Rádio WNews

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Bom Jesus

Bom Jesus presente no lançamento do Simpósio de Queijos Artesanais do Brasil


Representantes da Prefeitura de Bom Jesus, do escritório municipal da Emater/RS - Ascar e da diretoria da Associação dos Produtores de Queijo e Derivados de Leite dos Campos de Cima da Serra (Aprocampos) participaram ontem do lançamento do I Simpósio de Queijos Artesanais do Brasil, realizado na Expointer 2011. Na ocasião, estiveram presentes também representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Emater/RS - Ascar, instituições de ensino, representantes e pecuaristas de municípios produtores de queijos artesanais. O encontro foi preparatório para o I Simpósio de Queijos Artesanais do Brasil, que acontecerá em Fortaleza, CE, nos dias 23, 24 e 25 de novembro de 2011.

Em anexo seguem fotos dos representantes de Bom Jesus no evento.
Fotos: Divulgação

--
Atenciosamente,

Daiana Silva - Jornalista (Mtb 9328)
(51) 8187.0085

Prefeitura de Bom Jesus
Campos de Cima da Serra | Serra Gaúcha | Rio Grande do Sul | Brasil
Av. Manoel Silveira de Azevedo, 2987 | Centro | Bom Jesus - RS | 95.290-000

(54) 3237.1585

 

Tucanafro

Mensagem

os 37

alterar

Mensagem

Oi pessoal,estou enviando essa mens pra todos vcs por um motivo muito especial,explicarei em poucas palavras,faço parte dos AGENTES VOLUNTÁRIOS DA DEFESA CIVIL DE VACARIA, e venho por meio do meu orkut pedir a todos para entrarem na COMUNIDADE AVDCS DE TODO BRASIL,URGENTE!pelo seguinte motivo,fomos treinados para ajudar a nossa comunidade,em desastres,acidentes,em treinamento das brigadas de incêndio,junto aos BOMBEIROS DE VACARIA,pois no fim do ano passado fomos impedidos de continuar ajudando por motivos k não nos convenserão,ainda estamos impedidos de continuar ajudando.Entramos para os AGENTES VOLUNTÁRIOS para poder ajudar o proximo e não para poder se mostrar,pois quem se propoem a ajudar sem remuneração alguma é porque realmente gosta do que faz.Esperamos a colaboração de todos para podermos mostrar as autoridades que queremos voltar e tomos o apoia da comunidade e de simpatizantes.Não ganhamos dinheiro para tar la,ganhamos conhecimento e gratidão das pessoas que ajudamos,e o maior valor ganhado ali é o aprendizado pra uma vida inteira,e poder dizer EU AJUDO A SALVAR VIDAS,A LEVAR ALIMENTOS PRA QUEM PRESCISA,A RECONSTRUIR TELHADOS,PASSAMOS FRIO,FICAMOS TODOS MOLHADOS, MAS  A RECOMPENSA DE UM SORRISO NO ROSTO E DE SABER QUE O DEVER FOI COMPRIDO A MAIOR.
NOS AJUDE,FAÇA PARTE DA NOSSA COMUNIDADE,CHAME OS AMIGOS PARA AJUDAR TAMBÉM,E SEREMOS UMA GRANDE FAMILIA EM PROL DA AJUDA AO PROXIMO POIS NÃO SABEMOS SE UM DIA NÃO VAMOS PRESCISAR DE UM VOLUNTÁRIO,QUE PODE ESTAR AO NOSSO LADO.
Desde ja muito obrigada AVDC Cris. 

Estacionamento Irregular

Estacionamento irregular num posto de gasolina na BR 116 em Vacaria RS

Temporal atingiu Oficina Auto Elétrica Carolina em Vacaria RS


Prejuizos do Temporal em Vacaria RS





Cabana na BR 116 deslocada pela força dos ventos

S.O.S Sorriso


Seminário Nacional de Polícia Comunitária

Seminário Nacional de Polícia Comunitária começa nesta terça-feira
30/08/2011 10:47
O Seminário Nacional de Polícia Comunitária, uma iniciativa conjunta da Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul e da Secretaria Nacional de Segurança Pública, começa nesta terça-feira (30) às 19h, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre. No evento, que prossegue até o dia 2 de setembro, serão debatidos os conceitos e práticas de polícia comunitária, contribuindo para a formação de uma política nacional de orientação para o setor, a partir da troca e da soma de experiências desenvolvidas em todo o país.
Direcionado a corporações policiais, órgãos ligados à segurança pública, guardas municipais e lideranças comunitárias, o evento terá 35 palestrantes, sendo 16 do Rio Grande do Sul, 17 de outros estados, um do Japão e outro da Argentina.
Já estão confirmadas as presenças da secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, do secretário da Segurança Pública do RSl, Airton Michels, do inspetor da Polícia Nacional do Japão, Koichi Marauyama, do secretário de Segurança Pública da província de Santa Fé (Argentina), Enrique Fonte, do coordenador nacional de Polícia Comunitária, coronel Erisson Lemos Pita, do coordenador geral da Coordenadoria de Polícia Pacificadora do Rio de Janeiro, coronel Robson Rodrigues da Silva, e dos coordenadores de Polícia Comunitária de Pernambuco, coronel Ricardo Dantas Vasconcelos, e da Bahia, coronel Zeliomar de Almeida.
Polícia Comunitária.
O coordenador estadual de Polícia Comunitária, coronel Jorge Luiz Agostini, destaca que a Polícia Comunitária é uma estratégia organizacional fundamentada, principalmente, na parceria entre a população e as instituições de segurança pública e de defesa social. "É um processo de integração, de comunhão e de trabalho conjunto entre as instituições e as comunidades, para identificar, priorizar e resolver problemas que afetam a segurança pública". Esta filosofia, argumenta o coronel, tem caráter preventivo e está alicerçada não apenas na prevenção criminal, como também na resolução de problemas de defesa social com a participação da sociedade.
Texto: Nilza do Carmo Scotti
Edição: Redação Secom (51)3210-4305




