Rádio WNews

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Câmeras de Videos na Estação Rpdoviária e No Cemitério

* Finalmente serão instaladas as Câmeras de Videos na Estação Rodoviária e no Cemitério Público Municipal de Vacaria RS pena que foi esperado muito tempo para essa instalação que deveria ter sido efetuada há muito tempo pois esses locais sempre foram problemas de assaltos e outros delitos graves. Mas finalmente serão instalados para tranqüilidade da nossa comunidade.
Paulo Furtado
Editor-Chefe Jornal Negritude
Leia mais comentários em www.twitter.com/jornalnegritude

Destaque do Piratini



Destaques do Dia
Yeda Crusius recebe secretário da Justiça e Desenvolvimento Social
A Governadora Yeda Crusius, em audiência com o secretário da Justiça e Desenvolvimento Social Fernando Shüler.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 15/01/2010
Foto: Antonio Paz / Palácio Piratini
Código: 33159

Secretário da Segurança Pública durante visita ao Albergue da Penitenciária Estadual do Jacuí
O Secretário da Segurança Pública, Gen.Edson Goularte, acompanhado de representantes do Judiciário, durante visita ao Albergue da Penitenciária Estadual do Jacuí.


Local: Charqueadas - RS
Data: 15/01/2010
Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini
Código: 33164

Verão Legal RS 2010 - Formatura de Salva-Vidas Mirim em Capão da Canoa
Solenidade de formação de mais duas turmas do projeto Salva-Vidas Mirim no Litoral Norte, dentro do Verão Legal 2010 do Governo do Estado.


Local: Capão da Canoa - RS
Data: 15/01/2010
Foto: Linei Zago / Palácio Piratini
Código: 33157

Secretário da Infraestrutura e Logística durante audiência com setores públicos e de engenharia
O secretário de Infra-Estrutura e Logística, Daniel Andrade, durante reunião com integrantes de diversas instituições dos setores público e de engenharia.

Local: Porto Alegre - RS
Data: 15/01/2010
Foto: Silvio Williams / Palácio Piratini
Código: 33161

Verão Legal RS 2010 - Governo divulga Consulta Popular em Capão da Canoa
A Secretaria Exraordinária de Relações Institucionais do Governo do Estado (SRI), realiza divulgação prévia sobre a Consulta Popular de 2010, em Capão da Canoa.


Local: Capão da Canoa - RS
Data: 15/01/2010
Foto: Linei Zago / Palácio Piratini
Código: 33162

Segurança Pública



Segurança Pública
Representantes do Judiciário elogiam ações do governo do Estado no sistema prisional
Secretários estaduais acompanharam representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário em visita ao Albergue da Penitenciária Estadual do Jacuí. Relações Institucionais
Governo gaúcho envia engenheiros e arquiteto para ajudar na reconstrução do Haiti
Com aval da governadora Yeda Crusius, dois engenheiros e um arquiteto foram colocados à disposição para auxiliarem na avaliação de estragos e na recuperação do país. Infraestrutura
Governo e organizações civis criam grupo para monitoramento de pontes e viadutos
Medida foi anunciada em reunião de dirigentes, nesta sexta-feira (15), com integrantes de diversas instituições dos setores público e de engenharia. Obras Públicas
Estado libera R$ 3 milhões da Consulta Popular a municípios em situação de emergência
Foram pagos, nesta sexta-feira (15), R$ 3.063.010,42 a 37 municípios - dos quais 34 decretaram emergência e/ou foram atingidos pelas enxurradas ocorridas no início de janeiro. Justiça e Desenvolvimento Social
Governo prepara debate com a sociedade sobre reestruturação da Fase
Tema foi examinado nesta sexta-feira (15) em reunião de trabalho com a governadora Yeda Crusius, no Centro Administrativo Fernando Ferrari. Verão Legal RS 2010
Fepam informa que há três pontos impróprios para banho e seis em alerta
No Litoral Norte, há impropriedade para banho junto à foz do rio Mampituba (Torres), foz do rio Tramandaí (Imbé) e na área fronteira à Avenida da Igreja, em Tramandaí.
BoletimEnviar para um amigoReceber por e-mailEdições AnterioresFale ConoscoCaso não queira mais receber Notícias do Piratini do Rgs. Clique aqui

Colheita da Maçã

Além dos turistas e participantes, o 28º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria (que inicia em pouco mais de duas semanas), a cidade terá um público extra. Muitos dos quase 12 mil trabalhadores rurais que estão sendo contratados para a colheita da maçã. Apesar das fortes chuvas dos últimos meses, espera-se um produto de qualidade nos 14 mil hectares de macieiras do Estado.

Outras informações:

- A MAÇÃ de 2009, acabou. As câmaras frias de atmosfera controlada (sem oxigênio) seguraram maçãs até dezembro. A colheita começa dia 20.

- A Governadora Yeda, ainda não sancionou a Lei "da Maçã na Merenda Escolar". O projeto de lei foi aprovado, por unanimidade na Assembléia.

- A colheita da maçã está começando e o fato novo entre uma safra e outra é a compra da RUBIFRUT pela AGROPECUÁRIA SCHIO.

- RURALISTAS indignados com novo Decreto do Lula sobre Direitos Humanos. Manteve Audiências Públicas com invasores antes da Reintegração de Posse

- AGRONEGÓCIOS mobiliza para ter uma voz conhecida e competente, a de Ana Amélia Lemos como Senadora na vaga de Zambiasi (optou pela Câmara).

- ZAMBIASI fará falta, PAIM cuida dos aposentados e SIMON da Ética. Zambiasi cuidou bem da BR285, BR470 e Emendas do Turismo.





Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

Notícias da Prefeitura de Porto Alegre RS


Todas as Notícias

A MANCHETE
Bondes históricos poderão voltar às ruas da cidade
Passados 40 anos da última viagem de bonde em Porto Alegre, ele poderá retornar à paisagem urbana. Desta vez, terá um novo perfil: vai integrar uma linha turística, emprestando o charme do passado à revitalização do Centro Histórico. Hoje, foi anunciada a liberação, pelo Ministério do Turismo, de R$ 400 mil para o estudo de viabilidade do projeto. Dois bondes restaurados deverão compor a frota, que partirá do Largo Glênio Peres até o Gasômetro, passando por atrativos como a Fonte Talavera, Casa de Cultura Mário Quintana e Igreja N. S. das dores. Leia mais...

CARNAVAL
Carnavalescos a caminho do samba no Linha Turismo
O Carnaval de Porto Alegre começa a esquentar os tamborins no sábado, 23, quando o Rei Momo e sua corte, as 20 candidatas à rainha do Carnaval, reis e rainhas mirim e da terceira idade irão desfilar pelo Centro Histórico a bordo do Linha Turismo. O ônibus sairá às 15h do terminal de embarque, na Travessa do Carmo, e fará uma parada por volta das 16h em frente ao Paço Municipal, onde a bateria da escola mirim Esporte dá Samba dará boas-vindas ao Carnaval.


Escolas vão levar o samba para a Borges nesta noite
A tradicional Descida da Borges prepara os foliões para a festa maior: o Carnaval. E milhares de porto-alegrenses vêm conferindo a folia antecipada. São esperadas 15 mil pessoas na segunda edição do ano, hoje, 15, que terá como atração o desfile das escolas de samba União da Vila do IAPI e Bambas da Orgia, a partir das 20h30. Na semana passada, cerca da 10 mil espectadores acompanharam a passagem pela avenida de integrantes da Império do Sol, escola de São Leopoldo, e Unidos de Vila Isabel, de Viamão. Leia mais...


Reinado de Momo começa domingo
Quando o Rei Momo Fábio Verçoza receber as chaves da cidade, domingo, 17, estará oficialmente aberto o Carnaval de Porto Alegre. O começo da folia será comemorado com apresentações das escolas de samba Esporte Dá Samba, Imperatriz Dona Leopoldina (quarta colocada em 2009), Estado Maior da Restinga (terceira colocada em 2009), Império da Zona Norte (vice em 2009) e Imperadores do Samba, campeã do Carnaval 2009. A festa ocorre a partir das 20h, no Barracão da AECPARS no Porto Seco. Leia mais...


Leilão de camarotes do Porto Seco será quarta
Quem quiser assistir com mais conforto ao Carnaval de Porto Alegre poderá participar do leilão dos camarotes na quarta-feira, 20, a partir das 20h, na Usina do Gasômetro. Cada camarote tem capacidade para 15 pessoas e é um espaço reservado e coberto, cerca de quatro metros acima da pista. Também já está definido o período da venda antecipada de ingressos às arquibancadas. As bilheterias do Ginásio Tesourinha estarão abertas nos dias 9 e 10 de fevereiro, das 8h às 17h. Leia mais...


Imprensa deve se credenciar a partir de segunda
As inscrições de profissionais e veículos de imprensa para a cobertura dos desfiles serão feitas no site da Secretaria da Cultura, de segunda-feira, 18, a 25 de janeiro. Nesse mesmo endereço de Internet, serão publicadas duas listas em 28 de janeiro: uma com os nomes dos profissionais que terão acesso apenas às arquibancadas e a outra com aqueles que poderão acompanhar a passagem das escolas na pista. A entrega dos crachás ocorrerá na sede da secretaria (av. Independência, 453), em data ainda a ser divulgada. Leia mais...


DESTAQUES
Festa da Uva e da Ameixa tem seu último final de semana
Frutas direto dos parreirais e das ameixeiras, entregues pelas mãos dos produtores. Neste final de semana, porto-alegrenses têm uma última chance para a aproveitar a Festa da Uva e da Ameixa, que estará aberta das 9h às 20h, no Centro de Eventos Vila Nova (avenida João Salomoni, 2637). Os consumidores também poderão comprar os produtos em bancas no Largo Glênio Peres. Leia mais...


Luz mais eficiente e econômica em 12 mil pontos
Mais iluminada, a Capital está ganhando em beleza e segurança. A troca das lâmpadas de mercúrio pelas de sódio vem mudando a realidade dos bairros Centro Histórico, Partenon, São Geraldo, Sarandi e Restinga, por onde começaram os trabalhos. Desde outubro de 2009, a Smov substituiu 12.068 lâmpadas, mas o programa prevê a troca de todos os 80,5 mil pontos de luz da cidade. Leia mais...


Farmácias ganham sistema de liberação de remédios
A ferramenta permite maior controle na liberação dos medicamentos, identificação das necessidades da farmácia e melhor administração dos estoques. Na segunda-feira e terça-feira, 18 e 19, a solução será instalada na farmácia distrital IAPI, que será fechada ao público. As unidades Camaquã e Sarandi fecharam hoje, 15, para implantação do mesmo sistema e retomam o atendimento na segunda-feira. Quem precisar de medicamentos deverá procurar as outras sete farmácias distritais da Capital, das 8h às 17h. Leia mais...


EVENTOS
Defesa Civil quer reforçar prevenção e assistência humanitária
Na primeira conferência de Defesa Civil, o órgão vai debater a reorganização do sistema municipal com ênfase nos princípios da prevenção e assistência humanitária. A entidade também quer fortalecer a participação social no planejamento, gestão e operação do sistema. Aberto à comunidade, o encontro ocorrerá na terça-feira, 19, das 9h às 17h, na Câmara Municipal. As inscrições podem ser feitas no site da prefeitura, pelo e-mail renato@gestao.prefpoa.com.br ou na Defesa Civil (av. Copacabana, 1.096, Tristeza). Leia mais...

PREVISÃO DO TEMPO
Confira a previsão do tempo deste sábado, dia 16
(Clique aqui)


TEMPO HOJE
Veja imagem de satélite
(Clique aqui)


VEJA PAUTAS DO DIA
Pautas para o dia 16 de janeiro

(Clique aqui)







Editado pela Supervisão de Comunicação Social
E-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926
Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA.

Fórum Social Mundial em Porto Alegre 2010


Carta O Berro.............................................................................repassem



----- Original Message -----
From: OAB / RS





DIA 26 DE JANEIRO
09h às 10h30
1º PANEL ABERTURA: A crise econômica mundial e os “problemas” atuais do Direito do
Trabalho
Tarso Genro – MJ • Cezar Brito – OAB • Ophir Cavalcante Junior – OAB • Márcio Pochmann – IPEA
• Luiz Salvador – ALAL – ABRAT • Paulo de Andrade Baltar – CESIT/IE • Beinusz Smukler – AAJ
• Márthius Sávio – JUTRA •Antônio Castro – AGETRA

10h45 às 12h15
2º PAINEL: Propostas para a regulação material e processual do trabalho: Comissão de
Alto Nível do Ministério da Justiça
Rogério Favreto e Roger Lorenzoni– MJ • Comissão de direitos individuais – representante
• Comissão de direito processual do trabalho – representante • Comissão de Direito Coletivo – representante

14h às 15h45
1º PAINEL: O mercado de trabalho brasileiro e suas implicações para pensar a regulação
social do trabalho – CESIT/IE
Prof. Dr. Anselmo L. Santos ou Prof. Dr. Paulo Eduardo Baltar; a crise e seus impactos na estruturação
do mercado de trabalho • Prof. Dr. José Dari Krein: a crise e seus nas relações capital/trabalho
• Prof. Dra. Magda Biavaschi: as transformações na economia e seus reflexos sobre o direito do
trabalho, com foco na terceirização

16h às 17h45
2º PAINEL : Precarização do Trabalho x trabalho decente e dignidade do trabalhador: saúde, acidente,
condições de trabalho – RET/IPEA. Palestrantes: Prof. Dr. Giovanni Alves • Dr. Daniel Pestana Mota
• Dr. Luiz Salvador • Prof. José Celso – IPEA

18h
DEPOIMENTOS – Os avanços na Legislação Social na Argentina: a questão da despedida imotivada:
Dr. Luís Ramires (Lucho); e, Perspectivas para uma legislação supra nacional inclusiva e libertária –
Lídia Guevara [Cuba].

DIA 27 DE JANEIRO
Pela Manhã – Painel organizado pelo Conselho Federal da OAB

9h às 10h30
1º PAINEL: Direitos Individuais
• Presidente: Claudio Lamachia • Relator: Maria Cristina Carrion Vidal de Oliveira • Palestrantes:
O Judiciário e as Mudanças do Direito e do Estado – Raimar Machado: Terceirizar, uma Polêmica
Permanente – Luiz Carlos Moro • Direito a Jurisdição e Jus Postulandi – Nilton Correia

10h45 às 12h15
2º PAINEL: Questões Sindicais
• Presidente: Clea Carpi da Rocha• Relator: Regina Adylles Guimarães • Palestrantes: Liberdade
e custeio sindical no Direito Internacional dos Direitos Humanos – A proteção pelo Sistema Interamericano
de Direitos Humanos e pela Organização Internacional do Trabalho – Roberto Caldas
• Antonio Castro: Autonomia Negocial, Valores e Limites • Márthius Sávio: Interditos Proibitórios
e Direito de Greve.

14h às 15h45
1º PAINEL: Painel organizado pela AAJ e pela União Nacional dos Juristas Cubanos
Responsáveis – as respectivas entidades • Tema – escolhido pelas respectivas entidades •Palestrantes
– indicados e custeados pelas respectivas entidades

16h às 17h45
2º PAINEL: Painel organizado pela JUTRA e OPINIO IURIS
Responsáveis – as respectivas entidades • Tema – definido pelas respectivas entidades
• Palestrantes
– indicados e custeados pelas respectivas entidades

18h
DEPOIMENTOS – dois depoimentos de convidados definidos pelas respectivas entidades

OBJETIVOS:
• Promover a reflexão sobre a estruturação do mercado de trabalho e os impactos sofridos pela crise econômica internacional nas relações de trabalho, na qualidade dos empregos e nos ambientes de trabalho;
• Denunciar o aprofundamento das assimetrias e das desigualdades no campo das relações sociais e do trabalho diante da crise econômica e da perspectiva de ampliação das inseguranças e de agudização das desigualdades e da precarização no mundo do trabalho;
• Contribuir na elaboração de propostas que apontem para a construção de uma sociedade mais justa e menos desigual, em que os direitos sociais e previdenciários sejam concretizados, na perspectiva de uma legislação supra-nacional inclusiva, tal como a proposta que vem defendendo a ABRAT e a ALAL, reafirmada na Carta do México.

JUSTIFICATIVA:
A presente Oficina Mundos do Trabalho se dá num momento marcado pela crise do “suprime” originada na “overdose” de um capitalismo sem diques, em tempos de globalização hegemonizada pelo pensamento liberal. Seu objetivo é o de oferecer um espaço de discussão e de reflexão para que se possa pensar teórica e estratégicamente a construção de uma sociedade menos desigual e mais justa e de um mercado de trabalho mais bem estruturado e inclusivo.

É exatamente no âmbito do Fórum Social Mundial, lócus de expressão de uma resistência organizada aos efeitos deletérios do capitalismo globalizado, que essa discussão se pode dar com profundidade e amplitude, resgatando-se sua palavra de ordem “Um outro mundo é possível”.

Assim, a realização da Oficina Mundos do Trabalho nesta décima edição do Fórum Social Mundial representa uma tentativa de se contribuir e aprofundar a discussão sobre os efeitos da crise econômica mundial no mercado e nas relações de trabalho, denunciar as situações degradantes da condição humana aprofundadas nesse momento e buscar construir respostas e alternativas aptas a integrarem uma agenda para “Um outro mundo possível” no âmbito das relações de trabalho.

Essa reflexão, porém, não se faz apenas em abstrato, sendo imprescindível a análise objetiva e concreta das condições estruturais do capitalismo em uma perspectiva superadora, sem se perder de vista as especificidades regionais para que se apreendam as lições decorrentes do embate histórico em cada conjuntura específica. Daí a relevância de a oficina propiciar o debate interdisciplinar envolvendo juristas, economistas, sociólogos, estudiosos do mundo do trabalho e a troca de experiências entre Países, em especial os do Continente Americano, no qual o Brasil está inserido. A presença de nomes do cenário internacional como o Dr. Luiz Ramires (Lucho), da Argentina e a Dra. Lídia Guevara, de Cuba, são importantes para que o debate ofereça condições para uma reflexão supra-nacional, como é a proposta do Fórum Social Mundial.

Os atores sociais presentes no Fórum Social Mundial, em especial aqueles reunidos para refletir as relações de trabalho na Oficina Mundos do Trabalho, terão um espaço aberto e democrático para discutir e analisar as situações estruturais e conjunturais dos países participantes, buscando saídas que apontem para a superação dos graves problemas sócio econômicos em que se encontram, tendo como suposto que a questão do desenvolvimento e do crescimento econômico é pressuposta, mas que, no entanto, não exclui a tese de que por meio de uma regulação social efetiva e que cumpra se pode constituir um mercado de trabalho mais bem estruturado, em que o direito ao emprego e a eficácia dos direitos sociais fundamentais concretizem a dignidade humana e o valor social do trabalho, viabilizando um patamar civilizatório indispensável.

A Oficina Mundos do Trabalho propõe-se a ser espaço de análise sócio-econômica ampla e profunda, com mesas que propiciem discussões interdisciplinares que busquem caminhos para a superação dos problemas econômicos e sociais vivenciados e que se afirmem e se articulem os direitos sociais e previdenciários assegurados por uma regulação social supra supra-nacional alicerçada nos princípios da igualdade substantiva, da dignidade humana e do valor social do trabalho, tal como a proposta que vem defendendo a ABRAT e a ALAL, reafirmada na recente Carta do México.

BENEFICIÁRIOS:
A oficina Mundos do Trabalho pretende atingir a comunidade nacional e internacional presente no Fórum Social Mundial envolvida com a temática das relações de trabalho, em especial os gestores de políticas públicas, sindicalistas, pesquisadores, estudantes, operadores do direito [juristas, advogados, procuradores, magistrados, professores, membros do ministério público, servidores]












--------------------------------------------------------------------------------



-----Anexo incorporado-----


_______________________________________________
Cartaoberro mailing list
Cartaoberro@serverlinux.revistaoberro.

Carta Maior



Boletim Carta Maior - 15 de Janeiro de 2010 Ir para o site



--------------------------------------------------------------------------------

"A democracia não comporta a manipulação
da História", diz Nilmário Miranda

Em entrevista para o Portal da Fundação Perseu Abramo, o presidente da fundação e ex-ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Nilmário Miranda, fala sobre o Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3) e as intensas reações causadas pela iniciativa em alguns setores da sociedade. Para ele, há uma grande manipulação política nas reações ao programa. "Há uma disputa eleitoral em 2010. No caso do PNDH 3, boa parte do que li, é assim: "não li e não gostei". Estão opinando a partir do ?ouvir dizer?. Não houve boa vontade nem mesmo para ler o conteúdo do Programa".
> LEIA MAIS | Política | 15/01/2010

PNDH 3: Por que mudar?
O que está posto como desafio não é mudar o PNDH. O que está posto como desafio é tomar o PNDH como instrumento para mudar a sociedade, para aguçar ainda mais os compromissos democráticos com a participação, com a justiça, com a liberdade ? com a realização dos direitos humanos. Por isso, o que está previsto no PNDH 3 precisa, com urgência, se tornar efetividade, a fim de que os direitos humanos sejam conteúdo substantivo na vida cotidiana de cada pessoa. O artigo é de Paulo César Carbonari.
> LEIA MAIS | Política | 15/01/2010
• Entidades de direitos humanos divulgam nota de apoio ao PNDH 3

Ecos do porão: não houve ditadura militar no Brasil?
Quem desembarcasse no Brasil nos últimos dias e não soubesse nada de nossa história, certamente começaria a assimilar a idéia de que não houve ditadura. Que ela não matou, não seqüestrou, não torturou barbaramente homens, mulheres, crianças, religiosos, religiosas. Que não empalou pessoas, que não fez desaparecer seres humanos, que não cortou cabeças, que não queimou corpos. Que não cultivou o pau de arara, o choque elétrico, o afogamento, a cadeira do dragão, que não patrocinou monstros como Carlos Alberto Brilhante Ustra ou Sérgio Paranhos Fleury. O artigo é de Emiliano José.
> LEIA MAIS | Política | 12/01/2010
• Jacques Alfonsin: Sobre a anistia e a Comissão da Verdade
• Carta aberta de Alipio Freire a Paulo Vannuchi
• Dona do Clarin pode ter adotado filha de desaparecidos

Estética da Tortura: sobre "A História Oficial"
?A História Oficial? não é um grande filme apenas porque aborda um assunto difícil. Mas porque evidencia a profunda solidão da tortura. Esta solidão é possível, porque existe uma estética, ainda atual, orientada à tortura. Um mundo privado. A idéia, todavia, é indagar sobre a possibilidade de uma outra estética, mais pública. Por certo, ela não será instituída pelo segredo político. Apenas conhecendo a crueldade, podemos pensar em evitá-la. O artigo é de Cesar Kiraly.
> LEIA MAIS | Política | 13/01/2010
• Dona do Clarín pode ter adotado filha de desaparecidos políticos

Quem tem medo da verdade?
De modo cínico, querem comparar a luta democrática com a repressão, em que liberdade era nenhuma, e tentam impedir a instalação da Comissão da Verdade e Justiça, com a conivência dos aliados de sempre? querem comparar aqueles que perderam tudo ? os entes que mais amavam, a saúde, os empregos, a liberdade e, alguns, até o país ? com aqueles que massacraram e jamais responderam por isso. O artigo é de Hildegard Angel.
> LEIA MAIS | Política | 13/01/2010
• Quem tem medo da verdade e da justiça?
• Carta do cineasta Silvio Tendler ao ministro Nelson Jobim
• Justiça suspende anistia a camponeses do Araguaia
• Leandro Fortes: A longa despedida da ditadura

Daniel Bensaid: a atualidade de um comunismo radical
A crise, social, econômica, ecológica e moral de um capitalismo que não retrocede diante de seus próprios limites e cuja desmedida e irracionalidade crescentes ameaçam ao mesmo tempo a espécie humana e o planeta, volta a colocar na ordem do dia ?a atualidade de um comunismo radical?, invocado por Benjamin diante do aumento dos perigos do período entre guerras. Em seu último artigo, Daniel Bensaïd, falecido terça-feira, em Paris, analisa a atualidade do Manfiesto Comunista.
> LEIA MAIS | Internacional | 13/01/2010
• Democracia Socialista homenageia Daniel Bensaïd
• O que pode ser preservado no marxismo hoje?


Questionário para o Serra
Começamos colocando questões para os pré-candidatos à presidência. Dirijam vocês outras mais. - 14/01/2010


--------------------------------------------------------------------------------

Colunistas

Washington Araújo
Uma voz sem coral
Lamentavelmente vemos a quase totalidade dos tais ?meios midiáticos? unidos como muitas vozes em uma só voz. São as vozes dos seus donos juntas, emitindo a mesma nota inciente de que assim consegue tão somente ser uma voz, sem coral. - 14/01/2010

Francisco Carlos Teixeira
As grandes crises de 2010: o caso coreano
A insistência da Coréia do Norte em avançar com seu programa de rearmamento, inclusive nuclear, tornou-se um dos principais focos de crise na Ásia Oriental e um dos elementos de pressão na política externa de Obama. - 13/01/2010

Uri Avnery
O americano tranquilo
Durante a campanha eleitoral, Obama prometeu, com entusiasmo febril de candidato, que aprofundaria a guerra no Afeganistão, como uma espécie de ?compensação? pela retirada do Iraque. Hoje, está atolado no Iraque e no Afeganistão. Pior: está prestes a atolar-se numa terceira guerra. - 11/01/2010

Gilson Caroni Filho
Comissão da Verdade: não é hora de transigir
É fundamental que o capuz que protegeu o arbítrio seja rasgado pela democracia. Há um espaço social que se abre. Deixar de ocupá-lo, sob qualquer pretexto, não é apenas um erro tático, mas uma injustificável apologia da inércia. - 11/01/2010

Marco Aurélio Weissheimer
Por uma Comissão da Mentira!
Já que a verdade causa tanto desconforto no Brasil, que se crie logo a Comissão da Mentira, o instrumento definitivo para "enterrar" (um termo muito adequado ao caso) qualquer revanchismo, a palavra mais repetida na imprensa brasileira nos últimos dias. - 10/01/2010

--------------------------------------------------------------------------------

Análise & Opinião

Roberto Efrem Filho
Os Direitos Humanos sob conflito
O que temem os setores conversadores de nossa sociedade - de Jobim aos seus militares, do DEM à CNA munida de seus proclamados demônios ? não é efetivamente a legalização do aborto ou a Comissão de Verdade e Justiça. - 13/01/2010

Luís Carlos Lopes
Verdades e responsabilidades
A política do terror e o Estado policial existiram na maioria dos países da América Latina. Em alguns poucos, ainda existem elementos deste passado lamentável e a impunidade corre solta. Em outros, os responsáveis vêm sendo punidos exemplarmente. Por aqui, ainda há muito que caminhar. - 11/01/2010

Eduardo Mancuso
Fórum Social Mundial 10 Anos Grande Porto Alegre
O Fórum Social Mundial fez história. Esta rica trajetória exige agora uma reflexão mais sistemática, capaz não só de avaliar o que fomos capazes de realizar nesses 10 anos, mas também projetar possíveis caminhos futuros. - 09/01/2010

Marcelo Salles
As ideias demoníacas dos direitos humanos
Poucas vezes na história desse país uma iniciativa de um governo foi tão bombardeada pela mídia, tanto em intensidade quanto na sua duração. Há pelo menos 15 dias rádios, jornais e tvs de todo o país partem para o ataque escancarado contra a criação da Comissão da Verdade. - 08/01/2010



--------------------------------------------------------------------------------








--------------------------------------------------------------------------------



Nenhum vírus encontrado nessa mensagem recebida.
Verificado por AVG - www.avgbrasil.com.br
Versão: 8.5.432 / Banco de dados de vírus: 270.14.142/2623 - Data de Lançamento: 01/15/10 07:35:00


-----Anexo incorporado-----


_______________________________________________
Cartaoberro mailing list
Cartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.br
http://serverlinux.revistaoberro.com.br/mailman/listinfo/cartaoberro

Boletim Sindicato dos Jornalistas do RS




Porto Alegre,
15 de janeiro de 2010

• Antes de imprimir esse e-mail, lembre-se da Amazônia •
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul
Rua dos Andradas, 12/133 - 13 andar Porto Alegre/RS
Tel.: (51) 3228.8146 | 3226.0664 | 3226.1735
http://www.jornalistas-rs.org. br/



Assessoria de comunicação: Bibiana Nunes
web@jornalistasrs.brte.com.br




Emissão de Carteiras dos Jornalistas







Em função de decisões do Ministério do Trabalho e Emprego e da direção Executiva da FENAJ, relativas a registros profissionais e emissão de carteiras, seguem algumas informações, alguns esclarecimentos e encaminhamentos:


Carteiras Jornalistas


Novos valores (a partir de 18.01.2010):



Nacionais R$
validade 3 (três) anos

Internacionais €
Jornalista sindicalizado em dia
75,00
40,00 Euros

Sindicalizado inadimplente

150,00 80,00 Euros

Não sindicalizado

300,00

--------------------------------------------------------------------------------














Mais informações entre em contato com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS nos fones:

51-3228-8146 / 3226-0664 / 3226-1735 ou no endereço Rua dos Andradas, 1270 - 133 - 13º andar - Porto Alegre - RS - 90020-008

http://www.jornalistas-rs.org.br/





RS volta a centralizar os debates
sobre um novo mundo possível

Ao retornar depois de cinco anos longe do Estado, o Fórum Social Mundial vai movimentar a capital gaúcha e diversas cidades da Região Metropolitana (Canoas, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Sapiranga e Gravataí) de 25 a 29 de
janeiro, além de Santa Maria e Bento Gonçalves nos dias 22, 23 e 24 de janeiro. No ano em que celebra 10 anos de seu processo, o FSM acontecerá de forma descentralizada, também nos estados da Bahia, Rio de Janeiro e Pará, além de vários eventos ao redor do mundo ao longo de 2010. As atividades do Fórum Social 10 Anos Grande Porto Alegre serão o pontapé inicial destas ações, que culminarão em 2011 no Fórum Social Mundial de Dakar (Senegal, África), este sim o próximo evento centralizado.
As inscrições para as atividades podem ser realizadas pelo site (www.fsm10.org).
Já estão confirmadas as mesas e alguns nomes de palestrantes do Seminário
Internacional 10 Anos depois: desafios e propostas para um outro mundo possível?, que acontecerá dentro da programação do FSM 2010. Entre os nomes já confirmados estão Boaventura de Souza Santos (Portugal), David Harvey (EUA), Francisco Whitaker (Brasil), João Pedro Stédile (Brasil), Diana Senghor (Senegal), Immanuel Wallerstein (EUA), Samir Amin (Egito), Christophe Aguitton (França) e Virgínia Vargas (Peru).


O u t r o s eventos ocorrerão na região no mesmo período. De 22 a 29 de
janeiro, será realizado, em Santa Maria e em Canoas, o I Fórum Social e a I Feira Mundial de Economia Solidária e, de 26 a 28, em São Leopoldo, o Fórum Mundial de Teologia e Libertação.
As seis centrais sindicais brasileiras - CUT, CTB, FS, NCST, CGTB e UGT - realizarão uma conferência sobre práticas antissindicais no País no dia 27, às 14h, no auditório Dante barone, da Assembleia Legislativa.

Ministro Lupi rompe compromisso e edita norma que desrespeita a profissão

Apesar do compromisso assumido com a Federação Nacional dos Jornalistas e presidentes de Sindicatos da categoria, o Ministério do Trabalho resolveu editar, no final do ano passado, norma interna orientando as Secretarias Regionais do Trabalho no processo de registros de jornalistas. O processo é criticado pela Federação que reivindica nova audiência com o ministro Carlos Lupi para tratar do assunto.

Segundo informação do dia 11/01, esta é a posição oficial do Ministério, embora possa não ser a definitiva. "A norma do MTE segue os fundamentos do acórdão do STF e cria a situação absurda e inaceitável de registros de menores, analfabetos e, até mesmo, criminosos", critica o presidente da FENAJ, Sérgio Murillo de Andrade, acentuando que a emissão de registros para não diplomados segue o critério zero. "O ministro do Trabalho seguiu literalmente as posições estapafúrdias do ministro Gilmar Mendes que acha que para ser jornalista, basta estar vivo", protesta.

FENAJ manifesta apoio ao Programa Nacional de Direitos Humanos





Em nota emitida nesta segunda-feira (11/01), a FENAJ manifestou apoio ao 3º Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH 3). Lançado no final de dezembro de 2009, através de decreto presidencial, o programa, que prevê a revisão da Lei de Anistia, a criação de marco regulatório para a comunicação no País e condições para a renovação de outorgas dos serviços de radiodifusão, vem provocando polêmicas.

Atacado por entidades empresariais, o programa gerou divergências dentro do próprio governo federal. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, e comandantes militares, rebelaram-se contra a proposta de criação de uma "Comissão da Verdade" para rever os crimes cometidos na ditadura militar e a legislação aprovada de 1964 a 1985 que fere os direitos humanos.

Já o secretário de Direitos Humanos da presidência da República, Paulo Vannuchi, sustentou que o plano foi elaborado com participação social e esteve exposto no site da Secretaria para críticas e sugestões durante todo o ano de 2009.
Leia mais:


http://www.fenaj.org.br/



Estudantes de comunicação participarão da Cobrecos
Evento acontece a partir deste sábado, em São Paulo

Sete estudantes de comunicação que participam do Núcleo de Estudantes do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul, irão para o Congresso Brasileiro de Estudantes de Comunicação Social (Cobrecos), em São Paulo. O evento acontece a partir deste sábado, 16, e segue até o dia 23, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Na ocasião, serão discutidas questões como as resoluções da Executiva Nacional de Estudantes de Comunicação Social (Enecos) e o debate sobre a obrigatoriedade do diploma de jornalista para o exercício da profissão.

A comissão gaúcha será representada por sete delegados. Entre eles, seis estudantes da PUC-RS e uma estudante do Centro Universitário Franciscano de Santa Maria (Unifra), integrantes do Núcleo. Fernanda Nascimento, da PUC-RS, falou a Coletiva.net sobre o sentimento de representar o Estado em uma conferência nacional: “É a minha primeira conferência. Estamos todos muito empolgados. Acredito que com a mobilização dos estudantes, é possível reverter essa não-obrigatoriedade do nosso diploma”, conta. Os demais alunos, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) terão sua participação como observadores.

Leia mais:


http://www.coletiva.net
Um mutirão para debater a comunicação e a cultura solidária

Porto Alegre sediará, de 3 a 7 de fevereiro, o Mutirão de Comunicação América Latina e Caribe (Muticom). O encontro, que terá participação de 37 países, será realizado no Centro de eventos da PUC e tem como objetivo promover
espaços de diálogo sobre os processos de comunicação, à luz da cultura solidária, na construção de uma sociedade comprometida com a paz, a justiça e a liberdade.
Segundo o coordenador geral do Muticom, Marcelino Sivinski, o evento vem sendo preparado desde janeiro de 2008, através de subsídios, entrevistas, seminários, congressos, entre outras atividades.
O Muticom tem estado presente em diversos encontros, que vão desde fóruns de comunidades até a Confecom (Conferência Nacional de Comunicação), onde marcou presença tanto em nível estadual como nacional.
O Muticom tem na programação, palestras e seminários abordando diferentes temas nas áreas de economia, política, ética, meios públicos, direito à comunicação, entre outros. O encontro será dividido em quatro grandes eixos,
apresentados nas conferências na parte da manhã. Estes temas, serão ampliados e debatidos mais profundamente nos seminários, oficinas, diálogos de práticas e outras atividades que acontecerão na parte da tarde. "Participam
como palestrantes reconhecidos intelectuais de renome internacional.
Mas o encontro também mostrar á experiências reais, que estão sendo feitas pelo Brasil afora e pelo continente, cujo resultado está transformando a vida das pessoas, pelas ações de comunicação, entendida no sentido mais amplo",
esclarece o coordenador geral do Mutirão.

Manchete Uol Esportes


Sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Após novela, Vagner Love
é apresentado no Flamengo e fala em sonho de infância
Atacante se emociona ao falar sobre clube do coração na apresentação oficial. Após longa negociação, jogador é emprestado pelo CSKA até julho e deixa o Palmeiras



Aniversário
Corinthians festeja 10 anos do Mundial de clubes e sonha com a 2ª edição histórica Marcelinho se despede: 'amo vocês', e Corinthians vence


Top 5 - Escândalo
Quanto e quem faturou na carona da polêmica sexual de Tiger Woods Top 5 - Reações
UOL Esporte lista cinco das principais reações improváveis no futebol Volta dos veteranos
Privilegiados, 'vovôs'
têm reforço muscular
e treinos mais leves

Fórum UOL Esporte - Descubra se você conhece os 20 estádios do Brasil listados!

ESCOLHA O TIME SÉRIE A Atlético-GO Atlético-MG Atlético-PR Avaí Botafogo Ceará Corinthians Cruzeiro Flamengo Fluminense Goiás Grêmio Grêmio Barueri Guarani Internacional Palmeiras Santos São Paulo Vasco Vitória SÉRIE B América-MG América-RN ASA Bahia Bragantino Brasiliense Coritiba Duque de Caxias Figueirense Guaratinguetá Icasa Ipatinga Náutico Paraná Ponte Preta Portuguesa Santo André São Caetano Sport Vila Nova


Em semana de festa na Ferrari, Alonso e Massa falam de 2010 e brincam

Mike Tyson sobe ao ringue para um duelo de luta livre 'pastelão'



Tênis Aberto da Austrália é o primeiro Grand Slam do ano; veja a chave completa
--------------------------------------------------------------------------------

Surfe Entidade combate "patota de Kelly Slater" com regras baseadas no tênis
--------------------------------------------------------------------------------

Basquete Primeiro do draft, Griffin passa por cirurgia e está fora da temporada
--------------------------------------------------------------------------------

Olimpíadas de Inverno Garotas do bobsled tentam a vaga com trenó alugado
--------------------------------------------------------------------------------


Receba notícias: Celular | Clipping | Widgets | RSS

Revista Veja

15 de janeiro de 2010
------------------------------------------------

Caro leitor, aqui estão os destaques de VEJA desta semana.

VEJA.com - veja@abril.com.br


***********************************************

Edição da semana (nº 2148 - 20 de janeiro de 2010)

[Especial]
-----------
O dia em que o mundo acabou
Com a força equivalente a trinta bombas atômicas, o grande terremoto que sacudiu o Haiti destroçou a capital, Porto Príncipe, causou um número ainda 'inimaginável' de mortos, vitimou brasileiros e deixou o país, já paupérrimo, mais arrasado do que nunca.
http://veja.abril.com.br/200110/o-dia-mundo-acabou-p-062.shtml

Índice da edição
http://veja.abril.com.br/200110/sumario.shtml


[Os militares]
---------------
A tragédia dos heróis brasileiros - maiores baixas desde a II Guerra
http://veja.abril.com.br/200110/tragedia-herois-brasileiros-p-076.shtml


[Memória]
----------
Zilda Arns: ela viveu como santa e morreu como mártir em missão
http://veja.abril.com.br/200110/viveu-santa-morreu-martir-p-084.shtml


[Brasil]
---------
Direitos humanos: eles têm outros planos...
Pessoal de medidas autoritárias mira futuro pós-Lula.
http://veja.abril.com.br/200110/eles-tem-outros-planos-p-056.shtml


[Gente]
--------
A luta de Hebe Camargo contra um câncer
Ela reagiu com força. E há razões para seu otimismo.
http://veja.abril.com.br/200110/luta-hebe-contra-cancer-p-092.shtml

[Saúde]
--------
Enxaquecas: por que a claridade agrava as crises dos pacientes?
http://veja.abril.com.br/200110/da-para-apagar-luz-p-104.shtml

[Negócios]
----------
O grande filão dos patrocínios no 1º escalão dos clubes brasileiros
http://veja.abril.com.br/200110/sao-250-milhoes-em-jogo-p-112.shtml


[Cinema]
----------
George Clooney comanda 'Amor Sem Escalas'
Um triste, engraçado e excepcional filme com o astro.
http://veja.abril.com.br/200110/porto-porto-p-118.shtml


[Televisão]
----------
No novo 'BBB 10', as celebridades da internet
Globo buscou estratégias para aproveitar rede social.
http://veja.abril.com.br/200110/big-brother-computador-p-126.shtml


[Lya Luft]
-----------
Trabalhar e sofrer
http://veja.abril.com.br/200110/trabalhar-sofrer-p-024.shtml


[Roberto Pompeu de Toledo]
--------------------------
O milagre do sorinho e outros
http://veja.abril.com.br/200110/milagre-sorinho-outros-milagres-p-130.shtml


***********************************************

[Destaques on-line]
-------------------

[Especial on-line]
-------------------
O primeiro ano de governo de Barack Obama
http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/barack-obama-presidente-um-ano-promessas-realizacoes-526416.shtml

[Acervo Digital]
--------------
Arquivo de reportagens sobre Hebe Camargo
http://veja.abril.com.br/noticia/variedades/grazi-massafera-globo-novela-tempos-modernos-bbb-522960.shtml

[Saúde]
-----------
Livro desvenda mitos populares sobre o corpo
http://veja.abril.com.br/noticia/saude/adiantamento-mitos-saude-mais-reproduzidos-ao-longo-tempo-526403.shtml

[Internet]
-----------
Saiba como proteger conta de e-mail gratuito
http://veja.abril.com.br/noticia/variedades/senha-perdida-e-mail-gmail-hotmail-525580.shtml

[Redes sociais]
----------------
Twitter: como conseguir selo de autenticidade
http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia-tecnologia/selo-autenticidade-twitter-rede-social-verified-account-521679.shtml


***********************************************
Colunistas

[Blog]
---------
Reinaldo Azevedo
Dilma, a mulher de Sarney
http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/

[Radar on-line]
---------------
Lauro Jardim
Punição no IPO da OGX
http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/

[Coluna]
---------
Augusto Nunes
O escritor Sarney: 'É tão ruim que é bom'
http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/

[De Paris]
---------
Antonio Ribeiro
"Falar em desaparecidos é eufemismo."
http://veja.abril.com.br/blog/de-paris/

[Sustentável é pouco]
---------------------
Denis Russo Burgierman
Sea Shepherd 10 X 1 baleeiros
http://veja.abril.com.br/blog/denis-russo/

[Em VEJA]
---------
Diogo Mainardi
Herbert Richers vive
http://www.veja.com.br/diogomainardi

[Cenas Urbanas]
----------------
Tony Bellotto
Promessas para 2010
http://veja.abril.com.br/blog/cenas-urbanas

[Consultório Sentimental]
--------------------------
Betty Milan
Perversidade
http://veja.abril.com.br/blog/consultorio-sentimental/

[Genética]
---------
Mayana Zatz
O que protege alguns das doenças respiratórias?
http://veja.abril.com.br/blog/genetica/

[Espelho Meu]
------------
Lucia Mandel
Como escolher seu filtro solar
http://veja.abril.com.br/blog/estetica-saude/

[Chegada]
---------
Renato Dutra
Cuidados para praticar esporte sob o sol
http://veja.abril.com.br/blog/saude-chegada/

*************************************************

[Blogs da redação]
-------------------

[Variedades]
----------
Dez mais
Os maiores barraqueiros de reality shows do Brasil
http://veja.abril.com.br/blog/10-mais/

[Internet]
----------
Vida em Rede
O critério de relevância dos ‘tweets’ no Google
http://veja.abril.com.br/blog/vida-em-rede/

[História]
------------
Acervo Digital VEJA
Terremotos: duras tragédias e solidariedade global
http://veja.abril.com.br/blog/acervo-digital/

***********************************************

http://www.veja.com.br

Presos no Litoral Gaúcho

Polícia efetua 19 prisões e apreende 1.526 produtos piratas no litoral gaúcho
16/01/2010 12:35


A Delegacia de Capão da Canoa realizou, nesta sexta-feira (15), operação que faz parte do cronograma de ações estipulado pela 23ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), com sede em Osório, para a Operação Verão 2009/2010. Além de seis mandados de busca e 19 de prisão, cumpridos, os agentes apreenderam 1.526 CDs e DVDs piratas, cujos responsáveis foram ouvidos e responderão a inquérito em liberdade.

A DP de Capão teve o apoio de agentes das delegacias de Osório, Imbé e Xangri-lá, além do reforço de integrantes da Operação Verão.

Fonte: Ascom PC Operação Verão

Golpistas Presos

Polícia Civil prende dois golpistas que atuavam no centro da Capital
16/01/2010 12:49


Numa operação de combate às fraudes no centro de Porto Alegre, realizada nessa sexta-feira (15), agentes da 17a. DP da Capital, sob o comando do delegado André Ciardullo Mocciaro, prenderam, em flagrante, dois golpistas. As prisões foram decorrentes de investigações vinculadas a inquérito policial.

Pela manhã, foi preso um homem de 56 anos de idade, que usava documentos falsos na tentativa de vender ações do mercado de valores, segundo ele, avaliadas em mais de R$ 2 milhões. Foi autuado em flagrante por falsidade ideológica, uso de documento falso e, após, recolhido ao Presídio Central.

No período da tarde foi preso o outro golpista, de 50 anos. Ele apresentava carteira de identidade falsificada, junto a uma Instituição Financeira, no intuito de obter crédito. Ele foi autuado por estelionato e uso de documento falso e, após a lavratura do auto de prisão, recolhido ao Presídio Central.

Fonte: Ascom PC

Sistema Prisional no Estado do RS

Representantes do Judiciário elogiam ações do governo do Estado no sistema prisional
16/01/2010 12:59


O coordenador do Centro de Apoio Criminal do Ministério Público, Fabiano Dallazem, e o corregedor-geral de Justiça, desembargador Luiz Felipe Brasil Santos, elogiaram, nessa sexta-feira (15) à tarde, as ações do governo do Estado para solucionar o déficit de vagas e melhorar o sistema penitenciário gaúcho. Durante visita ao Albergue da Penitenciária Estadual do Jacuí, construído pelo governo do Estado em caráter emergencial, em Charqueadas, Dallazem afirmou: "Isto é um alento, pois os projetos começam a se concretizar, em prazo curto, que estão sendo cumpridos. A obra é criativa, o que desenvolve um clima de entusiasmo e parceria. O Poder Executivo está dando respostas concretas às vagas necessárias e exigidas pelo Ministério Público."

Já o corregedor-geral de Justiça disse ter ficado muito satisfeito "por perceber, concretamente, respostas às pressões que o Judiciário fez". "O espírito que nos move é de parceria e de encontrar soluções para o problema. Estamos vendo o atendimento à nossa necessidade mais premente e enxergando os resultados. Queremos nos congratular com o Poder Executivo pela decisão política da governadora e a capacidade operativa de seu governo para enfrentar o problema", ressaltou o desembargador Santos.

Participaram da visita secretários estaduais e representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário. O Albergue da Penitenciária Estadual do Jacuí é o primeiro dos oito albergues anunciados pela governadora Yeda Crusius, em dezembro, com o objetivo de zerar o déficit prisional do sistema semiaberto no Rio Grande do Sul.
No total, a construção dos oito pavilhões, até fevereiro, vai gerar 1,2 mil novas vagas. A construção das unidades partiu de dados levantados pela Força-Tarefa para Criação, Recuperação de Vagas e Aparelhamento do Sistema Prisional Gaúcho, instituída pela governadora em outubro de 2008, com a finalidade de tirar o sistema prisional gaúcho da situação de emergência. Na época, o Estado tinha 27.146 mil homens e mulheres no conjunto do sistema carcerário, com capacidade para 17.109 vagas, num déficit superior a 10 mil vagas.

Entre obras em andamento, em processo de licitação e contratação, obras com ordem de início de serviços, emergenciais e outras vagas, entregues desde o início do trabalho da Força-Tarefa, estão sendo investidos R$ 333 milhões para gerar cerca de 12 mil vagas.

Ao longo do último ano, o governo do Estado trabalhou com determinação para agilizar processos e melhorar a dramática situação das prisões gaúchas. Em dezembro passado, foi anunciado o encaminhamento de uma solução para o regime fechado do Rio Grande do Sul a partir de 2010, com a projeção de 4,6 mil novas vagas, além das 4.581 já criadas ou em andamento.

O governo implantou, ainda, sete Equipes de Saúde Prisional e outras oito estão em fase de implantação. Também foram liberados recursos para a construção de alas hospitalares exclusivas para atendimento à população prisional, somando 51 leitos, além da instalação de um Laboratório de Diagnóstico e Análise de Tuberculose e HIV.
Uma alternativa para o problema, em fase adiantada, é um conjunto de presídios a ser construído na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP). O governo já definiu o modelo e falta delimitar a área para lançar o edital. A expectativa é de que possa ser lançado até março.

Fonte: Site do Governo do Estado

Estado mantém cadastro para Voluntários no Haiti

Estado mantém cadastro para voluntários que queiram atuar no socorro às vítimas do Haiti
17/01/2010 16:24


O governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde, está com o cadastro aberto para profissionais – especialmente médicos e enfermeiros com experiência na área de traumatologia e cirurgia–, que queiram participar da Missão Humanitária no Haiti. Os nomes dos profissionais de saúde, se necessário, serão disponibilizados ao Ministério da Saúde.

Para realizar o cadastro, é preciso acessar o espaço "Fale Conosco" do site da Secretaria da Saúde ( www.saude.rs.gov.br ), colocar o assunto: Cadastro Missão Haiti e preencher os dados necessários.

Fonte: www.estado.rs.gov.br

Missão na Europa

Missão do Governo vai à Europa em busca de experiências de PPPs em presídios
17/01/2010 18:27





Uma comitiva gaúcha, sob coordenação do secretário de Planejamento e Gestão, Mateus Bandeira, viajou, nesse sábado (16), à Europa para conhecer experiências de Parcerias Público-Privadas (PPPs) em presídios da Inglaterra e da Espanha. Na visita, serão colhidos subsídios para aperfeiçoar a modelagem a ser adotada no Estado - após a recente inclusão do primeiro projeto na área de segurança pública - e para implementação de complexo penitenciário, nesta modalidade, na região metropolitana de Porto Alegre.

A governadora Yeda Crusius destaca que uma PPP nesta área contribuirá, sobremaneira, para atingir o objetivo estabelecido em ações do governo, de zerar o déficit de vagas prisionais ao longo deste ano e de 2011.

Integram a comitiva, o secretário da Segurança Pública, Edson de Oliveira Goularte; o superintendente dos Serviços Penitenciários, Mário Santa Maria Júnior; o comandante-geral da Brigada Militar, coronel João Carlos Trindade Lopes; a secretária-geral de Governo, Ana Maria Pellini; e o secretário da Administração e dos Recursos Humanos, Elói Guimarães.

A convite da governadora Yeda Crusius, participarão também o Ministério Público Estadual e o Tribunal de Justiça, representados pelo subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Luiz Carlos Ziomkowski, e o juiz da Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre, Luciano André Losekann.



Fonte: www.estado.rs.gov.br

Preso Suspeito de Roubo

Polícia Civil de Cidreira prende suspeitos de roubo
19/01/2010 16:47


Agentes da equipe de volante da Delegacia de Polícia (DP) de Cidreira prenderam em flagrante, na noite dessa segunda-feira (18), dois homens de 21 anos de idade, suspeitos de terem cometido um roubo minutos antes. A prisão ocorreu na beira da praia, próximo a um Hotel, naquela cidade.

O roubo aconteceu nas imediações de um bar, em Cidreira. A vítima, com idade de 20 anos, ao avistar a Volante informou o roubo e descreveu os assaltantes, possibilitando assim a prisão de dois, dos três suspeitos. O jovem relatou à Polícia que fora abordado, enquanto voltava para a casa, por dois indivíduos e um menor que levaram dele dinheiro, carteira e documentos, fugindo em direção à beira da praia.

Segundo o inspetor João Marcelino Fernandes, os presos foram conduzidos até a DP, onde foram autuados em flagrante pelo delegado Gerson Nadler.

Fonte: Ascom PC

Traficantes Presos

Polícia Civil prende dois homens por tráfico de drogas em São Leopoldo
19/01/2010 17:11


Agentes da 1ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (1ªDIN), do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), prenderam em flagrante, na noite dessa segunda-feira (18), dois homens de 22 e 32 anos de idade, por tráfico de drogas e associação ao tráfico. A dupla foi detida no interior da Rodoviária, que fica no centro de São Leopoldo, com três pacotes contendo cocaína, pesando, no total, 179 gramas.

De acordo com o delegado Daniel Ordahi, responsável pela 1ª DIN, a dupla esperava a entrega de mais droga. Os indivíduos foram encaminhados à Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ).

Fonte: Ascom PC

Notícias da Prefeitura de Porto Alegre RS


Todas as Notícias

A PONTE DA RESTINGA
Mesmo com liberação de meia pista, desvio será mantido

O desvio nas proximidades da ponte sobre o Arroio do Salso (foto ao lado), na Restinga, continuará sinalizado após a liberação de meia pista da estrutura amanhã, às 9h. Com a manutenção do caminho alternativo, a EPTC espera garantir a fluidez do trânsito na região. Agentes da empresa estarão na ponte orientando os motoristas desde as 8h de amanhã. Provisoriamente, será instalada uma sinaleira no local para organizar o tráfego. As linhas de transporte coletivo, que estavam sendo desviadas, retornam a seus itinerários normais. Leia mais...

DESTAQUES
Motoristas idosos terão 5% das vagas da Área Azul
A reserva de vagas começa em fevereiro, com a instalação de placas indicativas nos estacionamentos da Área Azul da Capital. De acordo com resolução do Conselho Nacional de Trânsito, 5% das vagas serão destinadas a condutores com mais de 60 anos. Não haverá, no entanto, isenção do pagamento, que só é garantida a deficientes físicos credenciados pela Secretaria de Acessibilidade. Leia mais...


Prefeito visita primeira farmácia distrital informatizada
O prefeito José Fogaça visitou hoje a Farmácia Distrital do Centro de Saúde Navegantes, a primeira a ser informatizada pelo Município, em setembro do ano passado. O projeto visa ao controle para liberação de medicamentos nas nove farmácias distritais da Capital. Para Fogaça, o novo processo apresenta uma série de vantagens e benefícios ao cidadão. “Além da clareza na situação dos estoques, o que otimiza os custos, a informatização possibilita que tenhamos um controle mais eficaz dos medicamentos e das pessoas cadastradas”, disse. Leia mais...

Smam remove árvore na Praça da Matriz
Um jacarandá com cerca de cem anos e 18 metros de altura caiu nesta manhã sobre quatro carros na Praça da Matriz. Oito operários da Smam trabalham no local para cortar o tronco em pedaços e fazer a remoção. “Não havia nenhum problema no sistema radicular do vegetal. Foi um acidente, pois o peso da água da chuva nas folhas da copa forçou o vegetal a tombar”, explica a bióloga responsável pela Zonal Centro da Smam, Regina Patrocínio. Leia mais...

EPTC faz ação educativa na Padre Chagas
Para conscientizar o público jovem e reduzir o número de acidentes à noite, a EPTC realiza hoje, a partir das 21h, na rua Padre Chagas, uma ação educativa sobre o Novo Sinal, que propõe um gesto de cidadania e paz no trânsito. A atividade faz parte do "Projeto Verão" da empresa, que realizará diversas abordagens e entrega de materiais do Novo Sinal em casas noturnas, bares e pontos de encontro, na época das férias na Capital. Na quinta-feira, 21, será a vez da Cidade Baixa. Leia mais...

Conferência Municipal debate diretrizes da Defesa Civil
O prefeito José Fogaça abriu nesta manhã a 1ª Conferência Municipal de Defesa Civil, que busca reforçar a prevenção e assistência humanitária nas atividades do órgão. Ao ressaltar a importância da realização de um trabalho preventivo por parte do governo e comunidade para enfrentar desastres naturais e acidentes, Fogaça lembrou ações implementadas pela prefeitura a fim de minimizar eventuais problemas. O prefeito ressaltou a criação de uma comissão para atuar em emergências, composta por 11 órgãos da prefeitura. Leia mais...

EVENTOS
Leilão de camarotes do Porto Seco será amanhã
Quem quiser assistir com mais conforto ao Carnaval de Porto Alegre poderá participar do leilão dos camarotes amanhã, 20, a partir das 20h, na Usina do Gasômetro. Cada camarote tem capacidade para 15 pessoas e é um espaço reservado e coberto, cerca de quatro metros acima da pista. Também já está definido o período da venda antecipada de ingressos às arquibancadas. As bilheterias do Ginásio Tesourinha estarão abertas nos dias 9 e 10 de fevereiro, das 8h às 17h. Leia mais...


Porto Alegre estreita relações com os espanhois
Porto Alegre será divulgada a operadores e agentes de viagem da Espanha durante a Feira Internacional de Turismo, em Madri, de amanhã, 20, a domingo, 24. A Espanha é um dos mercados emissores prioritários para Porto Alegre, que tem recebido caravanas de operadores, agentes de viagem e profissionais da imprensa especializada daquele país em viagens de familiarização. "Nosso objetivo é estreitar essas relações e ampliar o espaço que viemos conquistando", disse o secretário municipal de Turismo, Luiz Fernando Moraes. Leia mais...


Conselheiros do Plano Diretor serão diplomados amanhã
Os 18 conselheiros e 36 suplentes eleitos para representar as oito Regiões de Gestão do Planejamento no Conselho de Desenvolvimento Urbano Ambiental serão diplomados amanhã, 20, às 19h, em solenidade no Teatro Renascença. Na mesma cerimônia, ocorrerá a diplomação de 238 delegados escolhidos pela população e entidades que integram o Conselho. Para o secretário do Planejamento Municipal, Márcio Bins Ely, a participação da comunidade no planejamento urbano é uma forma de democratizar as decisões para conciliar os interesses de todos. Leia mais...

MAIS SERVIÇOS
Linha C1 terá reforço de horários para o Fórum Social

A C1, linha de ônibus da Carris que leva passageiros a locais próximos ao Fórum Social Mundial, terá reforços em sua tabela horária de segunda-feira, 25, até sexta-feira, 29. Segundo a EPTC, serão oito viagens a mais por dia. Leia mais...

PAUTAS PARA 20 DE JANEIRO
Confira as atividades da prefeitura previstas para amanhã
Clique aqui

TEMPO HOJE
Veja imagem de satélite
(Clique aqui)





Editado pela Supervisão de Comunicação Social
E-mail - Telefones (51)3289.3900 / (51)3289.3932 / (51)3289.3926
Newsletter desenvolvida pela PROCEMPA.

Ministério da Justiça Autoriza Instalação de Câmeras

Ministério da Justiça autoriza instalação de câmeras de monitoramento

Serão instaladas ao todo 20 câmeras de vídeo monitoramento em vários pontos da cidade de Vacaria.

O Ministério da Justiça aprovou e a Prefeitura Municipal está autorizada a iniciar a instalação de 20 novas câmeras de vídeo monitoramento. O edital da licitação deve ser publicado na próxima semana. Até o mês de março as câmeras estarão funcionando em vários bairros da cidade e na BR-116 e BR-285. Também serão colocadas duas câmeras no cemitério Santa Clara e uma na Estação Rodoviária.
A central será instalada junto à Guarda Municipal, sendo que o controle será feito por um policial militar e um servidor da Guarda.
O investimento chega a quase R$1 milhão, sendo que os recursos são provenientes do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci).


Rádio Fátima AM (Jornalismo), 20/01/2010, 08h23

Coleta Seletiva em Vacaria RS


Projetos devem incentivar a coleta seletiva entre a população



Após 74 dias de levantamento, a empresa GSA entregou à Prefeitura de Vacaria nessa terça-feira, 19/01, o plano de gerenciamento de resíduos da construção civil e gerenciamento integrado de resíduos sólidos. Na oportunidade, o diretor da GSA, Marco Aurélio Figueiredo falou à Rádio Fátima sobre as conclusões do levantamento. Segundo ele o diagnóstico indica o valor real que deveria ser gasto com os serviços de limpeza na cidade. Ele também destacou que a coleta seletiva tem resultados positivos no centro. Já nos bairros, o índice é menor, por isso, a prefeitura também deve investir em ações que motivem a separação do lixo.
Quanto à coleta de resíduos provenientes da construção civil, o diagnóstico revelou que a Prefeitura gasta anualmente cerca de R$ 300 mil reais. De acordo com o Secretário de Obras, Giovani Rossi, a partir destes dados, a administração vai investir na busca de soluções para viabilizar a adequação às exigências do Tribunal de Contas.

O Departamento de Meio Ambiente deverá trabalhar de forma integrada com a secretaria, Coordenadoria de Educação e universidades buscando a criação de projetos educativos que conscientizem a população em relação à importância da coleta seletiva.


Rádio Fátima AM (Jornalismo), 20/01/2010, 08h26

Aluguel de Casas Para o Rodeio

Aluguel de casas será disponibilizado aos visitantes do Rodeio

Interessados em oferecer um imóvel para ser alugado durante o Rodeio devem entrar em contato com o CTG Porteira do Rio Grande.

Com o grande fluxo de pessoas que vêm a Vacaria em virtude do 28º Rodeio Crioulo Internacional, o CTG Porteira do Rio Grande busca organizar uma estrutura com casas e alojamentos a serem disponibilizados ao visitante do evento, já que a cidade não tem uma rede de hotéis que supra a demanda que o Rodeio exige.
A comissão de hospedagem que foi montada para esse ano está articulando espaços para que aqueles que vem de fora e querem se estabelecer na cidade durante o Rodeio. Em princípio, a organização deve garantir alojamento àqueles que vêm ao evento como convidados ou que foram contratados, como comissões julgadoras e artistas que realizarem apresentações nos palcos do parque de exposições Nicanor Kraemer da Luz.
A partir daí, a comissão busca entre a população de Vacaria, quem queira ceder casa ou apartamento a ser alugado durante o 28º Rodeio Crioulo Internacional. As tratativas são feitas diretamente entre o proprietário do imóvel e o visitante, cabendo ao CTG Porteira do Rio Grande apenas a intermediação e a emissão de um ofício autorizando a locação, entretanto a entidade não assume a responsabilidade pelo pagamento do aluguel.
Quem estiver interessado em disponibilizar um imóvel deve contatar o CTG Porteira do Rio Grande através dos telefones 3231-1011 ou 3232-1077.
Já o visitante do Rodeio que quiser se estabelecer na cidade de Vacaria, pode procurar a comissão de hospedagem no parque de exposições Nicanor Kraemer da Luz, á na próximas semana, a partir das 8h.


Rádio Fátima AM (Jornalismo), 20/01/2010, 09h16

Técnico do Glória Fará Mudanças

Técnico do Glória deverá fazer mudanças na equipe

O time de Vacaria prepara-se para enfrentar a SER Panambi no sábado

No treino desta terça-feira,19/01, o técnico Paulo Porto deu sinais de que promoverá mudanças na equipe para o amistoso contra a SER Panambi neste sábado. No confronto contra o Cristal o treinador utilizou uma formação para cada tempo de jogo.
No treino o lateral esquerdo Vagson ocupou o lugar que até então era de Fabrício. No meio-de-campo entram no time o volante Márcio Souza no lugar de Danilo, Rodrigo Couto assume a posição de Edimar. No ataque Silvano dá lugar a Lucas. Porto já declarou que este é um período de formação da equipe e que mudanças são normais.
A direção encontra dificuldades para acertar com um meia esquerda e um atacante, posições que segundo o próprio Paulo Porto, ainda precisam de reforços.



Rádio Fátima AM (Jornalismo), 20/01/2010, 06h56

Pecados do Haiti






Os pecados do Haiti
por Eduardo Galeano
A democracia haitiana nasceu há um instante. No seu breve tempo de vida, esta criatura faminta e doentia não recebeu senão bofetadas. Era uma recém-nascida, nos dias de festa de 1991, quando foi assassinada pela quartelada do general Raoul Cedras. Três anos mais tarde, ressuscitou. Depois de haver posto e retirado tantos ditadores militares, os Estados Unidos retiraram e puseram o presidente Jean-Bertrand Aristide, que havia sido o primeiro governante eleito por voto popular em toda a história do Haiti e que tivera a louca ideia de querer um país menos injusto.

O voto e o veto

Para apagar as pegadas da participação estado-unidense na ditadura sangrenta do general Cedras, os fuzileiros navais levaram 160 mil páginas dos arquivos secretos. Aristide regressou acorrentado. Deram-lhe permissão para recuperar o governo, mas proibiram-lhe o poder. O seu sucessor, René Préval, obteve quase 90 por cento dos votos, mas mais poder do que Préval tem qualquer chefete de quarta categoria do Fundo Monetário ou do Banco Mundial, ainda que o povo haitiano não o tenha eleito nem sequer com um voto.

Mais do que o voto, pode o veto. Veto às reformas: cada vez que Préval, ou algum dos seus ministros, pede créditos internacionais para dar pão aos famintos, letras aos analfabetos ou terra aos camponeses, não recebe resposta, ou respondem ordenando-lhe:
– Recite a lição. E como o governo haitiano não acaba de aprender que é preciso desmantelar os poucos serviços públicos que restam, últimos pobres amparos para um dos povos mais desamparados do mundo, os professores dão o exame por perdido.

O álibi demográfico

Em fins do ano passado, quatro deputados alemães visitaram o Haiti. Mal chegaram, a miséria do povo feriu-lhes os olhos. Então o embaixador da Alemanha explicou-lhe, em Port-au-Prince, qual é o problema:
– Este é um país superpovoado, disse ele. A mulher haitiana sempre quer e o homem haitiano sempre pode.

E riu. Os deputados calaram-se. Nessa noite, um deles, Winfried Wolf, consultou os números. E comprovou que o Haiti é, com El Salvador, o país mais superpovoado das Américas, mas está tão superpovoado quanto a Alemanha: tem quase a mesma quantidade de habitantes por quilómetro quadrado.

Durante os seus dias no Haiti, o deputado Wolf não só foi golpeado pela miséria como também foi deslumbrado pela capacidade de beleza dos pintores populares. E chegou à conclusão de que o Haiti está superpovoado... de artistas.

Na realidade, o álibi demográfico é mais ou menos recente. Até há alguns anos, as potências ocidentais falavam mais claro.

A tradição racista

Os Estados Unidos invadiram o Haiti em 1915 e governaram o país até 1934. Retiraram-se quando conseguiram os seus dois objectivos: cobrar as dívidas do City Bank e abolir o artigo constitucional que proibia vender plantações aos estrangeiros. Então Robert Lansing, secretário de Estado, justificou a longa e feroz ocupação militar explicando que a raça negra é incapaz de governar-se a si própria, que tem "uma tendência inerente à vida selvagem e uma incapacidade física de civilização". Um dos responsáveis da invasão, William Philips, havia incubado tempos antes a ideia sagaz: "Este é um povo inferior, incapaz de conservar a civilização que haviam deixado os franceses".

O Haiti fora a pérola da coroa, a colónia mais rica da França: uma grande plantação de açúcar, com mão-de-obra escrava. No Espírito das leis, Montesquieu havia explicado sem papas na língua: "O açúcar seria demasiado caro se os escravos não trabalhassem na sua produção. Os referidos escravos são negros desde os pés até à cabeça e têm o nariz tão achatado que é quase impossível deles ter pena. Torna-se impensável que Deus, que é um ser muito sábio, tenha posto uma alma, e sobretudo uma alma boa, num corpo inteiramente negro".

Em contrapartida, Deus havia posto um açoite na mão do capataz. Os escravos não se distinguiam pela sua vontade de trabalhar. Os negros eram escravos por natureza e vagos também por natureza, e a natureza, cúmplice da ordem social, era obra de Deus: o escravo devia servir o amo e o amo devia castigar o escravo, que não mostrava o menor entusiasmo na hora de cumprir com o desígnio divino. Karl von Linneo, contemporâneo de Montesquieu, havia retratado o negro com precisão científica: "Vagabundo, preguiçoso, negligente, indolente e de costumes dissolutos". Mais generosamente, outro contemporâneo, David Hume, havia comprovado que o negro "pode desenvolver certas habilidades humanas, tal como o papagaio que fala algumas palavras".

A humilhação imperdoável

Em 1803 os negros do Haiti deram uma tremenda sova nas tropas de Napoleão Bonaparte e a Europa jamais perdoou esta humilhação infligida à raça branca. O Haiti foi o primeiro país livre das Américas. Os Estados Unidos haviam conquistado antes a sua independência, mas tinha meio milhão de escravos a trabalhar nas plantações de algodão e de tabaco. Jefferson, que era dono de escravos, dizia que todos os homens são iguais, mas também dizia que os negros foram, são e serão inferiores.

A bandeira dos homens livres levantou-se sobre as ruínas. A terra haitiana fora devastada pela monocultura do açúcar e arrasada pelas calamidades da guerra contra a França, e um terço da população havia caído no combate. Então começou o bloqueio. A nação recém nascida foi condenada à solidão. Ninguém lhe comprava, ninguém lhe vendia, ninguém a reconhecia.

O delito da dignidade

Nem sequer Simón Bolíver, que tão valente soube ser, teve a coragem de firmar o reconhecimento diplomático do país negro. Bolívar havia podido reiniciar a sua luta pela independência americana, quando a Espanha já o havia derrotado, graças ao apoio do Haiti. O governo haitiano havia-lhe entregue sete nave e muitas armas e soldados, com a única condição de que Bolívar libertasse os escravos, uma ideia que não havia ocorrido ao Libertador. Bolívar cumpriu com este compromisso, mas depois da sua vitória, quando já governava a Grande Colômbia, deu as costas ao país que o havia salvo. E quando convocou as nações americanas à reunião do Panamá, não convidou o Haiti mas convidou a Inglaterra.

Os Estados Unidos reconheceram o Haiti apenas sessenta anos depois do fim da guerra de independência, enquanto Etienne Serres, um génio francês da anatomia, descobria em Paris que os negros são primitivos porque têm pouca distância entre o umbigo e o pénis. Por essa altura, o Haiti já estava em mãos de ditaduras militares carniceiras, que destinavam os famélicos recursos do país ao pagamento da dívida francesa. A Europa havia imposto ao Haiti a obrigação de pagar à França uma indemnização gigantesca, a modo de perdã por haver cometido o delito da dignidade.

A história do assédio contra o Haiti, que nos nossos dias tem dimensões de tragédia, é também uma história do racismo na civilização ocidental.


18/Janeiro/2010
O original encontra-se em www.resumenlatinoamericano.org , Nº 2146

Este artigo encontra-se em http://resistir.info/galeano/haiti_18jan10.html .




===========================================================================================================================



O REI E O MENINO – HAITI

(Para Didier Dominique e o povo do Haiti)

(e para meu pai, Roland Klueger, que faria 88 anos hoje.)

Era uma vez um rei e um menino. Fico pensando se há alguma palavra que signifique, ao mesmo tempo, exaustão, terror, desespero e desesperança, tudo isto somado e elevado a décima potência, mas não encontro tal palavra. Só que era bem assim que estava o menino: tinha dois anos, encolhia-se de olhos catatônicos no vazio de uma calçada logo depois do terremoto do Haiti, e apareceu na televisão. Eram tantos em desespero em torno dele, eram tantos... Eram tantos os mortos em torno dele, eram tantos... Quem conseguiria prestar atenção em mais aquele menino dentro de tanta desgraça, a não ser aquele olho malicioso de uma televisão, que pegou o menino e o jogou no meu colo, sem que eu soubesse o que fazer com ele?

Era uma vez um rei e um menino. O rei era pura saúde, garbo e fidalguia: vestido com trajes tribais, tinha no rosto e no corpo os mesmo desenhos em branco, preto e vermelho que também estavam no escudo de couro que segurava na mão esquerda, pois na direita segurava a lança segura e certeira que o tornara rei tamanha a sua perícia ao caçar o leão. Ele era grande e espadaúdo, mas maior ainda era a sua fama, pois não só ao leão enfrentava: quando seu povo tinha fome, ele afrontava até os grandes elefantes, e todos viviam felizes no seu reino, bem alimentados e saudáveis, e o rei era feliz também.

Certo do poder da sua felicidade e da sua lança, o rei nunca entendeu como lhe caíra em cima aquela rede que o despojara do seu escudo, da sua lança, da sua força e da sua liberdade – como tantos outros da sua terra, teve que se curvar à chibata do traficante, aceitar a gargantilha e as algemas de ferro, resistir à longa caminhada da coleante corrente feita de gente e de ferros, viver a aviltância do navio negreiro.

A saúde antiga deu-lhe forças para chegar vivo àquela terra de degredo, de escravidão, e cruéis homens brancos de outra fala, à força de chicote, subjugaram-no e ele teve que se curvar, sem lança, sem pintura, sem escudo, e cultivar a cana que produzia o açúcar, o rum e a riqueza daqueles usurpadores da sua liberdade. Nunca mais ele foi feliz; nunca mais soube do seu povo e seu povo nunca mais soube dele, e só o que havia de belo era o mar daquela terra, todo verde, azul e transparente. Houve, também, uma mulher que reconheceu nele a fidalguia conspurcada, e antes de morrer prematuramente, o rei teve um filho, negro e lindo como ele, e que na verdade era um príncipe – mas foi um príncipe que nunca teve uma lança e que não conheceu os desenhos e as cores tribais – ao invés de leões, só houve para ele o látego do algoz.

Outros príncipes foram gerados na descendência do rei, naquela terra que parecia incrustada num mar de turmalinas, e todos tiveram a vida miserável de escravo, enquanto seus senhores tinham as vidas nababescas dos poderosos.

Um dia, já não dava mais de suportar. Eles eram mais de 500.000 negros, e os senhores eram 32.000, certos que a força do látego manteria aquela situação indefinidamente. E junto com os demais escravos os descendentes do rei lutaram e lutaram e venceram – desde 1791 a 1803 – nesse último ano venceram até o exército que Napoleão Bonaparte mandara da França. E conquistaram a liberdade!

O Haiti foi o primeiro país da América dita Latina a ser livre, a fazer a independência, isto lá em 1804, antes de todos os demais. É de se imaginar o frio que correu na espinha de tantos outros colonizadores brancos: uma república, e de negros? E se a coisa pega? Olha que escravo está tudo cheio por esta América de meu Deus! Que se faz, ai ai ai?

De modo geral, o que se podia fazer eram independências rápidas, feitas por brancos (e elas aconteceram uma depois da outra) e muita matança de negros, para evitar que a coisa trágica se repetisse e sujasse o bom nome da dita civilização européia! Sei bem como foi tal matança no Brasil: foi na guerra do Paraguai, foi na revolução Farroupilha... – não estou inteirada de como foi nos outros países, mas que a matança foi grande, lá isso foi. E a “civilização” branca quase pode respirar, aliviada – só que havia aquele pequeno país, aquele maldito pequeno país lá incrustado naquele mar de ametista, o tal do Haiti, que era um país de negros – e nunca que a tal “civilização” branca poderia deixar aquilo lá florescer de verdade – era afronta demasiada.

E nos dois últimos séculos o Haiti sofreu tudo o que é possível sofrer-se para que sua crista se quebrasse: invasões, ditaduras, golpes de Estado, o bedelho dos brancos sempre indo lá e tentando botar tudo a perder, mas a valentia daquele povo parecia indomável, e o Haiti, mesmo não conseguindo florescer como deveria, era exportador de café, de arroz, era o maior produtor de açúcar do mundo, era um país que tinha seus filhos bem alimentados a arroz, a banana, os porcos abundavam e produziam pratos deliciosos, acompanhados de banana frita, iguaria tão caribenha...

Foi agora, agorinha, no tempo da violência do neoliberalismo, o que nos leva a 1980, que o complô dos brancos resolveu que já não dava mais, que era muito absurdo em plena América ver um país de negros sobrevivendo e sobrevivendo impunemente... Então foi programada a tomada definitiva do Haiti. Foi daquelas coisas mais malévolas que as mentes doentias podem programar visando lucro: aos poucos, introduziram-se as pragas necessárias na ilha incrustada num mar de safira, e morreram todos os porcos, e depois todo o arroz, e depois toda a banana, e depois veio a praga do café.. . Aqueles negros corajosos não sobreviveriam, ah! La isso não poderia acontecer! Viveriam apenas para voltar à condição de escravos, e igualzinho como os europeus, em 1885, no Tratado de Berlim, dividiram o mapa da África à régua, causando as milhares de desgraças que estão acontecendo até hoje, os brancos do neoliberalismo pegaram o território do Haiti e o dividiram em 18 futuras zonas francas onde não haveria lei, onde o Capital imperaria, e onde, as pessoas tão famintas que estavam assando biscoitos de argila para poderem ter algo no estômago trabalhariam, de novo, em regime de escravidão. Pode parecer que tal coisa é distante de nós, mas não é. O próprio vice-presidente do Brasil, José Alencar, é alguém tão interessado no assunto que até mandou seu filho para lá para cuidar dos seus futuros interesses imperialistas. E o execrável outro dia ainda saiu do hospital, depois de mais algumas cirurgias, sorrindo para as câmaras das televisões e declarando que poderia perder tudo na vida, menos a honra. Que honra pode ter um homem assim?

(Não consigo me furtar de contar de que forma a nefanda honra do vice-presidente atingiu diretamente minha família, recentemente. Numa só tarde, uma das empresas dele, aqui na minha cidade de Blumenau/SC/Brasil, a Coteminas, demitiu 600 empregados, assim sem mais nem menos. Três primos meus, lutadores pais de famílias, perderam o emprego sem entenderem muito bem por quê – o porquê é fácil: nas novas fábricas que o “honrado” vice-presidente anda montando lá nas zonas francas do Haiti, os novos empregados trabalharão pela décima parte do salário que os meus primos ganhavam – e o salário dos meus primos já não era grande coisa.)

Bem, então tínhamos um Haiti em petição de miséria, e daí veio o terremoto. Que poderia ter acontecido de melhor para o Capitalismo e o Imperialismo dos EUA? Até o palácio presidencial do governo títere ruiu – daqui para a frente é apenas tomar posse – já não há barreiras. Ao invés de ajuda humanitária (que eles não deram nem aos flagelados do furacão Katrina, em seu próprio território) os Estados Unidos estão, descaradamente, diante de todo o mundo, fazendo a ocupação militar do Haiti com o seu exército, e tudo parece bonitinho, com a Hilary indo lá para ver como é que estão ajudando... ajudando uma ova! Alguém já viu os Estados Unidos ajudar alguém de verdade?

Não deixo de louvar as tantas e tantas equipes de tantos e tantos países que lá estão, realmente levando ajuda humanitária para aquele povo quase que nas vascas da agonia – mas a semvergonhice do Capital está lá, também, sorrindo de felicidade com sua cara de caveira.

E então o olho de uma televisão espia lá aquele menino de dois anos arrasado pela exaustão, pelo terror e pelo desespero, encolhido num vazio de uma calçada, e o joga brutalmente no meu colo – e quando tento acalmá-lo acolhendo-o junto do meu coração, ele me conta do rei, seu antepassado – aquele menino moído pelo Capital e pelo terremoto é nada mais nada menos que um príncipe, e seu antepassado que foi rei e livre caçava leões e elefantes e alimentava um povo – o menino sabia, a família sempre contara adiante o seu segredo.

Céus, céus, o que fizeram com as gentes livres da África, que quiseram apenas continuar vivendo com dignidade naquela ilha de onde já não podiam sair? Quem vai cuidar daquele menino antes que ele retorne à condição de escravo de onde seus antepassados tanto tentaram sair?

Eu choro, Haiti, choro por ti, e por teu menino, e por aquele rei. Não sei fazer outra coisa além de chorar.



Blumenau, 17 de janeiro de 2010.



Urda Alice Klueger

Escritora e historiadora



--------------------------------------------------------------------------------



Nenhum vírus encontrado nessa mensagem recebida.
Verificado por AVG - www.avgbrasil.com.br
Versão: 8.5.432 / Banco de dados de vírus: 270.14.150/2632 - Data de Lançamento: 01/19/10 07:34:00


-----Anexo incorporado-----


_______________________________________________
Cartaoberro mailing list
Cartaoberro@serverlinux.revistaoberro.com.br
Pecados

Boletim do Palácio Piratini


Desenvolvimento
Yeda anuncia instalação de usina de etanol com investimento de R$ 320 milhões e 2 mil empregos
A Noroesthe Bioenergética S/A - Norobios produzirá, em São Luiz Gonzaga, 120 milhões de litros de etanol/ano, além de co-geração de energia elétrica. Chuvas I
Governo do Estado obtém R$ 170 milhões para reconstrução de municípios
Recursos, buscados em Brasília, somam-se a outros R$ 100 milhões já repassados emergencialmente pelo governo do Estado para auxiliar no enfrentamento de desastres climáticos. Chuvas II
Governo agiliza liberação de verba aos municípios com decreto de situação de emergência
Barros Cassal foi o primeiro a assinar, nesta terça-feira, o termo de compromisso. Enquadram-se na medida localidades que decretaram situação de emergência em até 180 dias. Defesa Civil
Municípios da Fronteira Oeste e Região Central recebem auxílio em função das chuvas
Chuvas e ventos fortes que atingem o Estado desde a noite de segunda-feira mantêm as equipes da Defesa Civil em alerta. Ainda há risco de temporais, principalmente do Centro para o Norte. Segurança
Estado forma policiais militares temporários
Começa nesta quinta-feira (21) a formatura dos 212 policiais que concluíram o Curso de Habilitação de Policial Militar Temporário. Saúde
Estado reforça o combate à dengue no Verão Legal RS 2010
Oficinas Pequenos Vigilantes reúnem crianças de até 12 anos, nos litorais Norte e Sul, em atividades educativas contra a proliferação do mosquito transmissor da doença.

Comitiva Gaúcha Conhece Presídios Inglês

Comitiva gaúcha conhece presídio inglês onde presos recebem cursos e guardas não usam armas
19/01/2010 22:47


A comitiva gaúcha que está na Europa para conhecer as experiências de Parcerias Público-Privadas (PPPs) em presídios, por designação da governadora Yeda Crusius, esteve, nesta terça-feira (19), no presídio HMP Altcourse, em Liverpool, na Inglaterra. Primeira casa prisional concebida, construída, administrada e financiada pela iniciativa privada, por meio de PPPs, é considerada modelo no Reino Unido.
Entre os fatos que mais chamaram a atenção do grupo, está a existência de 1.231 presos que têm atividades das 7h às 21h, como cursos profissionalizantes e oficinas. Eles são monitorados por 618 funcionários (40% mulheres) que não usam armas. Em 12 anos de funcionamento, não há registro de fuga. Pelo contrário, muitos presos pleiteiam suas transferências de outras penitenciárias para o HMP.

"O presídio que visitamos nos fez acreditar que estamos no caminho certo e que a ressocialização é possível. Aqui, os presos recebem cursos profissionalizantes, como de pedreiro, de informática e de marcenaria, que lhes garantirão uma profissão ao deixarem a casa prisional", disse a secretária-Geral de Governo, Ana Maria Pellini. Ela salienta que o custo da instituição inglesa acaba sendo menor que o das penitenciárias gaúchas.

Os gaúchos foram recebidos pelos diretores do HMP Altcourse, Phil Nolan e John Mclanghin, que explicaram que são estabelecidas metas aos gestores e detentos. Em caso de não serem obtidas, há penalização financeira à instituição e, no caso dos presos, podem haver punições como isolamento e até mesmo transferência para outras unidades penais. Os diretores lembraram que os apenados produzem cadeiras e mesas em madeira e alumínio, além de confeccionarem livros e fazerem artesanato como pintura. Dentro do processo de ressocialização, os detentos estrangeiros recebem aulas de inglês, enquanto os demais têm cursos de educação fundamental e ensino médio. Além disso, os presos têm direito a uma hora de visita, diariamente.

O contrato de 25 anos foi assinado em 1995 com a empresa G4S, de gestão prisional. Pelo modelo de PPP, o presídio foi entregue e inaugurado em 1º de dezembro de 1997, seis meses antes do estabelecido no projeto original. É um presídio de categoria B, com capacidade para 1.324 detentos.

Integram a comitiva os secretário estaduais da Segurança Pública, Edson Goularte, Geral de Governo, Ana Pellini, e de Administração e Recursos Humanos, Elói Guimarães, o superintendente dos Serviços Penitenciários, Mário Santa Maria Júnior, e o comandante-geral da Brigada Militar, coronel João Carlos Trindade Lopes. A convite da governadora, participam também o Ministério Público Estadual e o Tribunal de Justiça, representados, respectivamente, pelo subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Luiz Carlos Ziomkowski, e o juiz da Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre, Luciano André Losekann.

Fonte: Site do Governo do Estado

Capão da Canoa Caça-Níqueis

Polícia Civil e Ministério Público apreendem 44 máquinas caça-níqueis em Capão da Canoa
19/01/2010 23:05


Numa operação conjunta da Polícia Civil, através de agentes da Cogepol — Corregedoria da Polícia —, sob o comando do delegado Carlo Butarelli, e da força tarefa do Ministério Público, foram apreendidas 44 máquinas caça-níqueis no centro de Capão da Canoa, durante esta terça-feira (19).


A apreensão foi o resultado de diligências realizadas em três locais, sendo que, em um deles, foram encontradas cinco máquinas, em outro 11 e, no terceiro, 28 máquinas caça-níqueis. No total, foram apreendidos R$ 6.400,00 em dinheiro. Os responsáveis pelos estabelecimentos foram identificados, sendo, na maioria, reincidentes na exploração de jogos de azar.


Ele vão responder a Termo Circunstanciado.

Fonte: Ascom PC

combate às Fraudes

Polícia prende mais um na Operação de combate às fraudes no centro da Capital
19/01/2010 23:09


Em continuidade à Operação de combate às fraudes no centro de Porto Alegre, agentes da Equipe de Investigações da 17ª Delegacia de Polícia, sob o comando do delegado André Ciardullo Mocciaro realizaram, na tarde desta terça-feira (19), mais uma prisão em flagrante.

Foi preso um homem de 46 anos de idade, quando tentava sacar benefício previdenciário da vítima com documentos falsos. O detido, que possui antecedentes por diversos delitos e está em liberdade provisória, foi autuado em flagrante por uso de documentos falsos, estelionato e falsidade ideológica e, após, encaminhado ao Presídio Central.

Fonte: Ascom PC

Haiti





Manchetes Terremoto no Haiti
Número de vítimas do terremoto no Haiti sobe para 75 mil
O terremoto de 12 de janeiro no Haiti deixou 75 mil mortos, 250 mil feridos e um milhão de desabrigados, anunciou a Defesa Civil haitiana nesta terça-feira. O Haiti precisa desesperadamente de alojamentos para os desabrigados, água, alimentos e equipamentos médicos, destacou a Direção da Proteção Civil em comunicado. Leia mais



Mais:
Corpos de militares mortos no Haiti chegam na quinta
Diminui a esperança de encontrar sobreviventes
Veja fotos da tragédia no Haiti
Fonte: Yahoo