Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Outras Palavras


http://www.amburana.com
Imagem inline 1
Boletim de atualização - Nº 621 - 23/2/2016




América Latina: as bases sociais da nova direita
Para explicar contra-ataque conservador não basta culpar a mídia. É hora de examinar transformações da classe média e desarticulação dos setores populares. Por Raúl Zibechi (Outras Palavras) 

O Brasil à beira do desastre fiscal
Agora, só redução rápida das taxas de juros, retomada do investimento público e aprovação da CPMF, evitarão o pior. Mas governo, sem rumo, navega na direção oposta. Por Luis Nassif, no Jornal GGN (Outras Mídias)
Tragédia anunciada no Rio: 100 mil litros de chorume ameaçam aquífero
Caso chama a atenção por ter sido previsto na época da construção do aterro e pelo nome dos acionistas da empresa responsável, como Santander e Bradesco. Por Alceu Luís Castilho (Blog do Alceu Castilho)

Para derrubar o mito do juiz “apolítico”
Nos EUA, ministros da Suprema Corte são vinculados a ideais partidários. Nas Américas, quem escolhe cúpula do Judiciário de modo mais democrático e transparente é Argentina. Por Flávio Siqueira (Outras Palavras)

Cultura cidadã agora projeto mundialNum convênio firmado com Francisco, ideia radical: e se milhões de jovens trocarem o serviço militar por um ano de ações em Cultura, Artes e Comunicação? Por Celio Turino (Outras Palavras)

Acelerada privatização das praias brasileiras
Novo retrocesso a enfrentar: sob as vistas grossas dos poderes locais e Judiciário, condomínios e comércios barram lazer de quem não tem propriedade ou poder de consumo. Por Raquel Rolnik, em seu blog (Outras Mídias)

Francisco: um passo a mais – em silêncio…
Em sua viagem de maior carga emocional, Papa homenageia humilhados pelo capital e fustiga os que se aproveitam da desigualdade crescente. Como era de esperar, jornais calaram-se… Por Mauro Lopes (Blog)

Cartas da Guanabara: o Parque Guinle
"Repare, aqui parece Brasília". "Parece mesmo"... "Prédios de 6 andares, pilotis, parque de criança, jardim, modernista. E foi construído antes: fim dos anos 40". "Bora tomar uma cerveja"? Por Daniel Cariello (Outras Palavras)

O cinema desconcertante de Lav Diaz
Público do Rio e S.Paulo tem rara oportunidade de conhecer diretor filipino cuja obra revela país desconhecido, narrativa densa, encenação e enquadramento oposta inusitados. Por José Geraldo Couto (Outras Palavras)

--Boletim de atualização do site Outras PalavrasA reprodução é bem-vinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui. Acompanhe nossas novidades também no Facebook


--
Antonio Martins
antonio@outraspalavras.net
antoniomartinsbrasil@gmail.com

(5511) 9 8401 631
Skype: antoniomartins-brasil

"Outras Palavras"
Comunicação Compartilhada & Pós-Capitalismo
www.outraspalavras.net
(5511) 3253 3168 

_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br

Outras Palavras


http://www.amburana.com
Imagem inline 1
Boletim de atualização - Nº 621 - 23/2/2016




América Latina: as bases sociais da nova direita
Para explicar contra-ataque conservador não basta culpar a mídia. É hora de examinar transformações da classe média e desarticulação dos setores populares. Por Raúl Zibechi (Outras Palavras) 

O Brasil à beira do desastre fiscal
Agora, só redução rápida das taxas de juros, retomada do investimento público e aprovação da CPMF, evitarão o pior. Mas governo, sem rumo, navega na direção oposta. Por Luis Nassif, no Jornal GGN (Outras Mídias)
Tragédia anunciada no Rio: 100 mil litros de chorume ameaçam aquífero
Caso chama a atenção por ter sido previsto na época da construção do aterro e pelo nome dos acionistas da empresa responsável, como Santander e Bradesco. Por Alceu Luís Castilho (Blog do Alceu Castilho)

Para derrubar o mito do juiz “apolítico”
Nos EUA, ministros da Suprema Corte são vinculados a ideais partidários. Nas Américas, quem escolhe cúpula do Judiciário de modo mais democrático e transparente é Argentina. Por Flávio Siqueira (Outras Palavras)

Cultura cidadã agora projeto mundialNum convênio firmado com Francisco, ideia radical: e se milhões de jovens trocarem o serviço militar por um ano de ações em Cultura, Artes e Comunicação? Por Celio Turino (Outras Palavras)

Acelerada privatização das praias brasileiras
Novo retrocesso a enfrentar: sob as vistas grossas dos poderes locais e Judiciário, condomínios e comércios barram lazer de quem não tem propriedade ou poder de consumo. Por Raquel Rolnik, em seu blog (Outras Mídias)

Francisco: um passo a mais – em silêncio…
Em sua viagem de maior carga emocional, Papa homenageia humilhados pelo capital e fustiga os que se aproveitam da desigualdade crescente. Como era de esperar, jornais calaram-se… Por Mauro Lopes (Blog)

Cartas da Guanabara: o Parque Guinle
"Repare, aqui parece Brasília". "Parece mesmo"... "Prédios de 6 andares, pilotis, parque de criança, jardim, modernista. E foi construído antes: fim dos anos 40". "Bora tomar uma cerveja"? Por Daniel Cariello (Outras Palavras)

O cinema desconcertante de Lav Diaz
Público do Rio e S.Paulo tem rara oportunidade de conhecer diretor filipino cuja obra revela país desconhecido, narrativa densa, encenação e enquadramento oposta inusitados. Por José Geraldo Couto (Outras Palavras)

--Boletim de atualização do site Outras PalavrasA reprodução é bem-vinda. Interessados em recebê-lo devem clicar aqui. Para deixar de receber, aqui. Acompanhe nossas novidades também no Facebook


--
Antonio Martins
antonio@outraspalavras.net
antoniomartinsbrasil@gmail.com

(5511) 9 8401 631
Skype: antoniomartins-brasil

"Outras Palavras"
Comunicação Compartilhada & Pós-Capitalismo
www.outraspalavras.net
(5511) 3253 3168 

_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br

NPC

Boletim da Livraria Antonio Gramsci

Está chegando o 8 de março, dia de luta! 

O 8 de março está chegando! Para contar a história da origem do Dia Internacional da Mulher, comemorado nessa data, o NPC acabou de relançar a cartilha “A origem socialista do dia da mulher”. A versão bastante difundida é uma greve ocorrida em 1857 em Nova Iorque, quando teriam morrido 129 operárias queimadas vivas. No entanto, o material mostra que a data tem uma origem socialista, que remonta ao início do século 20 e foi apagada ao longo dos anos, principalmente durante o período da Guerra Fria. Inclusive o 8 de março foi fixado a partir de uma greve iniciada no dia 23 de fevereiro (calendário russo) de 1917, na Rússia. Uma manifestação organizada por tecelãs e costureiras de Petrogrado foi o estopim da primeira fase da Revolução Russa. Como escreveu Alexandra Kollontai, membro do Comitê Central do Partido Operário Social Democrata Russo, “nesse dia as mulheres russas levantaram a tocha da revolução”.
Para contar essa história estamos lançando essa cartilha. Ela é bastante didática, com ilustrações do cartunista Carlos Latuff e texto de Vito Giannotti e Claudia Santiago. Está à venda na Livraria Antonio Gramsci por R$ 10,00. Para garantir a sua, entre em contato conosco pelo e-mail livraria@piratininga.org.br.
---
Lobotomia e Comunicação - André Lobão

A Nova Mulher e a Moral Sexual

Alexandra Kolontai
Expressão Popular 
R$ 18,00
Alexandra Kolontai foi uma das líderes da primeira revolução socialista. Os dois textos que publicamos refletem o aprendizado político e as conquistas da revolução na construção das novas relações de classe e gênero. Faz uma análise da situação da mulher na sociedade burguesa, comprimida por um código moral em que a propriedade privada era – e ainda é – prioridade, a ela tudo se sujeitando. E, a partir das conquistas da revolução, apresenta a necessidade da reorientação no comportamento do homem e da mulher, participantes da nova estrutura social que a revolução engendrou: um amor-companheiro, com direitos e responsabilidades iguais, com respeito à individualidade, com apoio mútuo.
Dois textos compõem esta obra:
– O primeiro (1918) apresenta uma crítica à situação da mulher na sociedade burguesa, comprimida por um código moral em que a propriedade privada era – e ainda é – prioridade, a ela tudo se sujeitando.
– O segundo (1921) trata da necessidade de uma reorientação no comportamento do homem e da mulher, partícipes da nova estrutura social que a revolução bolchevique engendrou.

