Grêmio 1 x 0 Botafogo

Grêmio 1 x 0 Botafogo
Libertadores 2017

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

São José 1 x 3 Caxias (28)

Demandas Municipais

SOP recebe demandas dos municípios de Jaguarão e Cachoeira do Sul

O secretário-adjunto e diretor-geral da Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação (SOP), Sandro Figueiredo de Oliveira, recebeu na tarde desta quarta-feira (09), a visita do prefeito de Jaguarão, Favio Telis, para tratar sobre as demandas relacionadas à regularização de imóveis da extinta Cohab/RS.

A partir da reformulação da legislação da COHAB, foram ampliados os mecanismos relacionados à comprovação de posse dos imóveis para a emissão da escritura pública ao atual morador. No município de Jaguarão existem 177 imóveis pertencentes à extinta Companhia de Habitação do Estado do Rio Grande do Sul, aptos para a regularização no bairro Kennedy.

Durante a audiência ficou definida a participação do secretário-adjunto da SOP, Sandro Oliveira, na reunião da comissão municipal de regularização fundiária da secretaria municipal de assistência social e habitação. Na oportunidade serão apresentadas as novas ferramentas disponíveis para a regularização dos imóveis da Cohab.

“Através de um trabalho conjunto entre o governo do Estado, prefeituras e a defensoria pública, foram criadas ferramentas para facilitar a regularização dos imóveis da extinta Cohab. Estamos trabalhando para oportunizar às famílias, facilidades no processo de regularização de seus imóveis, garantindo dignidade e o bem-estar”, destacou o secretário-adjunto.

O secretário-adjunto Sandro Oliveira, também recebeu nesta tarde a visita dos vereadores do município de Cachoeira do Sul, Felipe Franja e Igor Noronha. Em pauta o convênio 487/12 firmado entre o Governo do Estado e o Município, que previa a construção de redes de abastecimento de água e a perfuração de poços artesianos nas localidades de Dorasnal, Três Vendas, Vila Vargas, Piquiri, Capané e Passo do Seringa. 

Durante a audiência os vereadores entregaram a solicitação para a perfuração de novos poços artesianos no município. A demanda tem como objetivo resolver os problemas de abastecimento de água nas respectivas localidades.  

Créditos: Jean P. H. Maidana/ASCOM SOP

--

Jean Patrick Hochmüller Maidana
Coordenador de Comunicação
Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação
51 3288.5608
51 8533.0642
Av. Borges de Medeiros, 1501 - 3º, 14º e 18º andar - Porto Alegre

Gestão Técnica de Futebol

Olá, Paulo 
Quer participar de um encontro com grandes nomes do futebol brasileiro para discutir liderança no futebol?
Matricule-se no curso Gestão Técnica no Futebol e garanta sua vaga na Aula Inaugural, que acontecerá dia 29 de agosto, no auditório do Museu do Futebol (estádio do Pacaembu), na cidade de São Paulo.
Segue abaixo a programação do evento para os matriculados no curso:
Tema: LIDERANÇA NO FUTEBOL
09h00min – 09h30min Recepção e Cadastramento
09h30min – 10h00min Palestra de Abertura
10h00min – 12h00min Mesa-redonda
12h00min – 14h00min Almoço e Networking
14h00min – 15h45min Mesa-redonda
15h45min – 16h15min Coffee Break e Networking
16h15min – 18h00min Mesa-redonda

*Programação sujeita à alteração
Quero me matricular e saber mais →
Para mais informações, entre em contato comigo:
Paulo Lúcio
Capacitação e Carreira
E-mailpaulo@universidadedofutebol.com.br
Telefone/WhatsApp: +55 (11) 9-9227-7605
Enviado por Universidade do Futebol
Rua Cel. Boaventura M. Pereira, 283 – Jundiaí/SP - 3º andar – CEP: 13201-801
Se deseja não receber mais mensagens como esta, descadastre-se.

Lei do Abigeato

Lei do abigeato completa um ano com conquistas para a sociedade

O deputado federal Afonso Hamm é autor da Lei 13.300/2016, que prevê penas mais graves para crime de abigeato (furto de animais), assunto tratado em uma grande reportagem exibida pelo Fantástico, pela RBS TV e publicada no Jornal Zero Hora.

Hamm destaca que a nova legislação, que completou um ano no dia 02 de agosto, tipificou esse tipo de crime e está possibilitando que criminosos sejam presos e quadrilhas desarticuladas e punidas com o rigor da Lei.

“Nesse primeiro ano de vigência da legislação muitas organizações criminosas foram desestruturadas e estão sendo responsabilizadas pelos prejuízos causados aos residentes rurais do Estado. A atuação da Força-Tarefa da Polícia Civil foi determinante na redução dos furtos de animais no primeiro semestre, que segundo a Secretaria de Segurança caíram 27,10% em relação ao ano anterior”, afirmou.

Outro ponto importante do projeto é o que criminaliza toda a cadeia do crime, desde quem furta até quem oculta, transporta e comercializa semoventes domesticáveis de produção, ainda que abatidos ou divididos em partes.

De acordo com o parlamentar, o próximo passo será a criação de uma delegacia especializada em crimes agropecuários. “Nosso objetivo é seguir combatendo a criminalidade no meio rural, protegendo a vida das pessoas e garantindo a segurança do seu patrimônio com a instituição de um órgão e a ampliação do contingente para atuação nessa área”, completou.

Em áudio: Confira entrevista



-------------www.afonsohamm.com.br  - facebook.com/depafonsohamm
Jornalista responsável – Gilkiane Cargnelutti MTB 15.929 - (51) 3392-4609
Caso não queira mais receber mensagens, escreva para imprensa@afonsohamm.com.br

Outras Palavras



Imagem inline 1
Boletim de Atualização - Nº 856 - 11/8/2017


Em meio a um capitalismo que produz cada vez mais desigualdade e dominação, surge um sistema, não mercantil e igualitário, para trocar serviços e desalienar parcialmente o trabalho. Por Valerie Vande (Outras Palavras)

Subiu no poleiro, voou mais alto e despencouUma análise marxista da economia brasileira nos tempos do lulismo. Avanço do consumo empacou na desindustrialização. E quando os salários subiram, capitalistas romperam o pacto. Por Eleutério F. S. Prado (Outras Palavras)

Jessé de Souza e a esquerda sem ideias própriasPara ele, partidos e intelectuais adotaram, desde os anos 1930, a narrativa liberal sobre os problemas do país. E agora seguem sem rumo, porque não ousam propor Reforma Política real. Por Rute Pina, no Brasil de Fato (Outras Mídias)

Assim sonegam as grandes mineradorasEmpresas forjam exportações baratas, para reduzir fraudulentamente os lucros e não pagar impostos. Só com minério de ferro, país perde US$ 2 bi ao ano. Paraísos fiscais são núcleo do esquema. Por Alessandra Mello, no site do Inesc (Outras Mídias)

Mel, que dura para sempre, ameaçado pela morte das abelhasDensidade, acidez e enzimas tornam imperecível o alimento -- que a humanidade conhece há milênios e que ajudou a construir  civilizações em todos os continentes. Na BBC (Outras Mídias)

Cachaça da roça em caminho de tropeiroIncursão ciclística pelo interior de Minas chega a um alambique informal -- e o descobre mergulhado na cultura, história e paisagem de uma região essencial para a formação do Brasil. Crônica de viagem por Maurício Ayer (Molhando a Palavra)

SP: A melhor música grátis para Outros QuinhentosTupi or not Tupi, JazzB e Jazz nos Fundos oferecem ingressos grátis para quem ajuda a financiar Outras Palavras. Nesta semana, uma "big band", Patrícia Barros, e o jazz de Chaiss e Mateus Gonsales Trio. Por Simone Paz Hernández (Outros Quinhentos)


Boletim de atualização do site Outras Palavras. Somos copyleft: a  reprodução de todo o material publicado é bem-vinda e sem ônus mercantil, desde que citada a fonte. Interessados em receber o boletim devem clicar aqui. Para deixar de recebê-lo, aqui. Acompanhe nossas novidades também no YouTube e Facebook.

_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br


Homenagem a Mário Sergio

video

Manchetes da Zero Hora

Destaques do dia
Seleção ganha do Equador na Arena

Foto: Guilherme Dal Castel/Divulgação

Incêndio atinge unidade de plásticos da Marcopolo no bairro Ana Rech, em Caxias do Sul.

Incêndio atinge unidade de plásticos da Marcopolo no bairro Ana Rech, em Caxias do Sul.
LEIA AQUI
> ASSINE E LEIA MAIS
Escolha a opção de assinatura para você
  
TENSÃO
Coreia do Norte anuncia teste com bomba de hidrogênio
ENTRETENIMENTO
Porchat: "Quanto mais verdadeiro, mais o público te compra"
 
MEIO AMBIENTE
Descarte de óleo nas águas do Guaíba é contido após denúncia
INTER
O que muda com a entrada de Charles no lugar de Dourado
VIDA E ESTILO
Lojas prometem contratar mais temporários neste ano
GRÊMIO
Goleada sobre o Sport devolve esperanças de alcançar líder
  
Clube do Assinante: Conheça
Grupo RBS
© 2017 Zero Hora, Todos os direitos reservados. Você está recebendo este e-mail pois se cadastrou em nossa newsletter.

Siga ZH nas redes

FacebookGoogle
Zero Hora
Avenida Ipiranga, 1075 • Menino Deus • Porto Alegre • RS
90160-093 • Brasil Add us to your address book
Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada, adicione o e-mail vendas@zerohora.com.br ao seu catálogo de enredeço.

Se você não deseja receber mais nossos e-mails, cancele sua inscrição aqui.
Atualizar perfil >
leitura

Manchetes da Zero Hora

Destaques do dia
Seleção ganha do Equador na Arena

Foto: Guilherme Dal Castel/Divulgação

Incêndio atinge unidade de plásticos da Marcopolo no bairro Ana Rech, em Caxias do Sul.

Incêndio atinge unidade de plásticos da Marcopolo no bairro Ana Rech, em Caxias do Sul.
LEIA AQUI
> ASSINE E LEIA MAIS
Escolha a opção de assinatura para você
  
TENSÃO
Coreia do Norte anuncia teste com bomba de hidrogênio
ENTRETENIMENTO
Porchat: "Quanto mais verdadeiro, mais o público te compra"
 
MEIO AMBIENTE
Descarte de óleo nas águas do Guaíba é contido após denúncia
INTER
O que muda com a entrada de Charles no lugar de Dourado
VIDA E ESTILO
Lojas prometem contratar mais temporários neste ano
GRÊMIO
Goleada sobre o Sport devolve esperanças de alcançar líder
  
Clube do Assinante: Conheça
Grupo RBS
© 2017 Zero Hora, Todos os direitos reservados. Você está recebendo este e-mail pois se cadastrou em nossa newsletter.

Siga ZH nas redes

FacebookGoogle
Zero Hora
Avenida Ipiranga, 1075 • Menino Deus • Porto Alegre • RS
90160-093 • Brasil Add us to your address book
Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada, adicione o e-mail vendas@zerohora.com.br ao seu catálogo de enredeço.

Se você não deseja receber mais nossos e-mails, cancele sua inscrição aqui.
Atualizar perfil >
leitura

Outras Palavras

Car@ amig@,

Há duas semanas, fizemos questão de informá-l@, em mensagem especial, sobre uma novidade. Outras Palavras preparava uma nova campanha para financiamento autônomo, por meio do programa Outros QuinhentosEla foi lançada alguns dias depois, em 25 de Agosto. Volto a escrever agora, para dar notícias dos primeiros resultados.
Eles são muito animadores. Nesse curto período, o número de leitores de Outras Palavras que contribuem com o site cresceu 7,8% – de 714 para 770. É um passo inicial, porém muito importante, para cumprir a meta que traçamos: chegar a 1400 participantes de Outros Quinhentos até o final do ano, para manter e ampliar nosso projeto editorial, sempre sem depender de empresas ou governos.
Avançou também, em paralelo, nossa primeira iniciativa em publicações impressas. A Era do Capital Improdutivolivro de Ladislau Dowbor que lançamos em agosto, tem repercussão intensa (1 2 3 4). Os primeiros lançamentos, em São Paulo (na casa onde está Outras Palavras) e Salvador, reuniram centenas de pessoas. Já há outros marcados para Belo Horizonte (em 8/9), PUC-SP (12/9), São Carlos-SP (em 14/9), Santo André-SP (em 4/10) e Fortaleza (em 31/10). A primeira edição, numerosa para padrões brasileiros (2,5 mil exemplares), em breve estará esgotada. O livro pode ser comprado nas principais livrarias de todas as capitais e pela internet (Outros Livros, Livraria Cultura, Livraria Travessa, Livraria da Folha e outras). Para propor lançamentos em outras cidades, basta escrever:outrosquinhentos@outraspalavras.net.
O êxito inicial nos estimula a levar adiante os planos de ampliação do trabalho. O primeiro diz respeito aos vídeos. Na semana passada, relançamos os programas de análise de conjuntura (1 2) e as entrevistas. Vamos produzi-los cada vez mais intensamente, até o fim do ano. É parte central de um esforço editorial e político. Outras Palavras caracteriza-se desde que surgiu, em 2010, por anunciar a possibilidade de uma nova cultura política. Diante da crise brasileira, pensamos que ela não deve figurar apenas como uma hipótese teórica distante, mas aparecer como saída concreta, como alternativa à onda conservadora. Ágeis, os vídeos de análise permitem intervir com rapidez sobre assuntos urgentes e polêmicos. Já as entrevistas pretendem contribuir para uma tarefa indispensável: a de construir, ao longo do tempo, um novo projeto de país.
A segunda iniciativa inovadora ainda está em fase de planejamento. Além dos textos de análise, que nos caracterizam, queremos produzir um coluna diária sobre fatos e debates atuais – a ser publicada em nosso Blog da Redação e enviada por email uma vez por dia, aos interessados. Outras Palavras orgulha-se de introduzir temas novos no debate político brasileiro, e de tratar outros assuntos com profundidade hoje ausente no jornalismo. Mas estes assuntos precisam ser acompanhados também em seus desdobramentos quotidianos, mesmo que na forma de notas mais breves. No futuro, o projeto prevê a formação de uma rede de autores – principalmente jovens – capaz de alimentar a coluna. Por trás dele, há uma teoria: nos tempos atuais, não é possível resgatar o jornalismo nas bases industriais do passado – mas, sim, a partir de redes de cidadãos que acompanham temas específicos, e que se dispõem a praticar a informação recíproca. Voltaremos ao tema, nas próximas mensagens.
Estes projetos exigem recursos – porém, módicos. Outras Palavras opta, conscientemente, por trabalhar com orçamento baixo. Nosso objetivo é chegar, ao final do ano, a R$ 24 mil mensais, todas as despesas incluídas. Para ter uma ideia: a média anual de publicidade da União destinada à TV Globo, nos governos de Lula e Dilma, seria suficiente para manter nosso trabalho até o ano 3555. Os dados mais recentes ainda não estão disponíveis, mas são imagináveis…
Nossa campanha de financiamento autônomo vai se estender até o final do ano. Será ótimo se pudermos contar com sua participação ativa. Se você ainda não faz parte de Outros Quinhentosé possível somar-se agora, com contribuições a partir de R$ 15 mensais – o preço de uma refeição muito simples, num restaurante popular nas capitais brasileiras. Caso já contribua, receba nosso agradecimento, e considere convidar um@ amig@. Oferecemos um estímulo simbólico: você receberá as mesmas contrapartidas que enviaremos ao novo apoiador, quando este ingressar em Outros Quinhentos.
É uma satisfação compartilhar nossos planos com quem nos acompanha há tempos. Será ainda melhor ouvir suas sugestões e críticas. A casa que nos abriga, em São Paulo, recebe cada vez mais eventos presenciais, em que se aprofundam os temas que tratamos editorialmente. Os próximos serão um debate sobre a presença das corporações alemãs no Brasil (com lançamento de livro a respeito), em 14/9; e, um dia antes, uma oficina sobre nova forma de ativismo: o dos “acionistas críticos” destas corporações.
Se você não está em São Paulo, será um prazer dialogar a distância. Ou, quem sabe, combinar uma atividade presencial em sua cidade. Precisamos dar este passo: os tempos exigem.



Forte abraço,

Antonio Martins
Editor de Outras Palavras

--
Antonio Martins
antonio@outraspalavras.net
antoniomartinsbrasil@gmail.com

(5511) 9 8401 6311
Skype: antoniomartins-brasil

"Outras Palavras"
Comunicação Compartilhada & Pós-Capitalismo
www.outraspalavras.net
(5511) 4117 9264
_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br