Aprovada criação de novos cargos para a Segurança Pública
30/08/2011 17:29
Dois projetos de lei de autoria do Executivo estadual - que prevêem a ampliação de cargos na área da segurança pública - foram aprovados pela Assembléia Legislativa nesta terça-feira (30). O projeto 177/2011 prevê a criação de 12 cargos em Comissão e Funções Gratificadas para o quadro de servidores da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe).
Já o PL 236/2011 cria 1.541 novos cargos para a Polícia Civil, que serão preenchidas ao longo dos próximos três anos (40% das vagas em 2011, 30% em 2012 e 30% em 2013), sendo 120 vagas para delegado, 711 para escrivão e 710 para inspetor de polícia. Essa medida vai acelerar o andamento das promoções dentro da carreira do policial civil.





Aberto em Porto Alegre o Seminário Nacional de Polícia Comunitária
31/08/2011 15:28
“O Pronasci transformou a política de segurança pública em uma política de Estado. Vamos dar continuidade a essa idéia com o Programa Estadual de Segurança Pública com Cidadania (Proesci) aqui no RS”. Com essa declaração, o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, abriu ontem à noite (30) o Seminário Nacional de Polícia Comunitária, que ocorre até a próxima sexta-feira em Porto Alegre, no Hotel Embaixador.
Para uma plateia formada por autoridades policiais de diversos estados brasileiros, representantes da sociedade civil e especialistas em policiamento comunitário do Japão e da Argentina, Michels salientou que o conceito de polícia comunitária ainda está em construção no país, mas não é um tema novo. “Por meio da sensibilidade dos policiais, já se praticava o policiamento comunitário no dia a dia com a integração das polícias no atendimento à população”.
O secretário destacou ainda que o crescimento econômico do Brasil na última década refletiu na queda dos índices de criminalidade nos últimos quatro anos. Segundo dados do Ministério da Justiça, hoje acontecem 26 homicídios por 100 mil habitantes. “Mas precisamos reduzir ainda mais esses números e combater a criminalidade, a partir de suas causas, levando justiça social e também justiça criminal às comunidades”.
A secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, disse que, no Brasil, “temos muitas pessoas que ingressam na carreira policial por devoção. Esses sempre serão bons policiais. Mas precisamos ainda debater o que é polícia comunitária”. Regina Miki questionou a jornada de trabalho de 24 horas para policiais: “como fazer policiamento comunitário se o policial não tem tempo para a sua família?”.
A secretária defendeu uma mudança na escala de trabalho e afirmou que não é somente a Polícia Militar que faz polícia comunitária. “Quando o agente recebe o cidadão que vai registrar ocorrência na delegacia, também está atuando no policiamento comunitário, pois todo o processo judicial é decorrente do registro inicial. E o desafio da polícia Civil é ser mais comunitário”.
A secretária nacional de Segurança Pública finalizou seu pronunciamento destacando que, sem as polícias Civil e Militar, ”não estaríamos no Estado de Direito em que vivemos hoje”. O Seminário prossegue até a próxima sexta-feira (2), com debates sobre conceitos e práticas de polícia comunitária, a partir da troca de experiências desenvolvidas em todo o país. Também está sendo construída a Carta de Porto Alegre, documento que apresentará as bases das discussões dos quatro dias do evento.
Texto: Alexandra C. Saraiva e Nilza Scotti
Edição: Redação Secom (51) 3210-4288



Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Vacaria RS

Infelizmente nesta gestão do Prefeito Elói Poltronieri o péssimo trabalho da Assessoria de imprensa e comunicação que somente envia noticias e informações para as rádios ou para veículos comunicação que interessam. Aqui o PT de Vacaria RS rasga a cartilha do partido de tratar todos os veículos de comunicação sejam eles pequenos ou grandes com igualdade. Mas a discriminação infelizmente ainda faz parte de alguns em nossa cidade. Mas talvez as urnas vão dar a resposta.

CMD Bom Jesus/RS: Classificação Citadino 2011

CMD Bom Jesus/RS: Classificação Citadino 2011: CLASSIFICAÇÃO CITADINO FUTSAL 2011 CHAVE A
EQUIPE P J V D E GF GS ...