Grêmio 1 x 0 Botafogo

Grêmio 1 x 0 Botafogo
Libertadores 2017

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Angola

Prezados amigos Angolanistas, bom dia!



Já fiz alguns contatos com os membros do grupo sobre assuntos inerentes à realidade comercial de Angola. Neste momento, como estou iniciando redação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), gostaria de contar com a colaboração daqueles que puderem e tiverem interesse em participar.



Eu e o grupo de alunos do curso decidimos fazer um projeto que viabilize a comercializaçã o de goiabada em Angola. Até então, detectamos dados que identificam o potencial do produto no país. No entanto, até então não conseguimos concluir se de fato o produto é interessente para Angola. Sendo assim, peço a colaboração dos colegas com uma breve avaliação, mesmo que pessoal, sobre o assunto. Para tais análises, solicito apenas palavras e comentários considerando, por exemplo, se o produto já é vendido no país, qual a procedência do produto (marcas de quais países) e se os hábitos alimentares de Angola são favoráveis para o consumo de goiabada.



Caso tenham condições de colaborar, solicito já a permissão daqueles que responderem, para citar os comentários no TCC ora em fase de elaboração. Para isso, preciso apenas do nome completo e profissão (se possível, o período de permanência em Angola) dos colegas.



Agradeço a atenção e aguardo retorno.



Cordialmente,



Rodrigo Iglesias

Bacharel em Relações Internacionais

Estudante de Especialização em Negócios Internacionais e Comércio Exterior

Maçã na Merenda Escolar

Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa Gaúcha admitiu hoje (10/11/2009) a tramitação do projeto de lei 158/2009, do deputado Francisco Appio, que inclui a maçã na merenda escolar no âmbito do Rio Grande do Sul. O relator, deputado Adroaldo Loureiro , emitiu parecer favorável que foi aprovado por 10 votos a zero. A inclusão da maçã na merenda escolar é mais um avanço na defesa do setor da fruticultura, a cerca de 10 anos iniciamos a mobilização pela isenção do ICMS, obtida em 2005, agora a inclusão da maçã na merenda escolar.



Os debates da 1ª Frutivar – Feira da Maçã e Pequenos Frutos – realizados em Vacaria, fortaleceram a mobilização e a consciência geral de que a inclusão da maçã na merenda escolar faz-se necessária, pelas suas propriedades nutracêuticas, auxilio na higiene bucal e facilidade de obtenção do produto. O Rio Grande do Sul contribuiu com 400 mil toneladas na última safra, atualmente a maçã produzida nos Campos de Cima da Serra, rivaliza em qualidade com a produção de Santa Catarina, dispensando a importação do produto Argentino.



A maçã gaúcha está, portanto, prestes a ser incluída na merenda escolar, agora o projeto 158/2009 vai a plenário ainda no mês de novembro com a possibilidade de ser implementado já em 2010 na rede escolar.





Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

Muro de Berlim

09 de novembro de 2009 | N° 16150AlertaVoltar para a edição de hojeARTIGOS
O Muro de Berlim, por Paulo Brossard*Estão sendo lembrados os 20 anos da queda do Muro de Berlim, e o fato devia mesmo ser lembrado e relembrado, seja porque foi construído, seja porque foi desfeito. Algumas das personalidades que participaram do acontecimento têm sido nomeadas, Gorbachev, Ronald Reagan, Margaret Thatcher, Bush (pai) e Helmut Kohl reuniram-se na capital da Alemanha em encontro promovido pela Fundação Konrad Adenauer. Adenauer, convém lembrar, assistiu à ascensão do nazismo, testemunhou seu desastre e veio a assumir o governo de sua terra, vencida e dividida, e conduziu a reconstrução do que sobrara, pedra por pedra, desde os alicerces, depois de 12 anos de fúria e demência.

Eu não podia materializar mentalmente o que seria ou como seria o Muro. Foi preciso que o visse com meus próprios olhos para acreditar no que via. Foi em 1963. Deputado estadual, fui convidado a visitar a Alemanha Ocidental. Entre outras cidades importantes, estive em Berlim e vi o Muro, o que era e como era, soldados armados no lado Oriental, no seu alto. Se aquilo tivesse sido preservado de uma das antigas e desaparecidas civilizações, a caldaica por exemplo, eu poderia entender, mas ver aquela criação da segunda metade do século 20 a separar uma capital europeia, não podia entender.

Voltei à Alemanha mais de uma vez, enquanto deputado federal e senador, e em todas estive na capital seccionada; em uma das últimas, recebi igual convite da Alemanha Oriental, por sua embaixada em Brasília. O embaixador brasileiro na Alemanha Oriental, Mário Calábria, foi buscar-me em Berlim Ocidental, e seu automóvel foi inspecionado na passagem do muro. Saliento que o tratamento foi régio. Pude ver e muito me impressionou o desnível entre os dois lados do muro, ou melhor dizendo, entre as duas Alemanhas.

Embora o Muro fosse em si mesmo uma monstruosidade no tempo e no espaço, na Europa e no século 20, durou anos; não foram poucas as vítimas que tentaram transpô-lo. Também foram muitos os que entraram a enfrentar o poder ilimitado, do qual o Muro era a expressão visível; no entanto, não faltavam pessoas pelo mundo afora que repetiam as mais fúteis ou adocicadas razões para justificá-lo; muitas delas, impõe-se salientar, de inegável inteligência e ilustração. Via de regra, as mesmas que, a despeito das dimensões insuperadas da concentração totalitária, rendiam as maiores homenagens e teciam os mais delicados ditirambos às ditaduras instaladas a partir da Cortina de Ferro, e algumas bem antes dela. Agora, o mais chocante. Só depois que a cúpula da União Soviética reconheceu e denunciou os crimes do stalinismo, muitas e muitas pessoas, inquestionavelmente doutas, passaram a ver o que não haviam visto até então. E passaram a ser anti-stalinistas com o mesmo ardor que haviam sido ferrenhamente stalinistas...

Desnecessário dizer que não me ocupo dessas coisas por deleite ou para ferretear os procedimentos de algumas ou de muitas pessoas, mas porque me impressiona o fenômeno em si, o que se poderia chamar de exacerbado servilismo ideológico. Ou de outro nome qualquer, pois a mim pouco importa o nome. O fato, este sim importante, é que o Muro ruiu e nada autoriza, pelo menos por ora, admitir que alguém suponha restabelecê-lo. No entanto, convém não esquecer que o Muro foi obra de homens e isto deve impressionar os viventes. Da minha parte, depois que vi as duas Alemanhas, de um lado e de outro, a despeito de todo o absolutismo estatal vigente em uma delas, cheguei à conclusão de que, dia mais, dia menos, a realidade seria mais poderosa que a força sem limites, tendo a seu serviço os recursos da ciência e da técnica.

Sou levado a crer, repito, que o Muro não tenha adeptos, mas, forçoso é convir, ainda há mentes enfeitiçadas por velhas e gastas ditaduras, anteriores ao próprio Muro, posto abaixo faz 20 anos.



*Jurista, ministro aposentado do STF

Refletindo sobre o Povo Negro

09 de novembro de 2009 | N° 16150AlertaVoltar para a edição de hojeARTIGOS
Refletindo sobre o povo negro, por Tarciso Flecha Negra*Uma série de atividades políticas, sociais e culturais está acontecendo no mês de novembro em praticamente todo o país para marcar a Semana da Consciência Negra, que tem como ápice o dia 20, data da morte de Zumbi, símbolo nacional da resistência do negro à escravidão.

Esse evento, no entanto, não é apenas um período alusivo ao rei do Quilombo dos Palmares. Trata-se de uma grande discussão aberta, na qual toda a sociedade, independentemente de credo, classe social ou etnia, é convidada a refletir sobre as dificuldades sociais enfrentadas pelo povo negro brasileiro, desde quando seus ancestrais foram trazidos à força da África em navios negreiros para serem escravizados, até os dias de hoje.

Esse difícil passado, não muito distante, refletiu de forma negativa nos indicadores econômicos e sociais dos afrodescendentes, que expressam com clareza as desigualdades, principalmente no mercado de trabalho. Isso sem falarmos em direitos básicos como saúde e educação, aos quais a população negra tem menor acesso. Com muito esforço, essa realidade vem sendo mudada através dos movimentos negros organizados e da comunidade negra em geral, que lutam por políticas públicas de inclusão social e de combate ao racismo.

Mas ainda tem muito a ser feito por esse povo, que ao longo da sua trajetória vem mostrando que só precisa de oportunidade e de respeito. E um dos caminhos é, sem dúvida, a promoção do debate franco e democrático sobre a histórica discriminação racial contra o negro no Brasil e seus trágicos desdobramentos. A reflexão, a troca de ideias e de informação acerca desse assunto é uma das melhores ferramentas para o encaminhamento de soluções ao problema, que alguns insistem em dizer que não existe.

A Semana da Consciência Negra é, portanto, o momento em que todos aqueles que acreditam no respeito às diferenças, na liberdade e na justiça se unem para abordar as causas e consequências do preconceito. É quando o poder público e a sociedade debatem, juntos, alternativas de inclusão social da população negra, mesmo que isso gere conflito de opiniões sobre essa ou aquela política adotada para atingir esse objetivo. A criação nacional de uma semana para pensar sobre a situação atual do negro e suas perspectivas sociais é a prova cabal do quanto esta causa deve ser abraçada não apenas pela comunidade negra, mas, por todos nós brasileiros.



*Vereador em Porto Alegre (PDT)

Veja Porto Alegre






1
EXPOSIçõES
40 Ano de Woodstock 1969-2009
A exposição está em cartaz na Casa de Cultura Mário Quintana e traz registros do festival de música que marcou 1969. Além de fotos, estão ainda capas de disco de vinil e recortes.




2
SHOWS
Mulheres da Banda
Renata Adegas, Vanessa Longoni, Andréa Cavalheiro e Marisa Rotenberg interpretam clássicos da MPB no show desta quarta (11), no Teatro do Bourbon Country.




3
SHOWS
Mart'nália
Nesta quinta (12), a cantora leva ao Bar Opinião a ginga do samba herdada do pai, Martinho da Vila. Seu CD mais recente, Madrugada, traz canções escritas por Djavan e Arthur Maia.




4
TEATRO
Os Melhores do Mundo Futebol Clube
Os humoristas apresentam quadros que ilustram as angustias e as glórias do mundo da bola. O espetáculo acontece sábado (14) e domingo (15), no Teatro do Bourbon Country.




5
CINEMA
Aconteceu em Woodstock
O filme, com estreia prometida para sexta (13), mostra como o jovem Elliot Tiber montou um festival de música para ajudar os pais a salvar seu decadente negócio, o Motel El Monaco.




6
TEATRO
Cyrano
O espetáculo é baseado no clássico de Edmond Rostand e conta a história de um poeta que ama sua prima Roxane mas não tem coragem de se declarar. Sábado (14), no Theatro São Pedro.




7
TEATRO
As Traças da Paixão
A peça, com Lucélia Santos e Mauricio Machado, trata de sentimentos antagônicos como amor e ódio. Sábado (14) e domingo (15) no Theatro São Pedro.




8
SHOWS
Orquestra Contemporânea de Olinda
Doze músicos compõem o grupo pernambucano que traz influências regionais em arranjos inovadores de metais, cordas e percussão no trabalho de estreia, homônimo. Segunda (16), no Bar Opinião.

Mulheres Presas

Polícia Civil prende duas mulheres com drogas na Vila Jardim
10/11/2009 14:01


Agentes da 4ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (4ªDIN), do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), prenderam em flagrante, nessa segunda-feira (09), às 18h, duas mulheres suspeitas de tráfico de drogas. As suspeitas, de 23 e 47 anos, foram presas na Rua Marajó, bairro Vila Jardim, Porto Alegre, com 53 petecas de crack (10,50 gramas), 42 buchas de cocaína (26,80 gramas), uma bucha de maconha (0,80 gramas), além de R$ 30 em dinheiro e anotações referentes ao tráfico.

Segundo o delegado Daniel Ordahi, que comandou a ação, durante averiguação de denúncia anônima, os policiais constataram grande movimentação de pessoas no local denunciado, e após a abordagem encontraram a droga com as suspeitas. As duas mulheres foram encaminhadas à Penitenciária Feminina Madre Pelletier.

O Denarc recebe denúncias através do número 0800 518.518.

Fonte: Ascom/ PC

Compra de Veículos

Governadora autoriza compra de 16 veículos para transporte de presos da Susepe
10/11/2009 15:39


A governadora Yeda Crusius autorizou a Secretaria da Segurança Pública a realizar licitação para adquirir 16 veículos de transportes de detentos. Os carros serão repassados à Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e atenderão ao sistema penitenciário gaúcho, principalmente audiências nos foros judiciais. As novas viaturas terão condições de melhorar o trabalho de escolta e deslocamento de presos.

Os veículos deverão ser confeccionados em perfil de aço tipo "c", reforçado, soldado e arrebitados a frio, e com paredes laterais revestidas com chapa de aço de 1,9 mm de espessura. O teto deverá ser revestido com chapa cega, espessura 2,0mm e isolamento térmico com placas de poliuretano, ou similar, com sobrepiso em chapa de alumínio antiderrapante, entre outros itens. Além disso, deverão ter dois rádios hts para cada veículo.

A governadora afirmou que Segurança Pública é uma das prioridades do governo e a aquisição de veículos para transporte de presos da Susepe faz parte das ações que buscam a qualificação de serviços e melhoria da qualidade de vida. "Estamos construindo um Estado que respeita o contribuinte e gasta bem o dinheiro público. Já contratamos mais de 7 mil agentes para a Segurança Pública e, através do Programa Estruturante Cidadão Seguro, investiremos R$ 462 milhões até 2010", salientou.

Fazem parte do Programa Cidadão Seguro o aumento de vagas prisionais e a modernização dos sistemas de inteligência policial. Serão preenchidas vagas de soldado da Brigada Militar (BM), além da contratação de delegados de Polícia, escrivães e inspetores, e a abertura de novas vagas para peritos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) e agentes penitenciários. Em 2008, o Cidadão Seguro promoveu a incorporação de 1.009 viaturas. Para este ano, está prevista a aquisição de novo lote de 500 veículos, totalizando R$ 21 milhões em investimentos.

Fonte: Site do Estado

Piratini


Detran
Impressão de documentos de veículos passa a ser responsabilidade do Estado
A partir do próximo dia 16, os certificados de registro de licenciamento e de registro de veículo serão impressos pela Corag. Segurança
Governadora autoriza compra de 16 veículos para transporte de presos
Carros serão usados principalmente no deslocamento de apenados para audiências em foros judiciais. Litoral
Verão Legal RS terá R$ 3 milhões para ações na área de saúde
Recursos vão garantir maior estrutura a localidades onde a população aumenta no verão. Setor financeiro
Aumento nas operações de crédito eleva lucro líquido do Banrisul
Lucro da instituição chega a R$ 356,8 milhões no acumulado de janeiro a setembro de 2009. Saúde
Estado promove curso de capacitação para conter avanço das hepatites virais no RS
Objetivo é reciclar e qualificar as equipes que trabalham no combate à doença no Rio Grande do Sul. Energia
Conversões para gás natural veicular batem novo recorde
O programa GNV: Sinal Verde para a Economia coloca o RS na vice-liderança brasileira em número de adaptações mensais de veículos. Rodovias
Obras de contenção na Rota do Sol começam hoje
Conclusão está prevista para o dia 20 de dezembro, garantindo maior segurança ao tráfego e evitando danos ambientais.

Entrevista do Senador Paulo Paim

Senador Paim: - No momento o debate a questão dos aposentados, fim do fator, reposição das perdas, estamos fazendo articulações, reajuste do salário mínimo, negociações garantir máximo até Novembro estas propostas sejam aprovados.
- Canto dos Pássaros faço um resumo quando fui Presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado, como melhor qualidade de vida dos Brasileiros.
- Importante a gente tenha qualidade de vida relacionada com o meio ambiente integrado com o ser humano, envelheça e viver cm qualidade.
- Hoje o debate está dado, duas candidaturas Dilma e Serra. Dilma está bem ela está em ascensão. Possibilidade de ganhar é favorável o projeto do Lula representado pela Dilma contra o projeto de Fernando Henrique representado pelo Serra.
Reportagem de Paulo Furtado
Entrevista realizada no dia 20/10/2009