulhos muito sucesso no novo ciclo que se inicia. Um forte abraço!" Mensagem de final de ano enviada ao coletivo do mandato da deputada federal Janete Rocha Pietá por Justino Pereira, Secretário de Comunicação da Administração Elói Pietá.
MENSAGEM 2
"oi Dep JANETE, estou te mandando este email, porque sou seu fã de carteirinha, sou Antônio José, trabalho no Palácio do Planalto, na segurança. Sempre recebo vc na portaria principal, falei com vc dia 29 /12/2008, na segunda feira, vc ate me deu um presente, admiro muito vc pelo seu potencial e sua garra, espero que vc suba sempre na vida com muita dedicação, uma excelente deputada federal, simpática que alegra a todos. Que DEUS ilumine sempre você. E um FELIZ ANO NOVO é o que todos da minha família desejam para você e sua família também. Parabéns, seu projeto de (HOMENS unidos pelo fim da violência contra as MULHERES ) muito sucesso para vc. estou sempre te acompanhando nas notícias, visito todos os dias o seu site. obs: quero cartões de natal e ano novo de vc. Natal ja passou mas tudo bem.abraços para vc, e toda a sua equipe que trabalha com vc, com muita eficiência". A assessoria da parlamentar, em Brasília, informa que providenciou o envio dos cartões ao senhor Antônio José.
NOTA ESPECIAL
O assessor do Vereador Márcio de Souza (PT/Florianópolis) fez contato com o gabinete da deputada federal Janete Rocha Pietá, antes do Natal, para checar o telefone de denúncia de trabalho escravo divulgado na edição 80 do Informes do Mandato. Na nota, a deputada Janete Pietá cita o boletim Dito e Feito, do deputado federal Paulo Rocha (PT/PA), coordenador da Frente Parlamentar pela erradicação do trabalho escravo no Brasil. O número divulgado no informativo do deputado Paulo Rocha é específico para a Região Norte (os telefones 0800 são específicos de determinadas áreas). Para o Sul e Sudeste, o número é 0800610101. A informação foi repassada ao assessor Artur, do mandato do vereador Márcio de Souza. Todos que quiserem denunciar a prática de trabalho escravo em seu estado podem procurar uma Agência da Secretaria de Trabalho e formalizar a denúncia. Fica o registro. O coletivo do mandato Janete Rocha Pietá agradece aos companheiros Artur e Carlos, que elogiaram a iniciativa da deputada Janete e auxiliaram na obtenção dessa informação.
CONVITE
A deputada Iriny Lopes (PT/ES) em mensagem à deputada Janete Rocha Pietá (PT/SP) informou que na quarta-feira, 07/12, acontece a abertura oficial da 1ª Mostra Capixaba de Samba, com palestra sobre a economia do Carnaval. A deputada Janete cumprimenta a parlamentar e diz que concorda com a colega da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados: "O carnaval oferece oportunidades de emprego e renda e promove a inclusão social", disse Janete Pietá. A palestra foi aberta ao público, iniciando às 17 horas, na Estação Porto, no Centro de Vitória (ES). A deputada Janete Pietá agradece o informe e convite da companheira Iriny dizendo "sou carioca e adoro samba, música de origem afrobrasileira que une os brasileiros. Infelizmente não poderei estar presente em Vitória, pois estarei descansando alguns dias. Em fevereiro reiniciaremos as atividades parlamentares e 2009 será um ano de muito trabalho", finalizou Janete Pietá.
VOTOS RECEBIDOS
A deputada Janete Rocha Pietá agradece os votos da Casa de Oxumaré de Salvador (Bahia). Segue, a íntegra dos votos:
"A casa de oxumaré deseja um 2009 pleno de realizações. Que 2009 seja um ano repleto de realizações e que a felicidade surja pela proteção dos Orixás e estes inundem os vossos organismos, com sua energia para curar todos os males.
Desejo a cada um toda a pujança e coragem necessária, para suportar as dificuldades a serem superadas. Que oxalá traga paz de espírito junto com sabedoria, para que possamos compreender e perdoar aqueles que nos procurarem. Que a paciência esteja presente em todos os momentos para suportarmos aqueles que se julgam os únicos com problemas e desejam merecer todo o tempo e atenção possível, esquecendo-se de outros irmãos mais necessitados.
A casa de oxumaré deseja então que tudo isto venha acompanhado de tranquilidade para que seus filhos, clientes e amigos possam superar todas as provações com paz, saúde e energia.
ÁYÁNMO KÓ GBÓ OÓGÚN. ÁKÚNLÈYÁN ÓUN NÍ ÁDÁYÉBÁ (Que as pessoas adorem de joelhos as coisas do céu, para encontrar coisas boas na Terra).Que Oxumaré guie a todos." Baba PC assina a nota.

Mensagem do Stepan

Queridos amigos(as) tenho o orkut com muito orgulho, primeiro pra ter contatos com pessoas maravilhosas como vcs que mesmo sem nos conhecermos parece que somos amigos de muitos anos, segundo porque é muito bom fazer novas amizades.Mais está dificil a quantidade de msg com virus que tenho recebido e que tem causado danos nos computares. Só peço que aqueles amigos de verdade, ao mandarem evitem estas figuras longas e este desenhos que ocupam as pgns por inteiro, pois são muitos os perfis que tenho que responder e as vezes fica inviavel ler todas com estes tipos de msgs.Conto com a compreensão de todos do fundo do coração.Um beijo e abração grande para todos.STEPAN!Esta mensagem foi enviada por Stepan Nercessian 3. Para ver o perfil de Stepan, clique aqui.* * * Para controlar os e-mails de notificação, acesse as suas Configurações da conta. Se você quiser ignorar mensagens futuras de Stepan, visite o perfil de Stepan e clique em "ignorar".

Giru' s Confecções


Giru s Confecções


Temos para bem lhe atender:

- Camisetas;
- Abrigos;
- Uniformes profissionais, escolares e esportivos;
- Calças e jaquetas jeans;
- Calças social masculino e feminina;
- Moletons;
- Blusões e básicas de lã
- Blusinhas;
- Tocas e luvas de lã;
- Jaquetas de fibra;
- Roupas íntimas;
- Pijamas;
- Meias e cintos;
- Conjuntos adultos e infantis;
- Bolsas;
- Artigos para presentes e tantos outros itens…


Nosso endereço

Rua XV de Novembro, 866,
Centro de Vacaria, RS.
Em frente à Loja Macedônia e perto do Bortolon Centro Comercial
Fone: (54) 3232 – 7347

Susepe diploma apenados em caxias do Sul

Susepe entrega diploma de curso profissionalizante para apenados de Caxias do Sul
09/01/2009 14:03

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) realizou nesta quinta-feira (08/01), na Penitenciária Industrial de Caxias do Sul (PICS), a entrega do certificado de conclusão do curso profissionalizante de instalador hidráulico para 21 apenados que cumprem pena em regime fechado no local.

Ministrado pela Cooperativa dos trabalhadores Mar de Dentro (Cootran Sindical), em parceria com a Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e a Susepe, através do Departamento de Tratamento Penal (DTP), as aulas para os presos tiveram uma carga horária de 120 horas. A iniciativa faz parte de um projeto de capacitação de detentos, inserido no Programa Estruturante da Secretaria de Segurança Pública, Cidadão Seguro – Projeto Recomeçar, que trata da ressocialização de apenados, que disponibilizou em 24 presídios do Estado, 20 cursos profissionalizantes como este de instalador hidráulico.

Representante da direção da PICS no evento, o agente penitenciário Jorge Boeira Suriz, destacou em discurso aos presentes, a importância de iniciativas como essa, que possibilitam aos detentos saírem do presídio com uma formação profissional, que pode lhes garantir um emprego numa atividade em crescimento no país, a construção civil, que necessita de mão-de-obra especializada. O agente também destacou que os 21 apenados escolhidos, passaram por uma triagem na penitenciária, que observou o bom comportamento dos mesmos, para a garantia de acesso ao curso.

