Destaque

Destaque

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Ronaldo Deixa o Futebol Profissional parte 2

"Eu perdi para o meu corpo", diz Ronaldo em despedida

Fenômeno pediu desculpas pelo fracasso no "projeto Libertadores" do Corinthians

Eu perdi para o meu corpo, diz Ronaldo em despedida<br /><b>Crédito: </b> Grizar Junior /AE
Eu perdi para o meu corpo, diz Ronaldo em despedida
Crédito: Grizar Junior /AE
Eu perdi para o meu corpo, diz Ronaldo em despedida
Crédito: Grizar Junior /AE
Emocionado, Ronaldo anunciou oficialmente o fim da carreira no início da tarde desta segunda-feira. O Fenômeno revelou que dores musculares o fizeram antecipar a aposentadoria. "Todos sabem do meu histórico de lesões. Nos últimos dois anos, tive uma sequência muito grande de lesões, que vão de uma perna para outra, de um músculo para outro. Essas dores me fizeram antecipar o fim da minha carreira. Eu perdi para o meu corpo", disse. "Eu decidi que era esse o momento. Parece que estava numa UTI, em estado terminal. Esse anúncio é a minha primeira morte. É muito injusto abandonar algo que te fez tão feliz e que te deu tudo."

Ronaldo agradeceu a todos os clubes pelos quais passou (São Cristóvão, Cruzeiro, PSV, Barcelona, Inter de Milão, Real Madrid e Milan) e pediu desculpas ao presidente do Corinthians, Andrés Sanches. "Quero agradecer ao presidente (Andrés Sanches) e pedir desculpas publicamente por ter fracassado no projeto Libertadores."

O atacante lembrou que passou dificuldades para aguentar o ambiente de cobrança por parte do torcedor corintiano, mas salientou o desejo que mantinha de um dia vestir a camiseta do Corinthians. "Algumas vezes essa cobrança por resultados faz essa torcida um pouco agressiva e um pouco fora do controle. Eu já falei em outras entrevistas que não poderia ter vivido sem o Corinthians."

Na carreira, Ronaldo viveu muitas derrotas. Na sua avaliação, todas trouxeram algo de positivo para sua vida. "Não há aquela derrota mais doída. Todas foram importantes porque me ensinaram muito. Todas me fizeram crescer como homem e como profissional", explicou.

Distúrbio

Na entrevista coletiva, Ronaldo afirmou que descobriu ser portador de um distúrbio que o impedia de manter o peso. "Há quatro anos, no Milan, eu descobri que sofria de um distúrbio que se chama hipotireoidismo. Isso desacelera o metabolismo e para controlar eu teria que tomar hormônios que não são permitidos no futebol, porque seriam flagrados no dopping. Não guardo mágoas das pessoas que falavam do meu peso. Apenas gostaria de explicar isso."

Um dos maiores centroavantes de todos os tempos no futebol mundial afirmou que não planeja fazer um jogo de despedida. Ronaldo assegurou que continuará ligado ao Corinthians de forma institucional. "Quero dizer que essa carreira foi linda, foi maravilhosa e emocionante. Muitas derrotas e infinitas vitórias. Fiz muitos amigos e não lembro de ter feito nenhum inimigo", acrescentou.

O presente final 

Ao final da entrevista coletiva, o presidente do Corinthians, Andrés Sanches, entregou uma camiseta do clube a Ronaldo. Nas costas, estavam escritos o número nove, o apelido do jogador (Fenômeno) e a frase 'para sempre'."

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim