Destaque

Destaque

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Manuela parte 12

 
Boletim eletrônico da Deputada Federal Manuela d'Ávila - PCdoB-RS

 
Para Manuela "Governo Yeda e Feijó vive uma crise ética"
Em discurso na Câmara dos Deputados na tarde desta terça-feira, a deputada Manuela d'Ávila comentou a grave crise do governo Yeda e Feijó do Rio Grande do Sul. A deputada desejou que a crise seja breve "porque é breve o tempo que os gaúchos têm para ver o Estado sair da situação em que se encontra", disse Manuela.
"Nós, do PCdoB, desde o primeiro momento, fomos oposição à Governadora Yeda Crusius e, cabe lembrar, ao Vice-Governador Paulo Feijó, dos Democratas. Mas não é por estarmos na oposição à Governadora que relativizamos as conseqüências dessa crise para o povo do Rio Grande do Sul" declarou Manuela.
Veja a ínetgra do discurso:
A SRA. MANUELA D'ÁVILA (Bloco/PCdoB-RS.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, o Estado do Rio Grande do Sul vive como é de conhecimento de todos uma profunda crise ética. Antes dela o Estado do Rio Grande do Sul já vivia uma grave crise política. O nosso estado enfrenta sérias dificuldades econômicas, o nosso estado enfrenta uma série de conseqüências por políticas desastrosas para a população comandas pela Governadora Yeda.
Recentemente nós nos vimos — todos os gaúchos e as gaúchas de bem — escandalizados com denúncias feitas a partir de uma operação da Polícia Federal, a Operação Rodin, que envolve um grande órgão do Estado do Rio Grande do Sul, o Detran, com desvio que soma mais de 44 milhões de reais. Nos últimos dias a crise ética se agravou. Junto com ela se agrava a situação política do nosso estado.
Nós, do PCdoB, desde o primeiro momento, fomos oposição à Governadora Yeda Crusius e, cabe lembrar, ao Vice-Governador Paulo Feijó, dos Democratas. Mas não é por estarmos na oposição à Governadora que relativizamos as conseqüências dessa crise para o povo do Rio Grande do Sul. Quando nós pensamos em atos, delitos e corrupção temos que pensar como mulheres e homens públicos que querem que a moralidade se instale na política, que esses episódios sejam apurados, que os envolvidos sejam punidos e que não tenhamos mais que ver financiamento público ou enriquecimento de políticos a partir das estruturas públicas. Mas nós, também, temos que nos preocupar com o alargamento dessa crise e a sua proporção para o Estado do Rio Grande do Sul. Nós temos um banco forte, sólido, público, o Banco do Estado do Rio Grande do Sul. O que acontecerá com as ações, ações colocadas à venda por essa Governadora com todas as denúncias feitas sobre o banco? O que acontecerá com os investimentos que nós queremos, como gaúchos, que sejam feitos no Estado se, além de termos uma política em crise, também temos uma crise das instituições políticas, uma crise ética.
Nós, do PCdoB, queremos que as investigações sigam e que os culpados sejam efetivamente punidos. Porque a impunidade impera, muitas vezes, em nosso País quando falamos de políticos.
Mas nós queremos, também, que o Estado do Rio Grande do Sul saia rapidamente dessa crise para que o povo gaúcho possa acompanhar o momento em que o Brasil vive; e que este Governo que, além de ter graves problemas éticos, supere, dentro dos limites de um Governo com esta composição, a sua crise política para que o Estado do Rio Grande do Sul volte a crescer, como cresce o Brasil.
Punição para os culpados, mas que a crise seja breve, porque é breve o tempo que os gaúchos têm para ver o Estado sair da situação em que se encontra.
Muito obrigada.
  
 

 
TSE libera a internet
O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Carlos Ayres Britto, afirmou na quarta-feira (10) ainda não ter concluído como será o uso da internet para a propaganda eleitoral. "Não chegamos a uma conclusão. O que se preferiu foi resolver a utilização da internet caso a caso", disse. Com isso, o TSE mantém sem regulamentação específica a propaganda eleitoral pela internet. Leia mais.
 

 
Congresso pauta mudanças no Estatuto e Manifesto da UJS
O 14º Congresso da União da Juventude Socialista (UJS), que começou nesta quinta (12) e segue até domingo (15), no Parque da Juventude da capital paulista, terá uma programação centrada na tese Se o presente é de luta, o futuro nos pertence – que homenageia os 80 anos do nascimento de Che. Em entrevista ao Vermelho, o presidente da UJS, Marcelo Gavião, e o secretário geral, Ossi Ferreira, comentam o processo de mobilização do congresso e as mudanças propostas pela Direção Nacional no Manifesto e Estatuto da entidade. Leia mais.
 

 
Zona Norte realiza grande Plenária e mobiliza sua militância
O PCdoB realizou neste sábado(07), a Plenária na zona norte, do eixo Baltazar. Realizada no Bar Aqui e Agora, no bairro Rubem Berta, a Plenária contou com a presença de militantes e simpatizantes do partido. A Plenária também foi o momento para receber a adesão de novos filiados no PCdoB, entre eles, Kaubi, intérprete da Escola de Samba União da Vila do IAPI. Caubi é o terceiro intérprete de escola de samba da capital que se filia ao PCdoB. O Partido já conta com as filiações de Alexandre Belo (Imperatriz Dona Leopoldina) e Sandro Ferraz ( Império da Zona Norte). Leia mais.
 

 
Porto Alegre Pode Mais
Neste final de semana acontecem mais dois encontros temáticos do Seminário Porto Alegre Pode Mais. O primeiro encontro debaterá os problemas relativos a saneamento e será no CTG Estância Farroupilha, no Bairro Sarandi.
A segunda será no Bairro Rubem Berta e com o tema da Infra-estrutura. O encontro ocorre no CTG Estância do Rubem Berta. Leia mais.


Entre em contato com o nosso Escritório
Rua Otávio Corrêa, 115 - Cidade Baixa - Porto Alegre
Tel: (51) 3224-6565
E-mail:
dep.manueladavila@camara.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim