Grêmio 1 x 0 Botafogo

Grêmio 1 x 0 Botafogo
Libertadores 2017

domingo, 21 de agosto de 2016

PSDB





Outras Palavras



Boletim de atualização - Nº 694 - 21/8/2016
SELEÇÃO: O MELHOR DA SEMANA EM OUTRAS PALAVRAS



A Internet e as artimanhas do pensamento fácil
"Pensamento fácil", que ameaça dominar as redes sociais, é o modo difuso como raciocina o indivíduo deste começo de século. É a renúncia antecipada (e rancorosa) a qualquer complexidade. É, por isso mesmo, muito mais conformista que revolucionário. Por Fran Alavina (publicado em 15/8) (Outras Palavras)

O Congresso no bolso da indústria farmacêutica
Raio-X de uma relação promíscua: o dinheiro e favores oferecidos aos deputados para restringir genéricos, favorecer testes com cobaias humanas e garantir lucros bilionários. Por Najla Passos (publicado em 18/8) (Outras Palavras)

Para subverter nosso debate econômico rasteiro

O mundo, e o próprio FMI, já constatam fracasso das políticas de "ajuste fiscal". Mas num Brasil bizarro, mídia repercute falas dos "especialistas". Para eles, Banco Central deveria reescrever a Constituição. Por Felipe Calabrez (publicado em 18/8) (Outras Palavras)

Saúde: os planos da segregação

Como o projeto dos “planos acessíveis”, tramado pelo governo Temer, ameaça o SUS, obriga os segurados a aceitar assistência precária e pode entregar setor a fundos financeiros internacionais. Por Maíra Mathias (publicado em 16/8) (Outras Palavras)
Cidades: assim se privatizou o Porto Maravilha

História de um retrocesso emblemático: área degradada do centro do Rio, que seria recuperada com moradias e espaços públicos, foi entregue à especulação. Como mega-empresas obtiveram do Estado a rendição total. Por Adriano Belisário, na Pública (publicado em 18/8) (Outras Mídias)

I
nternet ameaçada (3): Quem escolhe o que você lêEm quase todo o mundo, multidões já se “informam” pelo Facebook. Ignoram que a rede espalha informações, ou as retém, segundo critérios jamais revelados – mas certamente pró-sistema. Terceira parte do debate promovido por Outras Palavras. [Versão integral em http://bit.ly/internet- ameaçada]
Rafael Evangelista
e Rafael Zanatta, entrevistados por Antonio Martins (Outro Canal)

Bem-vindo à era da “Guerra ao Terror

Uma vasta operação governamental tenta tirar proveito dos Jogos Olímpicos para vender a ideia de que vivemos ameaçados – e a única saída é “mais segurança”. Por Reginaldo Nasser (publicado em 17/8) (Blog do Reginaldo Nasser)

Alerta: Alckmin volta a provocar secundaristas Ao compor comissão encarregada dos rumos da Educação, governo paulista sinaliza que não desistiu da “reorganização escolar” e tenta cooptar Judiciário – que defendeu estudantes e se opôs ao fechamento de escolas. Por Salomão Barros Ximenes (publicado em 19/8) (Outras Palavras)

Serra: um indício a mais de corrupção
Cúpula da Odebrecht declarou repasses clandestinos de R$ 23 milhões ao então senador. Agora, surge possível contrapartida: projetos favorecendo a privatização do sanemento -- um dos focos da mega-empreiteira. Por Breno Costa, no The Intercept (publicado em 19/8) (Outras Mídias)

Como assim, “violência constitucional necessária”?

Senador Cristóvam Buarque inventa conceito esdrúxulo; frase para justificar impeachment lembra os tempos de Jarbas Passarinho; e entra no panteão brasileiro da infâmia. Por Alceu Luís Castilho (publicado em 16/8) (Blog do Alceu Castilho)
A triste decadência do Ministério Público

Empoderado pela Constituição de 1988 para defender cidadania, órgão reduz-se ao papel de proteger policiais violentos, defender moral conservadora. Sua última pataquada: esdrúxulas "10 Medidas" contra corrupção. Por Brenno Tardelli, no Justificando (publicado em 18/8) (Outras Mídias)
--
Boletim de atualização do site Outras PalavrasA reprodução é bem-vinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui. Acompanhe nossas novidades também no Facebook




_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br

Inter de Lages SC Vence o Ituano mas Está Fora da Série D do Brasileiro


Em novo passo de evolução, Inter faz sua melhor competição nacional na história
O Colorado Lageano encerrou neste sábado sua participação na Série D com vitória por 1 a 0 contra o Ituano - e também com a melhor campanha do clube em uma competição nacional na história.
Ao alcançar as oitavas de final da Série D, o Inter ficou entre os 16 melhores da competição neste ano. Além disso, a campanha da equipe incluiu ao menos uma vitória contra todos os seus adversários no campeonato - Linense (SP), São Paulo (RS), PSTC (PR), Caxias (RS) e Ituano (SP).
Essa foi a quarta competição nacional do Inter de Lages em sua história. Duas delas foram disputadas em 2016 - além da Série D, o clube disputou neste ano também a Copa do Brasil, a primeira em seus 67 anos de vida.
Nas três anteriores, o Inter havia sido eliminado na primeira fase. Além da Copa do Brasil, quando somou uma vitória e uma derrota contra o Sampaio Corrêa (MA), o clube disputou a Série D em 2015 e a Taça Brasil em 1966.
O acesso do Colorado Lageano para a Série C do Brasileiro ainda não aconteceu, mas seu desempenho em 2016 mostra que, em mais uma temporada, o clube deu um novo passo de evolução. E outros estão por vir.

Inter derrota o Ituano fora de casa, mas não consegue avançar na Série D
O Internacional de Lages foi bravo, derrotou o Ituano fora de casa por 1 a 0, mas o resultado não foi suficiente para o time avançar para as quartas de final da Série D. O jogo foi disputado neste sábado, em Itu.
O gol da vitória saiu aos 3 minutos de jogo. Parrudo recebeu cruzamento da direita e cabeceou da entrada da área. OA bol encobriu o goleiro Diego e raspou no travessão antes de chegar à rede.
A equipe colorada seguiu no ataque nos minutos seguintes, mas, aos poucos, foi o Ituano que começou a pressionar. Aos 24 minutos, depois de uma disputa na área no ataque do Ituano, o zagueiro Naylhor mandou para a rede, mas a arbitragem marcou impedimento e anulou o gol.
O Inter melhorou no segundo tempo e dominou as ações. O time acertou o travessão do adversário duas vezes em lances de bola parada, uma com Cristian e uma com Petterson - esta foi anulada pela arbitragem, que marcou impedimento -, e chegou com perigo também em lances de contra-ataque.
O Ituano esboçou momentos de pressão, mas também sem chegar ao gol. Neto Volpi manteve o placar com boas defesas, e, em outras finalizações, a bola saiu pela linha de fundo.
Com o resultado, o Ituano avança às quartas de final da Série D. O Inter, que precisava de mais dois gols para se classificar, despede-se da competição tendo feito a melhor campanha de sua história em uma competição nacional. O clube, que ficou entre os 16 melhores neste ano, já tem vaga assegurada para a Série D de 2017.
ITUANO 0 x 1 INTER
ITUANO: Diego, Arnaldo, Naylhor, Luiz Felipe e Peri; Guly, Simião e Aloísio (Guilherme); Morato (Marcelinho), Rafael Martins e Claudinho (Igor). Técnico: Tarcísio Pugliese
INTER: Neto Volpi, Rafael Tufa, Cristian, Petterson e James (Carlos); Bruno (Felipe Merlo), Parrudo, André Gava (Geraldo) e Marcelinho Paraíba; Gustavo e Mateus Arence. Técnico: Waguinho Dias
Gol: Parrudo (3'/1T)

NOS ANEXOS:
- Pequenos torcedores colorados acompanhando a evolução do clube em mais uma temporada (Foto: Zé Rabelo)
- Mateus Arence e Parrudo comemoram com os jogadores do banco o gol da vitória (Foto: Inter de Lages / divulgação)
 
-- 
Inter de Lages
Imprensa

www.interdelages.com.br

Outras Palavras


http://www.outraspalavras.net
Boletim de atualização - Nº 690 - 15/8/2016


​​​A internet e as artimanhas do pensamento fácil
"Pensamento fácil", que ameaça dominar as redes sociais, é o modo difuso como raciocina o indivíduo deste começo de século. É a renúncia antecipada -- e rancorosa -- a qualquer complexidade. É, por isso mesmo, muito mais conformista que revolucionário. Por Fran Alavina (Outras Palavras)

Precisamos falar sobre as franquias na rede
Desafiada em abril, por rebelião que se espalhou na rede, tentativa de impor taxímetro digital na rede prossegue, por baixo do pano. Um seminário debate, nesta sexta-feira, como resistir Por Rafael Zanatta (Outras Palavras) 
Estados Unidos, terra da liberdade?
Como FBI e CIA infiltraram e desestabilizaram movimentos rebeldes nos anos 1970 -- especialmente os anti-racistas e opositores à guerra do Vietnã. Panteras Negras, alvo central. Entre as práticas, manipulação da Justiça e suborno da mídia. Por Breno Altman, no Opera Mundi (Outras Mídias)

Outro Brasil: uma história em Teerã
Ao debater o papel do país na luta pela paz, Celso Amorim revela os bastidores de um episódio ocultado. Como o Brasil construiu, em 2010, um acordo nuclear entre EUA e Irã -- essencialmente o mesmo que seria firmado pelos dois países, cinco anos depois. Entrevista a Antonio Martins (Blog da Redação)

Outras Manhãs: Jean-Paul Sarte e a obsessão pelo futuro
Que se passa numa sociedade em que, além dos projetos e expectativas, os próprios gestos aparentemente gratuitos "só têm sentido se sua realização final é projetada para fora deles, fora de nós, no ainda-não"? Curadoria e Narrração: Alexandre Machado (Blog da Redação)

No palco, Coletivo Negro e os artistas da fomeEmbalada pelo som dos Racionais, encenada por atores que conhecem a potência política da estética, "Farinha com Açúcar" examina construção da masculinidade negra na periferia de São Paulo. Por Juan Velásquez (Outras Palavras) 

--
Boletim de atualização do site Outras PalavrasA reprodução é bem-vinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui. Acompanhe nossas novidades também no Facebook


_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br

Outras Palavras

http://www.outraspalavras.net

Boletim de atualização - Nº 693 - 19/8/2016

​​​​Alerta: Alckmin prepara retomada da “reorganização escolar”
Ao preencher com juristas comissão encarregada dos rumos da Educação, governo paulista tenta cooptar poder que defendeu estudantes e se opôs a fechamento de escolas. Por Salomão Barros Ximenes (Outras Palavras)

O justiceiro do Sul da Ásia
Presidente das Filipinas mergulha país em sangue, ao estimular liquidação sumária de supostos criminosos. Washington faz vistas grossas, para cultivar um aliado contra a China. Por Vinicius Gomes Melo (O internacionalista) 
A triste decadência do Ministério Público
Empoderado pela Constituição de 1988 para defender cidadania, órgão reduz-se ao papel de proteger policiais violentos, defender moral conservadora. Sua última pataquada: esdrúxulas "10 Medidas" contra corrupção. Por Brenno Tardelli, no Justificando (Outras Mídias)

Reinaldo Azevedo: o rotweiller virou poodle
Colunista é expressão de um jornalismo antes esbravejante, hoje amansado. Derreteu-se diante do discurso de Temer. Engoliu explicações grosseiras. De tão passivo, está se tornando descartável. Por Guilherme Boulos (Outras Palavras)

Surrado argumento do “terror”
Justiça Federal renova, por um mês, prisão arbitrária de supostos simpatizantes do ISIS. Nada de novo: governos autoritários do continente -- como o de Alberto Fujimori -- brandiram "ameaça terrorista" para conservar poder . Por João Vitor Cardoso e Konstantin Gerber (Blog da Redação)

Cidades: assim se privatizou o Porto MaravilhaHistória de um retrocesso emblemático: área degradada do centro do Rio, que seria recuperada com moradias e espaços públicos, foi entregue à especulação. Como mega-empresas obtiveram dos governos a rendição total. Por Adriano Belisário, na Pública (Outras Mídias)

Outras Manhãs: O Livro, por Jorge Luís BorgesPolêmico e genial, o escritor argentino -- que morreu há trinta anos, quando nascia a internet -- sustenta: "dos diversos instrumentos do homem, o mais assombroso, sem dúvida, é o livro" Curadoria e Narração: Alexandre Machado (Blog da Redação) 

--
Boletim de atualização do site Outras PalavrasA reprodução é bem-vinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui. Acompanhe nossas novidades também no Facebook
(5511) 3253 3168 

_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br

ONU admite culpa por surto de Cólera no Haiti

ONU admite culpa por surto de cólera no Haiti

 

Organização promete resposta nos próximos meses; doença matou cerca de 9 mil desde 2010
 
Cerca de seis anos após a epidemia de cólera que matou milhares de pessoas no Haiti, pela primeira vez, as Nações Unidas reconheceram seu envolvimento involuntário na disseminação do surto. Em nota, representantes do secretário-geral da organização, Ban Ki-moon, explicaram que “no ano passado, as Nações Unidas se deram conta de que precisam fazer muito mais a respeito de seu envolvimento desde o início da epidemia e do sofrimento das pessoas afetadas pelo cólera”. Um deles, Farhan Haq, afirmou que uma resposta será elaborada.
 
No comunicado, Haq afirmou que a ONU está considerando “uma série de opções” e “uma nova e significativa série de ações por parte da organização” será apresentada publicamente nos próximos meses. O caso foi noticiado ontem pelo New York Times. A declaração foi feita após, no começo do mês, um relatório apontar que a doença chegou ao país com os capacetes azuis do Nepal, provavelmente, no fim de 2010, dificultando o já difícil panorama do país após o terremoto que devastou a ilha. Ainda segundo o documento, a recusa da ONU em reconhecer sua culpa no episódio e oferecer uma indenização “é moralmente inconcebível, legalmente indefensável e politicamente contraproducente”.
 
A mensagem foi bem recebida por advogados das vítimas. “Essa é uma grande vitória para os milhares de haitianos que têm buscado por justiça, escrito à ONU e questionado a organização na Justiça”, disse Mario Joseph, advogado dos direitos humanos, cujo escritório é responsável por um grande caso representando 5 mil vítimas de cólera que culpam a ONU pela doença. “É um bom momento para que a ONU faça o correto e prove ao mundo que ‘direitos humanos para todos’ também inclui os haitianos.”
 
Em uma carta a altos funcionários da organização mundial, cinco especialistas em direitos humanos criticaram a ONU no ano passado por “praticamente se recusar a aceitar o direito fundamental à justiça que têm as vítimas do cólera”. A epidemia de cólera que atingiu o Haiti em 2010 afetou centenas de milhares de pessoas e causou mais de 9 mil mortes. Ainda que o número de vítimas venha diminuindo ao longo dos últimos anos, novos surtos têm surgido regularmente.
Fonte: MST

Mulher na Politica No Comite da Candidata a Prefeita Jane Andreola Com presença Simone Leite










Palestra de Simone Leite "Mulher na Politica" (2)

Mulher na Politica no comitê da Candida a Prefeita Jane Andreola com presença de Simone Leite









Palestra de Simone Leite "A Mulher na Politica" (1)

Mulher na Politica com a Presença de Simone Leite

Entrevista com Simone Leite