Inter 3 x 0 Figueirense

Inter 3 x 0 Figueirense
Brasileiro B 2017

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

LBV

Prezados Amigos(as),
Boa Tarde!

1) Estamos mobilizados com a tradicional Campanha da LBV: "Criança Nota 10! - Sem Educação não há futuro!", por este motivo, gostaria de contar com o apoio de todos na divulgação dessa importante campanha que visa incentivar os estudos de jovens e crianças (combatendo a evasão escolar) além de contribuir para o futuro de cada pequenino.
2) Segue em anexo sugestão de anúncio. Estamos à disposição para outras informações.
3) Desde já agradeço pela atenção e apoio que é sempre revertido à nossa Instituição.
4) Tenham todos uma ótima semana!
Um braço fraterno!

Att.
Nadiele Bortolin

Nadiele Bortolin
Assessoria de Comunicação da LBV/RS
(51) 3325-7018

      Veja

      7 de fevereiro de 2014
      ------------------------------------------------

      Caro leitor, aqui estão os destaques de VEJA desta semana.

      VEJA.com - veja@abril.com.br

      ***********************************************

      Edição da semana (nº2360 - 12 de fevereiro de 2014)

      [Sociedade em estado bruto]
      Em duas semanas, o Brasil assiste a três "justiçamentos". A onda de barbárie mostra que a população está à beira da saturação: na segurança, na economia, nos transportes, o país dá um passo para frente e dois para trás

      Índice da edição 
      http://veja.abril.com.br/revistas/

      [Entrevista]
      -----------------
      O presidente do TSE, Marco Aurélio Mello, diz que mais importante do que reclamar nas ruas é ir para a urna escolher bem os governantes

      [Negócios]
      -----------------
      Novidade: vem aí o refrigerante em cápsulas. Para que transportar toneladas se o que tem valor mesmo é o xarope?

      [Brasil]
      -----------------
      A tática do deboche
      Mensaleiro fugitivo é preso na Itália com passaporte de um morto. No Brasil, seus companheiros adotam tática de escárnio à Justiça

      [Televisão]
      -----------------
      Ao mesclar uma conspiração demoníaca à Guerra da Independência americana, Sleepy Hollow comprova: as novas séries fantásticas reinventaram a arte de vender o absurdo

      [Cinema]
      -----------------
      Martin Scorsese é a grande inspiração do diretor David O. Russell no filme "Trapaça" - mas é o seguidor, não o precursor, quem deve papar o Oscar deste ano

      [Esportes]
      -----------------
      Som, fúria e drama no gelo
      Nenhuma atração atrai mais a atenção dos fãs das Olimpíadas de Inverno do que a patinação artística, suprassumo da graça e da velocidade

      [J.R. Guzzo]
      -----------------
      Outras perguntas

      [Lya Luft]
      -----------------
      Não podemos ser uma nau sem rumo

      [Comportamento]
      -----------------
      Ninguém nunca se afogou no próprio suor
      Esse é um dos lemas de uma modalidade de exercícios, o crossfit, cujo objetivo é levar o organismo ao limite da exaustão

      ***********************************************

      [Destaques on-line]
      -------------------

      [O Brasil que compra o frio]
      -------------------------------
      Em seu livro A Riqueza e a Pobreza das Nações, o historiador americano David Landes, de Harvard, descreve o calor como inimigo da prosperidade. Como exemplo, afirma que só depois do advento do ar-condicionado as cidades do Sul dos Estados Unidos ficaram ricas. Já o Brasil que quer ficar mais próspero também gasta - e muito - para comprar seu próprio frio. O verão de 2014 transformou o ar-condicionado em novo símbolo da ascensão da classe média. As vendas dobraram em 2013, ainda que diante de preços pouco acessíveis. Um aparelho custa, em média, 1 000 reais, sem contar os gastos com instalação, que podem triplicar esta conta. Reportagem no site de VEJA mostra os cuidados com a escolha e instalação do equipamento


      [O usuário ganha]
      -------------------------------
      No mês que vem, chega ao mercado o aplicativo Mova+. Ele vai monitorar a atividade física de seus usuários e dar aos mais assíduos pontos que podem ser transformados em produtos nos programas de fidelidade. Trata-se de um modelo que ganha força no segmento. Outros apps oferecem dinheiro como forma de recompensa pela simples utilização dos programas ou ainda em troca da participação em pesquisas de opinião. Reportagem de VEJA.com explica como funciona esse mercado e destaca os principais apps.


      [Educação nota 10]
      -------------------------------
      A partir desta semana, o site de VEJA passa a publicar um artigo quinzenal do especialista em educação João Batista Araujo e Oliveira, presidente do Instituto Alfa Beto. Ele vai apresentar as estratégias comprovadamente eficazes na melhoria da educação fundamental e explicar a lógica do Prêmio Prefeito Nota 10, que indicará a cidade brasileira com a melhor rede pública de ensino.


      [Ameaça à saúde feminina]
      -------------------------------
      A medicina está cada vez mais atenta à complexidade e às especificidades da saúde feminina. A Associação Americana do Coração acaba de lançar as primeiras diretrizes de prevenção ao acidente vascular cerebral (AVC) em mulheres. O documento alerta os médicos para que levem em consideração fatores como gravidez, uso de anticoncepcionais e alterações hormonais ao definir estratégias de prevenção e tratamento. Ele também chama a atenção para o fato de que as mulheres subestimam o risco da doença. "Muitas vezes elas não dão a importância necessária a fatores como pressão alta, diabetes, sedentarismo e excesso de peso", diz o diretor de Promoção da Saúde Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Carlos Costa Magalhães em reportagem no site de VEJA.


      []
      -------------------------------



      ***********************************************

      Colunistas

      [Blog]
      -------------
      Reinaldo Azevedo
      Cuidado, senhores!
      Se a Papuda vira Parlamento, Parlamento pode ser confundido com Papuda!
      http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/

      [Radar on-line]
      -------------
      Lauro Jardim
      Planos de saúde
      Secretária-nacional do Consumidor diz estar "farta de operadoras e hospitais particulares"
      http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line

      [Coluna]
      -------------
      Augusto Nunes
      Direto ao Ponto
      http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes

      [Coluna]
      -------------
      Ricardo Setti
      Coincidência?
      http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/

      [De Nova York]
      -------------
      Caio Blinder
      Economia
      http://veja.abril.com.br/blog/nova-york

      [Espelho meu]
      -------------
      Lucia Mandel
      À distância
      http://veja.abril.com.br/blog/estetica-saude/

      [Quanto Drama!]
      -------------
      Patrícia Villalba
      Amor à Vida
      http://veja.abril.com.br/blog/quanto-drama/

      ***********************************************

      [Blogs da redação]
      -------------------

      [Infográficos]
      -------------
      Impávido Colosso
      Passagens aéreas
      http://veja.abril.com.br/blog/impavido-colosso/

      [Língua portuguesa]
      -------------
      Sobre Palavras
      Conto-do-vigário
      http://veja.abril.com.br/blog/sobre-palavras/

      [Fotografia]
      -------------
      Sobre Imagens
      Chusseau-Flaviens
      http://veja.abril.com.br/blog/sobre-imagens/

      ***********************************************
      http://www.veja.com.br

      Igualdade Racial

      Sargento Edson Alves

      Agradeço pela atenção

      Por enquanto ainda não há documentos e nem convites relacionados a discriminação racial para encaminhamento a Policia Militar e sim desenvolvimento do marketing.

      É importante que fique esclarecido que estamos num processo novo definido como promoção da igualdade e o Estado Brasileiro nos oferece como fundamento o Estatuto da Igualdade Racial, como orientação, o Seminário Representação Política e Enfrentamento ao RacismoGuia de Implementação do Estatuto da Igualdade Racial e o Guia de Enfrentamento ao Racismo Institucional.

      Estes que além do Manual Direitos Humanos e Direito Internacional Humanitário para Forças Policiais e de Segurança adotado pela Policia Militar, são os instrumentos também legais que de forma específica assegura a mobilização para inclusão Política, Econômica, Social e Cultural da Comunidade Negra e que pela desinformação, descaradamente esta acontecendo a reação contrária porque, ainda existe uma parcela dentro do setor público que teima que negro tem que ser tratado como mercadoria.

      Produção de Cultura Negra tem respaldo também no artigo 216 e 216 da Constituição do Brasil, Construção da Cidadania que o currículo, já tive a oportunidade de colocar de conhecimento se não chegou posso enviar novamente.

      Coloco de conhecimento que já esta em atividade o material pedagógico para facultar o desenvolvimento físico, mental, moral e espiritual das crianças, adolescentes, jovens e idosos da Comunidade Negra em condições de liberdade, sendo participação nova, encontramos como barreira adversidade, apenas enviamos os e-mail para conhecimento da PM e que gostaria que continue não apenas para o comando como para todos os Policiais Militar, para que saibam que o mau que acontece e existem casos que as vezes culpam a PM é porque existe o racismo institucional que é levado para dentro das família de boca em boca e que se reaparece contra o Negro, na escola, na rua etc.. justamente por que a impunidade prevalece, protegida por aqueles que deveriam combater, mas nunca por culpa da PM.

      Se acionado a Policia Militar por causa de racismo a PM comparece e faz o registro, acontece que a continuação da apuração ainda não é uma trabalho desenvolvido pela Policia Judiciária, muitas vezes vamos ao Distrito o delegado de plantão nega registrar.

      Os interessados pela preservação do racismo atualmente estão recrutando negros em maior parte advogados para neutralizar o próprio irmão, ou seja, aplicar o genocídio.

      Enfim a OAB se apoderou da personalidade do Negro e esta se colocando como tutora do direito público e privado e oferece o espaço na ofrmade privilégio ao advogado Negro.

      Sem Advogado todos sabem, não pode haver justiça.

      Na pratica constam institucionalizado os instrumentos jurídicos necessários mais sofremos e ao envolver dinheiro público, a população de forma geral também sofre, o roubo do social, praticado por privilegiados através da ideologia do atraso,privilegiados muitos também de partidos políticos que se associam visando o roubo do social como expõe no livro O país dos petralhas.

      Mas uma vez agradeço pela atenção.

      De: DPCDH P5 [mailto:dpcdhp5@policiamilitar.sp.gov.br]
      Enviada em: quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014 12:17
      Para: luiz_otavio@afrodescendente.com.br
      Assunto: Envio de carta/eventos/ relacionado a discriminação

      Bom dia Srº Luiz Otávio, incumbiu-me o Srº Cap PM Souza da seção de Direitos humanos da DPCDH, a solicitar que vossa senhoria ao encaminhar documentos e convites, o faça direcionado ao mesmo, para não haver má interpretação, colocando A/C do Cap PM Souza. Estou a disposição para qualquer eventualidade ou esclarecimentos. Obrigado  

      Edson Alves
      3º Sgt PM Aux P5
      DPCDH-11 33277753


          Página Vazia

          PÁGINA VAZIA
          Luiz Gonzaga da Silva

          Eu pensava escrever alguma mensagem psicografada ditada por algum bom espírito, que com permissão superior não se importasse em atender ao meu pedido.
          Pensei... Deixei a mente num vazio e esperei que alguma manifestação inspiradora surgisse para poder começar a minha mensagem.
          Surgiu na minha mente uma paisagem: Era algo deslumbrante!
          Eu jamais tinha imaginado detalhes daquele tipo.
          Um jardim muito bem cuidado, onde tudo era belo, flores dos mais variados tipos e cores, dos mais misteriosos formatos.
          Fontes de água cristalina que corriam por entre pedras que cintilavam como se fossem lapidadas.
          Horizonte acolhedor, como se fosse uma grande tela onde se podiam ver detalhes os mais insignificantes.
          O céu era de uma cor estranha. Equilibrando-se pela sua vastidão viam-se centenas de corpos em forma de globos parecendo pequenos mundos.
          Uma cidade se destacou diante de meus olhos, era diferente em seu formato, com arrojados prédios de uma arquitetura entusiasmante, com estranhos contornos, despertando em mim diferentes impressões, como uma aconchegante paz. Alguns dos prédios despertando uma estranha impressão de desconforto.
          Era de uma beleza inimaginável, mas havia um detalhe que me chamou a atenção.
          Não havia movimento de seres sejam carnais ou espirituais.
          Eu estava só, sem nem ao menos uma borboleta a esvoaçar pelas flores do belo jardim existente.
          Um grande constrangimento tomou conta de mim, porém uma voz me alertou: O que você vê é a obra, a moldura, a essência...
          A vida verás agora por alguns instantes.
          Um estalo se fez ouvir e eu vi a vida em movimento pulsando em todos os sentidos.
          Pessoas sorridentes que passavam  me saudavam e prosseguiam.
          Era igual ao meu mundo, com uma diferença: Todos emanavam luz, como se fossem fosforescentes.
          Quis me misturar a eles, mas fui detido por uma parede invisível e a mesma voz fez-se ouvir:
          Você poderá um dia chegar a ser um desses habitantes, desde que se esmere e consiga angariar pontos suficientes.
          Acordei do que parecia ter sido um sonho: A caneta entre os dedos, o caderno aberto, mas nada escrito.
          A página estava vazia!

              Glória 0 x 0 Ipiranga (Jogo Amistoso)




              Revista Veja

              7 de fevereiro de 2014
              Caro leitor, aqui estão os destaques de VEJA desta semana.
              VEJA.com - veja@abril.com.br
                
              Edição da semana (n° 2360 - 12 de fevereiro de 2014)
               
               Sociedade em estado bruto - Em duas semanas, o Brasil assiste a três ‘justiçamentosÂ’. A onda de barbárie mostra que a população está à beira da saturação: na segurança, na economia, nos transportes, o país dá um passo para frente e dois para trás

              Sociedade em estado bruto
              Em duas semanas, o Brasil assiste a três "justiçamentos". A onda de barbárie mostra que a população está à beira da saturação: na segurança, na economia, nos transportes, o país dá um passo para frente e dois para trás

              ♦ 
              Índice da edição
               
               
              Entrevista - O presidente do TSE, Marco Aurélio Mello, diz que mais importante do que reclamar nas ruas é ir para a urna escolher bem os governantesEntrevista
              O presidente do TSE, Marco Aurélio Mello, diz que mais importante do que reclamar nas ruas é ir para a urna escolher bem os governantes
               
              Negócios - Novidade: vem aí o refrigerante em cápsulas. Para que transportar toneladas se o que tem valor mesmo é o xarope?Negócios
              Novidade: vem aí o refrigerante em cápsulas. Para que transportar toneladas se o que tem valor mesmo é o xarope?
               
               
              Brasil
              A tática do deboche
              Mensaleiro fugitivo é preso na Itália com passaporte de um morto. No Brasil, seus companheiros adotam tática de escárnio à Justiça
               
               
              Televisão - Ao mesclar uma conspiração demoníaca à Guerra da Independência americana, <i>Sleepy Hollow</i> comprova: as novas séries fantásticas reinventaram a arte de vender o absurdoTelevisão
              Ao mesclar uma conspiração demoníaca à Guerra da Independência americana, Sleepy Hollow comprova: as novas séries fantásticas reinventaram a arte de vender o absurdo
               
              Cinema - Martin Scorsese é a grande inspiração do diretor David O. Russell no filme Cinema
              Martin Scorsese é a grande inspiração do diretor David O. Russell no filme "Trapaça" - mas é o seguidor, não o precursor, quem deve papar o Oscar deste ano
               
               
              Esportes
              Som, fúria e drama no gelo
              Nenhuma atração atrai mais a atenção dos fãs das Olimpíadas de Inverno do que a patinação artística, suprassumo da graça e da velocidade
               
               
              J.R. Guzzo - Outras perguntasJ.R. Guzzo
              Outras perguntas
               
              Lya Luft - Não podemos ser uma nau sem rumoLya Luft
              Não podemos ser uma nau sem rumo
               
               
              Comportamento
              Ninguém nunca se afogou no próprio suor
              Esse é um dos lemas de uma modalidade de exercícios, o crossfit, cujo objetivo é levar o organismo ao limite da exaustão
               
               
               
              Destaques on-line
               
              O Brasil que compra o frio - Em seu livro <i>A Riqueza e a Pobreza das Nações</i>, o historiador americano David Landes, de Harvard, descreve o calor como inimigo da prosperidade. Como exemplo, afirma que só depois do advento do ar-condicionado as cidades do Sul dos Estados Unidos ficaram ricas. Já o Brasil que quer ficar mais próspero também gasta - e muito - para comprar seu próprio frio. O verão de 2014 transformou o ar-condicionado em novo símbolo da ascensão da classe média.  As vendas dobraram em 2013, ainda que diante de preços pouco acessíveis. Um aparelho custa, em média, 1 000 reais, sem contar os gastos com instalação, que podem triplicar esta conta. Reportagem no site de VEJA mostra os cuidados com a escolha e instalação do equipamento
              O Brasil que compra o frio
              Em seu livro A Riqueza e a Pobreza das Nações, o historiador americano David Landes, de Harvard, descreve o calor como inimigo da prosperidade. Como exemplo, afirma que só depois do advento do ar-condicionado as cidades do Sul dos Estados Unidos ficaram ricas. Já o Brasil que quer ficar mais próspero também gasta - e muito - para comprar seu próprio frio. O verão de 2014 transformou o ar-condicionado em novo símbolo da ascensão da classe média. As vendas dobraram em 2013, ainda que diante de preços pouco acessíveis. Um aparelho custa, em média, 1 000 reais, sem contar os gastos com instalação, que podem triplicar esta conta. Reportagem no site de VEJA mostra os cuidados com a escolha e instalação do equipamento
               
               
              O usuário ganha
              No mês que vem, chega ao mercado o aplicativo Mova+. Ele vai monitorar a atividade física de seus usuários e dar aos mais assíduos pontos que podem ser transformados em produtos nos programas de fidelidade. Trata-se de um modelo que ganha força no segmento. Outros apps oferecem dinheiro como forma de recompensa pela simples utilização dos programas ou ainda em troca da participação em pesquisas de opinião. Reportagem de VEJA.com explica como funciona esse mercado e destaca os principais apps.
               Educação nota 10
              A partir desta semana, o site de VEJA passa a publicar um artigo quinzenal do especialista em educação João Batista Araujo e Oliveira, presidente do Instituto Alfa Beto. Ele vai apresentar as estratégias comprovadamente eficazes na melhoria da educação fundamental e explicar a lógica do Prêmio Prefeito Nota 10, que indicará a cidade brasileira com a melhor rede pública de ensino.
               
               
              Ameaça à saúde feminina
              A medicina está cada vez mais atenta à complexidade e às especificidades da saúde feminina. A Associação Americana do Coração acaba de lançar as primeiras diretrizes de prevenção ao acidente vascular cerebral (AVC) em mulheres. O documento alerta os médicos para que levem em consideração fatores como gravidez, uso de anticoncepcionais e alterações hormonais ao definir estratégias de prevenção e tratamento. Ele também chama a atenção para o fato de que as mulheres subestimam o risco da doença. "Muitas vezes elas não dão a importância necessária a fatores como pressão alta, diabetes, sedentarismo e excesso de peso", diz o diretor de Promoção da Saúde Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Carlos Costa Magalhães em reportagem no site de VEJA.
               
               
               
               
              Colunistas
              Blog: Blog - Reinaldo AzevedoBlog
              Reinaldo Azevedo
              Cuidado, senhores!
              Se a Papuda vira Parlamento, Parlamento pode ser confundido com Papuda!
              Radar on-line: Radar on-line - Lauro JardimRadar on-line
              Lauro Jardim
              Planos de saúde
              Secretária-nacional do Consumidor diz estar "farta de operadoras e hospitais particulares"
              Coluna: Coluna - Augusto NunesColuna
              Augusto Nunes
              Direto ao Ponto
              Os carcereiros da ilha-presídio vão embolsar US$ 23,5 mi por mês com o Mais Médicos
              Coluna: Coluna - Ricardo SettiColuna
              Ricardo Setti
              Coincidência?
              De Nova York: De Nova York - Caio BlinderDe Nova York
              Caio Blinder
              Economia
              Espelho meu: Espelho meu - Lucia MandelEspelho meu
              Lucia Mandel
              À distância
              Quanto Drama!: Quanto Drama! - Patrícia VillalbaQuanto Drama!
              Patrícia Villalba
              Amor à Vida
              Blogs da redação
              Infográficos: Impávido Colosso - Passagens aéreas Infográficos
              Impávido Colosso
              Passagens aéreas
              Língua portuguesa: Sobre Palavras - Conto-do-vigário Língua portuguesa
              Sobre Palavras
              Conto-do-vigário
              Fotografia: Sobre Imagens - Chusseau-Flaviens Fotografia
              Sobre Imagens
              Chusseau-Flaviens
              Acesse http://veja.abril.com.br/newsletter para cancelar o envio deste e-mail.
              Nosso serviço de cadastramento solicitará seu e-mail e senha. Se não souber a senha, digite seu e-mail e clique no item
              "Esqueci minha senha". Uma senha provisória será enviada para sua caixa postal para possibilitar o acesso ao serviço. 

              Copyright © Editora Abril S.A.
               - Todos os direitos reservados