Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Comentário

Carla Nunes comentou seu status.
Carla escreveu: "Acho que sim, só vai adiantar para alguma coisa quando precisar algu documento que foi roubado ou quando alguém tentar fazer algum negócio com teu nome...só prá isso, porque, nada volta para nós...."

Jodal Treinamentos de Segurança do Trabalho

Comentário

Carla Nunes comentou seu status.
Carla escreveu: "Acho que sim, só vai adiantar para alguma coisa quando precisar algum documento que foi roubado ou quando alguém tentar fazer algum negócio com teu nome...só prá isso, porque, nada volta para nós...."

José Maria Waldrigues

Nossa família perdeu no ultimo dia 05 de Agosto de 2011 o nosso tio José Maria Waldrigues o qual era um trabalhador pai, irmão e tio fica a nossa homenagem de Ladi Waldrigues, Margarete Waldrigues e Gabriel Waldrigues.

Mensagem

Carla Nunes comentou seu status.
Carla escreveu: "Acho que sim, só vai adiantar para alguma coisa quando precisar de algum documento que foi roubado ou quando alguém tentar fazer algum negócio com teu nome...só prá isso, porque, nada volta para nós....já me aconteceu isso e nunca mais vi meus documentos..."

José Otavio Germano

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

JOSE OTAVIO GERMANO: QUADRILHEIRO?


“... denúncia feita pelo Ministério Público Federal contra o deputado José Otávio Germano (PP), apontado como o chefe do esquema que teria desviado R$ 44 milhões do Detran. 
A Procuradoria Geral da República (PGR) denunciou José Otávio Germano no Supremo Tribunal Federal (STF) por formação de quadrilha, peculato e dispensa de licitação sem amparo legal.
*  A gente pensa que pior que ta a coisa não fica, não é mesmo?
Mas todos conhecem a Lei de Murphy: 
“Nada é tão ruim que não possa ficar pior.” 


Prefeitura de Bom Jesus RS Esclarece

Prefeitura de Bom Jesus auxilia Polícia Civil em investigação sobre suposto desvio de combustíveis

A Polícia Civil iniciou hoje pela manhã uma ação de busca e apreensão de documentos na Prefeitura de Bom Jesus. De acordo com o prefeito José Paulo de Almeida, os policiais informaram que a ação faz parte de um processo de investigação contra um funcionário e um ex-funcionário da Prefeitura de Bom Jesus, que estão sendo denunciados por supostas irregularidades de desvio de combustível. Almeida informou que a Administração Municipal está auxiliando nas investigações e atendendo todas as solicitações da Polícia Civil para que os fatos sejam esclarecidos.

--
Atenciosamente,

Daiana Silva - Jornalista (Mtb 9328)
(51) 8187.0085

Prefeitura de Bom Jesus
Campos de Cima da Serra | Serra Gaúcha | Rio Grande do Sul | Brasil
Av. Manoel Silveira de Azevedo, 2987 | Centro | Bom Jesus - RS | 95.290-000

(54) 3237.1585

UNE Afro



4ª Assembleia Geral da UNEafro-Brasil:
Formação política é ação prioritária!

Bandeiras para Jornada de Lutas 2011:

10% do PIB para Educação Já!
Por uma Política de Permanência de Negros e Pobres da Pré-Escola ao Ensino Médio!
Material Didático Público para Cursinhos Comunitários e Populares!
Mínimo obrigatório de 10% dos recursos destinados para a educação, dirigido à efetivação da Lei 10639/03, em níveis de Federação, Estados e Municípios!



A UNEafro-Brasil realizou nos dias 19, 30 e 31, na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema – SP, sua 4ª Assembleia Geral.  Participaram 120 delegados, representantes dos Núcleos de Base e Grupos de Trabalho do Movimento, entre eles, uma delegada da Bahia, Pâmela Neves Braga, que coordena um Cursinho da UNEafro na comunidade de Coutos, subúrbio de Salvador.

O Encontro reafirmou o compromisso do Movimento a luta anti-racista e anti-capitalista, e elegeu a prática da formação política como prioridade em seus Núcleos de Base a partir de quatro eixos fundamentais: Relações Raciais, Questão de Gênero e Luta de Classes.



O maior espaço da Assembleia foi reservado para momento de formação e reflexão. No sábado pela manhã foi promovido o debate "Educação, Combate ao Racismo e Luta Política: Cursinhos Comunitários podem ajudar?". Ajudaram na reflexão as convidadas Mariza Feffermam, do Tribunal Popular e Sueli Domingues, diretoria do Sinsprev-SP, além do companheiro militante da UNEafro e do movimento negro, professor Jaime Amparo, doutorando pela Universidade do Texas-EUA. Os convidados provocaram profundo debate sobre as lutas do povo, abordando principalmente a matriz de dominação capitalista, a partir de Raça, Gênero e Classe.





Os dois períodos seguintes, tarde e noite, ficaram por conta das provocações e reflexões sobre o papel político e prático do movimento em nossas comunidades, com a ajuda da convidada Samara Marino, do Núcleo de Formação Política 13 de Maio. O momento permitiu espaço para debates em grupos e aproximação entre os presentes para expor pontos de vistas e inquietações.





Já no Domingo o período da manhã foi ocupado por uma longa e tensa plenária de deliberações internas do movimento, onde foram feitos os principais encaminhamentos e decisões. A tarde foi marcada por saborosa confraternização com direito a churrasco e samba de roda com a Comunidade de Samba Dandara.






·         Formação Política é Prioridade.
O maior consenso entre todas/os as/os delegadas/os da Assembleia foi a necessidade em aprimorar os momento de formação política dirigida aos participantes dos Cursinhos da UNEafro. O Grupo de Trabalho de Formação Política foi recomposto e vários militantes se dispuseram a contribuir. Eixos fundamentais da elaboração e prática de formação política para o próximo período: Questão Racial, Questão de Gênero e Luta de Classes. A assembleia também aprovou um encontro mensal fixo para esse grupo.

·         Questão Pedagógica e Professores Militantes
Um grupo de militantes se dispôs a encampar uma importantíssima tarefa para os cursinhos comunitários: o trabalho de mobilização e captação de novos professores para os núcleos e ao mesmo tempo irão sugerir atividades de formação para professores ao longo do próximo semestre.






·         Campanha pelos 10% do PIB para a Educação: Por que e para quê?
Pela criação de uma Política de Garantia Permanência para Estudantes da Pré-Escola ao Ensino Médio.

Há uma compreensão de que investir em educação é primordial para o combate a miséria, uma vez que a pobreza está umbilicalmente relacionada ao não acesso a educação. Sabe-se também que 2/3 da população brasileira estacionada na faixa da miserabilidade é negra e que o analfabetismo, a evasão escolar e o não acesso à Universidade atingem a população mais pobre e, especialmente e população negra. Evidentemente que o aumento para 10% do PIB para a educação deve interagir com essa realidade, encarar os problemas de falta de atratividade e degradação do ambiente escolar, fragilidades familiares, consumo de drogas e envolvimento com o crime organizado, melhorias de infraestrutura, merecido aumento real de salários e plano de carreira para funcionários e professores e uma efetiva integração com as áreas da assistência social, saúde, justiça e garantia à segurança e integridade. No entanto, a principal motivação para o não acesso e/ou a evasão escolar é justamente a necessidade do jovem em ajudar na subsistência da família, ou seja, o abandono da escola e a busca de trabalho e renda.

Dessa forma, defendemos que o aumento dos investimentos em Educação para 10% do PIB deve garantir também a implantação de uma Política de Garantia Permanência para Estudantes da Pré-Escola ao Ensino Médio.

Essa Política de Garantia de Permanência de Estudantes da Pré-Escola ao Ensino Médio deve se inspirar no modelo de política de permanência adotado pelas Universidades Federais, que por meio de bolsas-auxílio, garantem moradia, alimentação e transporte aos estudantes. No caso mais específico, o benefício deve ser ampliado no sentido de garantir que o aluno não seja obrigado a deixar os estudos para ajudar no sustento da família.





·         Efetivação da Lei 10639/03
Mínimo obrigatório de 10% dos recursos destinados para a educação, dirigido à efetivação da Lei 10639/03, em níveis de Federação, Estado e Municípios!

 A aprovação da Lei 10639/03 foi uma das poucas vitórias institucionais do movimento negro em todos esses anos. No entanto, o sentimento é de que ganhamos, mas não levamos! A lei não se efetiva, em parte por falta de vontade política dos governos e por outra pelas desculpas de “falta de verba pública”.

Exigimos que, independente do aumento do percentual do PIB em Educação, que os gestores públicos sejam obrigados a investir ao menos 10% de seus recursos em Educação, especificamente para a efetivação da lei 10639/03, e que a cada ano apresentem um planejamento de destinação para a área da educação antirracista nos municípios e estados. A Fiscalização dessa aplicação deverá ser realizada pelos setores competentes do estado e pela sociedade civil organizada, em especial os movimentos negros de cada localidade. Tudo isso sob pena de prevaricação.

A UNEafro-Brasil provocará campanhas por projetos de Lei de iniciativa popular e/ou proporá a apresentação da peça por parlamentares comprometidos com a luta anti-racista.






·         Reivindicação junto ao MEC: Cursinhos Comunitários e Populares de todo o Brasil
UNEafro-Brasil exige material didático público para livre reprodução!

Há em todo o país uma infinidade de iniciativas similares a nossa atuação. A UNEafro-Brasil constitui uma das maiores redes de Cursinhos Comunitários ou Populares que se dedicam à proporcionar oportunidades de acesso ao conhecimento e à melhoria de condições de vida para aqueles que não foram agraciados com o crescimento econômico do último período.
Apesar das possíveis diferenças de atuação, método e finalidade política, há sem dúvida uma necessidade comum em todas as experiências: o Material Didático.

Dessa forma, requeremos uma audiência junto ao Ministro de Educação Fernando Haddad, no sentido de dialogar sobre a realidade dos Cursinhos Comunitários e Populares no Brasil e demandar objetivamente as seguintes reivindicações:

·         Elaboração de Material Didático Preparatório para ENEM e disponibilização do conteúdo público para reprodução livre para estudo por parte de todos os Cursinhos Comunitários e Populares do Brasil e a elaboração de material para aplicação de Simulados de Exame do ENEM, voltado para alunos estes Cursinhos;

·         Disponibilização deste mesmo material impresso para os estudantes do 3º ano do Ensino Médio em todo o Brasil;

·         Viabilizar em médio prazo, a disponibilização deste material impresso, a ser distribuído às redes de Cursinhos Comunitários e Populares devidamente cadastradas no MEC;




·               Política de Permanência em Universidades e Institutos Federais

Ampliação das Políticas de Permanência nas Federais com cotas

A Assembleia da UNEafro-Brasil indicou outra cobrança de política pública na área racial: exigir que a ampliação para 10% de investimento do PIB na Educação tenha previsão de, no mínimo, dobrar as bolsas permanências (moradia, alimentação e transporte) especialmente para cotistas negros e de escolas públicas, nas universidades que adotam cotas, como é o caso, por exemplo,  da UFABC, UFSCar e UNIFESP no Estado de SP. Isso para todo o país. 

·         Implantação da UNIFESP Zona Leste

UNEafro reforçará a campanha pela Federal da Zona Leste
Diante da grande demanda de cursinhos comunitários na Zona Leste de São Paulo e, fundamentados em nossa defesa incondicional de cotas raciais nas Universidades Públicas, passaremos a reunir esforços no sentido de engrossar o caldo de mobilizações populares em torno da implantação do Campus da UNIFESP em Itaquera-SP.


·         Jornada Nacional de Lutas

Brasília de 21 a 27 de Agosto!

A UNEafro-Brasil participará da Jornada Nacional de Lutas, junto aos diversos movimentos populares do Brasil, de 21 a 27 de Agosto, quando ocorrerão atos de protesto e de formação em torno de vária reivindicações, ente elas a Campanha contra Agrotóxicos; 10% do PIB para a Educação; Energia; Luta pela Terra; Transportes Públicos; Redução da Jornada de Trabalho e Reforma Tributária.

De nossa parte, a contribuição para a Jornada de Luta se dará principalmente no tema da Educação, Cotas nas Universidades e Campanha contra o Genocídio da População Negra.


Jornada de Lutas em São Paulo!

A UNEafro somará seus esforços junto ao conjunto de movimentos populares também em São Paulo, para a realização de uma grande manifestação que, assim como em todo o país, colocará em pauta os assuntos de interesse do povo brasileiro.



·         Nossas Bandeiras na Jornada Nacional de Lutas:

ü  10% do PIB para Educação Já!
ü  Por uma Política de Permanência de Negros e Pobres da Pré-Escola ao Ensino Médio!
ü  Material Didático Público para Cursinhos Comunitários e Populares!
ü  Mínimo obrigatório de 10% dos recursos destinados para a educação, dirigido à efetivação da Lei 10639/03, em níveis de Federação, Estado e Municípios!
ü  Pela ampliação de vagas em Universidades Públicas!
ü  Por Cotas para Negros e Negras em Universidades Públicas Estaduais!
ü  Por liberdade e Autonomia, pelo vim da violência homofóbica!
ü  Pelo fim de todas as formas de exploração e violência contra a mulher!
ü  Pelo fim do genocídio da população Negra!
ü  Pela aprovação das Cotas Raciais no STF;
ü  Pela Regularização dos Territórios Negros Quilombolas e de Matriz Africana.


--
Douglas Belchior
Conselho Geral - Uneafro
(11)3105-2516 opção - (11) 7550-2800
www.uneafrobrasil.org
 
 
Chegará o dia
Não renuncieis ao dia que vos entregam os mortos que lutaram.
Cada espiga nasce de um grão entregue à terra,
e como trigo, o povo inumerável
junta raízes, acumula espigas,
e na tormenta desencadeada
sobe à claridade do universo.

Pablo NERUDA
 
Orkut: negrobelchior@yahoo.com.br
Blog: www.negrobelchior.blogspot.com
Twitter: @negrobelchior
FaceBook: Douglas Belchior

Divulgação

Solicito divulgação :
A batida cadenciada dos tambores e a mistura de ritmos brasileiros fazem com que a Mulherada ganhe destaque dentre outras bandas baianas, em seu repertório musicas próprias e de compositores consagrados, no dia 12 de agosto na Praça Tereza Batista, Pelourinho as 21 horas estará gravando seu CD ao Vivo, que é muito esperado pelos fãs que acompanham o trabalho dessas guerreiras, que fazem um som especial proporcionando admiração dos espectadores, seja por sua musicalidade ou por suas letras fortes cheias de baianidade nagô e de compromisso com as causas sociais , isto tudo em um ritmo envolvente que faz todos balançarem .
Participação Especial Geronimo e Simple Rap'ortagem . Entrada free. Espero vcs lá .

Monica Kalile
7133275167- 88209529

Divulgação

Solicito divulgação :
A batida cadenciada dos tambores e a mistura de ritmos brasileiros fazem com que a Mulherada ganhe destaque dentre outras bandas baianas, em seu repertório musicas próprias e de compositores consagrados, no dia 12 de agosto na Praça Tereza Batista, Pelourinho as 21 horas estará gravando seu CD ao Vivo, que é muito esperado pelos fãs que acompanham o trabalho dessas guerreiras, que fazem um som especial proporcionando admiração dos espectadores, seja por sua musicalidade ou por suas letras fortes cheias de baianidade nagô e de compromisso com as causas sociais , isto tudo em um ritmo envolvente que faz todos balançarem .
Participação Especial Geronimo e Simple Rap'ortagem . Entrada free. Espero vcs lá .

Monica Kalile
7133275167- 88209529

O som das Meninas

A Mulherada percussionista do Brasil

Uma mensagem a todos os membros de O som das meninas do tambor

A batida cadenciada dos tambores e a mistura de ritmos brasileiros fazem com que a Mulherada ganhe destaque dentre outras bandas baianas, em seu repertório musicas próprias e de compositores consagrados, no dia 12 de agosto na Praça Tereza Batista, Pelourinho as 21 horas estará gravando seu CD ao Vivo, que é muito esperado pelos fãs que acompanham o trabalho dessas guerreiras, que fazem um som especial proporcionando admiração dos espectadores, seja por sua musicalidade ou por suas letras fortes cheias de baianidade nagô e de compromisso com as causas sociais , isto tudo em um ritmo envolvente que faz todos balançarem .
Participação Especial Geronimo e Simple Rap'ortagem .
entrada free. espero vc lá Bjs
Monica Kalile
Visite O som das meninas do tambor em: http://amulherada.ning.com/?xg_source=msg_mes_network
 
Para controlar os emails que você receberá em O som das meninas do tambor, clique aq

Redução da Desigualdade

Redução da desigualdade ainda é frágil, diz Ipea

A redução da pobreza e da desigualdade no Brasil ainda se assenta sobre bases frágeis, pois foi puxada pela oferta de empregos de baixa remuneração no setor de serviços e comércio, aponta estudo divulgado ontem pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

A reportagem é de Cláudia Antunes e publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, 05-08-2011.

Segundo o estudo do órgão federal, dos 2,1 milhões de novos postos de trabalho criados por ano na década de 2000, 95% pagavam até 1,5 salário mínimo (R$ 817,5). Enquanto isso, a cada ano foram eliminadas 397 mil vagas com salário de três mínimos ou mais.

O fenômeno está ligado à mudança na estrutura da produção, afirma o presidente do Ipea, Marcio Pochmann. "Não é mais a indústria que comanda, são os setores de serviços."

Na década, esses setores geraram 2,3 empregos para cada vaga na indústria - a relação era de 1,3 nos anos 1970. Serviços e comércio respondem agora por 57,6% da ocupação, contra 42,6% nos anos 1980. A proporção da indústria e da construção civil (24%) não mudou.

"A sustentação dos êxitos recentes não depende só da qualificação da mão de obra. Para o longo prazo, é preciso ampliar a oferta de empregos que sejam de maior remuneração", diz Pochmann.

O estudo destaca que, em boa parte devido a aumentos reais do mínimo, o crescimento do emprego concentrado na base salarial contribuiu para reduzir a fatia de pobres na população ativa, de 37,2% em 1995 para 7,2% em 2009.

Na classificação do instituto, a maior parte do contingente de novos assalariados foi engrossar o "nível inferior" da população ativa: "Não é mais pobre, mas tampouco de classe média".

Enquanto isso, a parcela que o Ipea classifica como de "nível médio" (combinando renda a fatores como escolaridade, consumo e moradia) se manteve em 32,2%. Os que vivem de "rendas da propriedade" (lucro, juros, terras e aluguéis) passaram de 3,9% para 14,3%.

O Ipea vê uma "polarização" entre as "duas pontas" com maior crescimento relativo na pirâmide social: "os trabalhadores na base e os detentores de renda derivada da propriedade". Hoje, só 16,4% dos brasileiros empregados ganham três mínimos ou mais, contra 28,7% em 2000 e 25,9% em 1990.

Para Pochmann, a estagnação do "nível médio" explica parte da redução no grau de desigualdade da distribuição da renda do trabalho, que foi de 10,4% entre 2004 e 2010-índice inédito desde os anos 1960.
"A questão é como sustentar esse padrão. Se o mínimo não mantiver trajetória de crescimento, podemos ter postos com remuneração muito baixa, e com isso não termos capacidade de reduzir mais a desigualdade."

Desigualdade racial na educação do País persiste, mas começa a diminuir


Embora ainda estejam longe do nível de escolaridade dos brancos, os negros estão deixando para trás a herança de poucos anos de estudos de seus pais. Pesquisa sobre cor e raça feita pelo IBGE em cinco Estados e no Distrito Federal mostra que a distância entre a escolaridade de pais e filhos é maior entre negros e pardos que entre brancos. A desigualdade racial na educação, no entanto, persiste.

A reportagem é de Luciana Nunes Leal e publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo, 07-08-2011.

A escolaridade dos filhos é muito maior que a dos pais em todas as raças, em consequência da ampliação do acesso à escola dos anos 1990 em diante. Especialistas destacam, porém, que os avanços entre negros e pardos são maiores porque partiram de bases muito baixas.

A proporção de filhos negros com 12 anos ou mais de estudos (pelo menos ensino médio completo) é quatro vezes maior que das mães e três vezes maior que dos pais da mesma cor. No caso dos brancos, a proporção de filhos na faixa mais alta de escolaridade é três vezes maior que das mães e o dobro dos pais.

Segundo a pesquisa, apenas 2,8% dos pais negros tinham 12 anos ou mais de estudos, enquanto os pais brancos chegavam a 9,7%. Entre mães negras, somente 2,1% tinham o ensino médio completo, índice que chegava a 6,9% entre as mães brancas.

Apesar do progresso em relação aos estudos dos pais, a diferença entre filhos negros e brancos continua gritante. Menos de um em cada dez filhos negros entrevistados pelo IBGE (9,2%) completou o ensino médio. Entre os brancos, quase um em cada quatro (23%) tinha pelo menos 12 anos de estudos.

