Grêmio 1 x 0 Botafogo

Grêmio 1 x 0 Botafogo
Libertadores 2017

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Falecido Ex-Prefeito Marcos Palombini

Imagens de Arquivo




Ana Paula Chedid - Lazaro Nascimento - Ricardo Rosa - Ismael Conceição

Contatos das Assessorias de Comunicação

Contatos das Assessorias de Comunicação Social da SSP

01/10/2010 14:45





Para facilitar e tornar mais ágil o trabalho dos profissionais de imprensa que buscam informações da Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP/RS) e seus organismos vinculados (Polícia Civil, Brigada Militar, Instituto-Geral de Perícias e Superintendência dos Serviços Penitenciários), principalmente aos finais de semana e feriados, informamos os telefones celulares funcionais das respectivas assessorias, bem como telefones convencionais e e-mails para outras demandas durante a semana. Solicitamos aos profissionais da mídia para que busquem sempre com as assessorias a intermediação de demandas junto às fontes de cada instituição. Ressaltamos também que ao pé da página inicial do site da SSP ( www.ssp.rs.gov.br ), no banner Cadastre-se, pode ser efetuado o registro para recebimento do mailing diário de notícias da Secretaria.



SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA ( www.ssp.rs.gov.br )

Coordenador de Comunicação: Jornalista Amilton Belmonte

Fone: (51) 3288-1919/3288-1994 (segunda a sexta-feira, horário comercial)

Celular funcional: (51) 8418-7679 e 8445-8670 (Aparelhos programados para receber apenas chamadas identificadas)

e-mail: comunicacao@ssp.rs.gov.br



POLÍCIA CIVIL ( www.pc.rs.gov.br )

Coordenador de Comunicação: Comissária Beatriz Cesti

Fones: (51) 3288-2380/3288-2381 (segunda a sexta-feira, horário comercial)

Celulares funcionais: (51) 8464-7709 / Ellen Dick

e-mail: imprensa@policiacivil.rs.gov.br



BRIGADA MILITAR ( www.brigadamilitar.rs.gov.br )

Coordenador de Comunicação: Capitã Vanessa Àvilla

Fones: (51) 3288-2930/3288-2932 (segunda a sexta-feira, horário comercial)

Celulares funcionais: (51) 8501-6577 e (51) 8501-6575

e-mail: pm5-imprensa@brigadamilitar.rs.gov.br



SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS ( www.susepe.rs.gov.br )

Assessor de Imprensa: Jornalista Marco Vieira

Fone: (51) 3288-7285/3288-7289 (segunda a sexta-feira, horário comercial)

Celular funcional: (51) 8443-6887

e-mail: imprensa@susepe.rs.gov.br



INSTITUTO-GERAL DE PERÍCIAS ( www.igp.rs.gov.br )

Assessor de Imprensa: Jornalista Maria da Graça Kreisner

Fone: (51) 3288-5165 (segunda a sexta-feira, horário comercial)

Celular funcional: (51) 8445-8627

e-mail: comunicacao@igp.rs.gov.br











Tambores

Prezados Confrades:



Vejam a entrevista especial no Programa "Encontro dos Esportes" com a Direção da Confraria Tambores de Yokohama:







Estaremos no Mundial em Dubai/Abu Dhabi com o nosso amado S. C. INTERNACIONAL!



Desde a última conquista da América está disponível no nosso site informações sobre o caminho que a Confraria irá seguir em direção aos Emirados Árabes, que já conhecemos em 2008, quando estivemos presentes na Dubai Cup.



Ingressos já adquiridos - Categoria 1



Informamos que o pacote I está esgotado, agora a operadora apresentou o pacote II que estamos repassando pelos links abaixo:



QATAR AIRWAYS - VIA DOHA

(link para arquivo pdf)



Maiores informações contatar diretamente com a Agência indicada nos links, que opera com exclusividade para os integrantes da Confraria e amigos.



SAUDAÇÕES COLORADAS!



Salamaleico!



Samanta Cardoso Bertei,

Presidente da Confraria Tambores de Yokohama.

Email: presidente@tamboresdeyokohama.com.br



"TAMBORES": DE YOKOHAMA A ABU DHABI 2010!











Tarso Genro

O Rio Grande que eu quero tem o tamanho de nossas maiores virtudes. Tem a coragem de vencer desafios, tem a força para acreditar nos sonhos, tem a sinceridade de falar e de ouvir, tem a generosidade para construir uma vida melhor.


O Rio Grande que queremos é o Estado que olhe para as crianças, que respeite os mais velhos, que valorize a dignidade.



Onde cada gaúcha e cada gaúcho se orgulhe do lugar onde vive, do trabalho que faz e da semente que planta, da igualdade e da paz.



No Rio Grande que queremos, nossa identidade tem a força do pampa e do mar, do planalto e da serra.



Nossas fronteiras não são o que nos separa, mas o que nos une. Somos o Brasil do Sul. E o Sul do mundo.



O que nos move é a força dos sonhos.



A capacidade de transformar.



E o futuro que vamos fazer.



Quero assumir esse compromisso do fundo do meu coração. Pelos sonhos da nossa gente, pela vontade do nosso povo, pelo novo caminho que vamos construir com as melhores virtudes de cada um de nós.



A todos os gaúchos e gaúchas que encontrei nessa jornada, meu maior abraço e meu maior agradecimento por terem me feito amar ainda mais o nosso Rio Grande.



Tarso Genro

Cobertura Politica em 2008 Eleições Municipais





Senadores de São Paulo

Caros amigos e debatedores,

Solicito que repassem a todos os brasileiros, aos paulistas em especial.
Imprimam e leiam aos que não possuem acesso à INTERNET. Este deve ser um esforço ininterrupto de 48h.


O Brasil amargou em 2009 mais de 150 mil mortes devido a violência, mais de 1 milhão de brasileiros, somente em 2009, ficaram ou ficarão por conta dela com sequelas físicas e mentais. Isso não assusta aos brasileiros, mas é resultado de como o Brasil foi e está sendo administrado. A violência, já em 2004 consumia mais de 5% do PIB (IPEA), e seu crescimento continuou a sua escalada exponencial, sendo que nas últimas quatro semanas os cariocas foram sistematicamente vítimas de arrastões em importantes avenidas, mas por conta das drogas, vindas das FARC e da leniência do governo boliviano e brasileiro, hoje faz a violência no campo e nas pequenas cidades de forma não menos cruel. Das mais de 1.000, isso mesmo, mil favelas cariocas, somente pouco mais que uma dezena foi, como dizem "pacificada" e servem de modelo para uma candidata à Presidência.  Segundo o Banco Mundial são mais de 7,5% PIB os gastos do brasieliro com a violência. Eu estimo em mais de 20%, pois não foram consideradas as  devido a perdas de oportunidades, principalmente nos negócios, a começar pelos ligados ao turismo, às necessidades de se acompanhar idosos, jovens e crianças em seus deslocamentos e à diáspora brasileria, às que levam os brasileiros com espírito empreendedor a planejar sua vida em países mais justos, com maior valorização profissional, com maior liberdade e muito mais seguros, incluindo os nossos principais ídolos do futebol, que já em tenra idade estão fora do Brasil. E que com o dólar baixo, somada a violência aqui dentro, também o leva o brasileiro a fazer turismo lá fora e inibe o turista a vir ao Brasil.
 
As Agendas 21 e os Planos Diretores Municipais ficaram no discurso e não são cobrados pelos Estados e pela União e a ISO 14001 para as empresas deixadas para um planejamento futuro. Nos afastamos do compromisso com a sustentabilidade sócio-ambiental.

Na área ambiental, estende-se por todo o território nacional os crimes ambientais, poucos brasileiros conhecem a Lei de Crimes Ambientais, que se soma ao Código Penal e Código de Processo Penal, sem que o brasileiro se dê conta de que as infrações e crimes se iniciam já no quarteirão de sua casa, mas que não são alvo do policiamento preventivo, e na esfera da justiça, da polícia judiciária, não são adequadamente investigados, periciados e com a celeridade adequada levados à justiça. E lá muito menos julgados. E temos incoerências, como praticamente dois terços dos funcionários do IBAMA lotados em Brasília ou no Rio de Janeiro, quando não nas demais capitais. Na área criminal se confunde a prevenção com a justiça, assim justificando uma polícia única combatendo o crime, quando deveríamos ter a prevenção, incluindo a ostensiva, que pode e de fato é privada e se complementa com a segurança pública, e a justiça desconsiderando as atribuições fundamentais da polícia judiciária, formada pela Polícia Federal, Polícias Civis e Polícias Técnicas ou também chamadas de Polícias Técnico-científicas. sem contar que não temos uma Polícia Fazendária, fundamental para de fato acabarmos com a sonegação ou uma polícia especializada a estrangeiros, fundamental para poder recepcionar e dar apoio público e de justiça aos turistas.
 
As leis citadas não devem ficar apenas no papel, e a ela temos uma infinidade de outras não menos importantes, como a Lei Maria da Penha, a Lei Nº 11.340, de 7 de agosto de 2006. A violência nos escraviza, pois nos limita a liberdade, nos retira a vida e, por conta de nos retirar também a propriedade, nos obriga a trabalhar mais e mais para repor estes bens.
 
O brasileiro não se dá conta que somente nos noticiários, e outros programas de TV, a violência consome mais da metade do tempo, tempo este que deveria ser dedicado à informação, ao lazer, cultura, etc.. Façam um teste, meçam o tempo. Estamos nos tornando recordistas mundiais no que se refere a violência, já passamos países em guerra como o Afeganistão ou o Iraque em sues piores dias, e somos recordistas mundiais em acidentes de trânsito e acidentes de trabalho.

E não é devido sóa a violência que o brasileiro é praticamente escravo,e neste caso não há palavra melhor para explicar a abusiva carga tributária que alimenta principalmente as dívidas públicas crescentes, que somente com o pagamento dos juros, com a rolagem, sem pagá-la, consome mais de um terço do orçamento federal, e que cresce com o inchaço do estado através da emPTização e as estatais através do nePTismo, da má gestão e do clientelismo político, com seu capitalismo sem mercado, mas de comparsas e seu socialismo de privilegiados, sem compromisso com a educação fundamental e a saúde preventiva, incluindo o saneamento.

Somos escravos e não mais com o histórico e injusto "quinto dos infernos", mas os "dois quintos do inferno", um deles seguramente em Brasília, pois dos 365 dias do ano, 147 a 152 dias são destinados para pagar impostos, o que representa 40% de um ano inteiro. E o brasileiro além disso continua em festa, teremos este ano 130 dias que não estão sendo dedicados ao trabalho, e felizmente não tivemos sucesso na Copa do Mundo.  E falando em Copa do Mundo, de responsabilidade exclusiva da FIFA e da CBF, que são entidades privadas, que não justificam o aporte de recuros públicos, ao contrário das Olimpíadas que são de responsabilidade do país sede. Seguramente, a exemplo do Pan, teremos a malversação de recursos públicos, mas desta vez sem a possibilidade de vair em público o principal responsável.

Fala-se em geração de empregos, é apenas a propaganda oficial, mas estes se deram em funções mais simples e de baixa remuneração, mas não acompanharam o crescimento da população e os que estão entrando no mercado de trabalho, os jovens, as mulheres e os imigrantes, e mais importante os antes excluídos, ainda dependentes da ajuda do contribuinte, ou melhor do pagador de impostos, estes prepassados aos bolsistas através de um emaranhado de órgãos publicos, nem sempre pautados pela eficácia.
 
Sem contar os que participaram da diáspora brasielira e estão agora, devido a crise em alguns países retornando, mas sem perspectivas.  e devido uma legislaçãotrabalhista superada e um sindicalismo gerador de privilégios aos "cumpanhero" temos ainda mais da metade dos trabalhadores brasielrios na informalidade, sem contar professores, policiais e  funcionários públicos da área da saúde empreendendo dupla ou tripla jornada de trabalho para terem um pouco de dignidade. Sem contar que devido a baixa remuneração não atrai bons profissionais, profissionais que entandam a diferença do público e do privado, No caso dos policiais não fazendo bico a pessoas influentes, polícos, como o dono do castelo brasileiro de Neuschwanstein, o a serviço de milicias, que o candidato Gabeira aponta no Rio de Janeiro já na primeira página de seu site (www.gabeira43.com.br).

Ao eleitor, bem a este deve, a exemplo da análise abaixo, avaliar qual o seu melhor condidato. Ou continuar acreditanto em mentiras ou candidatos fabricados para sensibilizar e emocionar o eleitor, tranformando as eleições não em um plebiscito, mas em uma torcida, para um segundo tempo acreditando em uma vitória que de fato não está a ocorrer. Sem se dar conta de que temos em curso somente um projeto de poder e não projetos para o Brasil, para os brasileiros.
 
E não comentei sobre o PAC que virou piriPAC, ou o "Programa Minha casa, Minha vida" e como este promove a discriminação espacial e assim concorre para a escalada da violência, sendo uma de susa principais causas, basta ver que o modelo segue as mesmas diretrizes da "Cidade de Deus", que é internacionalmente conhecida como exemplo de cenário de nossa violência.


Gerhard Erich Boehme
gerhard@boehme.com.br
(41) 8877-6354
Skype: gerhardboehme
Caixa Postal 15019
80530-970 Curitiba - PR

Como votar: Leia ...


Assunto: SENADORES

Data: Domingo, 26 de Setembro de 2010, 21:07


Poderemos escolher dois candidatos para nossa representação em SP, passo a vocês os nomes e o curriculum de cada um.


Candidato  1

O pai fundou a escola de idiomas Yazigi e a  Fundação SOS Mata Atlântica. A mãe, foi premiada pela UNESCO por seus programas para capacitação  profissional.

Começou a trabalhar na empresa do pai aos 16 anos  e levou-a ser um dos maiores cases de sucesso de franquias no  mundo.

Fundou a Associação Brasileira de Franchising, e  foi presidente da associação por 3 mandatos consecutivos.

Fez parte dos movimentos estudantis na época da  ditadura militar brasileira. Atuou na AP – Ação Popular, mas abandonou o  movimento devido às sua crença na não-violência.

Começou a praticar sustentabilidade antes mesmo do  termo ter sido inventado, e por isso foi um dos redatores da Carta da  Terra – A declaração de princípios éticos e fundamentais para construção  de uma sociedade justa, sustentável e pacífica.

Pós-Graduado em filosofia pelo IBMEC.

Autor do programa de capacitação de  professores  no Institute for the Advancemente of Philosophy for  Children, na Montclair State University.

Voluntário em capacitação de professores em  escolas públicas, devido ao seu interesse de educação por  qualidade.

Integrante do PNBE – Pensamento Nacional de Bases  Empresariais onde implementou projetos de adoção de escolas públicas por  parte de empresas.

Presidente do conselho deliberativo do instituto  Ethos. Fundador do Uniethos – a sua divisão educacional. Projetou o  instituto com suas participações  em fóruns internacionais como   o Pacto Global das Nações Unidas, o Global Report Iniciative , a 26000, o  fórum Econômico Mundial. Iniciou  a disseminação da responsabilidade  social empresarial como uma nova dimensão nos negócios.

Um dos três fundadores do Movimento Nossa São  Paulo.

Um dos fundadores do fórum Amazônia Sustentável.

Convidado para participar do projeto Elias – do  Massachussets Institute of Technology para incentivar a inovação de  lideranças sistêmicas ligadas à sustentabilidade.

No final de 2007, aproximou-se de Marina Silva e,  juntos com outras lideranças empresariais e ambientais, conceberam o  movimento Brasil Sustentável, que visa engajar diversos setores da  sociedade – empresas, governos, academia e organizações da sociedade civil  – na construção de uma sociedade responsável, justa e  sustentável.

Ricardo sonha com uma sociedade de pessoas  felizes, com qualidade de vida.

Seu lema de vida é: Paz, Alegria e Serenidade. 

Filósofo, praticante de yoga e da filosofia de não  violência de Ghandi, Músico e compositor de violão erudito e muitas outras  coisas que não cabem numa página, mas estão publicadas em sua biografia. 



Candidato 2

Casou-se aos 15 anos e  aos 16, montou um grupo de  pagode

 Em 2001 abandonou o  grupo em prol de sua carreira solo. É pai de 7 filhos e praticante de  violência doméstica contra sua esposa.

Apresentou o programa  Show da Gente no SBT. Em 2008, aproveitou sua fama artística e foi o  terceiro vereador mais votado na cidade de São Paulo.

Também por meio de  eleição, foi  presidente da Comissão Extraordinária de Defesa dos  Direitos da Criança, do Adolescente e da Juventude da Câmara de São Paulo.  Foi também escolhido como relator da Frente Parlamentar em Defesa das  Pessoas em Situação de Rua. Também é membro da Comissão de Constituição,  Justiça e Legislação Participativa (CCJ).

Como integrante desses  grupos, ganhou notoriedade ao agredir o repórter Vesgo em frente às  câmeras.



Candidato 3

Formado em direito pela  USP, onde também lecionou a matéria.

Por conta de ações contra  a ditadura foi exilado na França, onde estudou Economia Política e foi  professor de Português.

Foi diretor do Instituto  de Pesquisa e Desenvolvimento em Paris.

Foi deputado Estadual  duas vezes e líder do Governo Franco Montouro. Foi Deputado Federal 3  vezes, ora pelo PMDB, ora pelo PSDB.

Foi vice-governador do  Estado e Secretário Estadual de transportes.

Foi ministro-chefe da  Secretaria Geral da Presidência, Ministro da Justiça e Secretário do  Governo e Prefeitura de São Paulo.

Responsável pela  articulação política entre as pastas de governo e município.

Suas principais  realizações foram:

- fim da taxa do lixo,  criada por Marta Suplicy e isentou da taxa de iluminação pública os  moradores de ruas não iluminadas.

- construção de 46 novas  escolas, substituindo outras 44 em condições inadequadas, as chamadas  escolas de lata, favorecendo cerca de 35 mil crianças que estudavam nas  antigas escolas.

- grande incentivador da  Virada Cultural.

- na saúde firmou  novamente convênio com a FURP, retomando a fábrica de remédios do governo  do estado de São Paulo, que passou novamente a fornecer remédios à  prefeitura.

- integração do Bilhete Único ao Metrô.

- construção de 2  Hospitais (Hospital Cidade Tiradentes e o Hospital M’Boi Mirim). 

- Construção de 11 Novas  Unidades Básicas de Saúde

- Construção de 50 AMAs 

- serviço de pronto  atendimento em Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou Pronto-Socorros, com  capacidade de atendimento de até 300 pessoas/dia por unidade.

- Implantação do Programa  Remédio em Casa

- entrega domiciliar de  medicamentos a pacientes com doenças crônicas (diabetes e hipertensão). 

- A chamada Lei Cidade  Limpa é uma lei contra a poluição visual no município de São Paulo que  está em vigor desde o dia 1º de janeiro de2007. Proposta e sancionada pelo  prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.



Candidato 4:

Foi investigador, Delegado de Polícia. É formado em Direito pela USP.

Foi diretor do DOPS (polícia da ditadura) de 1977 a 1982 quando tornou-se superintendente  geral do DOPS paulista.

Capturou o mafioso italiano Tommazo Buscetta. No governo Collor, foi Secretário da Receita Federal.

Foi presidente do  Instituto Brasileiro de Assuntos Estratégicos.

Membro do Conselho de  Ética Parlamentar

Atualmente é senador e  defende o filho sobre as acusações de envolvimento com a máfia chinesa,  acusações essas surgidas após o filho assumir o Conselho Nacional de  Combate à Pirataria e enriquecer 416% em menos de um ano.



Candidato 5:

Seu pai  foi o megaindustrial Luís Afonso Smith de Vasconcelos.

Educada em escolas  francesas Des Oiseaux e Nossa Senhora de Sion. Tem 3 filhos e 5  netos.

Psicóloga e Psicanalista,  com mestrado em Psicologia Clínica pela Michigan State University, e pós  graduada pela Standford University.

Ficou famosa pela atuação  política do marido, e adotou seu nome quando foi Apresentadora da TV  Mulher nos anos 80.

Tem 9 livros  editados.

Após o divórcio,  continuou usando o nome do marido.

