Destaque

Destaque

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Comunidade Negra


 
Associação de Defesa da Comunidade Negra

João Aramayo,
O Brasil foi o ultimo país do mundo que aboliu a escravidão e o primeiro a ser condenado pela Organização dos Estados Americanos OEA por não abrir procedimento investigatório para apurar pratica de racismo.
Vossa Senhoria se coloca como expressivo, tem conhecimento que a preocupação atual é Direitos Humanos, que o Brasil é um país rico mas existe uma desigualdade gritante, reconhecimento da cidadania é o ruma porque se encontra distante o que deixa seres humanos em situação lamentável e o pior, humilhado pelo semelhante que se faz incapacitado para ver que o seu próximo esta morrendo de frio, de fome, de miséria.
Entristece perante direito público ver pessoas conceituadas que não conseguem andar na direção daqueles que precisam de ajuda, muito mais me entristece que as mensagens neste email se iniciou objetivando Exercício da Cidadania mas, mudou de rumo, encerrando com parábola. Não há como se calar.
 O lema é Liberdade, Igualdade e Fraternidade, orientação Carta da Terra:
3. Assumo o poder que possuo
Ajo com firmeza, acredito que posso fazer diferença e que as atividades catalisa a Comunidade Negra de Santos.
A sequência deste email por ser de origem da Associação de Defesa e Divulgação da Comunidade Negra não pode ser descaracterizada do objetivo principal que é o Representante ser recebido pela secretária Linamara Rizzo Battistella, a parábola além de desviar do objetivo principal, impõe minha pessoa como incapaz para modificar minha vida, que aceito imposições de outras pessoas sem ter a consciência que sou dono do meu destino, o que não procede, perante o direito público minha convicção é esclarecida, atuo de forma independente sou dono do meu destino, o nível que estadual quecheguei, compete acompanhamento por parte da Secretaria dos Direitos da Pessoa Deficiente, conquista de Exercício da Cidadania que parábola não pode descaracterizar.
Por questão de ordem recordo este debate teve inicio no email:

De: Luiz Otavio de Brito <afrodescendentesantos@yahoo.com.br>
Assunto: [pessoacomdeficiencia] BANDA DO SIQUEIRA
Para: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br

A seguir surgiu o e-mail da Isaura:

To: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
From: isauracastaldi@yahoo.com.br
Date: Wed, 2 Feb 2011 18:52:59 -0800
Subject: Re: [pessoacomdeficiencia] BANDA DO SIQUEIRA

Depois o e-mail do João:

De: João Aramayo
Para: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
Enviadas: Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2011 4:57:34
Assunto: [pessoacomdeficiencia] Olá Isaura...

A posição do João Aramayo, comparando com as colocações que registrei:

Date: Mon, 7 Feb 2011 13:56:52 -0800
From: afrodescendentesantos@yahoo.com.br
Subject: Re: BANDA DO SIQUEIRA
To: luiza27_negreiros@hotmail.com

Como também a registrada pela Drª Maria Luiza

De: Maria Luiza Negreiros Martinez
Para: afrodescendentesantos@yahoo.com.br
Enviadas: Quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2011 1:29:52
Assunto: RE: BANDA DO SIQUEIRA

Considerando o reconhecimento do Governo do Estado de São Paulo, da Associação de Defesa da Comunidade Negra ADICLUSA, é importante que não fique no esquecimento que a secretária Linamara Rizzo Battistella, deve determinar acompanhamento a Representação, até porque, registrei na Defensoria Pública-Geral do Estado de São Paulo, o tratamento da Maria Isabel, não esta surtindo efeito satisfatório porque não vivemos de assistencialismo, prejudicados pelo racismo institucional, se faz necessário acabar com o síndrome do super-homem, em que servidores municipal, estadual e federal, em vez de disciplinar, aplicam o abuso do poder, ou seja, resolvem assumir as rédeas das vidas e controlar os passos das pessoas, ao solicitar encaminhamento a Maria Isabel, faz entender ser integrante do pandemônio que dentro do setor público, tanto na área do negro como do deficiente, atua para impor como miseráveis os interessados na Construção da Cultura da Paz, a parábola do Quintanilha não serve para acobertar a falta de motivação de determinados funcionários público que não expõe dedicação no atendimento e continuemos prejudicados, porque esta prejudicando a humanidade.
A colocação é de Vossa Senhoria:
O "silêncio" a toda "agressão" à Legislação das pessoas portadoras de necessidades especiais, é prejudical a todos.  Não estamos "cobrando" previlégios, EXIGIMOS RESPEITO !!!
Existe o fato que por não atuar só para meus míseros problemas e pequenas dores injustamente apontaram o manicômio para mim pessoa, tudo porque, minha felicidade se completa com o desenvolvimento do lema Liberdade, Igualdade e Fraternidade, incentivado pela Carta da Terra.
População se mobilizar para ajudar para combater a desigualdade é clamor atual dos principais governantes de nosso país.
No Brasil existe 340 mil posto de trabalho ocupados pelos deficientes, considerado baixo, o objetivo é atingir 700 mil, sobra espaço e realmente, como declarou o Juiz Ricardo Tadeu, deficiente, assistencialismo é pratica que não interessa para a sociedade, participante da Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania, o clamor foi que para uma sociedade mais diversa e inclusiva é necessário que todos se envolvam, participem e mobilizem, pela atenção da Casa Civil cabe aos Negros de Santos a influência da Secretaria de Direitos da Pessoa Deficiente para concretizar a integração no processo Político, Econômico, Cultural e Social, como segmento da sociedade civil, atuamos em uma cidade que não é somente o Luiz Otávio deficiente e tem mais as empresas como de fato estão necessitando de qualificados, a desqualificação não é o caso do Amauri.
A formação da secretária Linamara Rizzo Battistella, médica, Diretora do Instituto de Medicina de Reabilitação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (IMREA) por mais de 20 anos, possui Doutorado e Livre Docência em Fisiatria,  responsável por Disciplinas na Graduação e Pós Graduação Médica. É coordenadora do Grupo de Trabalho do Comitê de Humanização do Hospital das Clínicas de São Paulo. Presidente da International Society of Physical and Reabilitation Medicine - ISPRM, (Sociedade Internacional de Medicina Física  e Reabilitação) no biênio 2004-2006. Atualmente é Presidente Honorária da entidade. Personagem intensamente ativa no processo de ratificação da Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.
Nesta época de educação dos Direitos Humanos e Promoção da Igualdade que na gestão Executivo do Governo do Estado de São Paulo temos o médico Geraldo Alckimim ao assumir o cargo lembrou a inspiração do padre José de Anchieta, o jesuíta Baltazar Fernandes que legou-nos, em carta de 1568, síntese preciosa do espírito que movia os primeiros paulistas:
"Andamos, ordinariamente, descalços, passando águas, que há muitas nesta terra, e isso não uma vez, senão frequente; passamos caminhos e matos mui trabalhosos, e muitas vezes não temos nem um punhado de farinha da terra para comer".
Os esforços dos jesuítas é que revigora a convicção do Governador do Estado de São Paulo de que é a vida pessoal modesta que forma o homem público responsável, dedicado, capaz de colocar-se a serviço da população em todas as circunstâncias.
Jamais vou acreditar que a secretária Linamara Rizzo Battistella, não seja modesta, como também, não acreditarei que é incapacitada para entender quem tem direito e não, se existe atenção da Casa Civil necessita acompanhar a visão do Governador do Estado de São Paulo:
“...São Paulo é uma fábrica de sonhos. Mas é também uma usina de conquistas e realizações. Aqui se pensa, se cria, se faz. É isso que dá grandeza ao nosso estado. É isso que, todos juntos, faremos. Por São Paulo, pelo Brasil!...”
A secretária Linamara Rizzo Battistella, assumiu cargo numa Secretaria dos Direitos da Pessoa Deficientes, que tem a pretensão de se tornar referência mundial, que possui estrutura de primeiro mundo para a promoção da inclusão, não pode se posicionar como não lhe compete encaminhamento para Rede de Reabilitação Lucy Montoro, que tem como objetivo por meio da saúde e reabilitação, levar qualidade devida e habilitar plenamente a pessoa com deficiência para o exercício da cidadania, no caso me parece a necessidade do Amaury e sua noiva, representantes de entidade, as ações devem ser conduzida para RESULTADOS PRÁTICOS que melhorem a Qualidade de Vida da pessoa com deficiência e não as pessoas se comunicar e o funcionário público se esconder e uma outra pessoa, num país como o nosso que a desigualdade é gritante, apresentar parábola que na pratica taxa o ser humano como incapaz para o desenvolvimento pessoal.
Não pode ser porque a secretária Linamara Rizzo Battistella, assume inúmeros compromisso se coloca no direito de delegar poderes a quem evidencia não estar motivado para atender a demanda perante a internet, porque o resultado da inoperância esta claro, no momento que deficiente necessita de atenção, é obrigado de forma pública se portar como miserável que não possui Direitos Humanos.
Em relação a minha pessoa não resta duvida, de forma publica aos olhos da irmandade que integro, de minha família, amigos e colaboradores, estou sendo humilhado e desmoralizado de minha dignidade e caráter, abuso do poder cometido não somente por integrantes da Secretaria de Direitos da Pessoa Deficiente, como também do Núcleo Especializado de Combate à Discriminação, Racismo e Preconceito da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, Coordenadoria Municipal das Pessoas Deficientes de Santos, Secretaria Municipal da Cidadania de Santos, Secretaria Municipal de Segurança de Santos.
Devido mazela no setor público em relação aos Direitos Humanos que prejudica o deficiente e o negro oriento, consequentemente a humanidade, pela necessidade do trabalho sério, solicito a Vossa Senhoria, entre no ritimo, não estamos em época de parábola que humilha, junte-se para ajudar evidenciar os prejuízos e cobrar o ressarcimento, São Paulo é usina de conquistas e realizações, o Estado é linha de frente ao combate a discriminação, o fundamento é a Lei Estadual nº 14.187, de 19 de julho 2010, dispõe sobre penalidades administrativas a serem aplicadas pela prática de atos de discriminação racial, cidadania quer resultado que acontecerá somente quando o funcionário público começar acreditar na reação popular, a lei foi aprovada pelo Estado mas não foi para servir militantes de partido e sim para inibir a PRATICA DO RACISMO INSTITUCIONAL, que é a origem dos seres humanos entrarem em conflito entre si, sem apresentar resultado para a população a não ser a humilhação que faz funcionários públicos caçoar sentados na cadeira sustentados pelos impostos que a própria população paga, porque é inoperante, mas nada lhe atinge.
Luiz Otávio de Brito
Presidente
Produtor de Cultura Negra


De: Amauri Nolasco sanches jr
Para: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
Enviadas: Domingo, 13 de Fevereiro de 2011 2:26:32
Assunto: Res: [pessoacomdeficiencia] LEI DAS COTAS...II
 
Não cite Mario Quitana para mim, cite esse grande poeta brasileiro, para os impresários que discriminam pessoas como nós a arranjar emprego. Minha vida inteira passei numa cadeira, tenho 34 anos e dês do 24 estou procurando emprego e todo RH que liga pra mim não tem vaga para cadeirante. E ai? Como proceder com esse tipo de empresa? 
Milhares dizem isso João, mas no fundo, não querem gastar dinheiro com adaptações. Eu tenho diploma, conheço muitos que tem diploma, mas que são discriminados pela sua cadeira e isso é uma realidade. Todos disseram pra vc isso, porque não vão dizer a verdade, não vão dizer na sua cara que o empresário brasileiro não quer obedecer a Lei de Cotas. Estão rindo da sua cara, da cara do poder publico e de todos os brasileiros. O que esperar de um país que um partido nem nos cita e o outro, querem nos internar nas APAEs, não sei qual rumo poderemos tomar. 
Irmandade da Pessoa com Deficiencia

Coordenação
1º Amauri Nolasco Sanches Junior
2º Marley Cristina Felix Rodrigues
Blog: http://irmandadedef.wordpress.com/

De: João Aramayo
Para: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
Enviadas: Sábado, 12 de Fevereiro de 2011 16:53:40
Assunto: [pessoacomdeficiencia] LEI DAS COTAS...II
'Deficiente' é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino. 'Louco' é quem não procura ser feliz com o que possui. 'Cego' é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores. 'Surdo' é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês. 'Mudo' é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia. 'Paralítico' é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda. 'Diabético' é quem não consegue ser doce. 'Anão' é quem não sabe deixar o amor crescer.
E, finalmente, a pior das deficiências é ser “miserável”, pois:
A amizade é um amor que nunca morre. 
 (Mário Quintana)


 
Prezado Srº Amauri,
 
A minha explanação anterior pelo jeito, em nada lhe ajudou, sito muito e peço desculpas.
 
Quando coloquei as minhas observações no e-mail anterior, a fiz, no sentido de ajudar a todos.  Trabalho na área contábil a + de 20 anos, e a cerca de quase 3 anos, sofri um "ataque auto-imune" que me deixa nesse momento TETRAPLÉGICO, apesar de ter uma saúde perfeita.
 
Por ter vivido grande parte da minha vida, do outro lado (dos que não são portadores de deficiência), sei o quanto isso tudo é complicado, e algumas situações requer um "querer" político, pra que alguma coisa aconteça.
 
Nos últimos 12 meses, tenho pesquisado bastante sobre a legislação, apesar da minha área ser a contábil, como também participado de reuniões com o Ministério Público Estadual, e conversado bastante, com o Ministério Público Federal, Defensoria Pública, Delegados, Advogado, OAB, IBGE, COnselho Estadual de Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais e entidades de classes.
 
As grandes empresas brasileiras, estão com dificuldades de cumprir a Lei de Cotas, pelo fato de não ter pessoas capacitadas.  Algumas empresas, estão treinando essas pessoas,pra não ser autuadas pela fiscalização do Ministério do Trabalho, caso o Srº queira pesquisar sobre o assunto, verá que este fato é uma realidade.

Um abraço a todos, bom final de semana !!!
 
João Aramayo

De: Amauri Nolasco sanches jr
Para: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
Enviadas: Sábado, 12 de Fevereiro de 2011 22:03:26
Assunto: Res: [pessoacomdeficiencia] LEI DAS COTAS...

 
Isso já é uma defesa, outra coisa, eu estou a frente da Irmandade da Pessoa Deficiente a um bom tempo reenvindicando e nada. As empresas se recusam a obedecer a lei burlando e outra caro, nós escrevemos uma carta a senhora secretária e não foi respondida a carta e nela estava que mandei milhares de curriculos a agencias de publicidade e as mesmas nem responderam. Estão rindo da cara do poder publico, estão rindo da cara de todos nós e deficientes como vc aplaude. Vamos acordar Gente! Até quando vcs vão ficar nesse mundinho de faz de conta? 

Tem movimentos de milhares de pessoas que fecham os olhos pra essa realidade, existe deficiente que não saiu da adolescência ainda. Poxa, minha noiva precisa de médico e nenhum médico vai na casa dela, precisa de transporte pra fazer um exame dia 21 e nada de transporte porque o ATENDE só faz se tiver uma programação e não tem dinheiro pro taxi...e ae João? Ela mandou milhares de curriculos para as empresas e nada, sai dessa cara que é perca de tempo defender esses individuo. Essa falta de união que ferra todo mundo.
 
Irmandade da Pessoa com Deficiencia

Coordenação
1º Amauri Nolasco Sanches Junior
2º Marley Cristina Felix Rodrigues
Blog: http://irmandadedef.wordpress.com/

De: João Aramayo
Para: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
Enviadas: Sábado, 12 de Fevereiro de 2011 13:21:57
Assunto: [pessoacomdeficiencia] LEI DAS COTAS...

 
Prezados Senhores (as),
 
Toda e qualquer reinvindicação deve preferencialmente, ser feito, por alguma entidade de classe (Ex. Associação dos Portadores de Necessidades Especiais...) que possa verificar nas empresas, a necessidade de cumprimento da Legislação com relação às cotas.  Daí proceder o encaminhamento dos interessados.
 
Ações, iniciativas individuais, muitas vezes, não surte o efeito esperado.
 
O Ministério Público do Trabalho, tem sido bastante exigente com relação ao cumprimento da legislação, com relação às cotas dos portadores de necessidades especiais.
 
Só não podemos esquecer, que na grande maioria das vezes, é exigido a capacitação para o cargo, da mesma forma, que é exigido para as pessoas não portadoras de necessidades especiais.
 
Não estou defendendo ninguém, apenas esclarecendo.

Um abraço,
 
João Aramayo
 

To: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
From: irmandadedef@yahoo.com.br
Date: Fri, 11 Feb 2011 03:37:17 -0800
Subject: Res: [pessoacomdeficiencia] Olá Isaura...

 
Que absurdo! Isso deveria ser olhado com mais cuidado pela secretaria...onde está a secretária? Eu nunca tive um emprego, eu e minha noiva mandamos curriculos diversos e nunca fomos chamados, cadè a Lei de Cotas?
 
Irmandade da Pessoa com Deficiencia

Coordenação

1º Amauri Nolasco Sanches Junior

2º Marley Cristina Felix Rodrigues

Blog: http://irmandadedef.wordpress.com/

De: Sandra Fatima de Oliveira
Para: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
Enviadas: Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011 9:30:14
Assunto: Re: [pessoacomdeficiencia] Olá Isaura...
Isaura querida procure seus Direitos, va ao médico e comprove atravez de laudo com CID. para que os próximos você seja respeitada com precisa ser.

Boa Sorte e bom dia se precisar de outras orientações pode ligar ou vir até aqui.

um abraço.
Em 4 de fevereiro de 2011 11:51, isaura fatima castaldi <isauracastaldi@yahoo.com.br> escreveu:

VC TEM TODA RAZÃO... PORÉM NÃO CONSIGO EMPREGO EM OUTRAS ÁREAS JÁ ME DISPENSARAM VARIAS  VEZES EM OUTRAS EMPRESA.
GOSTARIA SIM ME ENQUADRAR EM UMA DAS VAGAS DA LEI DE COTA.
ASSIM ENTENDERIAM MINHA DEFICIÊNCIA E NÃO PRECISARIA PASSAR POR ISSO SEMPRE!
GRATA


 

Isaura Castaldi
Tel.: 8309-4724



--- Em qui, 3/2/11, João Aramayo <joaoaramayo@hotmail.com> escreveu:

De: João Aramayo <joaoaramayo@hotmail.com>
Assunto: [pessoacomdeficiencia] Olá Isaura...
Para: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
Data: Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011, 22:27
 
Olá Isaura,
 
A sua auditiva, não é motivo para que seu ex-empregador  venha a demiti-la, esse fato é motivo pra que procure uma entidade que possa representa-la (Associação, Sindicato) e promover uma denuncia ao Ministério Público do Trabalho, diante de tudo isso, fica caracterizado um pré-conceito, discriminação e deve haver uma reparação de danos materiais, financeiros, etc...
 
Recomendamos primeiramente o diálogo, mas pelo visto o seu ex-empregado não está disponível a essa conversa.
 
Voce tem algum "laudo" avaliação médica, que possa atestar sua deficiência? 
 
Em alguns casos, emprego "novo" significa "vida" nova...
 
Fraternalmente,

João Aramayo

 

To: pessoacomdeficiencia@yahoogrupos.com.br
From: isauracastaldi@yahoo.com.br
Date: Wed, 2 Feb 2011 18:52:59 -0800
Subject: Re: [pessoacomdeficiencia] BANDA DO SIQUEIRA

Ola meu nome é Isaura...
Nossa ,estou cansada de bater de porta em porta... Acabei de se demitida pois tenho deficiência em um dos ouvidos.
Trabalhava de operadora de caixa em uma casa noturna (Woods bar ) sertaneja e fui submetida a um exame de audiometria então depois de uma semana me mandaram embora.
Não sei mais o que fasso não posso trabalhar normal por que não aceitam que tenham deficiência ,e nem me enquadro nas vagas de da lei de cota por ter  deficiência em apenas um ouvido!!!
Sabe de alguem que pode me ajudar???
grata

 

Isaura Castaldi
Tel.: 8309-4724



--- Em qua, 2/2/11, Luiz Otavio de Brito <afrodescendentesantos@yahoo.com.br> escreveu:

De: Luiz Otavio de Brito <afrodescendentesantos@yahoo.com.br>
Assunto: [pessoacomdeficiencia] BANDA DO SIQUEIRA
Para: "Cidadania" <CIDADANIA-BSANTISTA@yahoogrupos.com.br>
Data: Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2011, 21:36


--
Sandra Fátima de Oliveira
      Presidente 
Conselho Municípal da Pessoa com Deficiência
R, Maria Helena 110, Centro
Carapicuíba - Cep. 06320-070
São Paulo
Tel:4185-3772
E-mail:
safioli@gmail.com ou seps@carapicuiba.sp.gov.br

" A luta pessoal de cada um, é a luta de todos pela Vida" 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim