Grêmio 1 x 0 Botafogo

Grêmio 1 x 0 Botafogo
Libertadores 2017

sábado, 12 de outubro de 2013

ONU

ONU é processada por epidemia de cólera no Haiti

Indícios apontam que doença foi levada ao país por soldados nepaleses; valor das indenizações não foi revelado

10 de outubro de 2013 | 2h 05

NOVA YORK - O Estado de S.Paulo
Advogados que representam as vítimas da recente epidemia de cólera ocorrida no Haiti, cuja causa é atribuída às tropas de paz da ONU que atuam no país, abriram ontem um processo judicial em Nova York no qual pedem uma indenização bilionária da organização.
Meses atrás, a ONU havia anunciado que não tinha a intenção de indenizar as vítimas. Estima-se que a epidemia de cólera no Haiti contaminou cerca de 680 mil pessoas, matando mais de 8,3 mil, desde outubro de 2010. "O Haiti hoje tem a pior epidemia de cólera no mundo", afirmou o advogado Ira Kurzban, que anunciou o processo em nome das entidades de direitos humanos Escritório dos Advogados Internacionais (BAI, na sigla em francês) e Instituto para a Justiça e a Democracia no Haiti (IJDH).
A ação judicial pede US$ 2,2 bilhões para que o governo do Haiti erradique a cólera em seu território. O processo alega que soldados a serviço da ONU trouxeram do Nepal o vibrião que provoca a doença. "O Nepal é um país em que a cólera é endêmica e onde um aumento de infecções havia sido relatado." A cólera causa diarreia intensa, desidratação e morte.
"Os autores da ação incluem haitianos e haitiano-americanos que contraíram cólera, assim como parentes daqueles que morreram em razão da doença", disse, em nota, o IJDH.
Uma comissão nomeada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, para estudar a epidemia, divulgou, em 2011, um relatório que não determinava como a cólera chegou ao Haiti. No entanto, o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos EUA encontrou fortes indícios de que soldados nepaleses levaram a doença ao país.
Em novembro de 2011, o IJDH apresentou um pedido à ONU solicitando um mínimo de US$ 100 mil para as famílias de cada pessoa morta por cólera no Haiti e pelo menos US$ 50 mil para quem adoeceu. / REUTERS

Revista Veja

11 de outubro de 2013
------------------------------------------------

Caro leitor, aqui estão os destaques de VEJA desta semana.

VEJA.com - veja@abril.com.br

***********************************************

Edição da semana (nº2343 - 16 de outubro de 2013)

[A pequena grande Malala]
A incrível história da menina paquistanesa que, para poder ir à escola, desafiou uma das mais cruéis e violentas milícias do mundo, quase morreu por isso e agora lança a sua biografia

Índice da edição 
http://veja.abril.com.br/revistas/

[Entrevista]
-----------------
Sérgio Lazzarini, professor do Insper, diz que intervencionismo do governo na economia emula os mesmos princípios da ditadura

[Medicina]
-----------------
O anestesista Ruy Vaz Gomide do Amaral, de 87 anos, trabalhou 37 anos no Hospital das Clínicas de SP e agora lança o livro O Anestesista

[Brasil]
-----------------
Vitória da baderna
Diante de uma polícia acuada, os arruaceiros se fortalecem e surgem mais violentos e destemidos do que no início dos protestos

[Cinema]
-----------------
Um longa de ficção se propõe a explicar o incompreensível: a febre que juntou 100.000 homens no cenário primitivo de Serra Pelada

[Guia]
-----------------
Qual é a escola ideal para os filhos. VEJA desta semana lista algumas dicas que ajudam a não errar nessa escolha tão importante

[Educação]
-----------------
Seu valor é determinado pelo salário?
A educação no Brasil não melhoraria se os professores passassem a ganhar o mesmo que os de países desenvolvidos

[Claudio de Moura Castro]
-----------------
Uma revolução no ensino. Outra?

[Maílson da Nóbrega]
-----------------
A maldição do petróleo e a educação

***********************************************

[Destaques on-line]
-------------------

[Mesmo corpo, vários genomas]
-------------------------------
Até recentemente, a ciência estava certa de que todas as células do corpo de uma pessoa saudável possuíam o mesmo genoma. Mutações seriam algo excepcional e resultariam quase que invariavelmente em doenças. Essa certeza foi abalada. Novas análises demonstram que as células de um mesmo indivíduo podem sofrer mutações espontâneas durante seu desenvolvimento. O resultado é um corpo formado por tecidos de mesma origem, mas DNAs diferentes.


[A paquera perfeita]
-------------------------------
Há um cupido digital em ascensão. O aplicativo Tinder ganhou mercado reunindo os pontos fortes de serviços rivais. Permite encontrar um novo amor cruzando dados do Facebook ou de programas de geolocalização, entre outras possibilidades. Os brasileiros já invadiram o ambiente: aqui, a plataforma cresce em ritmo bem superior ao do mercado americano, onde ela nasceu.


[Futebol e política]
-------------------------------
Depois de comandar a seleção americana de futebol na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010, Bob Bradley assumiu o desafio de tentar classificar a seleção do Egito para a Copa do Mundo de 2014. Em entrevista ao site de VEJA, Bradley explica como a turbulência política no Egito exige que ele vá além do papel de treinador e tente, por exemplo, fazer do futebol um ponto de união no país.


[Aprendendo a privatizar]
-------------------------------
As concessões de obras infraestrutura já começaram. O site de VEJA conversou com economistas e especialistas do setor que levantaram os pontos mais críticos dos planos de privatização de portos, aeroportos, rodovias e ferrovias, e sugeriram soluções viáveis para que os leilões sejam bem sucedidos.


[]
-------------------------------



***********************************************

Colunistas

[Blog]
-------------
Reinaldo Azevedo
Apedeuta
Para Lula, papel de jornalista é servir de policial do regime petista
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/

[Radar on-line]
-------------
Lauro Jardim
Eleições 2014
O 1° Datafolha com Marina e Campos juntos sai neste fim de semana
http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line

[Coluna]
-------------
Augusto Nunes
Direto ao ponto
http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes

[Coluna]
-------------
Ricardo Setti
Aécio devia ter feito
http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/

[Nova Temporada]
-------------
Fernanda Furquim
Agora na África
http://veja.abril.com.br/blog/saude-chegada/

[Espelho meu]
-------------
Lucia Mandel
Tinturas
http://veja.abril.com.br/blog/estetica-saude/

[Fazendo meu blog]
-------------
Paula Pimenta
Clarice Falcão
http://veja.abril.com.br/blog/fazendo-meu-blog/

***********************************************

[Blogs da redação]
-------------------

[Fotografia]
-------------
Sobre Imagens
Os anos 1960
http://veja.abril.com.br/blog/sobre-imagens/

[Língua portuguesa]
-------------
Sobre Palavras
Deus do sono
http://veja.abril.com.br/blog/sobre-palavras/

***********************************************
http://www.veja.com.br

Revista Veja

11 de outubro de 2013
Caro leitor, aqui estão os destaques de VEJA desta semana.
VEJA.com - veja@abril.com.br
  
Edição da semana (n° 2343 - 16 de outubro de 2013)
 
 A pequena grande Malala - A incrível história da menina paquistanesa que, para poder ir à escola, desafiou uma das mais cruéis e violentas milícias do mundo, quase morreu por isso e agora lança a sua biografia

A pequena grande Malala
A incrível história da menina paquistanesa que, para poder ir à escola, desafiou uma das mais cruéis e violentas milícias do mundo, quase morreu por isso e agora lança a sua biografia

♦ 
Índice da edição
 
 
Entrevista - Sérgio Lazzarini, professor do Insper, diz que intervencionismo do governo na economia emula os mesmos princípios da ditaduraEntrevista
Sérgio Lazzarini, professor do Insper, diz que intervencionismo do governo na economia emula os mesmos princípios da ditadura
 
Medicina - O anestesista Ruy  Vaz Gomide do Amaral, de 87 anos, trabalhou 37 anos no Hospital das Clínicas de  SP e agora lança o livro <em>O Anestesista</em>Medicina
O anestesista Ruy Vaz Gomide do Amaral, de 87 anos, trabalhou 37 anos no Hospital das Clínicas de SP e agora lança o livro O Anestesista
 
 
Brasil
Vitória da baderna
Diante de uma polícia acuada, os arruaceiros se fortalecem e surgem mais violentos e destemidos do que no início dos protestos
 
 
Cinema - Um longa de  ficção se propõe a explicar o incompreensível: a febre que juntou 100.000  homens no cenário primitivo de <em>Serra Pelada</em>Cinema
Um longa de ficção se propõe a explicar o incompreensível: a febre que juntou 100.000 homens no cenário primitivo deSerra Pelada
 
Guia - Qual é a escola ideal para os filhos. VEJA desta semana lista algumas dicas que ajudam a não errar nessa escolha tão importanteGuia
Qual é a escola ideal para os filhos. VEJA desta semana lista algumas dicas que ajudam a não errar nessa escolha tão importante
 
 
Educação
Seu valor é determinado pelo salário?
A educação no Brasil não melhoraria se os professores passassem a ganhar o mesmo que os de países desenvolvidos
 
 
Claudio de Moura Castro - Uma revolução no ensino. Outra?Claudio de Moura Castro
Uma revolução no ensino. Outra?
 
Maílson da Nóbrega - A maldição do petróleo e a educaçãoMaílson da Nóbrega
A maldição do petróleo e a educação
 
 
 
Destaques on-line
 
Mesmo corpo, vários genomas - Até recentemente, a ciência estava certa de que todas as células do corpo de uma pessoa saudável possuíam o mesmo genoma. Mutações seriam algo excepcional e resultariam quase que invariavelmente em doenças. Essa certeza foi abalada. Novas análises demonstram que as células de um mesmo indivíduo podem sofrer mutações espontâneas durante seu desenvolvimento. O resultado é um corpo formado por tecidos de mesma origem, mas DNAs diferentes.
Mesmo corpo, vários genomas
Até recentemente, a ciência estava certa de que todas as células do corpo de uma pessoa saudável possuíam o mesmo genoma. Mutações seriam algo excepcional e resultariam quase que invariavelmente em doenças. Essa certeza foi abalada. Novas análises demonstram que as células de um mesmo indivíduo podem sofrer mutações espontâneas durante seu desenvolvimento. O resultado é um corpo formado por tecidos de mesma origem, mas DNAs diferentes.
 
 
A paquera perfeita
Há um cupido digital em ascensão. O aplicativo Tinder ganhou mercado reunindo os pontos fortes de serviços rivais. Permite encontrar um novo amor cruzando dados do Facebook ou de programas de geolocalização, entre outras possibilidades. Os brasileiros já invadiram o ambiente: aqui, a plataforma cresce em ritmo bem superior ao do mercado americano, onde ela nasceu.
 Futebol e política
Depois de comandar a seleção americana de futebol na Copa do Mundo da Ã?frica do Sul, em 2010, Bob Bradley assumiu o desafio de tentar classificar a seleção do Egito para a Copa do Mundo de 2014. Em entrevista ao site de VEJA, Bradley explica como a turbulência política no Egito exige que ele vá além do papel de treinador e tente, por exemplo, fazer do futebol um ponto de união no país.
 
 
Aprendendo a privatizar
As concessões de obras infraestrutura já começaram. O site de VEJA conversou com economistas e especialistas do setor que levantaram os pontos mais críticos dos planos de privatização de portos, aeroportos, rodovias e ferrovias, e sugeriram soluções viáveis para que os leilões sejam bem sucedidos.
 
 
 
 
Colunistas
Blog: Blog - Reinaldo AzevedoBlog
Reinaldo Azevedo
Apedeuta
Para Lula, papel de jornalista é servir de policial do regime petista
Radar on-line: Radar on-line - Lauro JardimRadar on-line
Lauro Jardim
Eleições 2014
O 1° Datafolha com Marina e Campos juntos sai neste fim de semana
Coluna: Coluna - Augusto NunesColuna
Augusto Nunes
Direto ao ponto
Sacerdotes e devotos continuam grogues com o soco no fígado do chefe da seita
Coluna: Coluna - Ricardo SettiColuna
Ricardo Setti
Aécio devia ter feito
Nova Temporada: Nova Temporada - Fernanda FurquimNova Temporada
Fernanda Furquim
Agora na Ã?frica
Espelho meu: Espelho meu - Lucia MandelEspelho meu
Lucia Mandel
Tinturas
Fazendo meu blog: Fazendo meu blog - Paula PimentaFazendo meu blog
Paula Pimenta
Clarice Falcão
Blogs da redação
Fotografia: Sobre Imagens - Os anos 1960 Fotografia
Sobre Imagens
Os anos 1960
Língua portuguesa: Sobre Palavras - Deus do sono Língua portuguesa
Sobre Palavras
Deus do sono
Acesse http://veja.abril.com.br/newsletter para cancelar o envio deste e-mail.
Nosso serviço de cadastramento solicitará seu e-mail e senha. Se não souber a senha, digite seu e-mail e clique no item
"Esqueci minha senha". Uma senha provisória será enviada para sua caixa postal para possibilitar o acesso ao serviço. 

Copyright © Editora Abril S.A.
 - Todos os direitos reservados

Outras Palavras


Imagem inline 1
Boletim de Atualização - Nº 320 - 11/10/2013

Imagem inline 1
Noam Chomsky e o labirinto americanoEle sustenta: na Síria, Washington adotou lógica da Máfia, e perdeu; no Congresso, Obama é vítima da ultradireita, que age como os nazistas. Entrevista a Harrison Samphir
Gabriela Leite: contra preconceitos, a força corrosiva da ironia
Prostituta que ousou defender direitos de milhões de mulheres considerava-se feminista, rejeitava ortodoxias e zombou até o fim da própria doençaPelaRevista Viração
O mundo em convulsão de Stanley Kubrick
Retrospecpectiva quase completa do diretor, aberta hoje em S.Paulo, convida a encontrar o que é comum em sua obra riquíssima e diversa. Por José Geraldo Couto
Assim se apagam as grandes tragédias
Um livro revela, nos EUA, como corporações servem-se da mídia e publicidade para praticar crimes ambientais e sociais -- e permanecer com "ficha limpa".Por Ladislau Dowbor, na Envolverde
América Latina: três eleições decisivas

Forças à esquerda enfrentarão disputas difíceis e importantes na Argentina e Venezuela -- mas podem retomar ao governo (talvez renovadas) no Chile. Por Rafael Cuevas Molina, na Adital

O cheiro de bolo e o clima de paz
Guia de turismo, Mércia veio de Brasília a São Paulo para cuidar da saúde e acabou em ocupação de prédio, com filha e netos... Por Rafael Rojas, do Centro Ocupado
Como as telecons tentam colonizar internet
Vídeo mostra como seria rede sem princípio da neutralidade, destaca importância do Marco Civil brasileiro e alerta: operadoras de telefonia articulam lobby para cobrança de "pedágio online"


--
Boletim de atualização dos sites Outras Palavras Biblioteca Diplô. A reprodução é benvinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui
Acompanhe nossas novidades também no Facebook e Twitter




_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
http://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br