Foi deputada federal  entre 1995 e 1998. Nesse período apresentou dois projetos: A da parceria  civil para pessoas do mesmo sexo (1996) e a política de cotas para   mulheres na política.

Eleita Prefeita em São  Paulo com 58% dos votos em disputa direta contra Maluf, criou a taxa do  lixo, o bilhete único e os CEUS. Ganhou notoriedade ao inaugurar obras às vésperas da eleição, como  o túnel na avenida Rebouças, que ficou inundado e teve que ser fechado  para obras novamente 3 dias após sua inauguração. Obteve cerca de 32% dos  votos na eleição seguinte.

Ministra do Turismo   do Governo Lula, lançou o Viaja Mais Melhor Idade.

Famosa pela frase: "  Relaxe e goze !"



Candidato 6:

 Músico, cantor e  apresentador, tem o ensino fundamental incompleto. Participou de “A praça  da Alegria”, “Vende-se um véu de noiva”, “Ô coitado” e “A praça é nossa.”,   Pequenos  Brilhantes, A Mulher é  um Show, Concurso de Paródias, “nome do candidato” Show e “nome do candidato” TV.

Desligou-se do SBT ao  receber o convite para ser candidato. Atualmente vive uma rixa com os  donos de seu partido, acusando-os de censura e de não conseguir passar sua  mensagem.

ESCOLHEU ?  PRECISAMOS ESCOLHER 2 hein ?... Agora saiba quem são:

Candidato  1: Ricardo  Young,  430.

Candidato 2:  Netinho de Paula, 131.

Candidato 3:  Aloysio Nunes,  451.

Candidato 4:  Romeu Tuma, 141

Candidato 5:  Marta Suplicy (Marta Smith de Vasconcelos): 133

Candidato 6:  Moacir Franco, 177
Agora,  veja como estão as pesquisas, ou melhor, como o paulista, somente ele, está sendo enganado, em que pese ele o fazer por merecer, pois segundo o coeficiente eleitoral brasileiro, o paulista é um cidadão de terceira categoria, pois basta ver quantos paulistas são necessários para eleger um deputado federal ou um Senador:
  
Netinho 28%;
Marta 35%;
Romeu Tuma 21%;
Aloysio Nunes 16%;
Ciro 12%; 
Moacyr Franco 9%;
Ana Luiza 4%;
Ricardo Young  3%;

Se você não quer que  esses números virem realidade, encaminhe esse e-mail para seus conhecidos!
Só muda se você mudar!

VOTE CONSCIENTE... e não se esqueça que o dono do Brasil, o Sr. José ribamar ferriera de Araújo Costa, se elegeu como Senador com menos votos que os necessários para eleger um verador em São Paulo, Campinas, Jundiái, Ribeirão Preto, Santos e algumas cidades do ABCD. E ele é o principal aliado do dono da cinsciência dos brasielros.
 
 

AGAUVI

Queria ficar quieto mas não tenho como!


A minha empresa a LCR Produtora em conjunto com a Subsecretaria de
Cultura de Gramado através da AGAUVI (Associação Gaúcha de Audiovisual) realizou o projeto  "O nosso futuro começa aqui", que
se resumiu em doações de produtos e serviços para a Escola Municipal
Presidente Vargas no município de Gramado/RS.


A iniciativa está divulgada no site da prefeitura:
http://www.gramado.rs.gov.br/index.php/I nstitucionais/Iniciado-em-Gramado-Projet o-Nosso-Futuro-Comeca-Aqui.html?mosmsg=O brigado+por+avaliar+nosso+conteudo


Como as matérias gravadas no Programa Plano Geral sobre este evento estão no endereço do You Tube www.youtube.com/cinebr
 
Agradeço ao apoio de todos os empresários de Novo Hamburgo, Porto Alegre e Gramado que doaram produtos e serviços de primeirissima qualidade, como também quero deixa registrado que sem a visão inovadora do Subsecretário Daniel Bertoluci e o conhecimento pedagógico de Renata Rios, nada disso teria sido possivel.


Obrigado pela atenção e carinho de todos!


Luiz Rangel
Presidente AGAUVI
 


Shakira perde a linha

MÚSICA - Shakira perde a linha em Barcelona

Qui, 30 Set, 12h50
(BR Press) - Shakira ficou louca. Na verdade, esse é o tema do clipe da nova música da cantora colombiana, Loca. O vídeo, lançado na última quarta-feira (29/09), foi gravado em Barcelona, Espanha, e causou polêmica na cidade, devido ao comportamento da artista. 

PUBLICIDADE
No clipe, parte de seu novo álbum "Sale el Sol" ou "The Sun Comes Out", com lançamento em 19/10, Shakira anda de skate na orla da praia, passeia de Harley-Davison sem capacete e ainda dança em uma fonte pública. 
Garota levada
A prefeitura de Barcelona não gostou das infrações cometidas pela cantora, que não solicitou autorização para gravar o vídeo, e pode aplicar uma multa de 400 euros. "Ainda não me enviaram a multa, mas vou pagá-la. Assim não me enchem mais", disse Shakira ao jornal espanhol El Periódico
Veja as loucuras de Shakira.

CD gratuito para músicos em Vacaria RS

Recebi uma ligação de manhã para uma reunião com o Prefeito Elói e os demais músicos de Vacaria RS. Segundo informações a Prefeitura quer gravar um CD coletivo com os músicos. Vamos aguardar a reunião é algo bom para nós que lutamos pela cultura. Precisamos de apoio e incentivo.

Brigada Militar

Brigada Militar detém 316 pessoas e apreende 15 armas de fogo
30/09/2010 11:28

A Brigada Militar divulga os dados atualizados da produção operacional, das atividades de rotina e das operações Centauro Caixa Forte, Centauro Segurança no Campo, Centauro, Centauro Cadeado, Centauro Sensação, Centauro Capacete Limpo e Centauro Transporte Seguro.
Com abrangência estadual, as ações foram realizadas pela Corporação nas últimas 24h. Confira:
AÇÕES                        TOTAL
Posse de Entorpecentes 27
Tráfico de Entorpecente 16
Total de Veículos Fiscalizados 36.171
Total de Veículos Autuados 1.125
Total de Veículos Recolhidos 226
Total de Veículos Recuperados 14
CNH Apreendidas 37
Prisões Realizadas (Exceto Foragidos) 302
Foragido 14
Total de Prisões Realizadas 316
Armas Brancas 4
Armas de Fogo Apreendidas 15
Apreensão Maconha (Gr) 345,60
Apreensão Cocaina (Gr) 21,50
Apreensão Crack (Gr) 227,88
Apreensão de Munições 134
Apreensão de Espécie (R$) R$ 2.698,50
BO-COP Confeccionados 304
BO-TC Confeccionados 101
Bares Fiscalizados 1.339
Casas Noturnas Fiscalizadas 221
Desmanches Fiscalizados 72
Inspeções a Bancos 3.637
Inspeções à Escolas 418
inspeções a Postos de Saúde 267
Acidente de Trânsito - Danos Materiais 65
Acidente de Trânsito - Lesões Corporais 76
Acidente de Trânsito - Morte 2
Art 306 - Dirigir Embriagado 2
Art. 165 - Embriaguez 11
Máquinas de caça-níquel apreendidas 13
Máquinas de caça-níquel lacradas 10
Barreira Policial 655.

Fonte: Ascom BM

Livro Virtual

O Velho e o Novo em livro Atual.




O Essencial do Livro dos Livros é para quem: nunca leu a Bíblia; já tentou ler e desistiu; no cree en brujas, pero que las hay, las hay; diz que leu mas não leu de verdade e gostaria de ter lido; não entendeu; entendeu logo, ou acha que; voyeurs do bem; discípulos de São Tomé.

Versa sobre crenças, sem crer: assim é se lhe parece, Pirandello já dizia; a versão é mais importante que o fato, há muito dizem os mineiros... Mais vale uma imagem do que nenhuma.

Recomenda-se: deixar a vaidade de lado e pegar os óculos; a não leitura, se não tiver espírito forte e mente aberta; a compra de exemplares individuais, caso contrário, o casal pode ter que discutir a relação; relaxar e gozar, no bom sentido; no ótimo atrapalha a leitura.





Nova edição, para leitor eletrônico Kindle ou para baixar no seu computador: Kindle for PC (site link Amazon)

Edição revista e com fotos de Claudio Bergstein / Mapas por Fernando Assad

Na Amazon.com

http://www.amazon.com/dp/B003KVL334



Também na Livraria Cultura (formato epub) para leitor eletrônico ou para baixar no seu computador

http://www.livrariacultura.com.br

opção no site: eBooks>Busca>Título:O Essencial do Livro dos Livros



Visite também o JACOBLOG : www. jbgoldemberg.blogspot.com



E-mail verificado pelo Terra Anti-Spam.
Para classificar esta mensagem como spam ou não spam, clique aqui.
Verifique periodicamente a pasta Spam para garantir que apenas mensagens
indesejadas sejam classificadas como Spam.

Esta mensagem foi verificada pelo E-mail Protegido Terra.
Atualizado em 27/09/2010

Cola

mprima sua cola

Você deve imprimir, depois preencher com os números do deputado estadual e federal e levar com você no dia 3 de outubro. Também pode enviar este modelo para amigos e familiares e até mesmo imprimir várias cópias e entregar para os seus conhecidos. Assim, estará facilitando a vida deles e contribuindo com o seu estado e o seu país.

Nota contra o Golpe no Equador

Nota contra o golpe de Estado no Equador
 
Nesse momento de grande efervescência política da realização de mais um fato histórico com a eleição da primeira mulher a presidir o Brasil, Dilma Roussef, vivemos, ao contrário com nosso irmão Equador, mais outro capítulo da tentativa de barrar os avanços em prol do povo amigo deste país, cuja direita é uma das mais raivosas da região andina. Rafael Correa, Presidente eleito com quase 80% de votação, começou no Equador a Revolução Cidadã pela qual significativas políticas públicas vão beneficiar os negros e os indígenas, além de equalizar o deficit  público, diminuir o desemprego e a miséria, entre outras conquistas. Por hora, a tentativa de recuperar a capacidade de investimentos do setor público – com a reforma do serviço e do funcionalismo públicos -, tem gerado insatisfações naturais num processo de transição para se atingir metas ousadas para aumentar os investimentos sociais. E grupos diversos  têm feito críticas a esse importante processo. No caso dos militares, eles  receberam aumentos salariais e por causa da aplicação do Projeto de Soberania Energética, que deve consumir a cifra de 152 milhões de dólares na melhoria do sistema elétrico equatoriano, tem havido alguns casos de apagões em Guaiaquil, Quito, Miraflores e Guayas, pois nessas localidades acontece a interrupção temporária da energia para a troca de novas turbinas pela CELEC- Transeletric Companhia Elétrica do Equador. Os oposicionistas e consortes têm procurado insuflar a população contra essas atualizações no setor elétrico.
Claro, também faltou à gestão de Rafael Correa maior diálogo com os grupos envolvidos nas mudanças para se evitar os tumultos que hoje chocam a América Latina. Mas, apesar das ótimas intenções e dos erros temporários, nenhum desses  erros  de percusso vai tirar o Equador da rota dos avanços sociais e nem do objetivo de se contruir o socialismo do Século XXI. Haja vista que Correa foi consagrado democraticamente nas urnas.
 
Todo apoio a Rafael Correa e sua coligação Pais!
Viva a amizade afro-equo-brasileira!
Viva o Socialismo!
 
*Alexandre Braga é Articulista e Coordenador de Comunicação da UNEGRO-União de Negros Pela Igualdade - Minas Gerais/Brasil e membro da Organização Latino-americana de Entidades Negras.
 
 
leia artigo sobre o tema no Jornal do Brasil:

 
 

Encontros com o Professor

Na próxima quinta-feira, dia 7 de outubro, Ostermann recebe o jornalista e escritor Guilherme Fiúza. Na canja musical, Apanhador Só. É quinta que vem, às 19h30min, no StudioClio. Até lá!
 
 

Saiba um pouco mais
 
O jornalista e escritor Guilherme Fiúza nasceu no Rio de Janeiro, em 1965. É autor de Meu nome não é Johnny, que conta a história de João Guilherme Estrela, jovem de classe média alta do Leblon que se tornou um dos maiores traficantes de drogas da Zona Sul carioca nos anos 1980. O livro, sucesso de vendas e de crítica, deu origem ao filme homônimo assistido por mais de dois milhões de espectadores no cinema e chegou à TV aberta.

Fiúza escreveu também os livros 3.000 Dias no Bunker , sobre os bastidores do Plano Real , e Amazônia, 20º Andar , a saga de uma seguidora de Chico Mendes. Em 2010, publicou Bussunda - A vida do Casseta, biografia lançada quatro anos após a morte prematura de Bussunda, em plena cobertura da Copa do Mundo de 2006. A obra reconstitui a trajetória do humorista — de “ caso perdido” a ídolo da televisão brasileira —, em uma caminhada   acidentada , divertida e ousada ao lado de seus companheiros do Casseta & Planeta , o anárquico grupo que mudou a história do humor no país .
Como jornalista, Fiúza trabalhou nos jornais O Globo, Jornal do Brasil e no site NoMínimo, entre outros veículos. Atualmente assina um blog na revista Época.


Canja musical
Apanhador Só
Indicada à categoria Aposta MTV, do Vídeo Music Brasil, e responsável por um dos álbuns mais elogiados pela imprensa nacional em 2010, a banda Apanhador Só encontra maneiras incomuns para usar estilos e gêneros – reinventados a ponto de eventuais influências se tornarem irreconhecíveis.
As canções do disco de estreia do quarteto, como Um Rei e o Zé, Balão-de-Vira-Mundo, Maria Augusta e Vila do ½ Dia, reverenciam o legado da canção brasileira e equilibram o pop com experimentalismos. Com agenda recheada de shows pelo Brasil, o grupo já contabiliza 10 mil downloads do álbum em seu site e prepara-se para lançar o vídeo-clipe de Prédio, além do novo single Na Ponta dos Pés.

A Apanhador Só foi formada há quatro anos, em Porto Alegre, por Alexandre Kumpinski (voz e guitarra), Felipe Zancanaro (guitarra), Fernão Agra (baixo) e Martin Estevez (bateria).
 
 
 

Pesquisa no RS Tarso na Frente

Datafolha: Tarso mantém liderança no RS com 45%

O candidato (PT) manteve a liderança da corrida eleitoral, com 45% das intenções de voto na modalidade estimulada, em pesquisa do Datafolha. José Fogaça, do PMDB, está em segundo lugar, com 25%, seguido por Yeda Crusius (PSDB), com 15%, e Pedro Ruas (PSOL), com 1%. Os outros cinco candidatos não pontuaram.

Fonte: Yahoo

Debate dos Presidenciáveis

1 de outubro de 2010 01:09 
Fonte: Yahoo

Dilma e Serra não se enfrentam; Marina cutuca tucano

O debate entre quatro principais candidatos à Presidência da República – Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB), Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) – começou morno, marcado pela discussão de temas básicos como previdência, saúde, criação de empregos, transporte, saneamento, habitação e funcionalismo público.

O esperado confronto direto entre Dilma e Serra não ocorreu. A principal – e breve – troca de farpas foi entre o tucano e Marina Silva. Do roteiro previsto pela imprensa, apenas Plínio cumpriu o papel, ao novamente assumir a postura de franco-atirador, distribuindo críticas aos outros três candidatos “do sistema, do capital”.

No quarto bloco o clima esquentou, com um confronto entre Serra e Marina. A candidata verde perguntou ao tucano se ele fazia uma autocrítica pelo fato de várias lideranças do PSDB e do DEM terem sido contra Bolsa Família e outras políticas sociais. O tucano respondeu falando sobre a criação da Bolsa Alimentação durante o governo FHC, e afirmando que o programa foi uma das bases para o Bolsa Família atual. “Você simplesmente não responde, não faz uma autocrítica”, disse Marina na réplica.

O tucano rebateu com uma provocação: “Marina, não use sua régua pra medir os outros. Se eu fosse usar minha régua, diria que você e a Dilma tem muitas coisas parecidas, e você estave no governo do mensalão”. Momentos antes, a própria Marina havia comparado Serra com Dilma, dizendo que ambos possuíam uma visão limitada e “desenvolvimentista” de Estado.

Líder nas pesquisas de intenção de voto, Dilma se viu em uma situação relativamente confortável, com o debate ameno. Pôde assim pautar suas respostas em realizações do governo, mencionando diversas vezes o Bolsa Família, a reação do governo Lula à crise econômica mundial, os recordes na criação de empregos com carteira assinada, a redução de impostos, como o IPI, e a parceria do governo federal com o governo e a prefeitura do Rio de Janeiro na criação das Unidades de Polícia Pacificadora em favelas da cidade.

“Diante da crise a gente não faz teoria, tem de ter propostas concretas e agir. Nós aumentamos os empregos, colocamos recursos para as empresas privadas manterem os empregos, reduzimos impostos. O Brasil foi o último país a entrar na crise e o primeiro a sair”, disse a petista.

Marina Silva tentou se opor aos adversários criticando o caráter “gerencial” de Serra e Dilma, acusando-os de carência de pensamento estratégico. Apontou que o planeta passa por uma série de crises, que vão da economia ao meio-ambiente. Não deixou de elogiar programas do governo Lula, como o “Minha Casa, Minha Vida”, dizendo que pretendia ampliá-lo.

Também disparou contra José Serra (PSDB), dizendo que o tucano não fez muito pela habitação no governo de São Paulo. A candidata verde ainda questionou a situação da segurança pública no governo atual e anterior: “16 anos se passaram e continua uma situação de desespero”, disse.

José Serra falou sobre suas ações como ministro da Saúde de FHC e prometeu reduzir a carga de impostos sobre alimentos e remédios para os mais pobres. Também disse que, se eleito, vai criar uma defesa civil nacional, baseada no DF, e qualificar prefeituras e estados para combater desastres naturais como enchentes, deslizamentos e incêndios florestais.

Serra também disse que vai colocar as agências que decidem sobre reajustes a serviço do consumidor. “Não a serviço de loteamento”, afirmou. Prometeu retomar genéricos e voltar à questão das patentes. No início do debate, o tucano também reafirmou a promessa de que irá propor salário mínimo de R$ 600 e aumento de 10% de aumento aos aposentados.

Mas coube mesmo a Plínio a função de provocador, tentando fazer com que os oponentes se comprometessem com suas bandeiras, como ICMS zerado. Plínio também disse que seus adversários nunca pedem votos a seus deputados, e perguntou se os candidatos têm vergonha de seus partidos.

O candidato do PSOL ainda defendeu o não pagamento da dívida externa e o investimento desse recurso em saneamento básico. Ele se posicionou como um candidato voltado para o futuro e apelou para o eleitorado jovem. “Eu estou falando para o futuro, para os jovens. É preciso ter coragem, tenacidade, é preciso é força. É preciso falar as coisas como elas são.”
corrida noticias galeria

A Volta da morte dos Pombos em Vacaria RS

Mais uma vez as pessoas que transitam pelo centro da cidade de Vacaria RS propriamente dito na Praça Daltro Filho observa mais uma vez a morte dos pombos. As autoridades locais continuam omissas e não dão respostas o que está acontecendo se a causa da morte dos pombos é um envenenamento ou o que está acontecendo. Sabemos que setores da atual Administração odeiam os pobres pombos. Aqui em Vacaria a questão ambiental e de preservação dos animais um problema sério. As autoridades ficam omissas ao problema misterioso, quem está colocando o veneno para matar os pombos?
Será que os pobres pombos são cobaias politicas para prejuicar alguém?
Perto das eleições os pombos começam a morrer, qual será o motivo?Será o veneno petista ou socialista que está matando os pombos?
Será os anticristos que não querem os pombos pois sujam o seu ambiente cristão?
Ou será aqueles que só pensam em dinheiro e no lucro e tem ódio no croação e decontam a sua frustação nos pombos? 
Até quando as autoridades iram continuar omissas?
Esperamos que esse blog faça as autoridades e Ong's do pais aportarem em Vacaria e pressionar as autoridades locais, parece que o PT que defende o meio ambiente hoje o poder fez modificar o programa do partido pelos menos aqui em Vacaria RS.