Destaque

Destaque

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

NPC



Boletim da Livraria Antonio Gramsci 
Para jornalistas, dirigentes, militantes
e assessores sindicais e dos Movimentos Sociais 



LIVRARIA ANTONIO GRAMSCI


Próxima edição dos DIÁLOGOS NA GRAMSCI debaterá livro História e Colapso da Civilização
.
foto
.
Na quarta-feira, 27 de fevereiro, a partir das 18h30, receberemos o escritor Arnaldo Mourthé para um bate-papo sobre seu livro História e Colapso da Civilização. A obra parte de questões atuais. Por exemplo: como foi possível manipular a informação e o conhecimento para usá-los como instrumentos de dominação, exploração e violência? Partindo dessas indagações, o autor estabelece uma rica pesquisa sobre a história do mundo. Ele mostra o que foi o século 20, as conquistas do saber e dos cidadãos, mas também as guerras, as crises, os genocídios; a violência de um lado e a passividade submissa de outro; a aceitação da fome, da ignorância, das doenças e das catástrofes, como naturais e banais. Tudo isso, e mais uma síntese da história da humanidade, com suas conquistas e derrotas, são tratados aqui. Além dessa cuidadosa pesquisa, o autor apresenta exemplos que nos indicam caminhos para superarmos nossas dificuldades e avançarmos para a construção de outros caminhos.  


Revista do Sisejufe publica uma bela matéria sobre nossa LIVRARIA
foto
.
"LIVRARIA ANTONIO GRAMSCI: uma militância política". Esse é o título de uma matéria publicada na edição nº 39 da Ideias em Revista, veículo do Sindicato dos Servidores do Judiciário Federal (Sisejufe). Diz um trecho: 
.
Mas se o espaço é pequeno, talvez seja a menor livraria física do Rio, o papel social que a livraria já desempenha é grandioso: propõe-se a ser um projeto político e cultural, uma extensão, na realidade, dos valores de vida dos comunistas Vito Giannotti e Claudia Santiago. "A livraria se chama Antonio Gramsci porque queríamos um nome marxista para definir quem somos. Não é uma livraria neutra ou de direita. Aqui nossos valores são a socialidade, o humanismo e a esquerda marxista", explica Giannotti. Segundo a comunista Claudia Santiago, a oportunidade de viver inserida num local (uma livraria) embevecido de arte como a literatura é como viver em um universo paralelo: o da possibilidade. "Ter a arte perto de você é viver outra dimensão do que é ou do que seria possível", revela.
.
A matéria completa está nas páginas 28 e 29 da revista! Confira!http://sisejufe.org.br/beta/wp-content/uploads/2013/01/Revista-39-em-baixa.pdf



Livros à venda na livraria Antonio Gramsci


Meu companheiro: 40 anos ao lado de Luiz Carlos Prestes
foto.
Maria Prestes 
Ed. Anita Garibaldi
R$ 35,00 

.
No dia 24 de janeiro, retomamos o evento Diálogos na Gramsci com um bate-papo sobre a vida de Maria Prestes ao lado do "Cavaleiro da Esperança". Seu livro conta como no início da década de 1950 uma jovem moça nordestina, militante do Partido Comunista Brasileiro, é designada para a segurança pessoal do famoso líder Luiz Carlos Prestes. Foi o início de uma relação que durou até a morte dele, em 1990. A história dessa mulher, com todos os imprevistos, alegrias, dificuldades e vitórias vividas juntamente com seu companheiro, proporciona ao leitor uma nova visão do Brasil e do homem com quem ela conviveu. O livro foi reeditado neste ano, e traz novos depoimentos em homenagem ao militante comunista. 
.
.
.
O capitalismo dependente latino-americano
foto .
Vânia Bambirra
Insular
R$ 36,00
.
O capitalismo dependente latino-americano, forma o segundo volume da Coleção Pátria Grande - Biblioteca do Pensamento Crítico Latino-americano, organizada e editada pelo Instituto de Estudos Latino-Americanos da Universidade Federal de Santa Catarina (IELA-UFSC) e pela Editora Insular. O primeiro volume é o também clássico Subdesenvolvimento e revolução, de Ruy Mauro Marini.
.
Este é um estudo clássico da cientista política Vânia Bambirra. Junto com Ruy Mauro Marini, André Frank e Theotonio dos Santos, ela foi uma das formuladoras da Teoria da Dependência, uma interpretação crítica marxista dos processos de reprodução do subdesenvolvimento em países capitalistas periféricos. A primeira parte da obra consiste na apresentação e fundamentação do conceito dedependência, na qual são definidos dois grandes grupos de países no continente. A segunda é dedicada à análise do impacto da integração monopólica nos dois tipos de países latino-americanos. E a terceira busca desvendar as principais contradições que o desenvolvimento do capitalismo dependente promove, assim como seus resultados e as perspectivas que tendem a se esboçar para o futuro da região.
.
.
.
Os filhos dos dias
.
foto
Eduardo Galeano
L&PM Editores
R$ 49,00 
.
Inspirado na sabedoria ancestral dos maias, Eduardo Galeano escreveu um livro que se situa como uma espécie de calendário histórico, onde de cada dia nasce uma nova história. Provocante, intenso e sensível como toda obra desse escritor uruguaio, Os Filhos dos Dias agrega 366 relatos que superam fronteiras geográficas e abraçam a diversidade de povos e culturas distintas. Nessa espécie de diário coletivo, cada dia (re)conta um episódio diferente ocorrido em épocas e países distintos, como o México de 1585, o Brasil de 1808, a Alemanha de 1933 etc. Há homenagens a Karl Marx, Tchekov, Rosa Luxemburgo e muitos outros personagens que marcaram a história do nosso mundo e merecem, dia a dia, ser lembrados.
.
.
.
Interpretação dos sonhos - vol. 1 e 2
.
foto
Sigmund Freud
L&PM
R$ 28,00 (cada) 
.
Essa edição, traduzida diretamente do alemão, apresenta aos leitores brasileiros o mais trabalho de Sigmund Freud (1856-1939), que inaugurou a era da psicanálise e mudou para sempre a maneira como o ser humano percebe a si mesmo. Este estudo contém novíssimas perspectivas lançadas sobre a natureza e os significados dos sonhos, antes considerados apenas resquícios do dia vivido pelo homem. É também nesta obra que Freud apresenta uma instância até então desconhecida da vida humana: o inconsciente. O pressuposto da existência de um continente praticamente inacessível da "alma" humana abriu um leque de possibilidades de estudos científicos e psicanalíticos para Freud e seus seguidores.
.
Trabalho tão genial hoje quanto à época de sua primeira publicação, em 1899, A interpretação dos sonhos é considerada uma das obras que mais influenciaram o pensamento do século 20.
.
.
.
Memórias da resistência
.foto
Marco Escrivão, Tito Bellini e Pedro Russo (org.)
Expressão Popular
R$ 20,00
.
Este livro é fruto de um projeto realizado pelo Instituto Práxis de Educação e Cultura (IPRA) da cidade de Franca/SP, financiado pelo Edital de Ponto de Mídias Livres do Ministério da Cultura. O objetivo dessa publicação é trazer à luz as histórias de documentos do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) encontrados em uma fazenda abandonada no meio rural do município de Iaborandi, interior de São Paulo, por catadores de cana. Dentre os documentos estão fichas do Departamento de Ordem Política, envelopes de diversas instituições, boletins culturais que sofreram censura, papéis com anotações, um manual de subversão e contra-subversão, e muitos outros. O volume é muito importante para quem estuda esse período e para quem quer saber mais sobre uma fase tão sombria da nossa história.
.
.
.
Diário de uma invasora: o outro lado da história
.foto 
F.L.J
Ed. Livre Expressão
R$ 19,90
.
Este Diário de uma invasorao outro lado da históriaapresenta as angústias e revelações de uma menina de 17 anos que vive na comunidade do Horto e sofre dia a dia com as mentiras e preconceitos divulgados pelos grandes meios de comunicação. O local, assim como tantos outros, está sendo ameaçado de remoção. As justificativas são as mesmas de sempre: "preservação ambiental", "invasão" da área do Jardim Botânico etc. Mas este livro mostra como, ao contrário de tudo isso, as cerca de 600 famílias que há décadas moram ali têm direito a permanecer no local. A Secretaria do Patrimônio da União (SPU), em parceria com a Faculdade de Urbanismo da UFRJ, chegou a dar início a um processo de regularização fundiária. Os interesses da especulação imobiliária, no entanto, falaram mais alto, e este processo está paralisado já que "rico pensa que pobre não pode morar aqui", como diz a autora. 

Com uma linguagem simples, objetiva e ao mesmo tempo encantadora, este livro dá voz a quem não tem espaço nos meios de comunicação tradicionais. Por essas páginas o leitor passará a conhecer um drama de vida que é comum a tantos moradores desse rico e tão contraditório Rio de Janeiro.
.
.
.
Para uma ontologia do ser social Ifoto
.
György Lukács
Boitempo Editorial
R$ 64,00
.
György Lukács é um dos maiores expoentes do pensamento humanista do século 20. Este livro apresenta a mais completa e complexa sistematização filosófica de seu tempo. Considerada um dos mais importantes estudos do filósofo húngaro, esta obra significa o salto da ontologia intuída à ontologia filosoficamente fundamentada nas categorias mais essenciais que regem a vida do ser social, bem como nas estruturas da vida cotidiana dos homens. Esta edição contém uma bela apresentação de José Paulo Netto e tradução direta do alemão por Mario Duayer e Nélio Schneider, acrescida da tradução de Carlos Nelson Coutinho. Para uma ontologia do ser social também possibilita reflexões sobre os debates que agitaram o pensamento marxista nos últimos decênios. "Em relação à Ontologia, se pode afirmar, com inteira segurança, que abre um novo horizonte teórico-filosófico para o desenvolvimento do marxismo, e que não haverá nenhum renascimento do marxismo se ela for ignorada", sentencia José Paulo Netto.
.
.
.
Novos Poemas 2
foto.
Vinícius de Moraes
Cia. das Letras
R$ 33,00
.
Este livro, organizado em 1959, reúne poemas escritos entre 1949 e 1956. Os versos aqui reunidos confirmam as principais linhas de força da produção artística de Vinícius: a temática erótico-afetiva, a presença do cotidiano e do Rio de Janeiro, bem como a frequência do soneto e da balada, a musicalidade, a alternância entre a metrificação e o verso livre. Mas há também um fortalecimento da participação social e política do autor, como se pode ver no célebre "O operário em construção": "Era ele que erguia casas/ Onde antes só havia chão./ [...] Mas tudo desconhecia/ [...] Como tampouco sabia/ Que a casa que ele fazia/ Sendo a sua liberdade/ Era a sua escravidão".  
.
O volume traz também um caderno de imagens que reproduz versões manuscritas anteriores àquelas que o poeta fixou, além de fotos relacionadas ao período englobado pela obra. Ao final, o leitor encontrará um posfácio escrito por Ivan Marques. Na seção "Arquivo", há um abrangente ensaio de Eduardo Portela sobre a poética de Vinicius de Moraes.


Se você não quiser receber o Boletim do NPC, por favor, responda esta mensagem escrevendo REMOVA.


ÍNDICE
Clique nos ítens abaixo para ler os textos.

LIVRARIA ANTONIO GRAMSCI
Próxima edição dos DIÁLOGOS NA GRAMSCI debaterá livro História e Colapso da Civilização
Revista do Sisejufe publica uma bela matéria sobre nossa LIVRARIA 

Livros à venda na livraria Antonio Gramsci
Meu companheiro: 40 anos ao lado de Luiz Carlos Prestes
O capitalismo dependente latino-americano
Os filhos dos dias
Interpretação dos sonhos � vol. 1 e 2
Memórias da resistência 
Diário de uma invasora: o outro lado da história
Para uma ontologia do ser social I
Novos Poemas 2

 NPC - Núcleo Piratininga de Comunicação * Arte: Cris Fernandes * Automação: Micro P@ge


Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição neste link

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim