Rádio WNews

sábado, 26 de novembro de 2016

Deputado Federal Afonso Hamm Contra a Corrupção


SOU A FAVOR DAS MEDIDAS CONTRA CORRUPÇÃO E NÃO APOIO A ANISTIA AO CAIXA 2
 
Na tarde de quinta-feira, a Câmara dos Deputados aprovou a urgência para discutir e votar o projeto de lei com medidas contra a corrupção (PL 4850/16), aprovado pela comissão especial. O meu voto foi favorável pela urgência que a matéria requer e para termos a oportunidade de discutirmos com maior profundidade o mérito da matéria, visando atender o clamor popular que deseja o estabelecimento das medidas anticorrupção. Queremos dar uma resposta positiva ao povo no sentido de implementar mudanças sistêmicas e estruturais no combate aos crimes de corrupção.
 
Também reitero meu descontentamento com a tentativa de inserir a anistia ao Caixa 2. Meu voto será contrário a esta medida. Não sou e não serei conivente com quaisquer atos ilícitos que tenham sido praticados por aqueles que deveriam zelar pela ética.
 
Nesse momento, em que o Brasil passa por profundas transformações políticas, sociais e de austeridades financeiras, permanecerei ao lado da população que anseia pelo fim da impunidade. Precisamos considerar que esse projeto foi concebido pela sociedade que em todo o país, coletou 2,4 milhões de assinaturas em apoio à campanha apresentada ao Congresso Nacional em forma de projeto de iniciativa popular.
 
Afonso Hamm – Deputado Federal
 

 
Projeto de cooperativismo na ovinocultura poderá ser instalado na Região do Alto Camaquã
 
A organização da cadeia produtiva da ovinocultura na região do Alto Camaquã, no Rio Grande do Sul, em forma de cooperativismo foi motivo de reunião na Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento. A reunião, organizada pelo deputado federal Afonso Hamm, foi com o diretor da secretaria, Pedro Corrêa Neto. Também estavam presentes o presidente da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (ARCO), Paulo Schwab; o diretor técnico, Edegar Franco; os representantes da Secretaria de Agricultura do RS, José Pires e Rodrigo Rizzo.
 
As lideranças do setor da ovinocultura reivindicam a implantação na região do Alto Camaquã, do projeto piloto no Rio Grande do Sul de Produção Integrada de Sistemas Agropecuários em Cooperativismo e Associativismo Rural (PISACOOP). O programa visa promover o desenvolvimento agropecuário, por meio de sistemas de produção sustentáveis, capacitação e transferência de tecnologias que promovam a conservação de recursos naturais, visando a obtenção de alimentos seguros, com qualidade e competitividade, além de geração de trabalho, emprego e renda nos diversos níveis das cooperativas e associações rurais. A ideia, conforme o presidente da ARCO, é que o projeto seja concretizado junto com a ARCO e Associação do Desenvolvimento Sustentável do Alto Camaquã (ADAC), com forte atuação na área de ovinocultura e turismo.
 
Organização da cadeia produtiva
 
Hamm destaca que esse encontro foi oportuno no sentido de propiciar um convencimento maior do Ministério dada a importância do setor da ovinocultura que necessita desta organização da cadeia produtiva. “Os criadores de ovinos precisam de melhor capacitação, formação, transferência tecnológica e organização comercial da carne, lã, pele, leite, queijo e artesanato, que pode ocorrer através do sistema cooperativo”, aponta.
 
A apresentação do PISACOOP na região do Alto Camaquã foi reivindicada ao secretário que reconhece a necessidade de implantar o programa nesta região altamente produtiva. Para isso, no dia 5 de dezembro, será realizada uma reunião, no município de Canguçu, com o propósito de dar início as tratativas para o projeto de cooperativismo do Alto Camaquã. O evento contará com a presença do deputado federal Afonso Hamm e de técnicos do Ministério.  Schwab relata que a ADAC, na maior parte é formada por pequenos produtores e que o trabalho de associativismo e cooperativismo irá contemplar com o desenvolvimento do setor no Estado.
 
 

 
2º Fórum Legislativo do Futebol será no dia 29 em Brasília
 
A segunda edição do Fórum Legislativo do Futebol será realizada no dia 29 de novembro, no plenário 4, da Câmara dos Deputados, a partir das 14h. O evento é promovido pelo presidente da Comissão do Esporte, deputado César Halum e pelo presidente da Subcomissão Permanente do Futebol, deputado federal Afonso Hamm.
 
O tema em pauta é sobre os resultados da Seleção Brasileira do Sub-20 de Futebol nos Jogos Olímpicos de 2016 e as estratégias para definir agenda positiva do futebol brasileiro. A perspectiva dos clubes formadores e os planos do Governo Federal para o desenvolvimento do futebol de base irão compor as outras temáticas do debate.
 
Entre os principais convidados confirmados, está a presença do treinador da Seleção Brasileira Sub-20, Rogério Micale e o coordenador da categoria de base do Santos Futebol Clube, Ronaldo Lima. A segunda edição também contará com a presença do secretário nacional de futebol e defesa dos direitos do torcedor, do Ministério do Esporte, Gustavo Henrique Perrella.
 
A Subcomissão Permanente do Futebol, presidida por Afonso Hamm, foi instalada em março de 2015, sensível às dificuldades financeiras dos clubes profissionais e tendo em vista a necessidade de discussão e aperfeiçoamento do futebol. “Com a presença dos representantes do setor, teremos a oportunidade de estruturar ideias, planos, estratégias de atuação e projetos de lei que possam aprimorar, de forma ampla esse patrimônio de todos os brasileiros que é o futebol”, sinaliza.
 
O evento será transmitido ao vivo e haverá espaço para perguntas do público presente e também por interação virtual - https://goo.gl/n92g8t.
 
Acesse a programação:  https://goo.gl/oCWmQE
 
 
 
--------------www.afonsohamm.com.br  - facebook.com/depafonsohamm
Jornalistas responsáveis – Márcia Godinho Marinho – MTB 10.868 – (61) 3215-5604 / Gilkiane Cargnelutti MTB 15.929 - (51) 3392-4609

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim