Grêmio 1 x 0 Botafogo

Grêmio 1 x 0 Botafogo
Libertadores 2017

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Brigada efetua prisão

Brigada Militar apreende grande quantidade de drogas e armamentos
28/04/2009 16:56


Nesta terça-feira (28), às 11h, na Rua Paulino Azurenha, Vila Maria da Conceição, em Porto Alegre, PMs das Patrulhas Especiais (Patres) do Batalhão de Operações Especiais da Capital, em patrulhamento, realizaram abordagem em quatro indivíduos que, após avistarem a guarnição, tentaram fugir do local.
Foram realizadas três prisões de indivíduos com antecedentes criminais e um traficante que se encontrava foragido da Justiça. Foram apreendidos com o grupo, R$ 3.300,00 em dinheiro, 200 Kg de maconha, 300 buchas de cocaína, uma espingarda calibre 22, cinco rádios de comunicação, três balanças de precisão, seis cartuchos de calibre 12, 15 cartuchos de calibre 9 mm e um cartucho de calibre 22.

Os indivíduos foram conduzidos à delegacia.

Fonte: PM5-Imprensa/BM

Preso Casal

Polícia Civil efetua prisão de casal suspeito de ter matado aposentada em Porto Alegre
28/04/2009 17:03


Um casal suspeito de ter participado da morte da aposentada Ilza Lima Duarte, 77 anos, teve a prisão temporária, decretada na manhã desta terça-feira (28/04) na região central de Porto Alegre, pelo prazo inicial de 30 dias.

Eles eram vizinhos e beneficiários do testamento da idosa. Como o inquérito está em segredo de Justiça, a delegada Vanessa Pitrez Corrêa, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes contra o Patrimônio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DRCP/DEIC), não divulgou o nome do casal. Os presos foram encaminhados ao Presídio Central e Penitenciária Madre Pelletier.

No início do mês de abril foram efetuadas outras duas prisões, um porteiro e um zelador do prédio da vítima à época, suspeitos de participarem da execução do crime. A vítima foi encontrada morta no apartamento, na Avenida Borges de Medeiros, no dia 15/02/2008, numa cena montada pelos autores, a fim de que aparentasse tratar-se de morte natural. Em razão da perícia realizada no local do crime e do resultado da necropsia, restou evidenciado que se tratava de morte violenta por estrangulamento. A motivação do crime, segundo dados da investigação, seria de cunho patrimonial, objetivando a percepção dos bens deixados pela vítima e a paga ou promessa de recompensa aos executores. Em virtude do caso estar em segredo de Justiça, concedido pela 2ª Vara do Tribunal do Júri desde maio do ano passado, maiores informações sobre os elementos de prova carreados só poderão ser fornecidos ao final da investigação.

Fonte: Ascom PC

Crimes contra o Patrimonio

Convênio prorroga vigência da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio
28/04/2009 17:27


A governadora Yeda Crusius e o chefe da Casa Civil, José Alberto Wenzel, assinaram termo aditivo ao Convênio 14/2005, entre o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria da Segurança Pública, com as distribuidoras de energia elétrica AES-Sul, CEEE e RGE, além da Brasil Telecom, que prorroga por mais um ano o prazo de vigência da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados, até 05 de abril de 2010.

A delegacia tem o objetivo de combater quadrilhas responsáveis por roubos de fios e cabos das redes elétricas e de comunicações. O órgão é resultante de convênio entre a Secretaria Segurança Pública e as concessionárias, responsáveis pelo custo material da delegacia. As empresas destinarão, a título de investimento inicial, cota no valor de R$ 11 mil, referente a 25% do total, para aquisição de bens permanentes. Outros R$ 5,5 mil deverão ser repassados mensalmente para despesas de custeio. A delegacia foi criada 14 de fevereiro de 2006 e está localizada na Rua Marquês do Pombal, 162, em Porto Alegre.

Wenzel lembrou que a governadora tem priorizado a Segurança Pública. "A governadora Yeda Crusius determinou que ampliássemos a eficiência dos serviços públicos e resgatássemos os compromissos importantes do Estado com seus cidadãos, principalmente na Segurança Pública", afirmou.

Dupla é presa

Dupla é presa pela Brigada Militar em Porto Alegre
28/04/2009 17:46


Nesta terça-feira (28), às 11h30min, na Rua K, Campo da Tuca, em Porto Alegre, policiais do 19º BPM, em patrulhamento, avistaram dois indivíduos que comercializavam drogas. Em abordagem foram identificados dois homens. O primeiro, com 25 anos de idade, que estava com um tijolinho de maconha, R$ 39,10 em dinheiro e um aparelho celular e outro que admitiu estar comprando a droga.

Ambos foram conduzidos à delegacia.

Fonte: PM5-Imprensa/BM

Princesa Isabel


O Presidente, o Decano e o Gestor do Instituto D. Isabel I (IDII),
Dr. Laerte Lucas Zanetti ,
Prof. Otto de Alencar de Sá Pereira &
Prof. Bruno da Silva Antunes de Cerqueira,

pesarosos, informam o falecimento de nosso Presidente de Honra,
Dr. Juarez do Nascimento Fernandes de Távora (*1932 †2009), em 24 p.p.



Unidos à dor do irmão, da cunhada e de todos os seus familiares, convidamos os Sócios e Amigos do IDII

para a sua Missa da Esperança, na Paróquia da Ressurreição.



Rua Francisco Otaviano, 99, Rio de Janeiro.



2 de maio de 2009 – 9 horas



REQUIESCIT IN PACE!



***

Estado entrega computadores

Estado entrega computadores para Núcleo de Educação do Madre Pelletier
28/04/2009 20:49


A Coordenadoria Estadual da Mulher realizou, na tarde desta terça-feira (28), a entrega de 20 computadores e mesas para o Núcleo de Educação de Jovens e Adultos que funciona nas dependências do presídio feminino Madre Pelletier, em Porto Alegre.

Através da iniciativa do Governo do Estado, dezenas de internas e funcionários da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) poderão receber cursos de informática. A ação foi possibilitada graças à parceria firmada entre a Coordenadoria e a Secretaria Estadual da Fazenda, doadora dos computadores.

A solenidade foi realizada pela coordenadora estadual da Mulher, Maria Helena Gonzalez, a diretora da penitenciária, Mara Borba Minotto, e Ana Maria Silvestrin, diretora do Núcleo Educacional do Madre Pelletier. Acompanharam a entrega a chefe de Divisão de Educação da Susepe, Dione Mello, e o funcionário Manoel Aristimunha.

Existem, além da penitenciária feminina, Núcleos de Educação de Jovens e Adultos nos presídios de Cachoeira do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Passo Fundo, Bagé, Bento Gonçalves, Uruguaiana, São Luiz Gonzaga, Penitenciária Modular de Charqueadas e no Presídio Central de Porto Alegre.

Fonte: Site do Estado

Preso no Bairro Sarandi

Polícia Civil faz prisão no bairro Sarandi em Porto Alegre
29/04/2009 09:00



A equipe de investigações da 12ª DP prendeu, em flagrante, na noite desta terça-feira (28.04), um homem de 42 anos, por porte ilegal de arma. A prisão, em decorrência da intensificação dos trabalhos de investigação no interior da Vila Nazaré, com o intuito de coibir roubos e tráfico de drogas, ocorreu na Rua F, Vila Nazaré, Bairro Sarandi.

No local, foi apreendida uma pistola calibre .380 municiada com 10 cartuchos. Segundo o delegado André Ciardullo Mocciaro, o preso tem antecedentes por furto, roubos, homicídios e porte ilegal de arma e, após autuado, foi encaminhado ao Presídio Central, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Fonte: Ascom/ PC

Falsificaçãp em Porto Alegre

Polícia Civil apreende pára-brisas falsificados na Capital
29/04/2009 09:12



Policiais Civis da Decon — Delegacia de Proteção aos Direitos do Consumidor, Saúde Pública e da Propriedade Intelectual, Imaterial, Industrial e Afins — apreenderam, na manhã desta terça-feira (28.04), 16 pára-brisas, expostos à venda em uma autopeça da capital gaúcha. A apreensão foi feita após denúncia da ABCF — Associação Brasileira de Combate à Falsificação — , pois os referidos pára-brisas se encontravam em desacordo com a Resolução do Contran, que determina que eles sejam fabricados em vidro laminado, para maior segurança dos passageiros, e não em vidro temperado, como no caso dos apreendidos pela Decon.

O produto, oriundo do estado do Rio de Janeiro, foi adquirido por metro de vidro, e não por unidade de pára-brisa automotivo, por um valor 50% menor do que os regulamentares. Assim agindo, o proprietário do estabelecimento infringiu no Código de Defesa de Consumidor, bem como na Lei dos Crimes contra a Ordem Tributária, Econômica e contra as Relações de Consumo, incorrendo na prática de crimes com previsão de pena de detenção de 2 a 5 anos.

Fonte: Ascom/ PC