Destaque

Destaque

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Mais Um Ausente no Tribunal

TERMO DA AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO
Presenças:
Maria Augusta Costa Cabral Dall Agnol - Juiz(íza) leigo(a)/conciliador(a)
Eduardo Nicoloso Amorim - Servidor
Autor(es):
PAULO ROBERTO DA SILVA FURTADO
Réu(s):
GENILSON BRAGA (ausente)
JULIANO GARBIN (ausente)
Prazos:
Data da publicação da sentença: 18/10/2018
Maria Augusta Costa Cabral Dall Agnol - Juiz(íza) leigo(a)/conciliador(a)
POSTO ESCOLA AJURIS – CONCILIADOR(A): BETINA SANTORO BENVEGNU
Aberta a audiência com as formalidades legais, na presença do Conciliador(a) acima
referido(a). Presente a parte autora. Houve a juntada de documentos pela parte autora ( 8
fls.) Ausente a parte ré GENILSON BRAGA, embora devidamente citada. Opino, portanto,
pela revelia, nos termos do art. 20 da Lei 9.099/95. A parte autora requer a desistência do
pedido com relação ao réu JULIANO GARBIN Ficam as partes cientes que a sentença
será publicada em cartório na data de 18/10/2018. Data da qual fluirá o prazo para
recurso. As partes recebem cópia do termo de audiência. Presentes e intimados. Nada
mais.
O inteiro conteúdo deste termo de audiência foi conferido e validado pelas partes
presentes, com dispensa das assinaturas, por se tratar de processo eletrônico.
Rua Celeste Gobatto, 229 - Praia de Belas - Porto Alegre(RS) - CEP 90110-160 - Telefone (51)
3210-6500
Assinado eletronicamente por Rio Grande Do Sul Poder Judiciario
Confira autenticidade em https://www.tjrs.jus.br/verificadocs , informando 0000604830644. Página 1/2
DOCUMENTO ASSINADO POR DATA
www.tjrs.jus.br
Este é um documento eletrônico assinado digitalmente conforme Lei Federal
nº 11.419/2006 de 19/12/2006, art. 1º, parágrafo 2º, inciso III.
Para conferência do conteúdo deste documento, acesse, na internet, o
endereço https://www.tjrs.jus.br/verificadocs e digite o seguinte
número verificador:
REPÚBLICA RIO-GRANDENSE
ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA
0000604830644
RIO GRANDE DO SUL PODER JUDICIARIO


Temos observados que alguns são os machões de internet na hora de enfrentar a Justiça somem como todo o covarde se esconde nas trevas mais um que atacou a minha pessoa e o Jornal Negritude no Caso do Homem pelado que saiu no Natal em Vacaria RS. Em várias ofensas que recebi infelizmente no Brasil as vitimas que sofrem crimes virtuais é que tem fazer o trabalho investigativo é só nos casos das personalidades famosas que a policia busca descobrir com mais profundidade os culpados. Fizemos a nossa parte agora é esperar a Justiça julgar as vezes quase sempre nunca somos vencedores nos tribunais mas vamos aguardar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim