Rádio WNews

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Morte da Rainha Njinga

Morreu ha 345 anos a Rainha zinga em Santa da Matamba
Com os meus melhores votos para o Ano Novo 2009, envio artigo do Jornal deAngola, 18/12/2008. Simão SOUINDOULA Director da Rede Internacional BantulinkC.P. 2313 Luanda (Angola) Tel. 929 79 32 77 Simão Souindoula destaca importÃância da rainha aos 345 anos da sua morte.
O Historiador considera fundamental papel de Njinga Mbande na Históriapor ADRIANO DE MELOO papel da rainha Njinga Mbande foi destacado pelo historiador SimãoSouindoula, como preponderante para a ruptura irreversível da evoluçãohistórica da Ãfrica ocidental e Central, particularmente na luta contra ocolonialismo.Segundo o investigador, que falou para o Jornal de Angola, em alusão aos345 anos da morte da rainha da Matamba, assinalado ontem, o mito da monarcatornou-se uma referência nacional e até mesmo para os colonizadores, devido à sua audácia no controlo do seu reino e na luta contra a invasão estrangeira.Tendo em conta a data, o historiador disse que ao fundamental aumentar apesquisa e o ní­vel de divulgação da trajectória e dos feitos de NjingaMbande, através de trabalhos cientí­ficos sobre a permanente e inteligentegestão de liderança da rainha.Para o investigador, o contributo de Njinga Mbande, que se espalhou até às sAméricas, particularmente ao Brasil, através dos escravos, onde representa umaparte significativa das cerimônias rituais e dos mitos do folcloreafro-brasileiro, necessita hoje de maior atenção e preservação, enquantosí­mbolo da cultura nacional a ser resgatado.Através de várias relações e crónicas militares que saí­ram de Angola e dosterritó³rios vizinhos, assim como dos relatos de viagem do padre italianoGiovanni António Cavazzi, a vida de Njinga Mbande foi levada também ao mundoem obras literárias e cientí­ficas, ou em tentativas de reconstituições depseudo-retratos, destacou.Simão Souindoula disse ainda que parte da lenda da rainha da Matamba e doNdongo cristaliza-se a partir das suas audiências com os governadores dacolónia ção sobre a lí­ngua e a civilização portuguesas.A tomada do trono do Ndongo, em 1624, a sua boa gestão diplomática, aconquista, inédita, na História de África, de um segundo território, aMatamba, em 1630, as oportunas alianças polí­tico-militares com os terrí­veisJagas de Kassanje e os impacientes Kongo, também contribu­ram paraimortalização da rainha Njinga, tida pelo historiador como um sí­mbolo daforça e da determinaçao feminina.De acordo com Simão Souindoula esta figura histórica conti­nua ainda asuscitar, a ní­vel mundial, vá¡rias iniciativas nos domí­nios da documentaçãoarquiví­stica, museologia, investigação cientí­fica e das produçõesculturais, que atestem no domí­nio internacional e particularmente no nacional,o espí­rito e a força da rainha do Ndongo.Hoje, informou, grande parte dos dados sobre os feitos da rainha Njinga Mbandeencontram-se espalhados em vários museus e acervos do mundo, como no MuseuAfro-Americano Du Sable, de Chicago, onde existe um busto seu.A sua figura histórica estudada em várias teses de alto ní­vel académicoem diversos paí­ses. Esta uma realidade a ser mudada urgentemente pelosespecialistas angolanos, segundo Simão Souindoula.A vida da rainha do Ndongo constitui um verdadeiro patrimônio histórico dahumanidade a ser preservado por ter marcado, indelevelmente, a evolução deÁfrica mercantilizada, tornando-se uma personagem de referência nas letras eartes mundiais e sí­mbolo de orgulho para milhares de africanos,disse aterminar o historiador angolano Simão Souindoula.

http://groups. yahoo.com/ group/multicultu rais/message/ 1294

Jornal Hoje

#yiv706299638 a.ab:link, #yiv706299638 a.ab:active, #yiv706299638 a.ab:visited {
color:hexadecimal;text-decoration:none;}
#yiv706299638 a.ab:hover {
color:hexadecimal;text-decoration:underline;}

Visite o site »
Confira os destaques do Jornal Hoje Olá, PAULO ROBERTO DA SILVA FURTADO ! Sexta-feira - 19/12/2008.


Água começa a baixar nas cidades mineiras alagadas
Subiu para oito o número de mortes em conseqüência das chuvas em Minas Gerais. Ao todo, 73 municípios foram atingidos.
» Mineração agrava os alagamentos


Como comprar presentes bons e baratos
O Jornal Hoje mostra boas idéias para presentear uma pessoa querida gastando até R$ 30.


Tiroteio faz vítimas e fecha avenida do Rio
Quatro pessoas morreram e seis ficaram feridas num tiroteio entre policiais e traficantes. A Linha Vermelha, uma das principais vias da cidade, foi interditada.

DICAS DOMÉSTICAS
Aprenda a fazer um arranjo floral simples e bonito
Um telespectador do Jornal Hoje ensina como montar um arranjo rapidamente para dar mais charme às suas flores.

TÔ DE FOLGA
Catamarã faz passeio entre os paredões rochosos do rio São Francisco
O maior cânion navegável do mundo está na divida entre Alagoas, Sergipe e Bahia. Confira essa dica de passeio.

Notícias da Prefeitura de Porto Alegre

Todas as Notícias A MANCHETE

Cegos vão receber contas de água em braile

O Dmae começou a cadastrar hoje pessoas com deficiência visual interessadas em receber o demonstrativo da conta de água em braile. O serviço será oferecido a partir de janeiro. Sem custo extra, as pessoas cadastradas vão receber, no local solicitado, dois documentos: o demonstrativo tradicional, impresso, com código de barras para pagamento em bancos e lotéricas, e a conta em braile. O cadastro deve ser feito pelo fone 115 ou nos postos comerciais no Centro, Azenha, Assis Brasil, Moinhos de Vento e Partenon. Confira os endereços Leia mais... DESTAQUES

Francesa Globe Note faz espetáculo gratuito na Capital

Música e solidariedade sem fronteiras. Com dez músicos amadores da França, a fanfarra Globe Note viaja pelo mundo levando suas canções e promovendo oficinas de despertar musical para crianças desfavorecidas. Hoje, às 18h, o grupo começará um concerto na Praça da Alfândega e, perto do horário do pôr-do-sol, sairá tocando pela Rua dos Andradas em direção ao Guaíba, finalizando o show ao lado da Usina do Gasômetro. Aqui em Porto Alegre, eles visitarão, na quinta-feira, 4, a Escola Mario Quintana, no Bairro Restinga. Leia mais...

Smam inaugura praça no Loteamento São Guilherme

O Loteamento São Guilherme, no Partenon, vai ganhar uma nova área de lazer. A solenidade de inauguração será amanhã, às 9h30. Resultado do Termo de Compensação firmado com a empresa Capa Engenharia, no valor de R$ 174 mil, a praça possui quadras de futebol e vôlei em saibro, espaço infantil com brinquedos, recanto para jogos de mesa e ginástica. Leia mais...

Prefeitura lança site do Comitê de Educação Ambiental

Por meio do novo endereço na Internet, o Comitê Gestor de Educação Ambiental vai disseminar conhecimento e fomentar parcerias entre os órgãos municipais, estaduais e federais, grupos da sociedade civil e empresas. A cerimônia de lançamento será amanhã, às 14h30, no Paço Municipal, mas a página está no ar desde 18 de novembro. Criado em 2007, o Comitê promove a integração das ações ambientais realizada pelos órgãos da administração. Leia mais...

Bloqueio de trânsito para o jogo Inter x Estudiantes

A Avenida Edvaldo Pereira Paiva terá bloqueio nos dois sentidos, das 20h30 até uma hora depois do jogo, que começa às 22h, para segurança no deslocamento dos ônibus da torcida argentina. A EPTC vai orientar o trânsito com 34 agentes. Torcedores colorados poderão utilizar ônibus especiais a partir das 18h30, com saída do Largo Glênio Peres, no Centro. Leia mais...

Eliseu anuncia instalação de mais duas equipes do PSF

Na terça-feira, 9, entrará em funcionamento a nova equipe do Programa Saúde da Família Laranjeiras. O novo atendimento será oferecido no prédio situado na Rua 5, número 24, Morro Santana, que atualmente passa por reformas. Até o final deste mês, será formado o outro grupo, que fará parte da Unidade de Saúde Pequena Casa da Criança, na Rua Mário de Artagão, 13, Vila Maria da Conceição. O local também está em obras para abrigar o serviço. Nesta manhã, o vice-prefeito e secretário municipal de Saúde, Eliseu Santos, fiscalizou as reformas. Leia mais... EVENTOS

Música regionalista será analisada por artistas renomados

O Dia do Poeta Repentista e do Artista Gaúcho será comemorado na sexta-feira e sábado, 5 e 6, com a participação de renomados nomes da música regionalista. A programação começará às 19h30 de sexta-feira, 5, no Galpão Jayme Caetano Braun, quando haverá um debate entre Telmo de Lima Freitas, Elton Saldanha, Paulinho Pires e Família Cirne. No sábado, 6, às 16h30, ocorrerá o espetáculo musical “O Cancioneiro”, intérprete das músicas de Gildo de Freitas. Leia mais...

Caminhadas turísticas entre as opções para as férias

Visitar prédios, monumentos e áreas verdes consideradas patrimônio cultural e ambiental está entre as opções das “Caminhadas Turísticas”. A primeira edição será segunda-feira, 8, com reprise nos dias 9 de janeiro e 12 de fevereiro. Quem quiser participar, deve se inscrever na sede da Secretaria de Turismo (Travessa do Carmo, 84, Cidade Baixa), mediante a doação de um kit de material escolar. Orientadas por um guia, as caminhadas ocorrem pela manhã e à tarde, com dois roteiros diferentes. Reservas pelo 3212-3464, ramal 30, ou reservas@turismo.prefpoa.com.br. Leia mais...

Médicos recebem treinamento sobre dengue

Estão abertas as inscrições, até sexta-feira, 5, para a oficina de atualização sobre a dengue. Dirigido a médicos e enfermeiros das emergências e dos serviços de controle de infecção da rede hospitalar e pronto-atendimentos, o evento será realizado no dia 12 de dezembro, no Hotel Ritter. Haverá duas turmas, uma no turno da manhã, das 8h30 às 12h, e outra no turno da tarde, das 13h30 às 17h. As inscrições devem ser encaminhadas para o e-mail: epidemio@sms.prefpoa.com.br

Smed forma líderes em justiça restaurativa

Mais de 80 educadores vão receber o certificado do Curso Básico de Prática Restaurativa na sexta-feira, a partir das 15h, no auditório da Smed. Trata-se de um novo modelo de justiça, que promove círculos restaurativos de resolução não-violenta de conflitos envolvendo ofensor, vítima, familiares e comunidade. Dirigido a professores da rede municipal, o curso prepara os educadores para que possam coordenar ciclos restaurativos nas escolas. Durante a solenidade, será lançado o livro Cultura de paz e justiça restaurativa nas escolas municipais de Porto Alegre, editado pela Smed. Leia mais...

Coro do Dmae leva músicas natalinas a eventos

Na segunda-feira, 8, o coro do Dmae fará uma apresentação na Assembléia Legislativa, durante o Seminário Regional sobre Fluoretação das Águas de Abastecimento. O grupo também cantará no Hospital Pronto Socorro, no dia 17 de dezembro. No último domingo, participou, em Gramado, do Natal Luz, onde apresentou canções como Natal Branco, Natal - Eis dos anjos, Tema de Natal, Glória - Surgem Anjos e Noite Feliz. Composto por 17 vozes femininas e 11 masculinas, o coro conta com a regência de Delmar Dickel. Leia mais... TEMPO HOJE

Veja imagem de satélite

(Clique aqui) VEJA PAUTAS DO DIA

Pautas do dia 4 de dezembro

(Clique aqui)
Editado pela Supervisão de Comunicação SocialE-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926
Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA.
hasEML = false;

Samuel L. Jackson

Samuel L. Jackson é homenageado em premiaçãoÉ provável que nunca antes tenham sido usados tantos palavrões para demonstrar apreciação numa cerimônia de entrega de prêmios quanto foram empregados na 23ª edição anual dos American Cinematheque Awards, que incluiu uma homenagem a Samuel L. Jackson.De Justin Timberlake e George Lopez a Andy Garcia e Sharon Stone, palavrões foram usados livremente na noite de segunda-feira, quando Hollywood festejou o ator cujo nome já virou sinônimo de personagens durões e boca-suja.Em comparação com aqueles que o elogiaram, o homenageado, ao receber o troféu das mãos de George Lucas, mostrou-se mais pensativo e comedido. Jackson lembrou do que significava para ele ir ao cinema quando era jovem, em sua cidade natal de Chattanooga, Tennessee, onde assistia a sessões duplas aos domingos num cinema aberto apenas a negros. O ator não deixou de mencionar a importância do trabalho da Cinematheque em promover o lado social da criação cinematográfica.Jackson também manifestou apoio a Bollywood e a todos os afetados pelo massacre terrorista da semana passada em Mumbai, Índia.Um tema recorrente na noite foi o das tentativas de adivinhar o que representa o "L" em "Samuel L. Jackson". Justin Timberlake, que contracenou com Jackson em Entre o Céu e o Inferno e que abriu a noite, disse que a letra representa "love, cara", George Lopez disse que uma coisa é certa: não é a inicial de "Latino".Na homenagem que talvez tenha sido a mais bizarra da noite, Sharon Stone subiu ao palco, pôs as mãos nos quadris e, em atitude sedutora, sussurrou frases que começam como "L" em inglês, como "gostoso", "l''amour", "mulheres adoram Samuel L. Jackson".Ela contou uma história sobre ter visto Jackson nu num filme e depois ter tentado falar com ele numa première. Mas acabou adotando tom sério, falando sobre o âmbito moral que ele infunde a seus personagens e dizendo que "L" representa "lenda".A complexidade que Jackson confere a seus papéis foi um tema frequente. Denzel Washington disse que Jackson representa homens que podem ser vistos como "justos que se vêem como pecadores e pecadores que acreditam ser justos".Vin Diesel disse que Jackson é "o professor de atuação do pobre", e Kerry Washington observou que ele confere verdade a seus papéis, tornando "seus heróis imperfeitos e seus vilões, adoráveis".Outros que discursaram foram Earvin "Magic" Johnson, que usou termos de basquete para comparar Samuel Jackson a Kobe Bryant, Larry Bird e Michael Jordan; John Singleton, que contou anedotas do set de Shaft, e a esposa de Jackson, LaTanya, que falou dos filmes que o ator fez com Spike Lee.Jackson, um dos atores de Hollywood que trabalham mais constantemente, agradeceu a sua mulher e sua filha pelos sacrifícios que fazem. Ele às vezes passa mais de 300 dias por ano trabalhando longe de casa, lembrou ela.http://cinema. terra.com. br/interna/ 0,,OI3369409- EI1176,00. html************ ********* ********* ***Esse cara é quase certeza de filme bom.Muito bom ator..... HEITOR (((((º_º))))) CARLOShttp://portodoscasa is.blogspot. com/ ............ ......... ......... . __._,_.___

Concha Acústica

REPASSE DE RECURSOS PARA CONCHA ACÚSTICA
Nesta sexta-feira, dia 05, às 10h, acontecerá no Salão de Atos da Prefeitura Municipal a assinatura do contrato de repasse entre o Ministério do Turismo, no ato representado pela Caixa Econômica Federal, e o Município de Vacaria. O contrato tem por finalidade a transferência de recursos financeiros da União para Construção de Concha Acústica no Parque dos Rodeios.
Ministério do Turismo: R$ 214.500,00
Contrapartida do Município: R$ 23.833,33
Total: R$ 238.333,33
A destinação dos recursos é por meio de emenda parlamentar de autoria do Senador Sérgio Zambiasi.
As benfeitorias serão realizadas aproveitando-se a estrutura da concha acústica existente no Parque dos Rodeios. Os serviços a serem executados são: construção de nova cobertura com forro acústico, arquibancadas e pinturas.

Juliana MesquitaAssessora de ImprensaPrefeitura Municipal de Vacariawww.vacaria.rs.gov.br

Sabatina da Folha



SABATINA FOLHA
JOSÉ SARAMAGO: A humanidade não merece a vida
Prêmio Nobel português se define como um "comunista hormonal" e afirma que os instintos servem melhor aos animais do que a razão aos homens.
O ESCRITOR português José Saramago, 86, disse ontem que "a história da humanidade é um desastre" e que "nós não merecemos a vida". O autor, vencedor do Nobel de Literatura em 1998, participou de sabatina da Folha em celebração dos 50 anos da Ilustrada. O debate, assistido por 300 pessoas em um Teatro Folha lotado, teve como mediador o secretário de Redação do jornal Vaguinaldo Marinheiro. Participaram também, como entrevistadores, o crítico Luiz Costa Lima, a repórter da Ilustrada Sylvia Colombo e Manuel da Costa Pinto, colunista do caderno.
(eja suas principais idéias e respostas aos temas colocados.)
HUMANIDADE
A história da humanidade é um desastre contínuo. Nunca houve nada que se parecesse com um momento de paz. Se ainda fosse só a guerra, em que as pessoas se enfrentam ou são obrigadas a se enfrentar... Mas não é só isso. Esta raiva que no fundo há em mim, uma espécie de raiva às vezes incontida, é porque nós não merecemos a vida. Não a merecemos. Não se percebeu ainda que o instinto serve melhor aos animais do que a razão serve ao homem. O animal, para se alimentar, tem que matar o outro animal. Mas nós não, nós matamos por prazer, por gosto. Se fizermos um cálculo de quantos delinqüentes vivem no mundo, deve ser um número fabuloso. Vivemos na violência. Não usamos a razão para defender a vida; usamos a razão para destruí-la de todas as maneiras -no plano privado e no plano público.
MARXISMO HORMONAL
Desde muito novo orientei-me para a consciência de que o mundo está errado. Não importa aqui qual foi o grau da minha militância todos esses anos. O que importa é que o mundo estava errado, e eu queria fazer coisas para modificá-lo. O espaço ideológico e político em que se esperava encontrar alguma coisa que confirmasse essa idéia era, é claro, a esquerda comunista. Para aí fui e aí estou. Sou aquilo que se pode chamar de comunista hormonal. O que isso quer dizer? Assim como tenho no corpo um hormônio que me faz crescer a barba, há outro que me obriga a ser comunista.
CRISE ATUAL
Marx nunca teve tanta razão quanto agora. O trabalho constrói, e a privação dele é uma espécie de trauma. Vamos ver o que acontece agora com os milhões de pessoas que vão ficar sem emprego. A chamada classe média acabou. Ou melhor: está em processo de desagregação. Falava-se em dois anos [para a recuperação da economia depois da crise financeira]; agora já se fala em três. Veremos se Marx tem ou não razão.
DEUS E BÍBLIA
Por que eu teria de mudar [a concepção de Deus após a doença]? Porque supostamente me salvou a vida? Quem me salvou foram os médicos e a minha mulher. E Deus se esqueceu de Santa Catarina? Não quero ofender ninguém, mas Deus não existe. Salvo na cabeça das pessoas, onde está o diabo, o mal e o bem. Inventamos Deus porque tínhamos medo de morrer, acreditávamos que talvez houvesse uma segunda vida. Inventamos o inferno, o paraíso e o purgatório. Quando a igreja inventou o pecado, inventou um instrumento de controle, não tanto das almas, porque à igreja não importam as almas, mas dos corpos. O sonho da igreja sempre foi nos transformar em eunucos. A Bíblia foi escrita ao longo de 2.000 anos e não é um livro que se possa deixar nas mãos de um inocente. Só tem maus conselhos, assassinatos, incestos...
RELAÇÃO COM PORTUGAL
Espalham por aí idéias sobre minha relação com meu país que não estão corretas. Saímos [Saramago e sua mulher, Pilar] de Lisboa [para a ilha de Lanzarote] em conseqüência de uma atitude do governo, não do país nem da população. Mas do governo, que não permitiu que meu livro ["O Evangelho Segundo Jesus Cristo"] fosse inscrito num prêmio da União Européia. Nunca tive problemas com o meu país, mas com o governo, que depois não foi capaz de pedir desculpas. Nisso, os governos são todos iguais, dificilmente pedem desculpas. Fomos para lá e continuamos pagando impostos em Portugal. Agora temos duas casas. Mudei de bairro, porque o vizinho me incomodava. E o vizinho era o governo português.
ACORDO ORTOGRÁFICO
Em princípio, não me parecia necessário. De toda forma, continuaríamos a nos entender. O que me fez mudar de opinião foi a idéia de que, se o português quer ganhar influência no mundo, tem de adotar uma grafia única. Se Portugal tivesse 140 milhões de habitantes, provavelmente teríamos imposto ao Brasil a nossa grafia. Acontecem que os 140 milhões estão no Brasil, e o Brasil tem mais presença internacional. Perderíamos muito com a idéia de que o português é nosso, nós o tornaríamos uma língua que ninguém fala. Quando acabou o "ph", não consta que tenha havido uma revolução.
LITERATURA BRASILEIRA
Houve um tempo em que os autores brasileiros estavam presentes em Portugal, e em alguns casos podíamos dizer que conhecíamos tão bem a literatura brasileira quanto a portuguesa. Graciliano Ramos, Jorge Amado, os poetas, como João Cabral [de Melo Neto], Manuel Bandeira, essa gente era lida com paixão. Para nós, aquilo representava a voz do Brasil. Agora, que eu saiba, não há nenhum escritor brasileiro que seja lido com paixão em Portugal. Culpo a mim, talvez, por não ter a curiosidade. Mas também não temos a obrigação de descobrir aquilo que nem sabemos se existe.
LEITOR
O leitor me importa só depois que escrevi. Enquanto escrevo, não importa, porque não se escreve para um leitor específico. Há dois tempos, o tempo em que o autor não tinha leitores e o tempo em que tem. Mas a responsabilidade é igual, é com o trabalho que se faz. Agora, eu penso nos leitores quando recebo cartas extraordinárias. É um fenômeno recente. Ninguém escreveu a Camões, mas hoje há essa comunicação, essa ansiedade do leitor.
"Em nome de todos os brasileiros, obrigada por existir", disse alto, ao final da sabatina, uma integrante da platéia, enquanto Saramago terminava de falar.

Conjuntura

Leia no sítio do IHU:

Conjuntura da Semana – 26 de novembro a 02 de dezembro

Sumário:

Enchentes em Santa Catarina
Crônica de um desastre anunciadoEnchentes e aquecimento globalMobilização nacional
Planeta Social
Pensar global, agir local?Hiperconsumo na origem das crises financeira e climáticaA crise e os movimentos sociais
Conjuntura da Semana em frases

Boa Leitura!

Obs – Se você deseja receber diariamente a newsletter com as ‘Notícias

Destaque Vermelho

DESTAQUES DA EDIÇÃO DE HOJE DO PORTAL VERMELHO


PCdoB e Fundação Maurício GraboisSeminário termina destacando a situação fundiária na AmazôniaA regularização das terras da Amazônia legal foi um dos temas centrais do último dia do seminário Amazônia sustentável. Encerrado no final da tarde deste sábado (29), o evento recebeu, entre outros, o subsecretário de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Daniel Vargas, que defendeu a definição jurídica da posse das terras na região..


Mesa da reuniãoBalanço do RSPCdoB quer Bloco de Esquerda e se prepara para 2010A direção estadual do PCdoB-RS, reunida neste final de semana, fez um balanço da atuação do partido no ano de 2008. Na pauta, erros e acertos da experiência na disputa majoritária das eleições de Porto Alegre.


Tragédia no SulSanta Catarina será reconstruída, garante LulaEm seu programa semanal de rádio, presidente diz que o estado voltará a ser "pujante" como era antes das enchentes que provocaram deslizamentos de terra, alagamentos e mais de cem mortes.



Rádio e TVConcessões e a absurda omissão do EstadoEm audiência, realizada nesta semana na Câmara, entidades fizeram fortes denúncias de irregularidades no sistema de concessões de rádio e TV. A pressão foi grande pela Conferência Nacional de Comunicação.



Movimentos sociais ocupam planalto para discutir crise
Sérgio BarrosoO Brasil nos desvãos da crise global Liège RochaMovimentos sociais em destaque Augusto César Petta O processo de formação sindical na Central dos Trabalhadores do Brasil Eduardo BomfimQuestões de Soberania João Guilherme Vargas NettoA tragédia em Santa Catarina
#yiv1879958935 {font-family:Trebuchet MS, Arial, Tahoma, Verdana;font-size:13px;}#yiv1879958935 a{border:none;text-decoration:none;}
Esta é uma mensagem automática, favor não responder
Destaques do Vermelho é um serviço diário gratuito do www.vermelho.org.br

CPI dos Pedágios

Sossella afirma que CPI vai investigar relação do Daer com as concessionárias de pedágio

O deputado Gilmar Sossella (PDT) disse nesta sexta-feira (19), que a CPI do Daer/ Pedágio deverá investigar a relação do Daer com as concessionárias de rodovias pedagiadas. A falta de fiscalização no cumprimento dos contratos de pedágio é um dos sete itens que compõem o requerimento entregue ao presidente da Assembléia Legislativa, deputado Alceu Moreira (PMDB)

“Entendemos que esta relação do Daer com as concessionárias é complicada. O Daer não fiscaliza e também não multa. As concessionárias informam as despesas que farão parte da planilha de custos que determina o valor das tarifas de pedágio e o Daer aceita. Da mesma forma, não aplica multa às concessionárias que descumprem contratos”, explica Sossella.

A instalação da CPI do Daer/Pedágio aguarda trâmite interno do Parlamento. O requerimento está na Procuradoria da Assembléia Legislativa, que analisa o cumprimento dos seguintes requisitos:

a) Possuir assinatura de no mínimo 1/3 de deputados que compõem o parlamento (19 assinaturas) b) Apontar fato determinado (pedido aponta sete fatos)

c) O fato determinado a ser investigado precisa ser de competência do Parlamento

d) Prazo fixo para duração dos trabalhos (120 dias prorrogados por mais 60 dias)

Fatos determinados:

1) Tarifas elevadas 2) Descumprimento de contratos 3) Falta de fiscalização dos contratos 4) Deficiência da fiscalização nas vistoria para licenciamento veicular 5) Notas fiscais frias 6) Despesas elevadas 7) Violação de critério legal no julgamento de licitações.

Relação dos deputados que assinaram o pedido de instalação da CPI do Daer/Pedágio:

• Gilmar Sossella (PDT) • Paulo Azeredo (PDT) • Adroaldo Loureiro (PDT) • Kalil Sehbe (PDT) • Gerson Burmann (PDT) • Raul Carrion (PC do B) • Miki Breier (PSB) • Heitor Schuch (PSB) • Raul Pont (PT) • Adão Villaverde (PT) • Stela Farias (PT) • Elvino Bohn Gass (PT) • Ivar Pavan (PT) • Fabiano Pereira (PT) • Dionilso Marcon (PT) • Daniel Bordignon (PT) • Marisa Formolo (PT) • Ronaldo Zülke (PT) • Francis co Appio (PP)

Telefones para contato

Deputado Gilmar Sossella 51 9864 0485

Antonio (assessoria imprensa) 51 9661 3121

Gabinete 51 3210 1290

Operação Caixa Forte

Operação Caixa-Forte inspeciona 512 estabelecimentos bancários no RS
05/01/2009 18:14

A Secretaria da Segurança Pública, por meio da Brigada Militar, realizou nessa segunda-feira (05/01) a Operação Caixa Forte, que abrangeu 280 municípios gaúchos e mobilizou 645 servidores em 342 viaturas. No período foram realizadas ações de inspeção e fiscalização em 512 estabelecimentos bancários e em 7.807 veículos. Os demais números da operação são os seguintes:

- Boletins de Ocorrência registrados – BO/COP: 17;

- Prisões realizadas (exceto foragido e TC BM): 02;

- Termos Circunstanciados – TC – 03;

- Veículos autuados: 28;

- Veículos recolhidos: 12;

- Veículos recuperados: 01.


A Operação Caixa-Forte é realizada junto a estabelecimentos bancários e/ou que realizem transações financeiras, tem por objetivo de inibir a ocorrência de furtos, roubos a estabelecimentos bancários e demais delitos correlatos. A operação é realizada permanentemente, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, nos períodos de início e final de mês.

Fonte: PM-3/BM

Esquerda Palestina

> Declaración política de las fuerzas de la Izquierda Palestina

El día jueves 1 de enero del 2009 la dirección del Frente de Izquierda compuesta por el Frente Democrático para la Liberación de Palestina, el Frente Popular para la Liberación de Palestina y el Partido del Pueblo Palestino, se reunió para analizar el modo de enfrentar y resistir la criminal agresión sionista contra nuestro pueblo y declaró lo siguiente:

Continúa el brutal ataque contra nuestro pueblo, aumenta el número de mártires entre niños, mujeres y ancianos y se multiplica, indiscriminadamente, el derrumbe de casas sobre sus habitantes, a la vez, continúa la resistencia palestina representada en la unidad popular, con la participación de todas las organizaciones y brazos armados. Saludamos a nuestro pueblo, saludamos a los aguerridos luchadores.

Hoy el pueblo palestino escribe una página de gloria que demanda lealtad y responsabilidad ante estos sacrificios, así como responder a la urgente necesidad de consolidar la Resistencia y unir sus filas para poder enfrentar al agresor.

Reiteramos, una vez más, nuestros llamamientos para solucionar la división interna y convocamos al dialogo nacional para recuperar la unidad. En el día de ayer hemos recibido, de los hermanos, Mahmoud Abbas, presidente palestino e Ismail Haniyeh, respuestas positivas en este sentido. Acogemos con beneplácito la aceptación y disposición de ambas partes al dialogo y la reconciliación y de hacer prevalecer las contradicciones con el enemigo sionista.

Es tiempo de sangre y sacrificio; no es suficiente repetir palabras; se requieren hechos concretos, un movimiento urgente y pasos precisos y serios, que conduzcan al inmediato y deseado dialogo unido.

A los hijos de nuestro aguerrido pueblo

Mientras que hoy escriben el más valioso ejemplo de resistencia y sacrificio los convocamos a:

1- Llevar a cabo la coordinación en el terreno a través de un puesto de mando unido entre los diferentes brazos armados, sin excepción, para que se logre organizar la resistencia de forma unida frente al agresor.

2- Crear comités populares en los campamentos y barrios, en las ciudades y aldeas, que incluyen en sus filas a todas de las fuerzas políticas, organizaciones de la sociedad civil y personalidades nacionales que deseen colaborar, para que estas estructuras sean las que organicen todas las formas de solidaridad y socorro para los necesitados.

3- Dichos comités tendrán la tarea de coordinar y mantener la comunicación con la UNRWA y las sedes municipales y otras instituciones oficiales con el objetivo de unir el trabajo y garantizar el alto nivel de solidaridad y apoyo requerido.

Saludo a nuestro aguerrido pueblo
Gloria a los mártires!!
Victoria a la Resistencia!!

Partido del Pueblo Palestino
Frente Popular para la Liberación de Palestina
Frente Democrático para la Liberación de Palestina
1° de enero del 2009

Brasil de Fato

Brasil de Fato - de 1º a 7 de janeiro de 2009 – edição 305


Onde não há utopia, não há futuro


ENTREVISTA Para dom Pedro Casaldáliga, somente a

construção de um mundo só (e não dois ou três ou quatro)

poderá salvar a humanidade. Segundo ele, é utopia, mas uma

utopia “necessária como o pão de cada dia”




Nilton Viana

da Redação


DOM PEDRO Casaldáliga tem sido uma voz firme na defesa de que, para o socialismo novo, a utopia continua. E esclarece: a utopia de que falamos, a compartimos com milhões de pessoas que nos precederam, dando inclusive o seu sangue, e com milhões que hoje vivem e lutam e marcham e cantam. Para ele, esta utopia está em construção, somos operários da utopia.

Mesmo convivendo com o “irmão Parkinson”, como ele mesmo define a doença de Parkinson – uma enfermidade neurológica que afeta os movimentos da pessoa, causa tremores, lentidão de movimentos, rigidez muscular, desequilíbrio além de alterações na fala e na escrita – carinhosamente respondeu às nossas perguntas. E, nesta entrevista ao Brasil de Fato, Casaldáliga fala do “absurdo criminal de constituir a sociedade em duas sociedades de fato: a oligarquia privilegiada, intocável, e todo o imenso resto de humanidade jogada à fome, ao sem-sentido, à violência enlouquecida”. Defende que, hoje, só a participação ativa, pioneira, de movimentos sociais pode retificar o rumo de uma política de privilégio para uns poucos e de exclusão para a desesperada maioria. E adverte: o latifúndio continua a ser um pecado estrutural no Brasil

e em toda Nossa América.


Brasil de Fato – Como o senhor tem visto a devastadora crise que já afeta todos os países e principalmente a classe trabalhadora?

Dom Pedro Casaldáliga – Com muita indignação e revolta; com uma sensação de impotência e ao mesmo tempo a vontade radical de denunciar e combater os grandes causadores dessa crise. Esquecemos fácil demais que a crise fundamentalmente é provocada pelo capitalismo neoliberal. Irrita ver governantes e toda a oligarquia justificando que as economias nacionais devam servir ao capital financeiro. Os pobres devem salvar economicamente os ricos. Os bancos substituem a mesa da família, as carteiras da escola, os equipamentos dos hospitais...

Eu estava comentando ontém [19 de dezembro] com uns companheiros de missão que a avalanche de demissões acabará justificando uma avalanche de assaltos, por desespero. Está crescendo cada dia mais o absurdo criminal de constituir a sociedade em duas sociedades de fato: a oligarquia privilegiada, intocável, e todo o imenso resto de humanidade jogada à fome, ao sem-sentido, à violência enlouquecida. Fecham-se as empresas, quando não conseguem um lucro voraz, e se fecha o futuro de um trabalho digno, de uma sociedade verdadeiramente humana.


Como o senhor analisa o papel dos movimentos sociais frente à atual conjuntura?

Já faz um bom tempo que, sobretudo no Terceiro Mundo (concretamente no nosso Brasil, na Nossa América), se vem proclamando por cientistas sociais e dirigentes populares que hoje só a participação ativa, pioneira, de movimentos sociais pode retificar o rumo de uma política de privilégio para uns poucos e de exclusão para a desesperada maioria. Os partidos e os sindicatos têm ainda sua vez; devem conservá-la ou reivindicá-la. Sindicato e partido são mediações políticas indispensáveis; mas o movimento social organizado, presente no dia-a-dia do povo, é sempre mais urgente, como uma espécie de “vanguarda coletiva”.


Diante deste cenário, na sua avaliação, quais são as alternativas para os pobres do mundo hoje?

A alternativa é acreditar mesmo que “Outro Mundo é Possível” e se entregar individualmente e em comunidade ou grupo solidário e ir fazendo real esse “mundo possível”. O capitalismo neoliberal é raiz dessa crise e somente há um caminho para a justiça e a paz reinarem no mundo: socializar as estruturas contestando de fato a desigualdade socioeconômica, a absolutização da propriedade e a própria existência de um Primeiro Mundo e um Terceiro Mundo, para ir construindo um só Mundo, igualitário e plural. Com frequência respondo a jornalistas e amizades do Primeiro Mundo que somente a construção de um mundo só (e não dois ou três ou quatro) poderá salvar a humanidade. É utopia, uma utopia “necessária como o pão de cada dia”. Onde não há utopia não há futuro.


No próximo mês de janeiro o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) completa 25 anos. O senhor, como incansável defensor dos camponeses pobres e inspirador do movimento, vê hoje a luta pela terra de que maneira?


O MST completa, então, seus 25 anos de luta, de enxada, de poesia, de profecia ao pé da estrada e da rua. Segundo muitos analistas o MST está sendo o movimento popular melhor organizado e mais eficaz “de fato”. Sabe muito bem o MST que “a terra é mais que terra”, e por isso está se volcando, pertinaz, esperançado, na conquista comunitária da terra, na educação de qualidade, na saúde para todos, numa atitude permanente de solidariedade, em colaboração gratuita e fraterna com todos os outros movimentos populares.


Que mensagem o senhor diria hoje para os milhares de trabalhadores e militantes do MST espalhados por todo o país?

Os 25 anos do MST são uma data a celebrar, dando graças ao povo da terra e ao Deus da terra e da vida, reafirmando os princípios que norteiam o objetivo e a prática do MST. Recordando a palavra de Jesus de Nazaré: “não podeis servir a Deus e ao dinheiro”; não podeis servir ao latifúndio e à reforma agrária. O latifúndio continua a ser um pecado estrutural no Brasil e em toda Nossa América.


O senhor tem dito que “Para um socialismo novo, a utopia continua”. Quais devem ser os caminhos (ou o caminho) para seguirmos na construção desse socialismo novo e garantir sempre que a utopia continue?

Que o MST continue a ser um abanderado desse “socialismo novo” e de uma verdadeira reforma agrária e agrícola, inserido na Via Campesina, na procura e no feitio de uma nova América. Que mantenha viva e produtiva de esperança a memória dos nossos mártires, sangue fecundo, os melhores companheiros e companheiras da caminhada. Que siga entrando, plantando, cantando, contestando, com aquela esperança que não falha porque tem inclusive a garantia do Deus da Terra, da Vida, do Amor.



O latifúndio continua a ser um pecado estrutural

no Brasil e em toda Nossa América”

Pedro Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia


Operação Esforço Concentrado

Operação Esforço Concentrado efetua nove prisões e fiscaliza 13.880 veículos no RS
10/01/2009 15:36

A Secretaria da Segurança Pública, por meio da Brigada Militar, realizou nessa sexta-feira (09/01) mais uma edição da Operação Esforço Concentrado, que abrangeu 396 municípios gaúchos.
Durante as ações, desenvolvidas no período entre 12h e 18h, foram utilizados 1.231 servidores em 531 viaturas. Ao todo foram presas nove pessoas, sendo dois foragidos da Justiça, fiscalizados 13.880 veículos e um veículo recuperado que estava em ocorrência de furto e/ou roubo.

Confira os demais resultados da operação:

- Apreensões de armas: 01;
- Apreensões de CNH: 17;
- BO/COP elaborados: 26;
- Inspeções em bares: 132;
- Termos Circunstanciados – TC: 04;
- Veículos autuados: 436;
- Veículos recolhidos: 35;
- Estabelecimentos bancários fiscalizados: 384.

A Operação Esforço Concentrado têm por objetivo atuar na redução dos 12 indicadores de criminalidade, ocorrendo em dias e horários que não coincidam com as demais operações, e em locais de real ou potencial incidência dos indicadores, apurados por estudo estatístico continuado do Comando-Geral da Brigada Militar.

Fonte: PM3/BM

Casal Preso

Brigada Militar da Capital prende casal por tráfico de drogas
12/01/2009 11:23

Na madrugada desta segunda-feira (12/1), a Assessoria de Inteligência do 1° Batalhão de Policia Militar, da Capital, recebeu a informação de que na Rua Pinheiro Borda, bairro Cristal, havia um casal a espera de um táxi para deslocar ao centro.

No local, foi abordada uma mulher de 29 anos, portando 45 papelotes de cocaína, pesando aproximadamente 19 gramas. Seu companheiro, de 23 anos, ao visualizar os policiais militares, correu para sua residência e foi abordado e identificado, sendo localizado em seu poder quatro aparelhos celular sem procedência, R$ 555,00 em dinheiro, uma balança de precisão e uma sacola plástica com 5 quilos de uma substância em pó, de cor branca, substancia esta utilizada no preparo da droga. Foram conduzidos a 3ª DPPA, onde foram autuados em flagrante.

Fonte: Ascom BM

Tarde Esotérica

Tarde Esotérica = Boas Vindas!!! = 17.01.09 a partir das 14 hrs entrada: 1 kg de ração (para cachorro ou gato)Local: Espaço Viver AlternativoEndereço: Rua Ivaí, 162 - Tatuapé - São Paulo - SP (próximo ao metrô Tatuapé / travessa da Av.Celso Garcia)Programação:14:00- Abertura da Tarde de Palestras14:45- Bruxaria Italiana: diferentes visões de um caminho ancestral, comPietra di Chiaro Luna16:30- Abrindo a mente para outras dimensões, com David Ramadar18:15- Encantaria Mitológica - Hefesto: O Ártifice dos Deuses - com Lord A.: - participação especial: David Ramadar*Exposição de arte / artesanatopinturas, camisetas, jóias artesanais, livro das sombras, instrumentos mágicos e arte com couro e metal.*Binha Martins e Felipe Ruído com produtos Grande Arte*David Ramadar com Objetos Místicos contatos:email: contatos@viveralter nativo.com. brfone: (11) 3297-1715 sites:http://www.ruido. art.brhttp://www.grandear te.art.brhttp://www.viveralt ernativo. com.bracompanhe agenda de eventos pagãos:http://www.grandear te.art.br/ grandearte/ estudos_eventos. html<<<>>>

Liberdade Religiosa

Dia 21 de Janeiro – Dia Nacional de Mobilização Contra a Intolerância Religiosa e o RS Berço do Racismo e da Intolerância não pode ficar na inércia
A Marcha está crescendo, ganhamos apoio da CEUCAB-RS, AFRORITO, AFROBRAS, FUNDAÇÂO MOAB CALDAS, Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa, Gabinete da Vereadora Sofia Cavedon –PT-RS.
Precisamos colocar nas Ruas de Porto Alegre um número expressivo de Babalorixas, Iyalorixas, Omorixas e simpatizantes, bem como agregar outras religiões que pactuam do nosso mesmo sentimento de que “um mundo com tolerância e respeito é possível”.
Uma violência histórica foi impetrada contra o nosso povo, e esta é irreparável. Impuseram-nos uma religião, arrancaram os nossos nomes africanos colocando nomes cristãos, que nada tem a ver com nossa cultura e tradição, depois nos proibiram de entrar nas igrejas (tínhamos que ficar amontoados às portas). Proibiram nossa manifestação religiosa e fé e nossas práticas à Luz do dia, e agora, querem nos tirar a noite. Arrancaram-nos da nossa Pátria, tiraram-nos de nossas terras, e até hoje, nos negam o direito a territorialidade. Chega “deles” decidirem!
FORA RACISMO! FORA INTOLERANCIA RELIGIOSA! VIVA O ESTADO LAICO!VAMOS TOCAR TAMBOR, E A HORA É AGORA!
Dia 21 de janeiro acontecerá em Porto Alegre a I MARCHA ESTADUAL PELA LIBERDADE RELIGIOSA E PELA VIDA, e você tem que estar nela.
Quem tem ORI não Baixa a Cabeça!!!!
Baba Diba de Iyemonja
CEDRAB-RS – Congregação em Defesa das Religiões Afro Brasileira do RS

Mundo Bantu

MUNDO BANTU E RENASCENCA AFRICANA
O 8 DE JANEIRO, DORAVANTE, JORNADA INTERNACIONAL DOS POVOS BANTU
Foi a decisão, a menos traumatizante, tomada pelos administradores e Ministros da Cultura dos Estados membros do Centro Internacional das Civilizações Bantu durante as ultimas sessões estatutárias bem extraordinárias que tiveram lugar, recentemente, em Libreville; sendo uma das “sentenças” pronunciadas com firmeza, mas, naturalmente, com a necessária galanteria, a substituição da actual Directora Geral da instituição, a congolesa da margem esquerda, Marie-Helene Mathey-Booh.
Organizadas no hotel, bem nomeado Okoume Palace, hoje sob uma corajosa gerência panafricana, estampilhada Laico, essas reuniões, notavelmente, bem reguladas e estalas em um Conselho de Administração e uma Conferencia de Ministros, reagruparam representantes dos Estados membros da organização de cooperação cultural regional e uma dezena de peritos vindos de diversas estruturas e programas tais como a UNESCO, a Organização Internacional da Francofonia, o Centro Regional de Investigação e Documentação sobre as Tradições Orais e o Desenvolvimento das Línguas Africanas de Yaounde, o Festival Panafricano de Musica de Brazzaville, o Observatório sobre as Politicas Culturais Africanas de Maputo, as unidades de investigação da Universidade Omar Bongo de Libreville, tais como o Laboratório Universitário das Tradições Orais e o Centro de Estudos e de Investigação Afro-ibero-american os.
Notar–se-a que o historiador bantuista angolano, Simao Souindoula, foi convidado, especialmente, com perito, a esses encontros, pelo Vice Primeiro Ministro gabones, o Padre Paul Mba Abessole.
A cerimónia solene de abertura, ajuntada, das reuniões, teve lugar no digno auditórium do muito ecológico Ministério dos Recursos Florestais, sob uma generosa chuvarada, típica do pais adoptivo do bom Doutor franco – alemão de Lambarene, Albert Schweitzer, o bem merecido Premio Nobel de Paz, em 1965; sendo o Gabão, o território que regista a queda pluviómetrica a mais elevada do mundo.
O duo dos dois Vice-primeiros- ministros gaboneses, representando o rigoroso Primeiro-ministro, Jean Eyegue Ndong, constituído da respeitável Antoinette Dossou Naki e do Padre, líder politico, bem sublinhou, em substancia, e com todo o rigor necessário, - tom oficial, inabitual, no muito tolerante pais de Bongo Odimba – o carácter urgente das sessões convocadas.
Com efeito, para essas personalidades políticas do pais da sede da “Casa Bantu”, a convocação desses encontros foi tornada indispensável perante a não - realização desde …três anos, das reuniões perfeitamente estatutárias do CICIBA, incontornáveis órgãos de controlo e orientação da instituição.
PATRIMONIO INTANGIVEL
Em seguida, os trabalhos perseguiram- se, a porta fechada, no santuário bantu, tornado, do Okoume Palace, descontinuados, felizmente, de apaziguadores programas culturais.
O clarividente e, evidentemente, moralizador Padre, VPM, encarregado de Assuntos Culturais, confirmou, numa vigorosa introdução geral os “disfuncionamentos”, na realidade – meloso eufemismo técnico – para qualificar os penosos descarrilamentos na gestão administrativa e financeira que enfrentava a organização e a suicidaria morosidade registada na execução dos seus programas. Esta situação, intolerável, surgiu, paradoxalmente, num contexto marcado pela injecção – na sequência da fabulosa e irresistível escalada do preço do petróleo – de cerca de cinco milhões de dólares americanos nas contas da instituição durante os últimos três exercícios.
Esses esforços foram, particularmente, feitos pelo obrigado Gabão, pais da sede da organização, que honra, invariavelmente, 65% do orçamento do CICIBA, a actual, opulenta, Guine Equatorial, que ocupa a honorifica Direcção Geral Adjunta da organização sub-regional e o esfalfado Congo Kinshasa, dois países que foram obrigados a regularizar os seus pesados atrasos de contribuições.
Os Ministros, administradores e peritos internacionais examinaram, portanto, o funcionamento da instituição de Awendje, os actos de gestão administrativa e financeiros engajados, os movimentos de contas efectuados, a realização dos programas - ou do que ficaram – a instituição da Jornada Internacional dos Povos Bantu e o estado da cooperação internacional, singularmente, com a UNESCO.
A Conferencia dos Ministros, órgão supremo do Centro, decidiu, em última analise, de confiar o mandato, em curso da Republica Democrático do Congo, ao posto de Director Geral, a um outro quadro, originário deste grande Estado, espaço de forte criatividade artística; a diplomacia sub – regional encarregando- se do resto…
A instância soberana ordenou, igualmente, o despedimento imediato do duvidoso contabilista, inoportunamente, cidadão do Congo da margem esquerda, que fazia já objecto de uma medida de suspensão bem merecida da parte do Padre, Presidente do Conselho de Administração.
Os Ministros decidiram que uma auditoria, absolutamente independente, relativa a gestão administrativa e financeira da instituição seja empreendida, para o período de Julho de 2005 a Setembro de 2008, num prazo, impreterível, de quatro meses.
A apreciação relativa a esta inspecção será feita durante as próximas sessões ordinárias que terão lugar, em Julho de 2009, em Malabo, na exigente Guine Equatorial, Estado que assuma, actualmente, a Presidência da Conferencia Geral da organização sub – regional.
A reunião ministerial sugeriu, igualmente, a criação de um Comité ad hoc CICIBA/UNESCO que se encarregara de determinar as condições de implementação de um programa conjunto de cooperação relativo ao património intangível bantu.
GENETICA
Enfim, uma das resoluções tomadas, a mais reconfortante de todas, foi a institucionalização do 8 de Janeiro, como Dia Internacional dos Povos Bantu, em referência a data da assinatura, em Libreville, em 1983, da Convenção que criou o Centro Internacional das Civilizações Bantu.
Animadora coincidência, esta data corresponde, exactamente, as Jornadas das Culturas Nacionais de Angola e do Ruanda, mas também, dois dias antes, a festas de inicio de ano, « Fiestas de los Reyes », ao nível de diversas comunidades afro-americanas e afro- caribeanos.
Interrogado sobre os resultados desses cruciais encontros, Simão Souindoula, que foi durante longos anos, quadro da referida instituição, os considerou de positivos, apesar das medidas tomadas ter sido, relativamente tardias.
Com efeito, o rigor realçado no “Laico” permitira de efectuar, doravante, um casting científico, técnico e moral, mais exigente, dos Directores Gerais chamados a relançar, irreversivelmente, esta importante instituição cultural, de sanear a sua gestão, de entrever mais apoios internacionais a favor dos seus programas sobre a herança imaterial, que e essencial no mundo bantu, e, finalmente, de marcar, ao lado das outras celebrações, a dos povos locutores de línguas bantu, que constituem um dos fundamentos da construção da União Africana.
Esses falares, derivados do ur bantu, bantu comum ou proto-bantu, idioma não directamente atestado mas reconstruído por comparação, são, portanto, geneticamente aparentados; provocando, esta evolução, fortes convergências de carácter antropológico.
Os Bantu ocupam, hoje, o terço do continente e toda a sua metade insular, mas igualmente, a presença deles, antiga, e atestada na Ásia meridional, no Médio e Próximo Oriente, nas Américas e Caraíbas, consequência, para o essencial, da velha trata negreira em direcção ao Golfe Pérsico e os tráficos transatlântico e trans - Oceano Indico.
Trunfo político determinante, três regiões da estrutura federadora de Addis, quer dizer, a África central, austral e oriental, são bantu.
Constituem também cerca do terço da população melano – africana do mundo, espalhada desde o estuário do Rio de la Plata a Bacia de Mehrgarh, na Índia, passando pelos Grassfields nigerianos, o frontispício litoral semidesértico do Namib angolano, o Planalto sul-africano de Great Karoo, as terras vulcânicas do arquipélago dos Comores e a embocadura do Chebeli, a fértil Somália meridional.
E, a justo titulo, que bem consciente dos actuais desafios de civilizações, o filho de Ondimba e pai do CICIBA, decidiu, algumas horas, apenas, após as referidas reuniões excepcionais – medida incontestavelmente radical – de colocar, ao nível do seu pais, esta organização sob a própria tutela do seu Gabinete; sendo o objectivo “ aumentar a eficácia da acção do Centro e a fim de o permitir de jogar plenamente o seu papel de instituição de vocação regional e internacional”.
Para Simão Souindoula, este exemplar engajamento autoriza, sem dúvida, de considerar que a salvadora Renascença Africana passara, igualmente, pela necessária consolidação das civilizações bantu.
Por Johnny Kapela
Director da Comunicacao Cientifica
Rede Internacional Bantulink
C.P. 2313 Luanda (Angola)

Estratégia e Análise

ESTRATÉGIA E ANÁLISE
6ª, 09 de Janeiro de 2009- ISSN 00331983
O ataque de Israel e a administração Obama
Bruno Lima Rocha O ataque de Israel a Faixa de Gaza faz o mundo a se posicionar. Para opinar a respeito, o analista deve explicitar a sua posição. Sou a favor da criação de um Estado Palestino laico, com liberdade política e religiosa e viável. Ou seja, um país com plenos poderes sobre seu território, riquezas, fronteiras e população. Tal Estado é inviável tanto na extensão como na atual condição de controle que Israel impõe sobre os Territórios Ocupados em 1967, Gaza e Cisjordânia.
(leia mais...)


Estratégia & Análise: a política, a economia e a ideologia na ponta da adaga
Expediente
Editor Bruno Lima Rocha
Revisão, diagramação e envio, Felipe Fonseca e Lisandra Arezi
www.estrategiaeanal ise.com.br
Caixa Postal 1510
CEP: 94480970
Santa Isabel / Viamão / RS - Brasil
Fone: 55 51 9974 8052
Correio: blimarocha@gmail. com
msn: blimarocha@hotmail. com
skype: bruno.lima.rocha
estrategia_e_ analise_br@ yahoogrupos. com
Agradecemos a publicação deste artigo, sempre citando a fonte e solicitamos o favor de enviar para nosso endereço eletrônico o LINK da página onde o texto foi reproduzido. Gratos pela atenção, estrategia.analise@ gmail.com
Caso não queira mais receber os artigos, por favor, envie e-mail para estrategia.analise@ gmail.com

Moçambique

On Mon, 1/12/09, Associação de Investigação Científica de Moçambique (A wrote:
From: Associação de Investigação Científica de Moçambique (A Subject: Fwd: Scholarship AnnouncementTo: Date: Monday, January 12, 2009, 7:29 AM
Caros destinatários deste email,
1. A AICIMO deseja a todos os destinatários sucessos nos desafios que se colocam para o ano de 2009.2. Recebam anexos documentos que falam de oportunidades de formação (Bolsas de Estudo). Estas oportunidades podem constituir soluções para aqueles nossos destinatários que nos solicitam bolsas dentro do País. Estudem com detalhes os documentos e correspondam directamente através dos endereços indicados nos formulários disponibilizados. Agradecemos ao Dr. Adriano Júnior pela colaboração.
Atenciosamente,
--Patrício SandePresidente Associação de Investigação Científica de Moçambique (AICIMO)(Instituição de Adesão de Moçambique à ICSU - International Council for Science, desde 1999)Sede: Av. Acordos de Lusaka No. 2115 (recinto do MICOA)Fax: (258-21) 759194 (Casa)email alternativo: aicimo@tdm.co. mzC. P. No. 4562MAPUTO - MOÇAMBIQUE

Massacre do Povo Palestino

Companheiros da imprensa,
A CUT Regional Zona da Mata/MG realizará um ato contra o massacre do povo palestino, conforme convocação abaixo, enviada aos sindicatos.
Gostaríamos de contar com a cobertura da imprensa para darmos maior divulgação e conscientizaçã o à população local.
Saudações,
Péricles.
ATO PÚBLICO CONTRA O MASSACRE DO POVO PALESTINO A CUT REGIONAL ZONA DA MATA/MG CONVOCA TODOS OS DIRIGENTES SINDICAIS CUTISTAS PARA O ATO DE REPÚDIO AO MASSACRE DO POVO PALESTINO PROMOVIDO POR ISRAEL.
DATA: 10/01/08 (SÁBADO) LOCAL: CALÇADÃO DA RUA HALFELD (Em frente ao Banco do Brasil) HORÁRIO: A PARTIR DAS 10h30min
A Central Única dos Trabalhadores (CUT-Brasil) ,vem a público externar sua posição de solidariedade ao povo palestino diante dos criminosos ataques que vem sofrendo por parte do Estado de Israel desde 27 de dezembro passado.
A CUT exige o fim imediato da invasão terrestre da Faixa de Gaza, o fim dos bombardeios e do bloqueio que impede a chegada de ajuda humanitária e submete 1,5 milhão de palestinos residentes no enclave à falta de água, de luz e de alimentos.
A agressão sionista já provocou mais de 600 mortos na população civil, muitos deles crianças, mulheres e anciãos. Saudações CUTistas,
CUT REGIONAL ZONA DA MATA/MG Péricles de Lima - (32) 8886-5671 Presidente ENERGIA É SOBERANIA - E É NOSSA!!O PRÉ-SAL É DO POVO BRASILEIRO!PELO CONTROLE ESTATAL E SOCIAL DAS RESERVAS DE PETRÓLEO E GÁS.
----- Original Message -----
From: CUT Minas Gerais
From: CUT Regional __._,_.___

Educação Afro-Indigena

Estamos coletivizando a leitura do artigo"Educaçã o Afro-índigena:caminhos para construção de uma sociedade igualitária" do Alexandre BragaEm breve está disponível em: www.espaçoacademico. com.br revista da Universidade Estadual de MaringáPara quem desejar solicitar envio pelo email:bragafilosofia@ yahoo.com. br

Associação Negra

Associação de Defesa da Comunidade Negra
120 anos da abolição dos escravos no Brasil
Liberdade – Igualdade – Fraternidade
Profº Jackson Barbosa não resta dúvida que sua pergunta conforme abaixo foi bem respondida pelo irmão Gaspar Reis de Bauru , quando se envolvemos com o nome e imagem do negro devemos adotar o caráter , ou seja, a boa conduta , porque adotar os princípios socialmente aceitos ou não é o que caracteriza um cidadão ou um grupo .
Vossa Senhoria como Engenheiro que também é, sabe que tudo progride neste mundo e desenvolve, mas o respeito as normas técnicas não pode faltar , seja na construção de uma obra ao desenvolvimento de uma maquina o que não deixa de ser diferente quando tratamos de Valorização da População Negra .
Aproveito a oportunidade para apresentar um caso verídico , não há nada contra partido nenhum , mas sim mostrar quando o principio de uma pessoa que não denota bons costume ou boa conduta , segundo os preceitos socialmente estabelecido pela sociedade , forma de agir que além de prejudicar a humanidade , no caso a honra e a moral da Comunidade Negra , vejo a obrigação de relembrar porque se trata de situações , que como esta em termos nacional já começa a ganhar transparência como não mais aceito.
Aconteceu em Santos , tem como protagonista a militante do Partido dos Trabalhadores Alzira Rufino da Casa da Cultura da Mulher Negra , a qual secolocando como dona da Comunidade Negra , perante a imprensa registrou o seguinte :
“...Enquanto os próprios representantes da raça não assumirem de fato a luta em defesa dos negros, não há muito a comemorar...”
A militante dirigiu suas palavras a uma Comissão de Vereadores da Câmara Municipal de Santos que tratava da organização dos interesses da Comunidade Negra e não com o interesse de defender o negro e sim de impor interesse pessoal e do grupo que comanda .
A verdade ficou clara no direito de resposta .
A vereadora Suely Morgado que é de seu mesmo partido , apresentou como resposta o seguinte :
“...A posição é descabida, só posso atribuir essa declaração como sendo fruto dessa divergência de opinião interna motivada pelo personalismo exacerbado daqueles que querem se fazer passar como único representante da comunidade negra em Santos...”
O Vereador Manoel Constantino atualmente líder do Prefeito Municipal e participante da Comissão rebateu a acusação expondo o seguinte :
Meus avós maternos eram índios e os paternos, holandeses brancos. Eu procuro defender, em meus projetos, toda a comunidade geral, meus país tinham olhos azuis...”
O terceiro vereador Martinho Leonardo que é preto na cor , não respondeu, através de sua esposa registrou o seguinte :
“..Ele não vai falar sobre este assunto...”
Portanto , fica provado, como expôs o Gaspar Reis , que o caráter é necessário para a participação em sociedade , não adiantará termos a maioria vereadores ou intelectuais negros se não estiverem ligados na questão técnica atuando com caráter e respeito a coletividade em geral , pensando só em si e no grupo que lhe da sustentação ilegal .
Tudo neste mundo desenvolve, fundamentado nesta verdade é que desenvolvemos a Produção de Cultura Negra de Santos para integração no Processo Político , Econômico Social e Cultural, ajudando na implantação da nova Cultura que o Estado Brasileiro chama de Igualdade Racial , no desenvolvimento do trabalho , na busca dos recursos humanos , independe de ser negro ou branco e sim que saiba que estamos voltados tendo como lição de casa a norma técnica institucionalizada como Programa Nacional da Cultural e que não adiantará ficar copiando e imitando, ignorando o direito de quem consideram indesejável , com certeza agindo assim , o núcleo enganador uma dia desmoronará como desmoronou aquele prédio no Rio feito em proporção maior só de areia .
Fomentar idéia afirmativa que busque a verdade evidenciando a formas de discriminação e preconceito enraizado nas pessoas negras que alegam nos defender mas , fazem o contrário , pode notar que pelas manifestações aqui em nossos e-mail as pessoas , faz expor no fundo que não aceitam mais , fortalecer e articular com os interessados, sejam negros ou brancos de partido ou não , se firmar na produção em formação dos recursos humanos , sem se colocar como acovarde a nenhum ser humano é o que devemos ter em mente .
Portanto , se a questão é Valorização da População Negra dentro do Processo de Igualdade temos que respeitar as normas técnicas e qualquer outra pessoa envolvida, a expressão jamais pode ficar sem ser dirigida para exploração e a formação da força humana , enaltecimento do grau como grupo honesto .
Como Produtor de Cultura Negra de Santos agradeço a todos que vem se colocando como prova que realmente nossa cidade faz jus a Referência Nacional , até porque , ao representar , embora os obstáculos aparecem, elevo a expressão pessoal voltada para atender e de fato a Comunidade Negra de Santos e ao mesmo tempo do Brasil e não somente visando atender o interesse pessoal e de grupo privilegiado, onde encontro a felicidade , mesmo que seja de forma lenta , de fazer chegar até o espírito da sociedade brasileira , sejam negros ou brancos , participante ou não do movimento negro , conseqüentemente de sentir o prazer que de fato promovo a existência do Programa Nacional da Cultura .
Mais uma vez agradeço aos que vem se manifestando, que vejo como importância porque assim com a minha paixão venho encontrando a união que tenho em maior parte o reconhecimento da Comunidade Negra de Santos , inclusive do Poder Público Municipal, embora ainda não tenho vencimento , o que da a certeza que venho concretizando a Grande Paz , sonho e ideal que em termos de População Negra do Brasil quando se trata de participação no processo Político , Econômico e Social ainda é desconhecido estarealidade.
Profº Jackson A GENTE AMA O QUE FAZ, CONTINUAMOS O LEGADO DE QUINTINO DE LACERDA HERÓI DA ABOLIÇÃO.

Luiz Otávio de Brito
Presidente
Produtor de Cultura Negra
*****

De: Gaspar Reis Moreira Para: "Prof. Jackson Barboza" Cc: afrodescendentesant os@yahoo. com .brData: Segunda-feira , 5 de Janeiro de 2009, 13:47
Assunto: Re: REFERÊNCIA NACIONAL

Prezados: O Poder legislativo de Bauru elegeu em 2008: vice-prefeita Estela Almagro(PT) , Roque José Ferreira(PT) sindicalista e membro do Movimento Negro de longa data e Luiz Carlos Bastazini(PP), para uma plenária de 16 cadeiras.

Todavía, quando nós negros conscientizarmos que temos representatividade, poderemos estar com maior de legisladores negros e futuro como Prefeito Municipal de Bauru.

Esclareço ainda , que a nível de secretariado municipal não foi oportunizado para profissional negro, sendo que ocorrerá a nível de 2º escalão, verifica-se temos muitos profissionais negros gabaritados para exercerem qualquer cargo no Secretariado municipal.

" Não se mede o valor do ser humano, pela sua aparência sexo, cor, posição social e pelos bens materiais que possue...........

O verdadeiro valor do ser humano é o carater, suas idéias e a nobreza dos seus ideiais."

Feliz 2009 para todos(as) !
Um braço do tamanho da Àfrica.

Gaspar Moreira
Bauru/SP
*****

2009/1/4 Prof. Jackson Barboza <jacksonbarboza15100 @uol.com. br>
Gostaria de aproveitar os e-mails trocados e fazer uma pergunta a vocês de Bauru e Santos a titulo de curiosidade.
Quantos vereadores negros foram eleitos nas eleições de Outubro de 2008 nestas respectivas cidades e quantas cadeiras compõem a Câmara Municipal destas cidades.
Agradeço desde já as informações que serão prestadas.
Prof.Engº. Jackson Barboza
UNIDOS PELA EDUCAÇÃO E JUSTIÇA SOCIAL
Eleições/2010
VOTE 15100

Poeta se despede


MEMÓRIA
O poeta se despede
Morto em 1º de janeiro, aos 67 anos, o professor rosariense Oliveira Ferreira da Silveira foi um dos precursores do movimento negro no país

Em conto publicado na antiga Revista ZH, em 1972, o professor Oliveira Ferreira da Silveira nos apresentou Zumbi e o colocou a subir o morro de uma vila de Porto Alegre. Revólver em punho, polícia nos calcanhares, a fuga pelos vãos dos casebres, ele chega em casa e é desarmado pelo filho: “Pai, tu veio!”. Mas Zumbi, perseguido, tem de seguir o rumo. Esgueira-se por vielas e alcança um casario pobre, olha em volta, vê negros prontos para o trabalho, brancos de macacões sujos, lusco-fuscos de capacetes de operários, garotos ranhentos e se dá conta, desconfiado, isso aqui é um quilombo.Conto raro, esse. Afinal, a especialidade de Oliveira sempre foi o verso e, assim, é reverenciado como um dos mais expressivos poetas negros brasileiros. Pois o professor morreu no primeiro dia do ano, abatido por um câncer, aos 67 anos de idade. Logo ele que aprendeu a ser um resistente na localidade de Touro Passo, zona rural de Rosário do Sul, fronteira com o Uruguai.Em torno do fogão, no pequeno sítio da família, o garoto Oliveira ouvia histórias de campanha e se intrigava com os causos dos negros rebeldes das charqueadas e das fazendas que escapuliam pelos matos em busca de liberdade. Devia ser intrigante mesmo, fugir do ferrolho, do castigo, da carga, da vida de escravo.O garoto cresceu, formou-se em Letras na UFRGS, digeriu os causos que o deixavam vidrado na cozinha do sítio e tornou-se poeta. Mais: vasculhou bibliotecas e arquivos e, outra vez, prostrou-se intrigado diante da ausência completa de heróis negros na história. Então Oliveira, um cara esguio e de sorriso fácil, fala mansa, cabelo grisalho desde cedo, que timidamente divulgava suas publicações em rodas de amigos, que esticava os olhos para as moças da Esquina Democrática na Rua da Praia, pois bem, Oliveira Silveira apeou do trono a Princesa Isabel e sua Abolição de 13 de maio.Entronou Zumbi e a data de 20 de novembro. Ele e o grupo Palmares, numa espécie de prenúncio do movimento negro que surgiria mais tarde, lançaram em 1971 a ideia que se alastrou para todo o país. Em 1978, 20 de novembro se transformou no Dia Nacional da Cons­ciência Negra.Oliveira pediu um café com leite no Mercado Público, tomou o ônibus para a Assis Brasil, na zona norte de Porto Alegre, e, em casa, num apartamento em que, juram, livros, jornais e recortes sobem pelas paredes, ele rabiscou novos poemas. Foram 10 livros publicados, a maioria em coletâneas, os escritores negros são muito próximos. Assim nasceram Germinou (1962), Poemas Regionais (1968), Banzo, Saudade Negra (1970), Décima do Negro Peão (1974), Praça da Palavra (1976), Pelo Escuro (1977), Roteiro dos Tantãs (1981) e Poema sobre Palmares (1988), além de antologias como aquela editada na Alemanha em 1988, e nos Estados Unidos, em 1993. Os alemães deram atenção a um poema:Encontrei minhas origensem velhos arquivos, livrosEncontrei em malditos objetostroncos e grilhetasencontrei minhas origensno lesteno mar em imundos tumbeirosencontrei em doces palavras, cantosem furiosos tambores, ritosencontrei minhas origensna cor de minha pelenos lanhos de minha almaAssim, dizem, o professor que dava divertidas aulas de português e literatura no Colégio Cândido Godói enfileirou-se com outros poetas brasileiros como Oswaldo de Camargo e Cuti – e por aí se encaminha o gaúcho Ronald Augusto.O jeito Oliveira de produzir também era um causo. Criterioso, detalhista, sem nenhuma pressa na vida, em fase de impressão de seus livros, ele costumava se imiscuir entre os gráficos, acompanhava de cima cada processo e não raro suspendia tudo para repensar um simples verso ou uma frase.Durante 40 anos, os grisalhos do Oliveira serviram de referência na Capital. Era assim nas reuniões infindáveis da revista Tição, final dos anos 70 e início dos 80. Ao final dos encontros, Oliveira tomava um “refri”. Era a única extravagância que ele se permitia.POEMASPELO ESCURO(fragmentos) Sou a palavra cacimbaprá sede de todo mundoe tenho assim minha almaágua limpa e céu no fundo.Meu canto é faca de charquevoltada contra o feitordizendo que minha carnenão é de nenhum senhor.Sou quicumbi e moçambiqueno compasso do tambor.Sou um toque de batuqueem casa de gege-nagô.Sou a bombacha de santo,sou o churrasco de Ogum.Entre os filhos desta terranaturalmente sou um.(...)No sul o negro charqueoulavroucarreteouno sul o negro remouteceuo diabo a quatroo negro no sul congoubumboubatucoua negra no sul cozinhoulavoudiabo a quatrono sul o negro brigouguerreouse libertouquer dizer: ainda se libertade mil disfarçadas senzalasprisõesdiabo a quatroonde tentam mantê-lo agrilhoado.MÃO-DE-PILÃOÁgua no oco,palha, grão.Soca, soca,Mão-de-pilão.Longe que é, longe que ficae a mão-de-pilão esmurrando acangica.Longe que é, longe que ficae a mão-de-pilão tocando cuíca.Água no oco,palha, grão.Soca, soca,mão-de-pilão.Socando, socando aos sol damanhã,o eco na serra parece tantã.Bate, bate... pra quê bate tanto?Longe tão longe que não adianta.Água no oco,palha, grão.Soca, soca,mão-de-pilão. jones.silva@zerohora.com.brJONES LOPES DA SILVA
Fonte: Zero Hora