Rádio WNews

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Bom Jesus RS

Bom Jesus agora possui Samu e plantão médico 24 horas 

Casos de urgência e emergência, que representem risco de seqüelas graves ou risco de morte, agora poderão ser acionados pela comunidade bom-jesuense através do telefone 193, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A cerimônia de inauguração aconteceu na última sexta-feira, dia 16, no Hospital Instituto de Educação e Saúde Vida (ISEV), em Bom Jesus. Em seu discurso, o prefeito do município José Paulo de Almeida falou das dificuldades para colocar o Samu em funcionamento e agradeceu a todos que auxiliaram na conquista.

“As nossas dificuldades foram tantas que quase desistimos, mas após muitas reuniões e através do apoio de muitas pessoas e instituições conseguimos vencer os obstáculos e hoje estamos felizes porque Bom Jesus agora possui um serviço importante, especializado, que só os grandes centros possuem”, ressaltou Almeida.

O prefeito também solicitou a ajuda da imprensa e todas as entidades presentes para auxiliarem na divulgação de como será o funcionamento do Samu. “O serviço possui um procedimento, que é feito igualmente em todo o Brasil. É um trabalho que funcionará pelo telefone 192 e atenderá somente casos de urgência e emergência. A população falará com uma central em Porto Alegre e somente ela poderá autorizar o atendimento. É importante que a comunidade entenda que o atendimento básico deverá ser buscado nos postos de saúde e não através do Samu”, explicou o prefeito.

Campanhas educativas e de conscientização sobre o funcionamento do Samu serão realizadas na Praça Rio Branco e nas escolas. Para tornar o serviço ainda mais eficaz será realizado um acordo com a Brigada Militar do município, que também auxilia no socorro de acidentes, orientando os policiais a acionarem o Samu através do telefone 192.

O serviço, em Bom Jesus, funciona com uma equipe composta por quatro motoristas e por quatro técnicos em enfermagem. Os profissionais, que receberam capacitações teóricas e práticas, contam com uma base numa das salas do Hospital ISEV, que foi estruturada para ser a Central de Atendimentos e ponto de apoio à equipe plantonista. Além disso, a comunidade conta também com o plantão médico 24 horas, no Hospital.

Como funciona o Samu?
O Samu conta com centrais de regulação médica, profissionais de saúde e unidades móveis.
As centrais têm um papel primeiro e indispensável para o resultado positivo do atendimento, sendo o socorro feito após a chamada gratuita para o telefone 192.
A ligação é atendida por técnicos que identificam a emergência e, imediatamente, transferem a ligação para o médico regulador. Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante orientando o paciente ou a pessoa que fez a chamada sobre as primeiras ações e aciona a ambulância para atendimento quando necessário.
Com poder de autoridade sanitária, o médico regulador comunica a urgência ou emergência aos hospitais e dessa maneira reserva leitos para que o atendimento tenha continuidade.

Quando chamar o Samu?
O Serviço Móvel de Urgência e Emergência deve ser acionado pela população em situações que representem risco de seqüelas graves ao paciente ou risco de morte. Veja exemplos de quando chamar o Samu:
Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios;
Em casos de intoxicação por agentes externos;
Em caso de queimaduras graves;
Na ocorrência de maus tratos;
Em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto;
Em casos de tentativas de suicídio;
Em crises hipertensivas;
Em casos de desmaios;
Quando houver acidentes / trauma com vítimas;
Em casos de afogamentos;
Em casos de choque elétrico;
Em acidentes com produtos perigosos;
Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte.

--
Em anexo fotos. Créditos: Daiana Silva
--
Atenciosamente,
Daiana Silva - Jornalista (Mtb 9328)
Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Bom Jesus
(51) 8187.0085 | comunicacao@bomjesus.rs.gov.br

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS
Campos de Cima da Serra | Rio Grande do Sul | Brasil
Av. Manoel Silveira de Azevedo, 2987 - Centro - Bom Jesus - RS - 95.290-000
contato@bomjesus.rs.gov.br | (54) 3237.1585
Se você não tem interesse em receber as nossas notícias envie um e-mail para comunicacao@bomjesus.rs.gov.br e solicite que o seu endereço seja retirado de nosso mailing. Agradecemos a sua atenção!

4 Arquivos anexados| 1.4MB

Viva Favela

 

REVISTA MULTIMÍDIA VIVA FAVELA

Início

Não conseguiu visualizar esse email?
Clique Aqui.


Não é possível pensar o Rio de Janeiro, sem pensar as favelas cariocas. E as favelas têm uma história complexa, rica e contraditória com as outras áreas da cidade. Amadas e rejeitadas, as favelas são cantadas em prosa e verso como as alegrias do Rio, o orgulho carioca, e ao mesmo tempo foram objeto de abandono e discriminação em relação a diversas conquistas da cidade. O principal direito negado às favelas foi o direito à segurança. No Rio de Janeiro, desenvolveu-se algo que não aconteceu a nenhuma outra cidade do Brasil, e só aconteceu a raríssimas cidades do mundo: territórios urbanos no coração da metrópole foram dominados por grupos armados ilegais e mantiveram-se sob seu domínio por mais de duas décadas. A partir de 2009, a cidade começou a vivenciar uma nova experiência de segurança pública: a retomada de territórios das mãos de grupos ilegais para o controle do Estado. Já são 19 UPPs e, a cada uma delas, novas questões, desafios e ângulos se apresentam. As UPPs mobilizam todo o Rio, e não somente as populações que vivem dentro das comunidades retomadas. As UPPs, na verdade, mobilizam o Brasil, e especialistas em diversas partes do mundo se interessam sobre o que está acontecendo no Rio. Muito tem sido escrito, filmado e fotografado sobre as UPPs, especialmente pelas grandes mídias. Mas raramente, como nessa seleção de artigos, seus autores são jovens de favelas, e correspondentes de expressões comunitárias de diferentes áreas da cidade e do Brasil. Os artigos, vídeos e coleção de fotos que apresentamos resultam de olhares críticos, indagadores e criativos sobre o processo que tem gerado tanto interesse. Raramente um panorama de tal diversidade tem sido mostrado.
Curadoria
Pacificação

Olhares da favela sobre as UPPs

As UPPs vistas por dentro, por quem conhece a favela, e não por quem apenas “entrou” na comunidade para cobrir um fato passageiro, como é a maior característica da mídia diária nos grandes veículos. Os artigos, o vídeo e as fotos a seguir têm o compromisso e a experiência de quem vive a favela no dia a dia.
Video

por |
Maracanã |
RJ

Cidade não pacificada

O que acontece com as favelas e territórios que ainda não foram retomados das mãos de grupos armados, ou onde as UPPs ainda não foram totalmente instaladas ou as áreas que se encontram abandonadas no direito à segurança? Esses artigos servem para nos lembrar que a maioria do Rio ainda vive na angústia e na insegurança.

Policiamento comunitário pelo Brasil

As UPPs inspiram reflexões sobre as relações entre polícia e sociedade em outras partes do Brasil. Em Poços de Caldas, a importância da comunicação entre vizinhos; em São Paulo, a adoção de um modelo japonês de policiamento comunitário; e em Barra Bonita (SP), jovens discutem a política de pacificação no Rio de Janeiro.
 Galeria

por |
Jardim das Acácias |
SP

Artigos de opinião

Visões de dois moradores de comunidades pacificadas sobre os desafios desta nova política de segurança.

Não quer mais receber a Revista Multimídia Viva Favela? Ainda não é assinante e quer receber a revista (bimestral)? Clique aqui para cadastrar/descadastrar seu e-mail

Senadora Ana Amélia Lemos

Boa tarde, seguem informações da senadora Ana Amélia (PP/RS). Seguem fotos em anexo da audiência com a ministra Gleisi (créditos Renan Arais) e da senadora na tribuna do plenário (créditos: Pedro França/Agência Senado)
 

Ana Amélia pede agilidade ao Ministério da Integração Nacional no atendimento aos agricultores prejudicados pelo granizo no RS

A senadora Ana Amélia (PP-RS) fez um apelo ao ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, para que atenda com a maior urgência possível os agricultores das regiões afetadas pelo granizo, semana passada, no Rio Grande do Sul. O pronunciamento ocorreu nesta segunda-feira (19), em plenário.

- Em muitos parreirais, a chuva causou destruição total, e os agricultores estimam que leve de duas a três safras para que as videiras voltem a dar frutos - disse.

O granizo destruiu plantações de hortigranjeiros, pomares de frutas, como o pêssego e a maçã, e grande parte dos parreirais. Somente em Flores da Cunha, 20% da safra de uva foram perdidos, com prejuízo de até R$ 15 milhões. Em Bento Gonçalves, cerca de 500 hectares foram afetados.

O município de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, calcula prejuízos que chegam a R$ 25 milhões devido ao temporal com granizo desta semana. Estima-se que 1200 pessoas tenham sido afetadas, em cerca de 300 propriedades.

- Em muitos parreirais, a chuva causou a destruição total, e os agricultores estimam que leve de duas a três safras para que as videiras voltem a dar frutos – detalhou.

A senadora informou que no domingo (18), o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Caio Rocha, visitou a região e prometeu ainda para esta semana uma resposta quanto ao auxílio que poderá ser concedido às famílias dos produtores que sofreram prejuízos.

- Gostaria de agradecer ao Ministério da Agricultura, comandado pelo meu conterrâneo, Mendes Ribeiro Filho, pela agilidade no envio de um emissário que pudesse conhecer o estrago causado pelo granizo. E também reforçar um SOS ao Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, para a necessidade de que seja levado auxílio em caráter emergencial e inadiável aos produtores de toda essa região, que não podem ficar esperando pela burocracia, que, normalmente, se impõe nesses casos – completou.

 
Preocupação com impactos negativos do possível aumento de aposentadoria complementar da Previ é manifestada à ministra Gleisi

A senadora Ana Amélia (PP/RS) esteve reunida com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hofmann, para expressar a preocupação das associações de aposentados e antigos funcionários do Banco do Brasil com possibilidade de a Caixa de Previdência dos Funcionários da instituição (Previ) aumentar o seu teto de aposentadoria complementar de R$ 27 mil para R$ 80 mil.

No encontro, realizado na tarde desta segunda-feira (19), estiveram presentes a vice-presidente de Seguridade da Associação dos Antigos Funcionários do Banco do Brasil, Loreni de Senger, e a presidente da Federação das Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil, Isa Musa de Noronha.

A medida, caso seja confirmada, poderá prejudicar os aposentados e funcionários da instituição, além de contrariar o enfrentamento aos altos salários no poder público, argumentou a senadora.

- É um abuso que compromete todo o sistema de previdência complementar – disse Isa Musa de Noronha.

A presidente da Federação disse que atualmente são 186 mil aposentados ligados ao Previ e que é inadmissível um pequeno grupo receber R$ 81 mil enquanto o teto é de R$ 27 mil e a média de rendimentos hoje é de R$ 6,5 mil.

O caso será encaminhado pela ministra para análise junto à Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc).

Pelotas

A senadora Ana Amélia aproveitou o encontro para solicitar à ministra agilidade na liberação dos recursos da emenda que prevê a destinação de R$ 2,925 milhões para investimentos na requalificação da Orla do Laranjal, em Pelotas.

A emenda ao Orçamento da União de 2011 foi apresentada pelo ex-deputado Nelson Proença. A liberação dos valores é aguardada com expectativa pelo prefeito de Pelotas, Adolfo Fetter Jr. (PP).

Caseiros e André da Rocha

A parlamentar gaúcha também pediu o apoio da ministra para que possa priorizar a liberação de R$ 196,4 mil para investimentos em infraestrutura urbana no município de Caseiros, e outros R$ 146,95 mil para pavimentação de ruas no município de André da Rocha.

Todas as solicitações serão encaminhadas pela ministra Gleisi Hoffmann à ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, para tentar agilizar a destinação dos recursos.
 


--
--
Att,
Renan Arais Lopes
Jornalista
DRT 13.591
--
MAIS INFORMAÇÕES
Fones: 61.3303.6086 e  61.9822.8065
Twitter: @renan_arais
Assessoria de Imprensa
Anexo II, Ala Sen Afonso Arinos, Gab. 07
Senado Federal - Brasília (DF)
 
 

Uploads by senadoraAnaAmelia

Por senadoraAnaAmelia| 444 vídeos
Ver todos

Prefeitura de Porto Alegre

        A MANCHETE

Natal Bem Legal pretende arrecadar 100 mil brinquedos

A campanha Natal Bem Legal, coordenada pelo Gabinete da Primeira-Dama, pretende arrecadar neste ano cerca de 100 mil brinquedos. Até o dia 23, as doações serão encaminhadas para 130 entidades cadastradas na prefeitura e que trabalham com crianças de famílias em situação de vulnerabilidade. Entre elas estão creches, clubes de mães, escolinhas e centros sociais. Algumas entidades já receberam os kits de Natal. Segundo a primeira-dama Regina Becker, nos próximos dias haverá uma ação junto aos servidores municipais, para que cada um contribua com um brinquedo. Leia mais...
        DESTAQUES

Novo produto para remoção de pichações funciona com grafite

A Secretaria da Cultura e o DMLU realizaram teste com um novo produto lançado no mercado para remoção de pichações. O teste apontou que os efeitos do produto químico são plenamente satisfatórios para retirar pichações feitas com spray de grafite. O processo é simples: o produto é aplicado sobre o grafite e, 15 minutos depois, pode ser totalmente removido com água quente. O teste foi realizado no viaduto Otávio Rocha nesta segunda-feira. Leia mais...

Termo de cooperação prevê estudo sobre Aeromóvel na Zona Sul

Nesta segunda-feira, 19, foi firmado o termo de cooperação, entre a prefeitura e a Trensurb, para estudar a possibilidade de criação de uma linha do Aeromóvel do Centro Histórico para a zona Sul da Capital. O prefeito José Fortunati e o diretor-presidente da Trensurb, Humberto Kasper, participaram do café da manhã na Sociedade de Engenharia. Para o prefeito, a partir da assinatura do documento será possível fazer a avaliação da iniciativa. "Este estudo é que dará condições de saber se há viabilidade econômica e técnica, para tomarmos a decisão correta", afirmou Fortunati. Leia mais...

Município divulga balanço do Programa de Redução de Carroças

Na quarta-feira, 21, a prefeitura apresenta o balanço de atividades do Programa de Redução Gradativa do Número de Veículos de Tração Animal (VTAs) e de Veículos de Tração Humana (VTHs) – em linguagem coloquial, carroças e carrinhos. O evento ocorrerá às 10h, no Paço Municipal, com a presença do prefeito José Fortunati. Regulamentado em 2010, o programa prevê a proibição de circulação de carroças e carrinhos até 2016. Este é o sentido restrito do projeto. Em sentido amplo, a iniciativa implanta políticas públicas para possibilitar melhores condições de vida às famílias de usuários de carroças e carrinhos e também de catadores. Leia mais...

Prefeitura negocia fim das interdições na Usina e Porto Seco

A solicitação da prefeitura no Ministério Público, para obter um prazo de adequação às necessidades de segurança dos barracões das escolas de samba no Porto Seco, revogando a interdição do local, foram aceitas com a condição de que o Corpo de Bombeiros julgue suficientes as condições existentes. Foi estabelecido prazo de 15 dias para o Termo de Ajustamento de Conduta, incluindo a conclusão da obra que já vinha dotando os 15 hangares (barracões) com mureta anti-fogo no teto. A medida impede que um eventual incêndio no telhado propague-se para o prédio vizinho. No período, também serão treinadas 30 pessoas para combater incêndios. Leia mais...

Prefeitura amplia convênio com Hospital de Clínicas

Em continuidade ao processo de qualificação da saúde, o prefeito José Fortunati, juntamente com o secretário Carlos Henrique Casartelli, oficializou hoje, 19, a ampliação de convênio com o Hospital de Clínicas de Porto Alegre para prestação de serviços pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O anúncio ocorreu durante coletiva de imprensa realizada no auditório do hospital. O convênio prevê o repasse de recursos para ampliar em 5%, em relação a 2010, a oferta mensal de serviços médico-hospitalares e ambulatoriais prestados pelo hospital aos usuários do SUS. Leia mais...
        EVENTOS

Caminhadas Turísticas começam em janeiro

Aproveitar sábados em Porto Alegre para fazer passeios a pé por espaços que concentram atrativos turísticos da cidade é a proposta das Caminhadas Turísticas de Verão, que serão oferecidas durante os meses de janeiro a fevereiro. As caminhadas ocorrerão sempre em sábados, com início às 10h. Além de conhecer prédios, monumentos, equipamentos culturais e áreas verdes que são atrativos turísticos e fazem parte do patrimônio da cidade, os participantes receberão informações históricas e curiosas sobre os locais visitados que serão passadas por um guia de turismo. A primeira edição será em 14 de janeiro, com o “Roteiro Moinhos de Vento”. Leia mais...

Alunos se apresentam no Paço Municipal

Desta segunda-feira, 19, a quinta-feira, 22, estudantes de várias escolas da rede ensino farão apresentações natalinas no Paço, sempre a partir das 18h. Até quarta-feira, 21, as performances de dança e música acontecem na escadaria em frente ao prédio. Os eventos são gratuitos. Já na quinta-feira, 22, o espetáculo acontecerá nas escadarias internas do Paço Municipal, a cargo de um coral e da New Big Band, formada por alunos das escolas municipais Deputado Victor Issler, Lauro Rodrigues e São Pedro, além do Colégio Estadual Castro Alves, de Alvorada. Cerca de 430 estudantes serão protagonistas do Concerto de Natal. Leia mais...

Operação Verão terá atividades em diversas regiões

A Secretaria de Esportes realiza nos meses de janeiro e fevereiro, sempre aos sábados e domingos, e no primeiro fim de semana de março, a Operação Verão, com atividades em unidades, além das piscinas públicas nos sete Centros Comunitários. A programação inclui Vôlei de Praia, Futebol, além de atividades como alongamento, caminhada, dança e ioga, no Ginásio Tesourinha e no Parque Ramiro Souto, na Redenção. No Verão Esportivo e Recreativo no Lami, estão previstas atividades como torneios de vôlei, pingue-pongue e desafios esportivos de basquete, cama elástica, jogos de mesa e o Ônibus Brincalhão. Leia mais...
        SERVIÇOS

Descentralização da Cultura abre inscrições para oficineiros

A partir desta terça-feira, 20, a Secretaria da Cultura recebe inscrições no Concurso para Seleção de Oficinas do Projeto de Descentralização da Cultura. Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, nas áreas de dança, vídeo, fotografia, música, literatura, artes plásticas, Hip Hop (quatro elementos), teatro, confecção de instrumentos de percussão com materiais recicláveis, capoeira, comunicação comunitária, terceira idade, acessibilidade e inclusão cultural. As inscrições vão até 31 de janeiro, na Coordenação de Descentralização da Cultura (av. Presidente. João Goulart, 551, sala 607), de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30 e das 14h às 17h30. Leia mais...

Dmae faz melhorias no abastecimento de água

O departamento estará quarta-feira, 21, a partir das 13h, trabalhando para desativar a Estação de Bombeamento Carlos Barbosa. Para realizar o serviço, será necessário suspender o abastecimento de água dos bairros Azenha (parte), Medianeira (parte), Santo Antônio, Partenon (parte) e Aparício Borges. A Estação Carlos Barbosa foi substituída pela Ebat Cascatinha . A nova Estação, que beneficia mais de 100 mil pessoas, também substitui as antigas estações IAPC, Natal e Luiz de Camões. A previsão é de que o abastecimento esteja normalizado durante a madrugada do dia 22. Leia mais...

Nota fiscal eletrônica é tema de seminário

Para debater a implantação da nota fiscal eletrônica em Porto Alegre, a prefeitura está realizando o seminário para implantação do sistema. O prefeito José Fortunati participou da abertura do evento, na Federasul, juntamente com o secretário da Fazenda de Porto Alegre, Roberto Bertoncini, o diretor-presidente da Procempa, André Kulczynski, o secretário de Finanças da capital mineira, José Afonso Beltrão. Fortunati reafirmou a importância da troca de experiências para questões comuns. “Temos convicção de que as informações operacionais de BH poderão nos auxiliar na implantação da nota fiscal eletrônica”, disse. Leia mais...
        VEJA A PREVISÃO DO TEMPO        VEJA IMAGEM DE SATÉLITE

Editado pela Supervisão de Comunicação Social
E-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926

Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA.

Entrevista com Susan Ferreira

- Susin principais a gente está em negociação com o hospital para o novo contrato e serviços estão ocorrendo normalmente e a gente acredita que vão haver uma modificação na estruturação dos serviços para melhor é isso que a gente desejar. Enquanto os médicos novos no mercado de trabalho na nossa cidade são médicos que estão trabalhando no PSF no programa de saúde da família e eles estão formando neste sentido com médicos que cuidam de toda a família, desde a criança, no idoso, gestante, diabético e todo são atendidos, os médicos fazem os devidos encaminhamentos necessários para especialidades quando for o caso, e nós temos outros profissionais da rede mais antigos que estão comprometidos e são excelentes profissionais e esses novos profissionais que estão vindo e buscando o seu espaço estão conquistando o seu espaço com um trabalho sério e competente e assim voltado para parte humana como tu citou anteriormente e avaliar toda a problemática do paciente, analisar uma doença instalada com problemas que o paciente apresenta e com essa maneira que estaremos construindo uma qualidade de vida melhor para a população de Vacaria e com esses profissionais bem comprometidos e capazes.
* Entrevista com Susan Ferreira na época que ela foi Secretária de Saúde na Administração do Prefeito Aquiles Susin

Deputada Estadual Marisa Formolo