Rádio WNews

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Padre Josimo


 (Nascido em 1953- em Maraba, assassinado aos 33 anos de idade, em Imperatriz do maranhao.)
 
 
 
 
#PadreJosimoPresente 
 
Em 10 de maio de 1986, 30 anos atrás, a mando de fazendeiros da região do Bico do Papagaio, norte do Tocantins, um pistoleiro baleou e matou Padre Josimo Tavares pelas costas na escada do então escritório da Comissão Pastoral da Terra Araguaia-Tocantins (CPT) em Imperatriz, Maranhão.
 
Mas, por que? Deixemos o próprio Josimo nos responder essa pergunta: 
 
‘’Morro por uma justa causa. Agora quero que vocês entendam o seguinte: tudo isso que está acontecendo é uma consequência lógica resultante do meu trabalho na luta e defesa pelos pobres, em prol do Evangelho que me levou a assumir até as últimas consequências. A minha vida nada vale em vista da morte de tantos pais lavradores assassinados, violentados e despejados de suas terras. Deixando mulheres e filhos abandonados, sem carinho, sem pão e sem lar. É hora de se levantar e fazer a diferença! Morro por uma causa justa .”
 
Trecho extraído de discurso feito por Padre Josimo no dia 27 de abril de 1986, menos de um mês antes de seu assassinato, durante a Assembleia Diocesana de Tocantinópolis. O texto é conhecido como seu testamento espiritual.
 
Há 30 anos não contamos com a presença física de Josimo, é verdade. Porém, seu legado e a esperança que sua memória faz brotar nas pessoas vive naqueles que lutam pelo direito à terra. Confira a programação completa da Semana Social da Terra e das Águas Padre Josimo 2016 e faça memória. Clique aqui para acessar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim