Destaque

Destaque

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Polícia Civil de Vacaria RS Abre Inquérito Sobre o Caso de Omissão de Socorro

MA LÁSTIMA.
Rádio Esmeralda adicionou 3 novas fotos.
DELEGACIA DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE DE VACARIA (DPCA) INSTAURA INQUÉRITO POLICIAL PARA INVESTIGAR MORTE DE ADOLESCENTE E OMISSÃO DE SOCORRO POR PARTE DE ATENDENTES DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO DA CIDADE
A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Vacaria instaurou no dia de hoje Inquérito Policial para investigar os fatos relacionados à morte de GABRIELI VIEIRA LUNELLI, com 14 anos de idade.
Por motivos que ainda serão investigados, a Adolescente passou mal e desmaiou no último dia 06 de novembro, quando participava de um evento esportivo no Ginásio Municipal de Vacaria, promovido por uma Escola da cidade.
Imediatamente, a Diretora e um Professor da Escola foram até a UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) de Vacaria, que está localizada a aproximadamente 200 metros do Ginásio Municipal, onde solicitaram que a jovem fosse socorrida, MAS, NA UPA, O SOCORRO FOI NEGADO SOB A ALEGAÇÃO DE QUE DEVERIA SER FEITO CONTATO COM O SAMU, CUJA CENTRAL FICA NA CIDADE DE CAXIAS DO SUL, PROCEDIMENTO QUE JÁ TINHA SIDO REALIZADO ANTERIORMENTE por pessoas que estavam no Ginásio.
Após, como o socorro pelo SAMU estava demorando muito, GABRIELI foi colocada dentro de um veículo comum e levada até a UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO, quando, finalmente, o socorro foi prestado.
A negativa em prestar o socorro revoltou familiares da vítima e a todos que presenciaram os fatos, principalmente porque a UPA está localizada praticamente ao lado do local onde a Jovem passou mal e pelo fato das AMBULÂNCIAS DO SAMU EM VACARIA FICAREM ESTACIONADAS JUSTAMENTE NO PÁTIO DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO.
GABRIELI VIEIRA LUNELLI morreu neste final de semana após ficar vários dias Hospitalizada.
Considerando que há suspeita de negligência por parte de Profissionais da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) DE VACARIA, e considerando que a demora no atendimento possa ter influenciado na morte da Jovem, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente da cidade instaurou Inquérito Policial para apurar a prática, em tese, do crime de Homicídio Culposo.
A conclusão do Inquérito Policial depende da realização dos depoimentos de todos os envolvidos, da identificação dos Profissionais da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO que negaram o socorro e de perícias que serão solicitadas ao Instituto Geral de Perícias.
UMA LÁSTIMA.
Rádio Esmeralda adicionou 3 novas fotos.
DELEGACIA DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE DE VACARIA (DPCA) INSTAURA INQUÉRITO POLICIAL PARA INVESTIGAR MORTE DE ADOLESCENTE E OMISSÃO DE SOCORRO POR PARTE DE ATENDENTES DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO DA CIDADE
A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Vacaria instaurou no dia de hoje Inquérito Policial para investigar os fatos relacionados à morte de GABRIELI VIEIRA LUNELLI, com 14 anos de idade.
Por motivos que ainda serão investigados, a Adolescente passou mal e desmaiou no último dia 06 de novembro, quando participava de um evento esportivo no Ginásio Municipal de Vacaria, promovido por uma Escola da cidade.
Imediatamente, a Diretora e um Professor da Escola foram até a UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) de Vacaria, que está localizada a aproximadamente 200 metros do Ginásio Municipal, onde solicitaram que a jovem fosse socorrida, MAS, NA UPA, O SOCORRO FOI NEGADO SOB A ALEGAÇÃO DE QUE DEVERIA SER FEITO CONTATO COM O SAMU, CUJA CENTRAL FICA NA CIDADE DE CAXIAS DO SUL, PROCEDIMENTO QUE JÁ TINHA SIDO REALIZADO ANTERIORMENTE por pessoas que estavam no Ginásio.
Após, como o socorro pelo SAMU estava demorando muito, GABRIELI foi colocada dentro de um veículo comum e levada até a UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO, quando, finalmente, o socorro foi prestado.
A negativa em prestar o socorro revoltou familiares da vítima e a todos que presenciaram os fatos, principalmente porque a UPA está localizada praticamente ao lado do local onde a Jovem passou mal e pelo fato das AMBULÂNCIAS DO SAMU EM VACARIA FICAREM ESTACIONADAS JUSTAMENTE NO PÁTIO DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO.
GABRIELI VIEIRA LUNELLI morreu neste final de semana após ficar vários dias Hospitalizada.
Considerando que há suspeita de negligência por parte de Profissionais da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) DE VACARIA, e considerando que a demora no atendimento possa ter influenciado na morte da Jovem, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente da cidade instaurou Inquérito Policial para apurar a prática, em tese, do crime de Homicídio Culposo.
A conclusão do Inquérito Policial depende da realização dos depoimentos de todos os envolvidos, da identificação dos Profissionais da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO que negaram o socorro e de perícias que serão solicitadas ao Instituto Geral de Perícias.
Crédito: Polícia Civil de Vacaria
Rádio Esmeralda adicionou 3 novas fotos.
DELEGACIA DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE DE VACARIA (DPCA) INSTAURA INQUÉRITO POLICIAL PARA INVESTIGAR MORTE DE ADOLESCENTE E OMISSÃO DE SOCORRO POR PARTE DE ATENDENTES DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO DA CIDADE
A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Vacaria instaurou no dia de hoje Inquérito Policial para investigar os fatos relacionados à morte de GABRIELI VIEIRA LUNELLI, com 14 anos de idade.
Por motivos que ainda serão investigados, a Adolescente passou mal e desmaiou no último dia 06 de novembro, quando participava de um evento esportivo no Ginásio Municipal de Vacaria, promovido por uma Escola da cidade.
Imediatamente, a Diretora e um Professor da Escola foram até a UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) de Vacaria, que está localizada a aproximadamente 200 metros do Ginásio Municipal, onde solicitaram que a jovem fosse socorrida, MAS, NA UPA, O SOCORRO FOI NEGADO SOB A ALEGAÇÃO DE QUE DEVERIA SER FEITO CONTATO COM O SAMU, CUJA CENTRAL FICA NA CIDADE DE CAXIAS DO SUL, PROCEDIMENTO QUE JÁ TINHA SIDO REALIZADO ANTERIORMENTE por pessoas que estavam no Ginásio.
Após, como o socorro pelo SAMU estava demorando muito, GABRIELI foi colocada dentro de um veículo comum e levada até a UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO, quando, finalmente, o socorro foi prestado.
A negativa em prestar o socorro revoltou familiares da vítima e a todos que presenciaram os fatos, principalmente porque a UPA está localizada praticamente ao lado do local onde a Jovem passou mal e pelo fato das AMBULÂNCIAS DO SAMU EM VACARIA FICAREM ESTACIONADAS JUSTAMENTE NO PÁTIO DA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO.
GABRIELI VIEIRA LUNELLI morreu neste final de semana após ficar vários dias Hospitalizada.
Considerando que há suspeita de negligência por parte de Profissionais da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) DE VACARIA, e considerando que a demora no atendimento possa ter influenciado na morte da Jovem, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente da cidade instaurou Inquérito Policial para apurar a prática, em tese, do crime de Homicídio Culposo.
A conclusão do Inquérito Policial depende da realização dos depoimentos de todos os envolvidos, da identificação dos Profissionais da UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO que negaram o socorro e de perícias que serão solicitadas ao Instituto Geral de Perícias.
Crédito: Polícia Civil de Vacaria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim