Rádio WNews

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Glória 1 x 1 Brasil de Farroupilha (jogo amistoso) parte 49

Glória 1 x 1 Brasil de Farroupilha (jogo amistoso) parte 49

Glória 1 x 1 Brasil de Farroupilha (jogo amistoso) parte 47

Glória 1 x 1 Brasil de Farroupilha (jogo amistoso) parte 46

Encontro da Juventude Negra

Encontro da juventude negra do DF e entorno marca atividades do mês da Consciência Negra

Cerca de 50 jovens negros/as estarão reunidos a partir da próxima sexta-feira, 7/11, no I Encontro Popular de Juventude Negra do Distrito Federal e Entorno: resistindo na luta e contrariando as estatísticas – evento que marca o mês da Consciência Negra e visa iniciar a organização do II Encontro Nacional da Juventude Negra (ENJUNE), que terá sede no DF e data prevista para setembro de 2015. Entre os temas que serão discutidos pelos jovens estão o genocídio do povo negro, as ações afirmativas, gênero e afetividade.

O debate sobre desigualdades e racismo na sociedade brasileira tem se ampliado, portanto os organizadores do evento acreditam ser fundamental que essa reflexão faça parte das discussões das redes formadas pela juventude negra, visto que ela é uma das mais afetadas pela violência no país e criminalizada pela sociedade.

Dados do “Mapa da Violência 2014: os Jovens do Brasil (lançados pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais-Flacso), revelam que em uma década (entre 2002 e 2012), no País tanto o número quanto a taxa de homicídios de brancos caiu significativamente e os mesmos índices entre os negros aumentaram. Enquanto a taxa de homicídios de brancos foi de 13,9 mortes por grupo de 100mil, a taxa de homicídios de negros ficou em 72,6 por 100mil - ou seja, os jovens negros morrem quase 4 x mais que os jovens brancos. O Distrito Federal é a Unidade da Federação que ocupa o quarto lugar em homicídios de negros do país (veja os gráficos).

O grupo de jovens que participará do Encontro terá de discutir não só os números da violência, mas também as suas formas - genocídio e extermínio -, bem como as alternativas de efetivação de políticas públicas voltadas para a juventude negra e para a superação do racismo. Entre os temas a serem discutidos estão, também, a questão do racismo institucional, relações de gênero e afetividade, e mobilidade urbana.

Para tanto, o Encontro contará com convidados e convidadas com afiliações diversas, como Elder Costa, coordenador do Fórum Nacional da Juventude Negra; Marlene Lucas, do Fórum da Juventude Negra do Distrito Federal e Entorno; Larissa Amorim Borges, coordenadora da articulação nacional Juventude VivaGraça Figueiredo, assessora da Pastoral da Juventude e do Cajueiro; Gilson Rego, representante da Marcha contra o Genocídio do Povo Negro; Carmela Zigoni, antropóloga e assessora política do Inesc; Paique Duques Santarem, representante do Movimento Passe Livre do DF; Marcia Santos, do Fórum de Juventude Negra do DF; Dhay Borges, representante da Marcha contra o Genocídio do Povo Negro e Ludymilla Santiago, aconselhadora de Testagem HIV/AIDS e colaboradora da Ong Elos.

Mais sobre o Encontro
I Encontro Popular de Juventude Negra do Distrito Federal e Entorno: resistindo na luta e contrariando as estatísticas está sob a responsabilidade do Fórum da Juventude Negra do Distrito Federal (Fojune) em parceria com o Inesc e a Rede de Educação Cidadã (RECID).  O encontro ocorrerá nos dias 7, 8 e 9/11, no Centro Indigenista Missionário, em Luziânia, GO. O evento contará com a participação de jovens negros militantes e não militantes e irá discutir questões raciais interrelacionado-as com a educação popular. Luziânia foi escolhida como sede do Encontro por ser uma das cidades com alto índice de violência contra a juventude negra. Para além de aproximar os jovens do Fojune, o encontro tem o objetivo de agregar e organizar a juventude negra do DF para o II Encontro Nacional de Juventude Negra (Enjune), previsto para setembro de 2015, em Brasília. Confira a programação aqui

Serviço:
O quê: I Encontro Popular de Juventude Negra do Distrito Federal: resistindo a luta e contrariando as estatísticas
Quando: 7,8 e 9/11
Onde: Centro Indigenista Missionário (Rua São Bernardo (sn), Chácaras Marajoara A – Jardim Ingá, Luziânia-GO)







Rua Borges de Medeiros em Vacaria RS

Essa pouca vergonha na Rua Borges de Medeiros em Vacaria RS esse buraco na pista colocando em risco a vida de motoristas que passam por ali.