Rádio WNews

quinta-feira, 4 de março de 2010

Destaque do Dia







Yeda Crusius palestra durante reunião-almoço da CIC de Caxias do Sul
A governadora Yeda Crusius, durante reunião, no gabinete da presidência da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), com políticos e empresários da região de Caxias do Sul.


Local: Caxias do Sul - RS
Data: 01/03/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33591

Yeda Crusius visita Regional do Detran de Caxias do Sul
A governadora Yeda Crusius, acompanhada(C) do diretor-presidente da Procergs, Ademir Piccoli, durante visita à nova regional do Detran/RS em Caxias do Sul.


Local: Caxias do Sul - RS
Data: 01/03/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33583

Yeda Crusius inaugura escola no Distrito de Fazenda Souza em Caxias do Sul
A governadora Yeda Crusius, acompanhada dos secretários da Educação, Ervino Deon, e de Obras Públicas, José Carlos Breda participa da solenidade de inauguração de Escola Estadual de Ensino Médio Fazenda Souza, no Distrito de Fazenda Souza, em Caxias do Sul. Presentes o prefeito de Caxias do Sul, José Ivo Sartori, e o deputado federal, Ruy Pauletti(D).

Local: Caxias do Sul - RS
Data: 01/03/2010
Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
Código: 33588

Yeda Crusius inaugura escola no Distrito de Fazenda Souza em Caxias do Sul
A governadora Yeda Crusius fala para alunos da nova Escola Estadual de Ensino Médio do Distrito de Fazenda Souza, em Caxias do Sul, que foi inaugurada hoje.

Local: Caxias do Sul - RS
Data: 01/03/2010
Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
Código: 33593

Yeda Crusius inaugura escola no Distrito de Fazenda Souza em Caxias do Sul
A governadora Yeda Crusius conversa com o prefeito de Caxias do Sul, José Ivo Sartori, juntamente com os secretários estaduais de Educação, Ervino Deon, e de Obras Públicas, José Carlos Breda, no Laboratório de Informátca da nova Escola Estadual de Ensino Médio no Distrito de Fazenda Souza, em Caxias do Sul.

Local: Caxias do Sul - RS
Data: 01/03/2010
Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
Código: 33598

Yeda Crusius palestra durante reunião-almoço da CIC de Caxias do Sul
A governadora Yeda Crusius, e o presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul(CIC), Milton Corlatti, durante a reunião-almoço na sede da Câmara, no município.

Local: Caxias do Sul - RS
Data: 01/03/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33585

Aulas de Inglês















AULAS DE INGLÊS
FILOMENO ISSENGUEL
PROFESSOR & TRADUTOR DE INGLÊS PELA UFMG
CONTATO: (031) 3582-3042 / 87183042
Skype: Filomeno Issenguel
Email: issenguel@yahoo. com.br
Logo: Aprenda Inglês e Conheça o Mundo
POS-GRADUANDO EM INGLÊS - UFMG



--- Em ter, 2/3/10, Arlindo ISABEL ISABEL escreveu:


De: Arlindo ISABEL ISABEL
Assunto: nasce a MAYAMBA -INAUGURAÇÃO E LANÇAMENTO DO 1.º LIVRO, DIA 5 DE MARÇO, SEXTA-FEIRA - LER É DESVENDAR O MUNDO
Para: "SALOMBONGO ARLINDO"
Data: Terça-feira, 2 de Março de 2010, 3:42








CONVITE:


No próximo dia 5 de Março, Sexta-feira, pelas 18H00, na União dos Escritores Angolanos, apresentação do Projecto Editorial Mayamba Editora – com o lançamento do primeiro livro intitulado UM ANO DE VIDA (crónicas), de Luís Fernando.
Será, pois, uma grande honra, ver-vos entre a assistência.

Sintam-se, POIS, todos convidados.

MAYAMBA – LER É DESVENDAR O MUNDO.

ARLINDO SIABEL

912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008 912 203 008


SOBRE O LIVRO:



Este livro traz-nos as crónicas publicadas pelo autor ao longo de um ano no Suplemento VIDA do Seminário O País, de 14 de Novembro de 2008 a 13 de Novembro de 2009. Elas reflectem a observação atenta de Luís Fernando sobre nosso quotidiano, das nossas ditas e desditas, que como o próprio nos diz “recordei episódios, pessoas, situações e lugares, com um propósito que permaneceu sem mudar: trazer, para a partilha, o humor que adocica a vida, mesmo que não o consiga algumas vezes”.



“Luís Fernando é um escritor emprestado, sem retorno, a um jornalismo que só pode ser profissional, na acepção responsável e criativa do termo, porque a sua trajectória diz tudo. (…)

Um aviso: a estratégia narratológica de Luís Fernando, facilitada por uma hábil selecção dos factos narrados, poderá confundir o leitor menos atento, se conferir as crónicas um mero exercício textual que exalta, de forma simplista, o humor, o burlesco e o pitoresco. Nada mais falso. As crónicas fernandinas, para além de pedagógicas na denúncia e tipificação de comportamentos, estão contagiadas por uma forte dose de crítica social, e, da sua leitura, é possível conhecer a história de Angola mais recente.

“O homem da CIA”… e “O homem do tirador” são dois dos variados exemplos que transcorrem a compleição textual deste “Um ano de vida”.”

Surreal no tratamento dos temas que aborda, o maravilhoso fantástico percorre sempre a sua escrita.



Jomo Fortunato,

in prefácio

Colecção: Nzadi

Público alvo:

Estudantes de jornalismo. Amantes da literatura, fãs deste reconhecido autor angolano

ISBN 978-989-8370- 00-6

Formato: 13,5 x 210 cm

Nº páginas: 156

Preço em Kz: 1.200,00

____________ _________ _________ ___



SOBRE O AUTOR

Nasceu na aldeia de Tomessa, Uíge, em Outubro de 1961. Fez outros estudos na cidade do Uíge e em Cuba, onde se licenciou em jornalismo pela Universidade de Havana.

Jornalista desde Julho de 1978. Teve passagens pela Rádio Nacional de Angola e Jornal de Angola. Colaborou com a Voz da Alemanha, Jornal Desportivo Militar (JDM) e o extinto jornal O Diário, de Portugal.

Desde 2008 ligado ao semanário O PAÍS.



A sua obra:

· Noventa Palavras (1999)

· A Saúde do Morto (2002)

· Antes do Quarto (2004)

· Clandestinos no Paraíso (2006)

· A Cidade e as Duas órfãs Malditas (2008)

Filas de Banco

Ministério Público cobra fiscalização sobre tempo em filas de bancos

Segundo o promotor, multas devem ser aplicadas para as agências que descumprirem a lei

O Ministério Público (MP) de Vacaria enviou um ofício à Prefeitura pedindo ao poder executivo uma atenção maior no que se refere às fiscalizações da lei que regulamenta o tempo de espera em filas de banco e a concessão de alvarás para bares e similares.
De acordo com a legislação em vigor no município desde 2007, o atendimento bancário deve ser feito em até 15 minutos em dias normais, 30 minutos nos dias de pagamentos dos funcionários públicos municipais, estaduais e federais, de vencimento de contas de concessionárias de serviços públicos e de recebimentos de tributos, véspera ou após feriados prolongados e em até 20 minutos nas segundas e sextas-feiras.
Segundo o promotor, Luiz Augusto Gonçalves Costa, enquanto não houver a aplicação de multas para as agências bancárias que estão descumprindo a lei, os clientes continuarão sendo desrespeitados. Ele defende que haja uma fiscalização maior para o cumprimento do tempo estabelecido para o atendimento.
Em entrevista à Rádio Fátima o fiscal da Prefeitura, Daniel de Oliveira Boeira informou que as atividades de fiscalização nos bancos têm sido desenvolvidas mensalmente. Também salientou que qualquer pessoa da comunidade poderá fazer denúncias e reclamações junto ao setor. Para isso, é necessário que seja apresentado um documento que comprove o descaso do banco com o atendimento ao público, neste caso, a senha pode ser apresentada como comprovante.
Já quanto aos alvarás, o fiscal explicou que a prefeitura realiza a liberação desde que haja a apresentação dos documentos necessários. Caso haja alguma infração posterior não é responsabilidade do poder público municipal aplicar penalidades.


Tags: Filas, bancos, Ministério público, fiscalização
Rádio Fátima AM (Jornalismo), 04/03/2010, 08h09

Protesto Termina em Confronto


Protesto termina em confronto

Mobilização bloqueou trânsito e terminou contida pelo pelotão da Brigada Militar
Crédito: ricardo Düren / especial /cp
Mobilização bloqueou trânsito e terminou contida pelo pelotão da Brigada Militar
Crédito: ricardo Düren / especial /cp


O confronto entre o pelotão de choque da Brigada Militar (BM) de Santa Maria e produtores ligados ao Movimento dos Pequenos Agricultores deixou cinco pessoas feridas com escoriações leves na manhã de ontem em Rio Pardo. O conflito ocorreu na BR 471, quando os manifestantes dirigiam-se para o parque onde ocorre a Expoagro Afubra. A BM negou que os ferimentos tenham sido provocados pelos disparos de balas de borracha. Conforme o capitão Rodrigo Sartori, os tiros foram efetuados para o chão ou, no máximo, na altura das pernas. Ele negou que os membros do pelotão da Brigada tenham provocado ferimentos no nariz de uma agricultora.

Conforme o coordenador do MPA Leandro Noronha, o movimento contou com 2 mil agricultores e buscou pressionar pelo aumento no preço do tabaco. Os produtores bloquearam o trânsito no viaduto da RSC 471 formando congestionamento.








--------------------------------------------------------------------------------

RURAL > correio@correiodopovo.com.br

Colorado Goleia Santa Cruz


Colorado arranca com goleada

O contestado Alecsandro deixou a sua marca duas vezes na goleada por 4 a 1 sobre o Santa Cruz
Crédito: CRISTIANO ESTRELA
O contestado Alecsandro deixou a sua marca duas vezes na goleada por 4 a 1 sobre o Santa Cruz
Crédito: CRISTIANO ESTRELA
FABRÍCIO FALKOWSKIN | fabricio@correiodopovo.com.br

Jogando no estádio Beira-Rio, o time colorado, todo formado por titulares, não deu qualquer oportunidade ao Santa Cruz. Venceu, ontem, por 4 a 1, em ritmo de treino. Até o gol do adversário foi marcado pelos colorados: Bolívar fez contra, ainda no primeiro tempo. O jogo marcou a estreia do time no returno do Campeonato Gaúcho. Domingo, o compromisso é em Ijuí, diante do São Luiz.

O Inter jogou fácil, como se estivesse sozinho. O clima de treino foi realçado pelo baixo público no Beira-Rio e o calor. Por isso, o gol não demorou a sair. Aos 15 minutos, Kleber cobrou falta, sofrida por Giuliano instantes antes, e meteu a bola no ângulo, sem dar chance de defesa para Cássio.

Ainda no primeiro tempo, mesmo sem fazer por merecer, o Santa Cruz empatou. Fabiano cruzou a bola para a área, Bolívar se atrapalhou e mandou para as redes encobrindo o goleiro Abbondanzieri. "Acontece com quem está lá dentro", lamentou o zagueiro. Mas o empate não perdurou muito tempo. Aos 42, Alecsandro recebeu passe de Giuliano e, no bico da pequena área, fulminou Cássio.

Na segunda etapa, o Inter ampliou para 3 a 1 logo aos 9 minutos. Giuliano driblou dois defensores do Santa Cruz e chutou colocado, marcando um golaço. Em seguida, aos 10, Evilásio cabeceou para o gol colorado, obrigando Pato a fazer sua primeira intervenção.

Jorge Fossati, percebendo o resultado cristalizado, fez algumas trocas. Aos 24 minutos, Índio entrou na vaga de Nei, alterando o esquema para o 4-4-2. Em seguida, aos 32, entraram D''Alessandro, recuperado de lesão, assim como o zagueiro, e Taison.

Aos 35, Alecsandro foi derrubado por Glauber quando invadia a área. Ele mesmo cobrou o pênalti e marcou o quarto gol colorado. "Vencemos e isso foi o mais importante, principalmente por ser na estreia no segundo turno. A tendência é crescer", avaliou Kleber.

INTERNACIONAL 4 X 1 SANTA CRUZ

Inter: Pato Abbondanzieri; Bolívar, Sorondo e Juan; Nei (Índio), Sandro, Guiñazu, Giuliano e Kleber (Taison); Edu (D''Alessandro) e Alecsandro. Técnico: Jorge Fossati.

Santa Cruz: Cássio; João Lima, Vinícius e Glauber; Fabiano, Breno, Éder Lazzari, Willian Paulista (Edson), e Rigo (Guilherme); Evilásio e Flavio Guilherme (Murilo). Técnico: Mazzaropi.

Arbitragem: Francisco Silva Neto, auxiliado por José Otávio Bitencourt e Carlos Alberto Bittencourt.

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Público: 6.031 (5.243 pagantes).

Renda: R$ 64.040,00.








--------------------------------------------------------------------------------

ESPORTES > esportes@correiodopovo.com.br

Grêmio Vence Avenida


Vitória na largada

Maylson (11) festeja o primeiro gol do Grêmio marcado a 1 minuto de jogo na vitória de 3 a 1 em Santa Cruz
Crédito: pedro revillion
Maylson (11) festeja o primeiro gol do Grêmio marcado a 1 minuto de jogo na vitória de 3 a 1 em Santa Cruz
Crédito: pedro revillion
JOÃO PAULO FONTOURA | jpfontoura@correiodopovo.com.br

O Grêmio começou o segundo turno do Gauchão como terminou o primeiro, ou seja, vencendo com dificuldades. A equipe mista escalada pelo técnico Silas derrotou o Avenida por 3 a 1, ontem, em Santa Cruz do Sul, na primeira rodada da Taça Fábio Koff.

Logo no primeiro minuto de partida, o Grêmio abriu o placar. Jonas lançou Maylson que dominou e, com categoria, desviou na saída do goleiro, fazendo 1 a 0. Aos 13, o estreante Edílson fez boa investida pela direita e chutou cruzado com força no canto direito de Vandré, ampliando o marcador. A vantagem tricolor no placar, entretanto, não era fidedigna com o jogo. O Avenida era quem pressionava e criava as melhores chances, mas esbarrava nas defesas de Victor. Até que aos 38, ele não teve como salvar a zaga, que mesmo mudando de nomes, repetiu as falhas da titular. Fábio Pinho aproveitou uma bola afastada por Mário Fernandes e mandou uma bomba no ângulo de Victor.

"Tomamos o gol em uma falha nossa e o jogador foi muito feliz também no chute", reconheceu o goleiro do Grêmio.

Na segunda etapa, Silas colocou Adílson no lugar de Fábio Rochemback para dar maior poder de marcação no meio campo. A mudança surtiu efeito e o Avenida não conseguiu achar os mesmos espaços.

Na oportunidade que recebeu como zagueiro, Mário Fernandes mostrou desenvoltura. Aos dez minutos, ele desarmou dentro da área gremista e atravessou o campo esbanjando saúde, mas errou a conclusão já dentro da área adversária.

O Avenida tentou empatar na bola parada, mas Victor mostrou segurança em dois arremates de Cassel. O gol da tranquilidade, saiu em mais um jogada pela direita de Edílson. O lateral foi à linha de fundo e cruzou para Jonas que, livre dentro da pequena área empurrou para o gol vazio e fez 3 a 1 para o Grêmio.

AVENIDA 1 X 3 GRÊMIO

Avenida: Vandré; Diego Eli, Rudi, Cassel e Marciel (Emanuel); Bocha (Valdiran), Diego Martins, Fábio Pinho (Kelson) e Cinval; Miro Bahia e Alê Menezes. Técnico: Paulo Henrique

Grêmio: Victor; Edílson, Mário Fernandes, Rodrigo e Bruno Collaço; Willian Magrão (Fernando), Rochemback (Adílson), Maylson e Hugo; Jonas e William (Mithyuê); Técnico: Silas.

Árbitro: Márcio Chagas da Silva

Cartões amarelos: Mário Fernandes, Rochemback e Fernando (G) e Bocha e Diego Martins. (A)

Local: estádios dos Eucaliptos








--------------------------------------------------------------------------------

ESPORTES > esportes@correiodopovo.com.br

Inter Goleia Santa


Inter goleia Santa Cruz


Crédito: CRISTIANO ESTRELA

Crédito: CRISTIANO ESTRELA


Giuliano fez um e Alecsandro, dois gols nos 4 a 1





Fonte: Correio do Povo

Polícia Afirma que Eliseu Sofreu Assalto


Polícia garante: morte de Eliseu foi em assalto
Exame de DNA revela suspeito. Dois outros são procurados

Vectra que teria sido utilizado no assalto a Eliseu Santos foi encontrado queimado no Santuário das Mães, em Novo Hamburgo, e apresentado ontem pela Polícia
Crédito: PAULO NUNES
Vectra que teria sido utilizado no assalto a Eliseu Santos foi encontrado queimado no Santuário das Mães, em Novo Hamburgo, e apresentado ontem pela Polícia
Crédito: PAULO NUNES


A Delegacia de Homicídios (DH) anunciou ontem que conseguiu esclarecer a morte do secretário da Saúde, Eliseu Santos, ocorrida na noite de sexta-feira passada, no bairro Floresta, em Porto Alegre. Valendo-se de uma técnica cada vez mais usada pelas polícias de todo o mundo, o exame de DNA, os agentes da DH, comandados pelo delegado Bolívar Llantada, chegaram aos suspeitos de terem participado do crime. O trio, que, segundo o diretor do Deic, delegado Ranolfo Vieira Júnior, seriam integrantes de uma quadrilha especializada em roubo, furto e adulteração de veículos, de Sapucaia do Sul, teve a prisão temporária decretada pela Justiça. Até o momento, nenhum dos suspeitos foi preso. Um automóvel Vectra, ano 2007, foi encontrado na madrugada de ontem, queimado, no Santuário das Mães, em Novo Hamburgo, e pode ser o carro usado no ataque a Eliseu.

Um dos suspeitos, Eliseu Pompeu Gomes, 22 anos, foi identificado pelo teste de DNA. Ele foi ferido e seu sangue ficou no local da tentativa de assalto, sendo recolhido pelos peritos do Instituto-Geral de Perícias (IGP). Inclusive, o lugar do crime ficou isolado por mais de 12 horas para que todas as provas pudessem ser apuradas.

Na manhã de terça-feira, na residência de Gomes, em Esteio, Llantada, com peritos do IGP, cumpriu mandado de busca e apreensão. Como o suspeito não foi encontrado - está desaparecido desde sábado -, foi colhida saliva da mãe e de um irmão dele. Na madrugada de ontem, a extração do código genético bateu com o sangue colhido na cena do crime.

Esta foi a prova conclusiva e definitiva de que Gomes esteve na rua Hoffmann, no bairro Floresta, lugar onde o crime foi praticado, segundo a Polícia. Outros dois homens também foram identificados por meio de descrições de testemunhas. Os nomes ainda não foram revelados.






--------------------------------------------------------------------------------

CAPA > correio@correiodopovo.com.br

--------------------------------------------------------------------------------

Sigilo no Caso Eliseu Santos

Decretado sigilo nas investigações sobre a morte de Eliseu Santos
Polícia Civil foi comunicada da decisão na manhã desta quinta-feira
A juíza de Direito Elaine Maria Canto da Fonseca, da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Porto Alegre, decretou o sigilo das investigações envolvendo o assassinato do secretário municipal da Saúde, Eliseu Santos, morto a tiros na noite do dia 26 de fevereiro no bairro Floresta, em Porto Alegre. A medida foi adotada por solicitação da promotora de Justiça Lúcia Callegari, que anteriormente havia solicitado a mesma providência jurídica no inquérito policial do Caso Becker. O titular da Delegacia de Homicídios e Desaparecidos, delegado Bolívar Llantada, foi notificado da decisão durante a manhã. "A partir de agora não posso mais falar sobre o caso", disse.

Como Llantada concluiu que Eliseu não foi vítima de execução, mas de latrocínio, os autores não serão submetidos a Júri Popular. O caso deixará de ser apreciado no Tribunal do Júri, passando para a alçada de uma Vara Criminal. No entendimento da promotora, o sigilo foi fundamental para o desfecho exitoso das investigações envolvendo o assassinato do vice-presidente do Conselho Regional de Medicina, Marco Antonio Becker. Antes do silêncio imposto pela Justiça, Llantada destacou a importância do isolamento e da preservação do local em que Eliseu foi morto.

"Ficaram decalcadas todas as marcas do delito. Os vestígios coletados facilitaram a elucidação do crime", enfatizou. De acordo com o delegado, a prova técnica está prevalecendo no trabalho de campo. Llantada revelou que os vestígios obtidos na área onde ocorreu a prática de um delito facilitam a descoberta de autores de crimes graves contra a vida e de violação do patrimônio. "As coletas foram determinantes para desvendarmos a identidade dos autores do assassinato do secretário municipal da Saúde", assinalou.

O delegado relatou que havia uma pressão da sociedade para que a polícia desvendasse as circunstâncias envolvendo o assassinato de Eliseu, devido à expressão política e social da vítima. Segundo ele, as investigações foram inicialmente desenvolvidas em duas direções - execução e latrocínio -, em razão de o secretário ter alguns "desafetos". "Era um homem polêmico e, por conta disso, não nos era permitido descartar de imediato a hipótese de homicídio", esclareceu.

Na tarde de ontem, foi revelada a identidade de um dos suspeitos, cujo sangue é compatível com a amostra coletada na cena do crime. Ele foi identificado como Eliseu Pompeu Gomes, de 22 anos, e havia sido medicado na noite de sexta-feira no Hospital São Camilo, em Esteio, após levar um tiro de raspão. O delegado Bolívar Llantada espera para a tarde desta quinta-feira a apresentação do segundo suspeito.

Fonte: Luciamem Winck/Correio do Povo



--------------------------------------------------------------------------------

» Tags:Polícia Eliseu Santos

--------------------------------------------------------------------------------
Conteúdo relacionado:
Notícias Polícia > Agência do Sicredi é assaltada em Caxias do Sul
Polícia > Polícia descarta tese de execução na morte de Eliseu Santos
Polícia > Resultado de perícia de suposta bomba definirá rumo das investigações
Polícia > Decisão sobre segredo de Justiça do caso Eliseu Santos deve ser definida no início da tarde
Polícia > Adolescentes são apreendidos em ponto de tráfico na Capital
» Todas notícias

--------------------------------------------------------------------------------

O que você deseja fazer?
Imprimir esta notícia
Falar com a redação
Enviar esta notícia para um amigo
Corrigir
Receber notícias desta editoria por RSS

--------------------------------------------------------------------------------
Opinião > BlogsCidadesCidades
Juremir Machado da SilvaJuremir
Correio OlímpicoMariana Oselame
Últimas notícias14:32 > Sarney rechaça hipótese de licença de Lula na ... 14:25 > Chuva chega à fronteira do Estado 13:51 > Reconstrução do Chile vai levar pelo menos trê... 13:39 > Parques de Porto Alegre terão policiamento a p... 13:38 > Indústria se recupera mas ainda não voltou aos...
--------------------------------------------------------------------------------



--------------------------------------------------------------------------------



--------------------------------------------------------------------------------

Notícias mais lidas1 > Polícia descarta tese de execução na morte de ... 2 > Ônibus tomba em acidente na BR-386 em Triunfo3 > Trânsito começa a normalizar no Centro da Capital 4 > Artefato é retirado do Túnel da Conceição pelo... 5 > Após ameaça de bomba, trânsito é normal na Capital

--------------------------------------------------------------------------------

TAGSChile terremoto Grêmio Inter Polícia Gauchão política Futebol internacional Eliseu Santos

--------------------------------------------------------------------------------

Fonte: Correio do Povo

--------------------------------------------------------------------------------


--------------------------------------------------------------------------------

Imprensa Conservadora

23.02.10 - AMÉRICA LATINA E CARIBE

O que a imprensa conservadora silencia sobre a Venezuela

Mário Augusto Jakobskind *

Adital -
A República Bolivariana da Venezuela segue na ordem do dia da mídia. Quem acompanha o noticiário diário das TVs brasileiras e alguns dos jornalões tem a impressão que o país está à beira do caos e por lá vigora a mais ferrenha obstrução aos órgãos de imprensa privados. Mas há quem não tenha essa leitura sobre o país vizinho, que no próximo mês de setembro elegerá os integrantes da Assembléia Nacional.
José Gregorio Nieves, secretário da organização não-governamental Jornalistas pela Verdade, informou recentemente a representantes da União Européia que circularam em Caracas que nos últimos 11 anos, correspondente exatamente à ascensão do presidente Hugo Chávez, houve um avanço na democratização da comunicação na Venezuela. Ele baseia as suas informações em números. Segundo Nieves, há atualmente um total de 282 meios alternativos de rádios e televisões onde a população que não tinha voz agora tem.


Houve, inclusive, um aumento da democratização do acesso aos meios de comunicação. Até 1998, ou seja, no período em que a Venezuela era governada em revezamento, ora pela Ação Democrática (linha social-democrata), ora pela Copei (linha social cristã), não havia permissão para o funcionamento de veículos comunitários. No país existiam apenas 33 radiodifusores privados e 11 públicos, todos eles avaliados pela Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel).

Que seja ouvido o outro lado

Hoje, ainda segundo informação prestada por Nieves a representantes da UE, as concessões privadas em FM chegam a 471 emissoras, sendo 245 comunitárias e 82 de caráter público. Na área da televisão, o total de canais abertos privados até 1998 era de 31 particulares e oito públicos. Atualmente, a Conatel concedeu concessões a 65 canais privados, 37 comunitários e 12 públicos.

A lógica desses números contradiz, na prática, a campanha midiática de denúncia de falta de liberdade de imprensa. Seria pouco lógico que num período em que aumentaram as concessão de rádio e TV para a área privada o governo restringisse os passos das referidas empresas.

O secretário de organização dos Jornalistas pela Verdade informou ainda que a Lei de Responsabilidade Social no Rádio e Televisão permitiu o fortalecimento dos produtores nacionais independentes. Nieves fez questão de assinalar que a ONG que ele representa rejeita a manipulação contra o governo bolivariano que ocorre em âmbito da UE e em outros fóruns.

É importante que os leitores e telespectadores brasileiros tenham acesso a outros canais de informação e não aos de sempre, apresentados diariamente pelos grandes meios de comunicação vinculados à Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP). Em outros termos: que seja ouvido o outro lado, para que não prevaleça, como tem acontecido, o esquema do pensamento único.

RCTV é confirmada como produtora nacional

Para se ter uma idéia de como funciona o mecanismo do pensamento único, no próximo dia 1º de março, em São Paulo, o Instituto Millenium estará promovendo um seminário sobre "Liberdade de Expressão" que contará com a participação, entre outros, do presidente da RCTV venezuelana, Marcel Garnier, do colunista das Organizações Globo Arnaldo Jabor, do sociólogo Demetrio Magnoli, do jornalista Reinaldo Azevedo, da Veja, e de Carlos Alberto Di Franco, membro da seita Opus Dei.

O Instituto Millenium é dirigido, segundo informa o jornal Brasil de Fato, por Patrícia Carlos de Andrade, ex-mulher do ex-diretor do Banco Central no período FHC, Armínio Fraga, e filha do falecido jornalista Evandro Carlos de Andrade, que a partir de 1995 coordenou a Central Globo de Jornalismo. Os mediadores do seminário serão três profissionais de imprensa das Organizações Globo: o diretor Luís Erlanger, o repórter Tonico Pereira e o âncora William Waack.

Já se pode imaginar o tipo de crítica ao governo venezuelano que vem por aí. Vão lamentar a suspensão de seis emissoras de TV a cabo, mas provavelmente deixarão de mencionar, como tem feito a mídia conservadora, que cinco desses canais já retornaram ao ar porque deram as informações necessárias solicitadas pela Conatel. Quanto à RCTV, que se julga internacional, a Conatel confirmou a classificação do canal de TV a cabo como produtora nacional, o que conseqüentemente a obriga a acatar as leis do país. Se fizer isso, poderá voltar ao ar. Se não o fizer, Marcel Garnier continuará circulando por países da América Latina para denunciar a "falta de liberdade de imprensa no país de Chávez".

Sem contraponto

Ah, sim: nestes dias, o governo do Uruguai, cujo presidente, Tabaré Vázquez, encerra o mandato na mesma data do seminário promovido pelo Instituto Millenium, anunciou que vai punir dezenas de emissoras de rádio que se recusaram a entrar na cadeia nacional obrigatória em que o chefe do Executivo uruguaio informava a população sobre questões relacionadas aos direitos humanos. Os jornalões e as TVs brasileiros não deram uma linha sobre o fato, ao contrário do que aconteceu quando a Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) da Venezuela decidiu suspender emissoras de rádio que estavam em situação irregular.

Por estas e muitas outras é que os leitores e telespectadores brasileiros e da América Latina de um modo geral recebem informações sobre a Venezuela apenas com base do que dizem os inimigos da Revolução Bolivariana. Não há contraponto.

[Publicado no Observatório da Imprensa]


* Jornalista

Samblog

Samblog - clicRBS


--------------------------------------------------------------------------------
Uruguaiana no rádio e na TV

Posted: 03 Mar 2010 03:02 AM PST

Começa amanhã o Carnaval de Uruguaiana. E você vai poder acompanhar o melhor da festa pela Rádio Gaúcha, TVCOM e claro, aqui pelo Samblog.A função tem início hoje, quando a equipe de Carnaval da RBS acompanha os 22 julgadores cariocas na viagem de Porto Alegre até a fronteira...
You are subscribed to email updates from Samblog - clicRBS
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now. Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610

Nigéria Acessa o Blog do Jornal Negritude



Parabéns! Você só teve a sua primeira visita de Nigéria.




Visite Nigéria na Wikipedia



Modificar a minha alertas

Joãozinho

Poa, 04/03/10

Está chegando o fim de semana, por isso é hora de descontração.

Beijos.

Deise Nunes.


A professora pede ao Joãozinho:
- Diga três coisas de chupar!
- Picolé.
- Tá bem. Mais uma.
- Pirulito.
- Muito bom, agora diga a última!
- Cueca , professora.
- Errado! Cueca não é de chupar!
- Claro que é! Ainda ontem ouvi minha mãe dizendo para o meu pai 'Tira a cueca que eu quero chupar!'

Teatro



DESEJO X REALIDADE

Teatro-Fórum

Projeto “As Várias Faces da Opressão” traz à cena o Teatro do Oprimido, debatendo os conflitos de um jovem que enfrenta resistência familiar ao assumir o desejo de viver de sua vocação artística.



O Núcleo de Estudos do Teatro do Oprimido de Porto Alegre (NETO) apresenta o espetáculo Desejo X Realidade, dentro do projeto As Várias Faces da Opressão. A sessão acontece no dia 06 de março (sábado), às 20h, na sala 502 da Usina do Gasômetro, com entrada franca. A distribuição de senhas inicia às 19h30.

A montagem é resultado da Oficina de Teatro - Fórum, para atores e não atores,
baseada no método do Teatro do Oprimido, criado pelo teatrólogo Augusto Boal.




Celso Veluza coordena o elenco formado por Isabella Lacerda, Juliano Fèrreira, Leonardo Pitt Cardoso, Rafael Raymundo da Silva e Rodrigo da Silva.



Teatro-Fórum é um espetáculo baseado em fatos reais, onde personagens, oprimidos e opressores, entram em conflito, de forma clara e objetiva, na defesa de seus desejos e interesses. No confronto, o oprimido fracassa e o público é convidado (pelo facilitador da encenação) a entrar em cena e substituir o protagonista, em busca de alternativas para a solução do problema. É um jogo artístico e intelectual entre artistas e espectadores.



O Teatro do Oprimido, criado pelo teatrólogo Augusto Boal, é o único Método Teatral elaborado no hemisfério sul (Brasil e América latina) que é utilizado em mais de 70 países dos cinco continentes. É um Método Estético que reúne exercícios, Jogos e Técnicas Teatrais que objetivam a desmecanização física e intelectual dos seus praticantes e a democratização do teatro, estabelecendo condições práticas para que o participante se aproprie dos meios de produzir teatro e amplie suas possibilidades de expressão, estabelecendo uma comunicação direta, ativa e propositiva entre espectadores e atores.


Serviço

O que: Desejo X Realidade – Teatro-Fórum

Quando: 06 de Março (sábado)

Horário: 20 h

Onde: Sala 502 da Usina do Gasômetro (Av. Presidente João Goulart, 551 – Porto Alegre)

Projeto: Usina das Artes

Grupo: NETO - Núcleo de Estudos do Teatro do Oprimido

Entrada Franca



Mais informações no celso.veluza@gmail.com ou pelo (51) 9161 5014, com Celso Veluza.

www.teatro-do-oprimido.blogspot.com



--
Assessoria Usina das Artes
gasometro.imprensa@gmail.com
(51) 3289 8110




Crédito da fotos: Michele Rolim
<> <>














Rambo


Rambo 3
Convocado para uma nova e arriscada missão no Afeganistão, Rambo a recusa, cansado de tanto lutar. Até que um velho amigo é capturado pelas tropas inimigas, o que faz com que ele mude de idéia. Com Sylvester Stallone.
Ficha Técnica
Elenco

Sinopse
Críticas

Pôsters
Imagens / Trailers

Premiações
Curiosidades




Ficha Técnica
Título Original: Rambo III
Gênero: Aventura
Tempo de Duração: 102 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1988
Estúdio: Carolco Pictures
Distribuição: TriStar Pictures
Direção: Peter MacDonald
Roteiro: Sylvester Stallone e Sheldon Lettich
Produção: Buzz Feitshans, Mario Kassar e Andrew G. Vajna
Música: Jerry Goldsmith
Direção de Fotografia: John Stanier
Desenho de Produção: Bill Kenney
Figurino: Richard La Motte
Edição: O. Nicholas Brown, Andrew London, James R. Symons e Edward A. Warschilka
Efeitos Especiais: Introvision International


Elenco
Sylvester Stallone (John Rambo)
Richard Crenna (Coronel Samuel Trautman)
Marc de Jonge (Coronel Zaysen)
Kurtwood Smith (Griggs)
Spiros Focás (Masoud)
Sasson Gabai (Mousa)
Doudi Shoua (Hamid)
Randy Raney (Kourov)
Marcus Gilbert (Tomask)
Alon Abutbul (Nissem)

Sinopse
Veterano (Sylvester Stallone) da Guerra do Vietnã refugia-se em mosteiro budista, em busca de paz espiritual. O retiro é interrompido quando ele decide libertar seu mentor, que caiu nas mãos dos soviéticos, durante a ocupação do Afeganistão.

Pôsters
- Clique nos cartazes para vê-los ampliados em uma nova janela.


Imagens
- Clique nas imagens para vê-las ampliadas em uma nova janela.




Trailers
- Clique aqui para ver o trailer. Você precisa do Windows Media Player para isso.

Premiações
- Ganhou o Framboesa de Ouro de Pior Ator (Sylvester Stallone), além de ter sido indicado a outras 4 categorias: Pior Filme, Pior Diretor, Pior Roteiro e Pior Ator Coadjuvante (Richard Crenna).

Curiosidades
- Inicialmente seria Russell Mulcahy o diretor de Rambo 3, que deixou o projeto devido a diferenças criativas com os produtores do filme.
- Rambo 3 é o terceiro de três filmes baseados no personagem Rambo. Os demais foram Rambo - Programado Para Matar (1982) e Rambo 2 - A Missão (1985).

Críticas

Tunel do Tempo - Inter Vence Flu

O Internacional venceu o Fluminense por 2 a 0 na tarde deste domingo no Beira-Rio em partida válida pela 29ª rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Iarley, aos 36min do primeiro tempo, e Michel, aos 38min da etapa final. Com o resultado, o Inter subiu para a terceira posição com 50 pontos.

O Inter foi a campo com modificações forçadas. Clemer e Fernandão, lesionados, não puderam atuar. Renan e Rentería entraram no time. Edinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, deu lugar a Maycon. No meio-campo, Caio ganhou a vaga de Adriano. O time foi novamente comandado pelo auxiliar técnico Leomir à beira do gramado, uma vez que Abel Braga segue cumprindo suspensão imposta pelo STJD.

A partida começou em alta velocidade. Aos 35 segundos, Caio avançou pelo meio e arriscou de fora da área. A bola saiu pela linha de fundo. Aos 6min50seg, Caio, novamente, chutou para defesa segura do goleiro Fernando Henrique.

O Inter atuava de forma ofensiva, com Caio juntando-se a Iarley e Rentería no ataque. Com muita movimentação em campo, o meia-atacante também ajudava na marcação da saída de bola do time adversário. No meio-campo, Maycon e Wellington Monteiro, de excelente atuação, garantiam segurança às investidas de Perdigão. Aos 11min, Iarley driblou o zagueiro Thiago Silva e chutou desviado para escanteio. Aos 16min, o peruano Martín Hidalgo cruzou da direita, a zaga afastou e Índio concluiu por cima. O Fluminense respondeu aos 21min: Rissut foi à linha de fundo e cruzou para Pedrinho desviar com perigo para grande defesa de Renan. O goleiro se esticou todo e espalmou a bola para escanteio. Aos 28min, Rentería escorou para Fabiano Eller, que chutou para boa defesa do goleiro.

O Inter insistia na busca do primeiro gol. Aos 33min Rentería aproveitou um cruzamento de Caio e concluiu nas mãos do goleiro da equipe carioca. No entanto, o Fluminense rondava a área colorada. Aos 35min, Fabiano Eller tentou recuar a bola para Renan, mas Lenny a interceptou no meio do caminho e chutou cruzado para fora.

A resposta do Inter foi imediata. No minuto seguinte, Caio fez um passe milimétrico para Iarley: o atacante livrou-se de dois marcadores no interior da área e chutou forte para abrir o placar. A bola ainda desviou na zaga antes de acertar o ângulo esquerdo de Fernando Henrique. Foi o sexto gol de Iarley no Brasileirão e o 10º na temporada.

No intervalo, Abel promoveu a entrada de Pinga no lugar de Perdigão.

O segundo tempo começou truncado, com poucas chances de gol. A forte marcação apresentada pelo times acabou resultando em um grande número de faltas. Aos 10min30seg, Rogério, que havia entrado no lugar de Rissut, invadiu a área e chutou para fora. Aos 16min, Michel entrou no lugar de Caio.

O Fluminense chegou com força aos 22min: Juliano, que havia entrado no lugar de Pedrinho, cruzou da direita, e depois de um bate-rebate no interior da área, Lenny concluiu com perigo para fora. A bola passou muito perto da trave esquerda. Aos 25min, Léo entrou no lugar de Rentería. Aos 26min, Martín Hidalgo obrigou Fernando Henrique a fazer uma defesa em dois tempos após cobrança de falta. No minuto seguinte, Lenny quase marcou depois de um contra-ataque em alta velocidade. Renan evitou o gol de empate. Aos 30min, Michel arrancou pela direita e tocou para Índio. O zagueiro chutou fraco no canto esquerdo.

O lance mais bonito da etapa final foi protagonizado por Martín Hidalgo, aos 36min. O lateral-esquerdo percebeu o goleiro adiantado e, quase do meio-campo, tentou encobri-lo. Fernando Henrique espalmou a bola para escanteio.

Aos 38min, Léo lançou Michel no interior da área, o atacante dominou a bola e chutou com precisão para ampliar o placar no Beira-Rio: 2 a 0. Foi o nono gol de Michel na temporada e o primeiro no Campeonato Brasileiro. Aos 42min, Ceará fez grande jogada pela direita e cruzou para a área, mas ninguém apareceu para concluir. Foi o último lance da partida. Agora, o Inter terá a semana inteira para treinar visando o jogo contra a Ponte Prtea, no próximo sábado (21/10), em Campinas (SP).

"O time correu e marcou muito. O espírito coletivo foi muito importante para chegarmos à vitória", analisou Iarley.

"As coisas vão acontecer daqui para a frente. Estou muito feliz por ter entrado e marcado o gol que trouxe tranqüilidade ao Inter na partida", afirmou Michel.

"A vitória nos deu ainda mais ânimo de seguir lutando pelo título", avaliou Martín Hidalgo.

"Estamos trabalhando forte visando o Mundial, mas sem abrir mão da disputa do Brasileirão", afirmou o auxiliar técnico Leomir.

"O resultado foi melhor que a atuação. Mas o importante é que seguimos na briga pelo título", analisou o presidente Fernando Carvalho..

Internacional (2): Renan; Ceará, Índio, Fabiano Eller e Hidalgo; Wellington Monteiro, Maycon, Perdigão (Pinga) e Caio (Michel); Rentería (Léo) e Iarley. Técnico: Abel Braga.

Fluminense (0): Fernando Henrique; Ânderson, Thiago Silva e Roger; Rissut (Rogério), Marcão, Romeu, Pedrinho (Juliano) e Marcelo; Lenny (Beto) e Tuta. Técnico: Paulo César Gusmão.

Gols: Iarley (I), aos 36 minutos do primeiro tempo, e Michel (I), aos 38min do segundo tempo. Cartões amarelos: Perdigão e Wellington Monteiro (I); Roger e Ânderson (F). Público: 19.906 (17.036 pagantes). Renda: R$ 160.916,00. Arbitragem: Alício Pena Júnior (Fifa), auxiliado por Marco Antônio Gomes e Guilherme Dias Camilo (trio mineiro). Local: Estádio Beira-Rio.

Acesse o link ao lado e baixe fotos em alta resolução: www.internacional.com.br/imprensa

Tunel do Tempo - Tunel do Tempo


O Túnel do Tempo

Ficha Técnica:
Título original: The Time Tunnel
Título no Brasil: Túnel do Tempo
Início de produção: 1966
Duração: 1966 a 1967
Origem: EUA
Produtora: 20th Century Fox
Criador: Irwin Allen
Episódios: 30


A História:

Túnel do Tempo foi a série preferida do produtor americano Irwin Allen dentre as quatro clássicas que produziu ('Perdidos No Espaço', 'Terra de Gigantes' e 'Viagem ao Fundo do Mar' foram as outras três). Apesar da preferência, esta série foi curta, terminando com 30 episódios apenas. Aqui no Brasil fez muito sucesso, tornando-se inesquecível para os fãs de ficção.

A história da série é sobre uma máquina, que ficou conhecida como Túnel do Tempo, onde pessoas ou objetos podiam ser transportadas para qualquer período do passado. A máquina fazia parte de um experimento secreto americano, mas que não tinha total crédito por parte do Governo.

Para provar que funcionava realmente, os cientistas responsáveis Tony e Doug entram na tal invenção e são transportados para o passado, mas como a máquina nunca havia sido testada, os outros cientistas que ficaram para monitoração, Doutora Ann McGregor, Doutor Raymond e o General Kirk descobrem que devido a algum problema mecânico não poderiam trazer Tony e Doug de volta. O único contato com os dois cientistas era através da tela do próprio túnel, que captava imagens deles no passado, onde estavam vivendo.

A partir deste acidente no 'Túnel do Tempo', Tony e Doug vivem aventuras em diversos períodos da história mundial, escapando de perigos a cada novo lugar para o qual estariam sendo transportados, até que finalmente pudessem ser transportados ao presente novamente.

Clique aqui ouça o Tema de Abertura.

Fonte: TV Themes

Tunel do Tempo - O Selvagem







O SELVAGEM
Filmes
«THE WILD ONE»

Um filme que é um marco do cinema americano dos anos 50, com Marlon Brando que interpreta um dos melhores papéis da sua carreira

















Em " The Wild One", Marlon Brando brilha num dos seus melhores papéis de sempre ao interpretar a figura de um "leader" de um gang selvagem de motociclistas, que aterrorizam uma pequena cidade.
Ao apaixonar-se pela filha do xerife da cidade, ele luta para ter finalmente uma vida normal e produtiva, mas não consegue, uma vez que vai sentir-se ameaçado por um psicótico rival que lhe cobiça o seu lugar de "leader"...






Origem: EUA - 1954


Produção: Stanley Kramer

Realização: Laslo Benedek





Com: Marlon Brando, Mary Murphy, Robert Keith, Lee Marvin e Jay C. Flippen

Tunel do Tempo - Batman


Tunel do Tempo - O Senhor das Armas

O Senhor das Armas
Um traficante de armas precisa se manter um passo a frente de um agente da Interpol, seus concorrentes e até mesmo seus clientes. Dirigido por Andrew Niccol (Gattaca - Experiência Genética) e com Nicolas Cage, Ethan Hawke, Ian Holm e Donald Sutherland no elenco.
Ficha Técnica
Elenco

Sinopse
Críticas

Pôsters
Imagens / Trailers

Premiações
Curiosidades




Ficha Técnica
Título Original: Lord of War
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 122 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 2005
Site Oficial: www.lordofwarthemovie.com
Estúdio: Ascendant Pictures / Entertainment Manifacturing Company / Saturn Films / Rising Star / VIP 3 Medienfonds / Reeleyes Films / Endgame Entertainment
Distribuição: Lions Gate Films Inc. / Alpha Filmes
Direção: Andrew Niccol
Roteiro: Andrew Niccol
Produção: Nicolas Cage, Norman Golightly, Andrew Niccol, Chris Roberts, Teri-Lin Robertson e Philippe Rousselet
Música: Antonio Pinto
Fotografia: Amir M. Mokri
Desenho de Produção: Jean-Vincent Puzos
Direção de Arte: Mike Berg
Figurino: Elisabetta Beraldo
Edição: Zach Staenberg
Efeitos Especiais: Elemental Effects / L'E.S.T.


Elenco
Nicolas Cage (Yuri Orlov)
Bridget Moynahan (Ava Fontaine)
Jared Leto (Vitaly Orlov)
Shake Tukhmanyan (Irina Orlov)
Jean-Pierre Nshanian (Anatoly Orlov)
Jasper Lenz (Gregor)
Kobus Marx (Boris)
Stephan de Abreu (Liev)
Ian Holm (Simeon Weisz)
Tanya Finch (Ingrid)
Lize Jooste (Natasha)
Donald Sutherland (Coronel Oliver Southern)
David Harman (Coronel Oliver Southern)
Neil Tweddle (Coronel Oliver Southern)
Sajad Khan (Líder Mujahadeen)
Ethan Hawke (Jack Valentine)
Tony Caprari (Raoul)
Jared Burke (Gângster)

Sinopse
Yuri Orlov (Nicolas Cage) é um traficante de armas que realiza negócios nos mais variados locais do planeta. Estando constantemente em perigosas zonas de guerra, Yuri tenta sempre se manter um passo a frente de Jack Valentine (Ethan Hawke), um agente da Interpol, e também de seus concorrentes e até mesmo clientes, entre os quais estão alguns dos mais famosos ditadores do planeta.

Pôsters
- Clique nos cartazes para vê-los ampliados em uma nova janela.



Imagens
- Clique nas imagens para vê-las ampliadas em uma nova janela.




Trailers
- Clique aqui para ver o trailer. Você precisa do Quicktime para isso.

Premiações
-

Curiosidades
- Andrew Niccol se baseou em 5 terroristas de armas verídicos para criar o personagem Yuri Orlov.
- Este é o 2º filme em que o diretor Andrew Niccol e o ator Ethan Hawke trabalham juntos. O anterior foi Gattaca - Experiência Genética (1997).
- As filmagens foram realizadas entre 2 de agosto e 2 de novembro de 2004, com locações em Manhattan, em Coney Island, na Cidade do Cabo e na República Tcheca.
- O orçamento de O Senhor das Armas foi de US$ 42 milhões.

Tunel do Tempo Batman



Tunel do Tempo - Glória x Aimoré em 2009




Tunel do Tempo 2009





Paulo Furtado, Gabriel Waldrigues, Luis Eduardo, Paulo Cesar Magalhães