Comprar

---
O Evangelho segundo Jesus Cristo - José Saramago

Feminismo e política

Flávia Biroli e Luis Felipe Miguel
Boitempo
R$ 34,00
Na teoria política produzida nas últimas décadas, a contribuição do feminismo se mostrou crucial. O debate sobre a posição das mulheres nas sociedades contemporâneas abriu portas para tematizar, questionar e complexificar as categorias centrais por meio das quais era pensado o universo da política, tais como as noções de indivíduo, de espaço público, de autonomia, de igualdade, de justiça e de democracia. Não é mais possível discutir a teoria política ignorando ou relegando às margens a teoria feminista, que, neste sentido, é um pensamento que parte das questões de gênero mas vai além delas, reorientando todos os nossos valores e critérios de análise.
O livro apresenta e discute as principais contribuições da teoria política feminista produzida a partir dos anos 1980. São apresentados os termos em que os debates se colocam dentro do próprio feminismo, mapeando as posições de diferentes autoras e correntes. O resultado é um panorama inédito da teoria política feminista atual, escrito de maneira a introduzir os leitores pouco familiarizados nas discussões, sem por isso reduzir sua complexidade.

Comprar

---

Mulher, estado e revolução

Wendy Goldman
Boitempo 
R$ 49,00
A Boitempo, em parceria com a Edições ISKRA, publica o premiado livro A Mulher, o Estado e a Revolução: política da família soviética e da vida social entre 1917 e 1936. Escrito por Wendy Goldman, historiadora e professora da Universidade Carnegie Mellon (EUA), especializada em estudos sobre a Rússia e a União Soviética, a obra ganhou o Berkshire Conference Book Award ao examinar as mudanças sociais pela qual passou a sociedade soviética nas duas primeiras décadas pós-revolução, com foco nas mulheres, e na relação que estabeleceram com o Estado revolucionário. O livro retrata as grandes experiências da libertação da mulher e do amor livre na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) depois da Revolução – e por que falharam, quando entrou em cena a burocracia stalinista.

Comprar

---

E não esqueça: amanhã, 24/02, tem lançamento na Antonio Gramsci! 

---

Redes Sociais

---
Contato
Rua Alcindo Guanabara, 17, térreo, Cinelândia (rua do Amarelinho)
Rio de Janeiro – RJ - CEP 20031-130
Tel. (21) 2220 4623
livraria@piratininga.org.br

 

livrariagramsci.com.br

 



Inter de Lages SC

Inter une-se ao programa Mesa Brasil, do Sesc, para arrecadação de alimentos
A partir desta quarta-feira, quando enfrentará o Joinville pelo Campeonato Catarinense, o Internacional de Lages passará a integrar o Mesa Brasil, um programa de arrecadação de alimentos desenvolvido pelo Sesc e que tem a participação de empresas, instituições sociais e voluntários. 
Qualquer torcedor poderá contribuir com o programa levando um quilo de alimento não-perecível ao estádio. Os voluntários do Mesa Brasil estarão nos portões de entrada do Vidal Ramos Júnior recolhendo os donativos. A arrecadação também será feita no jogo contra o Brusque, neste domingo, e na loja do clube, no Serra Shopping.
Todo o material arrecadado será recolhido pelos voluntários do programa e doado às instituições sociais atendidas pelo Mesa Brasil - são, ao todo, 40 entidades conveniadas. A participação não é obrigatória, mas o clube pede que, quem puder, faça sua contribuição. A entrada no estádio não está condicionada à doação de alimentos.
O Mesa Brasil é desenvolvido em todo o país. Ele não é uma campanha com prazo de validade, mas um trabalho contínuo das entidades que o integram. Clique aqui e saiba mais sobre o programa. Mais informações sobre o trabalho do Mesa Brasil em Lages podem ser obtidas no Sesc pelo telefone (49) 3222-3936, ramal 219, com Rúbia Sombrio.
 
-- 
Inter de Lages
Imprensa

www.interdelages.com.br

Internacional





Ver no navegador












#PelaVigésima


O maior campeão do século lança campanha pela 20ª taça







Sabe como um colorado conta os anos? Pelos títulos. Muitos títulos. Nos últimos 15 anos, foram 19 troféus erguidos pelo Sport Club Internacional, marca que o tornou o maior campeão do século! O mais importante, claro, foi o Mundial de Clubes da FIFA, porém ainda vieram duas Libertadores da América, duas Recopas Sul-Americanas, uma Copa Sul-Americana, conquistada de forma invicta, a Copa Suruga Bank e vários títulos gaúchos, apenas para falarmos de competições oficiais. E não queremos parar aqui. Agora, o Clube inicia a busca pela 20ª taça.

Com a #PelaVigésima, o Inter está lançando uma campanha publicitária para convocar os colorados a estar junto do Clube nesse objetivo. Com vídeo institucional e peças publicitárias, o Campeão de Tudo diz que, como a torcida, tem sede de conquistas e quer mais um troféu no armário.

E a batalha já começou. A bola está rolando pela Primeira Liga e pelo Campeonato Gaúcho. Aliás, o Inter tem uma razão a mais para ganhar o Estadual: chegar ao hexacampeonato, marca que não é atingida desde 1974. Para se ter uma ideia, em 14 anos o Clube conquistou o Gauchão 11 vezes, comprovando toda a sua superioridade no Rio Grande do Sul. Então, vamos juntos, torcedor! É tudo por ti. É tudo pelo Inter.

Os 19 títulos oficiais conquistados em 15 anos

2002 - Campeão Gaúcho

2003 - Bicampeão Gaúcho

2004 - Tricampeão Gaúcho

2005 - Tetracampeão Gaúcho

2006 - Campeão da Libertadores da América

2006 - Campeão Mundial de Clubes FIFA

2007 - Campeão da Recopa Sul-Americana

2008 - Campeão Gaúcho

2008 - Campeão INVICTO da Copa Sul-Americana

2009 - Bicampeão gaúcho

2009 - Campeão da Copa Suruga Bank

2010 - Bicampeão da Libertadores da América

2011 - Campeão Gaúcho

2011 - Bicampeão da Recopa Sul-Americana

2012 - Bicampeão Gaúcho

2013 - Tricampeão Gaúcho

2014 - Tetracampeão Gaúcho

2015 - Pentacampeão Gaúcho

2016 – Campeão da Recopa Gaúcha


POST-1.jpg










Casas e Pousadas Thermas de Machadinho


Outras Palavras

OS PLANOS DE "OUTRAS PALAVRAS" PARA 2016
Debates presenciais sobre grandes temas nacionais e internacionais. Escola Livre de Comunicação Compartilhada. Encontros. Parcerias. Além de produzir jornalismo de profundidade, queremos articular projetos transformadores

Car@ amig@,

O esforço de Outras Palavras para manter-se vibrante e autônomo entra, a partir de hoje, em sua fase decisiva. Até a última sexta-feira, o programa
 Outros Quinhentos, por meio do qual os leitores participam da sustentação do site, havia arrecadado R$ 113,4 mil – ou 54% do montante necessário para manter e ampliar nosso trabalho em 2016 (veja orçamento). Faltam agora R$ 96,6 mil, que precisam ser obtidos nos próximos 33 dias – até o feriado de Páscoa. Ao atingir este ponto, queremos compartilhar os novos planos que traçamos para o período complexo que vivemos. Vamos manter nosso jornalismo de profundidade; mas estamos dispostos a assumir um papel adicional: ser um espaço de articulação de projetos transformadores.
A mudança está relacionada a nossa avaliação sobre o cenário que o país e a América Latina atravessam. Depois de ter vivido, a partir da virada do século, uma primeira onda de mudanças sociais importantes, nossa região sofre a ameaça de um retrocesso histórico – já nítido na ArgentinaVenezuela e Brasil. Esta marcha ao passado pode ser contida. Mas para interrompê-la, não basta evocar as conquistas dos governos de esquerda, hoje paralisados por seus próprios limites e contradições. É preciso formular novos projetos, buscar objetivos mais ousados, mobilizar energias não convencionais.
São múltiplos os sinais de que tudo isso é possível. Estão presentes nos próprios textos que Outras Palavras publica a cada semana. Eles revelam que ideias como a redistribuição profunda de riquezas, ou a reinvenção da democracia, frutificam agora mesmo em terrenos que eram considerados pouco férteis para elas – por exemplo, a velha Europa ou os Estados Unidos. Mas nossos artigos demonstram, também, que o impulso pela transformação social continua vivo no Brasil.
Manifesta-se, entre muitas outras, nas lutas pelo Direito à Cidade. No ressurgimento do feminismo, agora com raízes também nas periferias. Na reivindicação das identidades LGTB. Na multiplicação de coletivos que combinam ativismo, trabalho e pesquisa teórica e que se voltam para temas e práticas como Conhecimento Livre, Arte associada à crítica social, Economia do compartilhamento, novas relações com a Natureza e tantos outros.
A política institucional – inclusive os partidos esquerda – parece incapaz de sensibilizar-se para estas novas formas de transformar o mundo. Por isso mesmo, elas requerem novos espaços, em que possam expandir-se. Aparecer para outros públicos, além dos já convencidos. Enriquecer-se com críticas e novas perspectivas. Adquirir a capacidade de formular projetos comuns e de tramar a luta social necessária par torná-los reais.
Outras Palavras pretende ser um dos muitos territórios necessários para este adensamento. Nossa primeira ação será num terreno que dominamos. Em abril, reinauguraremos a Escola Livre de Comunicação Compartilhada. Velho projeto, aprovado em 2010 como Ponto de Cultura, retorna com novo programa e parceiros. Diante da crise da velha mídia, e do desalento das próprias escolas de Comunicação, difundirá saberes reunidos pelo jornalismo alternativo – inclusive por Outras Palavras. Entre os formadores estarão, além dos integrantes de nossa Redação, profissionais como Alceu Castilho, João Peres, Moriti Neto e Thiago Domenici. Os primeiros cursos começam logo após a Páscoa e serão anunciados em breve.
Para examinar, em encontros presenciais criativos, os temas que Outras Palavras esforça-se em suscitar, teremos Outra Conversa. Serão eventos em formato inovador, no início com periodicidade mensal. Temos duas ambições. Queremos vasculhar, por meio de abordagens não convencionais, temas que são obviamente decisivos ao futuro do país – mas estão ausentes das páginas dos jornais e dos noticiários da TV. Exemplo: que Política Econômica poderia substituir o “ajustes fiscais”, em torno do qual formou-se um consenso que vai do governo Dilma à oposição conservadora. Também desejamos mobilizar nossos colaboradores editoriais para que proponham e animem conversas inspiradoras sobre assuntos ainda pouco presentes na pauta nacional. Exemplo: como multiplicar a circulação dos produtos e serviços da Economia Solidária, superando a exclusão imposta pelas grandes redes de comércio?
Cultivar os encontros presenciais inclui, é claro, convidar aos livros, à arte e ao lúdico. Ainda em janeiro,Outras Palavras co-organizou o lançamento de O bem viver, livro de Alberto Acosta. Uma parceria com a Vitrine Filmes permitirá retomar, nesta quarta-feira, a iniciativa dos cine debates – agora com Ela volta na quinta, de André Novais. É apenas um começo.
* * *
Ao realizar estes projetos, Outras Palavras estreitar cada vez mais os vínculos com os colaboradores reunidos em torno de Outros Quinhentos. Estamos convencidos de que é possível romper um tabu paralisante, segundo o qual não faz parte da cultura brasileira contribuir voluntariamente para projetos coletivos. Quase 650 leitores do site já fazem parte de nossa rede – além dos que participaram, em algum momento, com doações pontuais. Estudamos formas de ampliar as expressões simbólicas desta participação – provavelmente oferecendo, aos membros de Outros Quinhentos, a possibilidade de se tornarem membros da associação civil responsável pelo site.
Enquanto alimentamos os sonhos, apelamos para o pão: propomos que você contribua com Outros Quinhentos. Fazê-lo exige apenas três cliques e uma fração de seu rendimento mensal – mas ajuda a criar novos mundos.



Forte abraço

Antonio Martins, editorpela Redação de Outras Palavras



_______________________________________________
Boletimdiplo mailing list
Boletimdiplo@listas.tiwa.net.br
https://listas.tiwa.net.br/listinfo/boletimdiplo
Descadastrar: envie email a Boletimdiplo-unsubscribe@listas.tiwa.net.br

Pousada D' Elton

Pousada D' Elton
Pousada D' Elton
Pousada em Vacaria RS Olá! Aqui é o Élton de Vacaria, estamos com uma pousada aqui na rua Santo Antônio 960 Bairro Cristal. Temos acomodações para ate 4 pessoas + café com um preço acessível. Se passarem por aqui aguardamos a visita Emoticon wink fone 5499733153 Foto: Facebook

Unopar Polo Universitário de Vacaria RS

Unopar Polo Universitário de Vacaria RS Av. Moreira Paz,900 Bairro Fátima Vacaria RS tel: (54)3232- 3041