Rádio WNews

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Arquivo


A Salamanca do Jarau tem curta temporada na Usina

         Um espetáculo onde a fantasia visual do teatro se sombras guia   o   espectador  pelos mistérios  do  povo gaúcho é o  que o público vai assistir em  A Salamanca do Jarau, de  15  a  25  de março (diariamente),  às  20h  30min,  na  sala  200  da Usina do Gasômetro, com entrada franca.    Uma caverna lendária, situada no cerrado do Jarau, na cidade de Quarai, oeste do RS, serviu de cenário para a obra de João Simões Lopes Neto.    Hoje, 90 anos depois, A Cia. Teatro Lumbra de Animação utiliza esse ambiente como metáfora para a adaptação do conto.

         Uma   princesa   moura encantada, transformada em bruxa pelo diabo Anhangá-Pitã, um   sacristão amaldiçoado e o gaúcho pobre Blau Nunes, são personagens de um dos primeiros contos fantásticos escritos no Brasil. Alexandre Fávero dirige a atração que integra a programação do projeto Usina das Artes, promovido pela Secretaria Municipal da Cultura.


O quê: A Salamanca do Jarau – Cia. Teatro Lumbra de Animação

 Quando: 15 a 25 de março (diariamente)

Onde: Sala 200 da Usina do Gasômetro (Av. Presidente João Goulart, 551)

Horário: às 20h 30min
                           
ENTRADA FRANCA


Porto Alegre, 05 de março de 2007. 
Jornalista: Andréa Camboim
Crédito Foto: Alexandre Fávero


PREFEITURA DE PORTO ALEGRE

Secretaria Municipal da Cultura (SMC)

Centro Cultural Usina do Gasômetro

Av. Presidente João Goulart, 551
Contato: (51)3227-9589 / E-MAIL: gasometro.imprensa@gmail.com

Arquivo


    Nesta quinta-feira, dia 08 de março de 2007,às 10h30min, será lançado o "Projeto Vida Ativa" no município de Vacaria.O projeto visa atender em torno de 500 crianças do município que terão acesso à atividades esportivas, aulas de Xadrez, teatro, dança,violão e percussão com instrumentos recicláveis.Segundo o coordenador do projeto, o Secretário de Cultura e Juventude- Adjunto, Leonardo Zamboni, estas atividades serão realizadas diariamente, e visa atender as crianças em turno inverso ao da escola.
    As atividades esportivas serão realizadas no ginásio do Bairro Vitória, enquanto as atividades culturais terão o local definido ainda esta semana. "Será um projeto totalmente voltado para o social; é uma ferramenta importante para que trabalhemos direto na formação do caráter destas crianças, pois a cultura e o esporte  trabalham a disciplina, convivência em grupo, união e o respeito a diversidade cultural e social das pessoas", salientou Leonardo.
    O projeto tem o financiamento do Ministério dos Esportes através de emenda parlamentar do Deputado Henrique Fontana.
    Maiores informações na Secretaria Municipal de Educação e Cultura, ou pelo fone 54-3231 6435
 
 
Foto:Vice-Prefeito Romeu Biazus,Secretária de Educação Gilvana Baldin,Secretario Adjunto de cultura e juventude Leonardo Zamboni,e toda equipe de monitores do projeto Vida Ativa.

Indígenas submetidos a trabalho Escravo em Vacaria RS


Quase escravos25/11/2012 | 16h21

MP resgata trabalhadores indígenas submetidos a condições análogas às de escravidão em Vacaria

41 índios, entre crianças e adultos, foram encontrados sob péssimas condições de trabalho em fazenda

Uma força-tarefa composta pela Superintendência do Trabalho no Estado, a Fundação Nacional do Índio (Funai), Polícia Federal e o Ministério Público do Trabalho (MPT) resgataram, na sexta-feira, 41 indígenas que trabalhavem em condições análogas às de escravidão em uma fazenda de Vacaria.
Os trabalhadores, entre eles 11 menores de 18 anos, dos quais cinco menos de 16 anos e uma adolescente grávida, estavam submetidos a péssimas condições de trabalho, com alojamento, segurança, higiene e conforto precários.
Segundo o procurador do Trabalho Ricardo Garcia, do MPT em Caxias do Sul, os indígenas foram libertados e reconduzidos a uma reserva caingangue.
— Esse é o maior resgate dos últimos anos. É uma situação incomum no Estado. O empregador assinou um termo de ajustamento de conduta para regularizar a situação — afirmou o procurador.
O grupo libertado realizava o raleio nos pomares de maçã da fazenda quando, no dia 21, em uma fiscalização de rotina, o Ministério do Trabalho flagrou as irregularidades.
Além de dos recursos devidos aos trabalhadores, que chegam a R$ 54 mil, o empregador terá de pagar multas que serão impostas pelo Ministério do Trabalho e, caso não cumpra o ajustamento, terá que desembolsar R$ 30 mil reais por irregularidade cometida.

Jaquirana


Inquérito concluído26/11/2012 | 09h56

Após investigação, polícia indicia 16 por suspeita de crimes eleitorais em Jaquirana

Entre os acusados, estão dois filhos do prefeito reeleito e vereadores do município

A Polícia Civil encaminhará nesta segunda-feira à Justiça Eleitoral o inquérito que investiga irregularidades nas eleições municipais deste ano em Jaquirana. O documento, com cerca de 700 páginas, indicia 16 pessoas, entre elas, Ivan Lauro Rauber, filho do prefeito reeleito Ivanor Rauber (PP).

Em dois meses de investigação, foram mais de mil ligações interceptadas, cumprimento de mandados de busca e apreensão em 16 lugares, quebras de sigilo telefônico e bancário, auditoria do Tribunal de Contas do Estado e cerca de 60 depoimentos.

Além do filho do prefeito, também serão indiciados o coordenador da campanha de Ivanor José Evandro Pereira dos Reis, os vereadores eleitos Wilson da Silva Duarte (PP), o Capacete, Orestes Ângelo Andelieri (PMDB), o Orestinho, e José Pereira dos Santos (PP), conhecido como Zé do Aprígio, a filha do prefeito reeleito Maria Isabel Rauber, o genro de Ivanor, Heliovan Pereira Turella e o secretário da Fazenda do município, José Cláudio Pereira, entre outros. Os suspeitos são acusados de corrupção eleitoral ativa e passiva, transporte de eleitores, peculato e formação de quadrilha.

O Ministério Público também deve entrar com representação solicitando a cassação dos registros de candidatura ou da diplomação dos políticos envolvidos.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Tio Lula Pulando o Muro


Fotos: Google pesquisa

Marisa Formolo


Leia a notícia na íntegra clicando no título
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Caso não queira mais receber nosso e-mail,
Descadastre-se