Já os representantes da Força Sindical, Marcelo Furtado e Cláudio Correa, destacaram que cursos profissionalizantes como estes ajudam a melhorar a auto-estima do apenado, e vão ao encontro do que pensam, que os presídios devem ganhar um perfil escolarizante.

Durante a entrega dos diplomas, houve uma pausa para a apresentação do grupo Geração Pagode, formado por seis apenados da PICS que participaram do curso, e que apresentaram uma música composta por eles baseada na oportunidade que lhes foi ofertada. Construindo Caminhos chamou a atenção dos presentes com versos como: Além do Curso de Hidráulica/ Muita coisas eu aprendi/ Todas as aulas que participei aqui/ A dedicação dos professores/ Foi fundamental para mim/ Então posso dizer/ Para que hoje estou aqui. Também no decorrer do evento, ocorreu a premiação de um detento do regime fechado da Penitenciária Industrial de Caxias do Sul, que foi premiado com o segundo lugar na categoria poesia, num concurso literário nacional.

Estiveram presentes na solenidade, o delegado penitenciário da 7ª Delegacia Penitenciária, José Carlos Moreira dos Passos; as técnicas do trabalho prisional da Susepe, Elaine Marques e Gislaine Viecili Castilhos; a coordenadora do Curso, pedagoga Alice Falcão; o secretário municipal de segurança de Caxias do Sul, Coronel Álvaro Moreira do Nascimento; o diretor da guarda municipal da região, Sebastião Freitas da Silva; o administrador do presídio de Guaporé; Dirion Luiz Bittencourt Pedroso; representantes da Academia Caxiense de Letras; entre outras autoridades e convidados.

Fonte: Ascom Susepe

Quilombolas

stadão, 04.01.2009

Mapeamento mostra escalada de reivindicações quilombolas

Oficialmente são 1.289 comunidades aptas a cobrar posse legal de terras onde vivem, mas ONGs falam em até 5 mil

Roldão Arruda

A Fundação Cultural Palmares publicou há pouco no Diário Oficial da União uma portaria que reconhece mais 37 comunidades - espalhadas por dez Estados - como população remanescente de quilombos. Com isso sobe para 1.289 o total de comunidades já reconhecidas e em condições de reivindicar a posse legal das terras onde vivem e também cobrar programas especiais de assistência dos órgãos públicos.

O número pode impressionar. Mas, a julgar por outros indicadores, trata-se apenas do início de uma escalada. Em 2004, quando os reconhecimentos começaram a ser feitos de maneira oficial e de acordo com o Decreto-Lei 4.887, assinado no ano anterior pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foram formalizadas 114 comunidades. E de lá para cá esse número não para de crescer.

Hoje, como já se viu, são 1.289. Mas um mapeamento feito pela mesma Fundação Palmares, ligada ao Ministério da Cultura, aponta a existência de 3.524 comunidades. Outras fontes, ligadas a organizações não-governamentais, falam em 5 mil.

Em 2008 o assunto provocou ácidas polêmicas entre os defensores dos quilombolas e os representantes dos ruralistas, que se sentem ameaçados pelo risco de perder terras - o que não é infundado.

Se todas as 5 mil possíveis comunidades estimadas forem atendidas em suas reivindicações, o Brasil terá de encontrar para elas uma área de aproximadamente 240 mil quilômetros quadrados, segundo estimativas de técnicos do Instituto Nacional de Colonização e reforma agrária (Incra) consultados pelo Estado. É uma área equivalente à do Estado de São Paulo.

Não é à toa que defensores dos quilombolas afirmam que o País está iniciando uma nova e ampla reforma agrária.

No embate de 2008, o governo recuou, para atender aos ruralistas, e modificou parte das normas sobre o reconhecimento das comunidades e a titulação de suas terras. O Incra, órgão encarregado de cuidar dos processos, perdeu poderes, assim como as comunidades quilombolas. Hoje, para ser reconhecida como remanescente de escravos, não basta a comunidade se declarar como tal, a exemplo do que vinha ocorrendo. Ela necessita também de um atestado antropológico que confirme suas origens.

MAIS BRIGA

Apesar das mudanças, 2009 promete polêmicas mais azedas. Segundo os ruralistas, o Incra está desrespeitando os acordos de 2008, sob a alegação de que todas as comunidades que já tiveram o processo de reconhecimento iniciado não estão sujeitas às modificações legais.

Os ruralistas também preparam um novo ataque: querem limitar o alcance das ações quilombolas. Hoje a comunidade pode reivindicar não apenas a área que ocupa, mas todo o espaço considerado necessário para sua sobrevivência - o que, no caso de comunidades rurais, inclui pastagens, agricultura de sobrevivência, extrativismo.

Na opinião do deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), líder da Frente Parlamentar Ruralista, o direito deles previsto na Constituição limita-se exclusivamente à área que ocupam. “Se não for respeitado esse princípio, avançarão cada vez mais sobre áreas particulares”, alerta o deputado. “As reivindicações sobre as áreas devolutas, isto é, que pertencem à União, representam a menor parte das reivindicações.”

“Isso é hipocrisia”, rebate Jô Brandão, articuladora política da Coordenação Nacional dos Quilombos. “Os quilombolas reivindicam áreas que lhes pertenciam e foram tomadas pelo agronegócio.”

A articuladora política também observa que, apesar da grita dos ruralistas, o volume de terras quilombolas efetivamente tituladas no País ainda é muito pequeno. Não existe um número oficial, mas estima-se que não chegue a 50.

PASSADO OU FUTURO?

A questão quilombola é uma dívida histórica do século 19 que o Brasil, em pleno século 21, ainda não sabe como resolver. Sua origem seria o período da escravidão, que durou cerca de três séculos, durante os quais teriam sido trazidos para o Brasil cerca de 3,6 milhões de escravos. Em 13 de maio de 1888, quando foi assinada a Lei Áurea, os descendentes desses escravos foram libertados - mas sem nenhuma contrapartida em termos de posse de terras.

Parte dos escravos libertos já possuía terras, compradas ou herdadas de seus senhores, ainda durante a escravidão. Outra parte adentrou o interior do País logo após a libertação, ocupando terras públicas nas regiões mais distantes, mais inóspitas e menos procuradas pelos fazendeiros. Existia ainda uma terceira parte, a menor de todas, mas a mais conhecida, formada por escravos revoltosos, que resistiam às investidas do Estado para prendê-los e devolvê-los a seus senhores. O caso mais famoso é o quilombo de Zumbi dos Palmares, espécie de Espártaco nacional.

Partes dessas comunidades foram absorvidas pelas malhas das cidades que surgiram a seu redor e perderam completamente as características geográficas e culturais. Outras acabaram engolfadas pela expansão da fronteira agrícola. Poucas se mantiveram isoladas, mantendo o território, a cultura, as antigas tradições.

Existem também casos em que a tradicionalidade da comunidade é questionada. O caso mais rumoroso é o da restinga da Marambaia, no interior do Estado Rio. Segundo a Marinha, que controla a área, lá nunca existiram remanescentes de quilombos. Mas parte dos moradores se proclama como tal.

A dúvida é se o Brasil deve refazer os antigos territórios e devolvê-los aos descendentes dos ex-escravos, ou se deve encontrar outras formas de ajudar as populações negras e pobres a resolver suas dificuldades. Há quem afirme que se trata de escolher entre olhar para o futuro ou para o passado.

A questão dos quilombos faz parte do mesmo debate sobre o passado nacional que inclui a questão indígena e a criação de cotas para negros em universidades públicas e cargos nas instituições públicas.

Obama e a Política Externa

Bernardo KucinskiCarta Maior08/01/2009 DEBATE ABERTOEssa ambigüidade chamada Barack ObamaVelhos estrategistas da guerra fria, lobistas e paus mandados do capital financeiro formam o núcleo duro do presidente eleito para mudar a política americana.Data: 08/01/2009Obama escolheu pesos pesados do pensamento imperial americano para tirar os Estados Unidos de sua maior crise desde a depressão dos anos 30. Entre eles, o general veterano da guerra-fria James Jones, ex-comandante da OTAN, e os dois principais formuladores da estratégia americana de dominação financeira: Lawrence Summers, que foi Secretário do Tesouro de Clinton e economista chefe do Banco Mundial, e Paul Volcker, que presidiu por oito anos o banco central americano, o FED.Outro peso–pesado, o ex-almirante Denis Blair, ex-comandante da frota do Pacífico, é o novo Diretor Nacional de Inteligência, cargo criado depois do fiasco das "armas de destruição em massa do Iraque" para coordenar todas as agências de inteligência dos Estados Unidos. Obama ainda manteve como secretário de Defesa o ex-diretor da CIA e defensor entusiasta da invasão do Iraque, general Robert Graves. E para o posto chave de Secretário do Tesouro, chamou o mesmo Timothy Geithner que como dirigente do FED de Nova York permitiu que Wall Street virasse o cassino que virou. Foi ainda Geithner quem aconselhou Bush a socorrer diretamente os bancos, quando a banca quebrou. O único peso-leve da nova equipe é Leon Panetta, que vai dirigir a CIA, um entendido em orçamento, não em espionagem global. Mas Panetta foi chefe de gabinete do presidente Clinton, portanto experiente nas questões do poder mundial. O preferido de Obama era John Brennan, o homem que dirigiu o Centro Nacional de Luta contra o Terror do governo Bush, inventor dos métodos de interrogatório de Guantânamo e Abu Ghraib. Só que a mera menção a Brennan provocou calafrios no comitê Obama e o nome foi retirado Obama alegou a seus eleitores decepcionados que escolheu os melhores, os mais brilhantes. A mudança, assegurou Obama, viria dele, de sua orientação. Mas foi infeliz nessa explicação. A cruel mídia americana logo lembrou o título "Os melhores e os mais brilhantes", da principal radiografia do governo Kennedy, escrita por David Halberstam (1), tão impactante que a expressão incorporou-se ao jargão político americano, como ironia sobre jovens brilhantes que conseguem produzir apenas fiascos, como o da invasão da Bahia de los Cochinos. Competência não é um atributo neutro. Que tipo de conselhos se pode esperar dessas velhos comandantes da guerra fria e do sistema financeiro? Chomsky , embora considerando a vitória de Obama um marco na história da democracia americana, diz que essas nomeações mostram que por trás de seu "discurso altivo", o novo presidente não passa de um típico centrista do Partido Democrata. André Muretta, do New York Times, lembra, por exemplo, que Obama tem um "histórico dúbio" na questão da luta contra o terror. Numa ocasião votou contra os grampos telefônicos, mas em outra mais recente, no Senado, votou a favor. E o que pensa Obama da economia? Obama lecionou Legislação durante dez anos na Universidade de Chicago, o bunker do neo–liberalismo. Filia-se à escola de economia chamada de "behaviorista" ou seja comportamental, uma dissidência do neo-liberalismo. Os behavioristas confiam, como os neo-liberais, na superioridade do mercado e da livre iniciativa, mas não acham que os mercados sempre tendem ao equilíbrio ou que as decisões de pessoas e empresários sejam sempre racionais. Coisa parecida diz agora George Soros, para quem "a crise do sistema financeiro foi gerada dentro dele mesmo por um defeito a ele inerente". (2)Essa discordância não impede que Obama se encaixe com perfeição num sistema político em que o liberalismo é a cultura dominante e o aparelho de Estado é montado por uma lógica de interesses de mercado. Nesse sistema o secretário do Comércio é sempre ligado a grandes empresas, o secretário do Tesouro é sempre o homem dos bancos, e assim por diante. Obama seguiu o figurino.Mas com uma diferença crucial: ao nuclear seu gabinete em torno dos estrategistas do poderio mundial americano, Obama indica que é nessa esfera que vai ser tentada a saída para a crise doméstica. Essa é a grande diferença entre os Estados Unidos da depressão dos anos 30, quando ainda não eram a potencia hegemônica, e os Estados Unidos de hoje. (3) Apesar de restaurar quase por completo a era Clinton, Obama cooptou republicanos emblemáticos, montando um governo que a mídia americana chama de "non-partisan" , ou supra-partidá rio, outro traço de governos que priorizam a políticas externa. Não por caso, ao revelar os primeiros nomes de seus núcleo duro, Obama disse: "Vamos reforçar nossa capacidade de derrotar nossos inimigos e de apoiar nossos amigos. Vamos renovar alianças antigas e forjar novas e duradouras parceria." Nesse gabinete de crise, a sorridente Hillary Clinton, na chefia do Departamento de Estado, o mais importante cargo na hierarquia de comando do Império americano, deverá ser apenas a "garota propaganda" do novo governo.É cortina de fumaça a promessa de Obama de criar 3 milhões de empregos até 2011, investindo em infra-estrutura e modernização de escolas. Economistas americanos calculam que para isso seria preciso inverter a curva de desempenho da economia americana do atual encolhimento atual de cerca de 2,2% ano, para um crescimento de 3.5% ao ano. Só no que vem, prevê o Escritório de Orçamento do Congresso, o PIB deverá voltar a crescer e mesmo assim apenas 1,5% . A esse ritmo lento de recuperação,o desemprego continuará aumentando, devendo atingir 9,6% da força de trabalho em 2010.Só no ano passado foram eliminados 2,5 milhões de empregos. Mais de 1 milhão foram cortados só nos meses de novembro e dezembro. Ou seja, a crise está ainda na fase de aprofundamento. Martin Wolf, do Financial Times, diz que para impedir que o desemprego de aumente ainda mais, o pacote de Obama, equivalente a 5,3% do PIB, teria que dobar.Passado o primeiro susto, muitos economistas já tratam o que está acontecendo como uma recessão cíclica, embora atípica e muito mais severa que a maioria das anteriores, devendo durar entre 18 e 21 meses. Dados corrigidos do desempenho da economia americana mostram que a recessão começou em fins de 2007. Ou seja, foi a recessão que derrubou o castelo de cartas das hipotecas sem garantia, dos derivativos de papel e dos esquemas Ponzi do cassino em 2008 e não o contrário.Nas economias de mercado, crises desse tipo são tão recorrentes quanto as gripes e se curam da mesma forma, por exaustão, como se purgam as gripes. Ao contrário do que Obama hoje promete, os remédios clássicos do sistema são o próprio desemprego, pressionando para baixo o custo da força de trabalho e destruindo empresas menos eficientes. Isso só se consegue com recessão. Portanto, ou Obama está enganado ou está enganando.Mas nem a recessão e nem a derrocada dos grandes bancos de Wall Street, embora enfraquecendo o poderio americano, alteram o fato básico de que os EUA ainda detém a supremacia militar, tecnológica e cultural e o maior poder de compra do mundo capitalista, como diz Rubens Ricupero dando o exemplo da frota naval americana, maior do que a soma das outras 13 maiores frotas navais do mundo. (4) Da percepção desse poderio surge o paradoxo pelo qual poupança de todo o mundo em vez de fugir do dólar, nele buscou proteção, quando mais a crise se agravou, e apesar do histórico de calotes do Tesouro americano.Esse é o paradoxo de que vai se valer Paul Volcker, chamado por Obama para dirigir o importante Comitê para Recuperação da Economia, como se valeu das duas vezes antes. Para salvar o dólar da crise provocada pelos gastos excessivos da Guerra do Vietnam, Volcker propôs a Nixon em 1971 renegar a garantia em ouro dos dólares mantidos por bancos centrais, o que levou ao sepultamento do tratado de Bretton Woods e permitiu ao tesouro americano imprimir dólares sem lastro (5). Três anos antes, o governo americano já havia abolido essa garantia para detentores privados de dólares. O fim de Bretton Woods, sem que nada de mesmo porte fosse colocado no seu lugar, deu início à desordem cambial e monetária que nos levou à tragédia financeira de hoje. Volcker atacou de novo em 1979, quando a economia americana se viu ameaçada pela a estagflação - uma combinação de inflação alta e crescimento baixo provocada pela alta do petróleo. Numa reunião de emergência do FED convocada num fim de semana, e sem consultar nenhum governo ou entidades como o FMI, Volcker baixou um arrocho monetário tal que a taxa de juros principal dos Estados Unidos, o prime rate, saltou de 9% para 12% e depois para 14% e batendo em 20% em maio do ano seguinte. Naquele momento, a América Latina havia acumulado aproximadamente US$ 180 bilhões em dívidas atreladas ao dólar com cláusulas de juros flutuantes. Parte indexada ao Prime, parte indexada ao Libor, que seguia o Prime de perto. Dívidas contraídas quando o juro estava entre 4% e 6% ao ano e que agora teriam que ser remuneradas a um juro cinco vezes maior. Em janeiro de 1981 o prime chegou ao espantoso nível de 21,5%. A conta de juros do México mais do que quadruplicou, de US$ 2,3 bilhões em 1979 para US$ 9,8 bilhões em 1982. Foi o primeiro a quebrar, em setembro. Seguiu-se o Brasil, cuja conta de juros mais que dobrou de US$ 4,5 bilhões para 11,9. E assim foram quebrando todos os países periféricos da área do dólar, um após o outro.Durou seis anos essa política econômica conhecida como reaganomics. Nesses seis anos a América Latina pagou US$ 209,7 bilhões de juros da divida externa, e mesmo assim o principal da dívida em vez de diminuir aumentou, chegando a US$ 368 bilhões.Quebraram países e quebraram empresas, pois poucas conseguem gerar um lucro superior a essa taxa de juros. Nos Estados Unidos, grandes empresas estavam protegidas por uma legislação que permitia descontar os juros pagos do imposto de renda devido. Mesmo assim milhares de pequenos agricultores americanos foram à ruína. Paul Volcker pode não ter tido a intenção de quebrar a América Latina, mas sabia com certeza dos efeitos catastróficos dos juros anômalos sobre a dívida latino-americana porque antes de presidir o FED havia sido sub-secretário do Tesouro para finanças internacionais durante cinco anos – de 1974 a 1979. Sua função principal nesse período era exatamente a de acompanhar os níveis de endividamento dos bancos americanos, principais credores da dívida latino-americana. O que Volcker e seu comitê poderiam tirar do bolso do colete desta vez? Poderiam desvalorizar fortemente o dólar, incentivando as exportações americanas, impor novas barreiras protecionistas contra produtos estrangeiros e poderiam pressionar para que países periféricos abram mais seus mercados a produtos americanos.O mais provável é que façam tudo isso ao mesmo tempo e com o máximo de pressão possível.Obama já havia anunciado na campanha que "renegociaria tratados de comércio para incluir mais cláusulas de proteção aos trabalhadores e ao meio ambiente." Leia-se protecionismo disfarçado em selo verde.Ao apresentar o ex-prefeito de Dallas, Ron Kirk, como novo representante comercial dos Estados Unidos, o homem que vai negociar ou renegociar acordos de tarifas, Obama reafirmou, "Kirk irá garantir que cada acordo comercial que eu assinar proteja os direitos de todos trabalhadores e promova os interesses de todos os americanos.. ."E nem pensem que Kirk tenha se notabilizado na defesa desses direitos dentro dos Estados Unidos. Ao contrário, ele é membro da diretoria do grupo de restaurantes Brinker, um dos maiores financiadores de campanhas contrárias aos direitos trabalhistas nos Estados Unidos.Embora a maioria dos economistas não goste do aumento do protecionismo, alguns consideram inevitável um surto protecionista. O protecionismo tem a desvantagem de prolongar a vida de empresas e setores não competitivos ou pouco eficientes, o que vai contra a necessidade de purgar a crise com aumento de eficiência e redução de custos. Kirk não é peixe pequeno. Foi o primeiro prefeito negro de Dallas, notabilizando- se pela ousadia de seus projetos urbanos. Depois, virou um lobista de prestígio. Peso pesado. Fez lobby para grandes empresas, entre as quais Energy Futures Holding e o banco de investimentos Merrill Lynch - esse mesmo que quebrou.Mais fácil de impor e de efeito maior é a desvalorização do dólar, que também criaria mais empregos nos Estados Unidos, impulsionando exportações e encarecendo as importações. Por esse mecanismo o valor dos salários dos americanos em outras moedas cairia automaticamente, o que está em linha com a necessidade de purgar a recessão através da redução do custo da mão obra e aumento da produtividade.A desvalorização tem também a enorme vantagem de dar um calote disfarçado na gigantesca dívida americana de 4 trilhões de dólares. Será esse o mico que Volcker tentará passar para o resto do mundo? Alguns analistas americanos dizem que ele já está estudando com o FED uma política de estimulo à inflação. Maior inflação nos Estados Unidos do que no resto do mundo é o primeiro passo para desvalorizar o dólar. Os chineses, que aplicaram 1,2 trilhões de dólares em títulos do governo americano, já desconfiam de um calote: "Esperamos que Washington tome as medidas de segurança necessárias à garantia do patrimônio dos investimentos chineses nos EUA", cobrou neste dezembro Zhou Xiaochuan, o presidente do Banco Central da China. (6)A probabilidade de calote é alta. Os próprios credores podem provocá-lo, se entrarem em pânico com o brutal aumento da dívida publica americana para financiar o pacote de US$ 700 bilhões de Obama. O déficit fiscal do governo americano deve triplicar dos 455 bilhões no balanço encerrados em setembro último para mais de 1,2 trilhão em setembro próximo. Se os detentores dos títulos americanos começaram a deles se desfazer em ritmo muito veloz, a cotação do dólar desabará e a profecia do calote de auto-realizará , mesmo sem Volcker mexer uma palha. (*) Uma versão resumida desta análise escrita antes de completada a equipe de Obama está na edição de janeiro da Revista do Brasil.NOTAS(1) The Berst and the brightest. Halberstam, David. Fawcett, 1973.(2) The Crisis & What to do about it. The New York Review of Books. Vol 55, N. 19, Dezembro 2008.(3) Mesmo assim só depois de entrar na Segunda Grande Guerra, os Estados Unidos saíram da depressão, pouco tendo adiantado o New Deal de Roosevelt. Conf. entrevista de Paul Sweezy ao autor.(4) FSP, 08/12/08.(5) Pelo tratado de Bretton Woods, o Tesouro americano se comprometia a entregar a cada detentor de um dólar 0,7108 gramas de ouro ( 35 dólares por onça)... (6) Seg. FSP, 05/12/08.OBS (de Igor Fuser, que enviou este texto): Estou enviando como mensagem devido `a impossibilidade, no momento, de inserir o texto no entre os documentos `a disposicao do e-grupo. Desculpem algum eventual transtorno.. .

Estrela no Verão

Estrela no Verão tem parceria do Sesc nas rústicas infantis09/01/2009 09:26
A Comunicação Social da Polícia Civil, através da Operação Estrela no Verão 2008/2009, fechou parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc) para a realização das rústicas infantis nos meses de janeiro e fevereiro no Litoral Norte, dentro da programação do Verão Legal RS. O responsável pela DCS nas ações, comissário Neri de Souza, reuniu-se com a coordenadora-geral do Projeto Estação Verão do Sesc, Melissa Stoffel, e com a responsável de Capão da Canoa, Carla Vieira Ferreira. Na oportunidade, foram estabelecidas as datas e os locais onde ocorrerão minirrústicas infantis. No dia 25 de janeiro, as provas ocorrerão em Tramandaí e, no dia 31, em Arroio do Sal. Já no mês de fevereiro, haverá competições dia 1º em Torres, 7 em Cidreira e 15 em Capão da Canoa. Também serão marcadas outras rústicas durante a semana, todas em janeiro. Nos eventos, serão distribuídas camisetas e medalhas, pela participação nas corridas, e sorteados brindes.
Segurança
A Operação Estrela no Verão conta com a presença do Grupamento de Operações Especiais (GOE), do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), para apoiar as delegacias de Polícia no Litoral Norte. Os policiais conduzem detidos das delegacias para os presídios em viatura xadrez, apropriada para esse tipo de transporte. Segundo o coordenador, delegado Paulo César Jardim, o apoio dos agentes é fundamental, devido ao preparo técnico-profissional que possuem.
Fonte: Site do Estado