Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Marcha da Consciência Negra

XIII Marcha da Consciência Negra
20 de Novembro de 2016
Um milhão de negras e negros nas ruas do Brasil!
No dia 20 de novembro de 2016, dia em que o povo brasileiro relembra os
feitos do mais popular Herói Nacional: Zumbi dos Palmares, comemora-se o Dia
Nacional da Consciência Negra.
Neste contexto, a Convergências da Luta de Combate ao Racismo no Brasil, a
Convergência Negra, articulação nacional de entidades do movimento negro brasileiro,
sairão às ruas em todo o País pelo FORA TEMER e por NEM UM DIREITO A
MENOS.
Em São Paulo, será realizada a XIII Marcha da Consciência Negra em
unidade com todo o movimento negro, movimentos populares do campo e da cidade,
as mulheres, as juventudes, sindicatos e centrais sindicais, cumprindo o objetivo de
mobilizar um milhão de negras e negros em todo o País para uma grande celebração
e profunda reflexão.
Fora Temer!
Vemos com preocupação a crescente onda conservadora no Brasil de
conteúdo racista, misógino, classista e fascista, com forte impacto em São Paulo,
ameaçando direitos conquistados, violando a Constituição, aumentando a violência, o
desemprego e a precarização do trabalho.
O governo golpista de Temer tem como principal objetivo implementar um
programa neoliberal, contrário à democracia e às conquistas recentes da classe
trabalhadora e da população negra.
A PEC 241, que propõe o congelamento dos gastos públicos em 20 anos, que
atinge principalmente os programas sociais referentes à educação e à saúde somada
à anunciada Reforma da Previdência, são medidas que irão tornar piores as nossas
condições de vida e trabalho. Contra a PEC 241 e a Reforma da Previdência!
Nenhum direito a menos!
Para a XIII Marcha da Consciência Negra, convidamos a população da cidade
e do estado de São Paulo a caminhar conosco, refletir e defender:
1. Manutenção e fortalecimento das políticas públicas de promoção da igualdade
racial com a criação de órgãos de políticas de igualdade racial nos municípios onde
não existem. Os feriados municipais no dia 20 de novembro têm de continuar e ser
ampliados!
2. Manutenção e fortalecimento das políticas públicas para mulheres, dando
prioridade às mulheres negras, com a criação de órgãos de políticas para a mulher
nos municípios onde não existem,
3. Defesa de políticas de ação afirmativa com corte racial e de gênero.
Implantação de medidas para ampliar a presença de mulheres negras nos espaços de
poder. Implementação das bandeiras de lutas e reivindicações da Marcha Nacional
das Mulheres Negras contra o racismo, a violência e pelo bem viver.
4. Combate ao genocídio da juventude negra, contra a redução da maioridade
penal, contra a violência policial, e pela implantação de políticas públicas para jovens
negras e negros, em especial dos bairros periféricos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sim