"Um nível mais alto de educação entre pretos e pardos, que há algumas décadas não estava no imaginário social, começa a fazer parte da realidade. Emblematicamente, é muito importante. Mas em números absolutos e relativos ainda é muito pouco", diz o pesquisador do IBGE José Luís Petruccelli, coordenador da pesquisa de cor e raça, que ouviu 15 mil pessoas de 15 anos ou mais, em 2008.

A pesquisa mostrou que, entre todos os entrevistados, 49% se declararam brancos e 7,8% negros. No universo dos que têm 12 anos ou mais de estudos, as proporções se alteram: 71% eram brancos e apenas 4,5% negros.

Qualidade

O professor da UFRJ Marcelo Paixão, especializado no estudo de raças, ressalta que a diferença da escolaridade dos filhos em relação aos pais seria bem maior e a desigualdade entre negros e brancos muito menor se a expansão de alunos nas escolas fosse acompanhada de qualidade na educação.

"Os filhos estão se distanciando da baixa escolaridade dos pais, mas o avanço ainda é muito lento para ser comemorado. A diferença tem de aumentar até o filho do analfabeto chegar a doutor, tanto o branco quanto o negro. O salto grande será quando os anos de estudos de brancos e negros se equipararem", afirma Paixão.

Para o professor, a comparação da escolaridade de pais e filhos é "um indicador que não admite muita condescendência". Ele explica: "Não estamos comparando a riqueza de pais e filhos, que pressupõe um patrimônio físico, depende de uma série de fatores, é mais lento. Estamos falando de educação, em que os avanços podem ser muito mais rápidos com a expansão da presença nas escolas", diz.

Segundo ele, a escola conseguiu se massificar, mas o aproveitamento escolar é muito baixo, em especial para os negros. "Os jovens deixam a escola, repetem o ano, ficam atrasados. Há muita propaganda e pouco resultado", complementa.

Educadores apontam para a participação e o estímulo dos pais, mesmo aqueles de baixa escolaridade, como fatores fundamentais para o aprendizado dos filhos. Mas ressaltam que, nas famílias em que o estudo é pouco valorizado, a escola deve assumir o papel de incentivadora dos alunos.


Polícia Cumpre Mandato na Prefeitura de Bom Jesus RS parte 2

Agentes da Polícia Civil fazem busca na Prefeitura de Bom Jesus
 
Buscas já foram feitas na Secretaria da Fazenda e na Secretaria de Obras.
Fonte: www.misterkanu.com.br

Polícia Cumpre Mandato na Prefeitura de Bom Jesus RS


A Polícia Civil deflagrou na manhã desta segunda-feira, 08/08, uma operação na Prefeitura de Bom Jesus. As primeiras informações dão conta de suspeitas de fraudes em licitações, por parte de um ex-funcionário.

O delegado responsável, Reinaldo Zequinão Neto deverá atender a imprensa nas próximas horas. As ações devem se estender ao longo da manhã.
por Fábia Schüler , dia 08/08/2011 às 09:25

Encontros com o Professor


Encontros com o professor  

 



Ana Maria Bahiana





Toneco da Costa

Data: 11/8/2011
às 19h30min

Local: StudioClio
(José do Patrocínio, 698)


Entrada Franca!


Visite nosso site!


 
 
 
Na próxima quinta-feira, dia 11 de agosto,  Ostermann recebe  a jornalista e escritora Ana Maria Bahiana. A canja fica por conta de Toneco da Costa. É quinta que vem, às 19h30min, no StudioClio. Até lá!
 
 

Saiba um pouco mais
 

A jornalista e escritora Ana Maria Bahiana nasceu no Rio de Janeiro, em 1950, e, há três décadas, coleciona experiências em reportagem e comentário de cultura no Brasil e exterior. Especializada em jornalismo cultural, a carioca já trabalhou em diferentes mídias, escrevendo principalmente sobre cinema.
Em 1972, foi secretária da redação da primeira edição brasileira da revista Rolling Stone. Trabalhou no Estado de São Paulo, Folha de São Paulo, O Globo e Jornal do Brasil. Na imprensa internacional, atuou na França, Estados Unidos e Austrália. Além disso, foi chefe do escritório de Los Angeles da revista inglesa Screen International e correspondente das redes Telecine e Globo.

Ana é autora de Almanaque dos anos 70, Vida Modelo, Jimi Hendrix: Domador de Raios, América de A à Z, A luz da lente e Nada será como antes. Também é tradutora do elogiado lançamento Easy riders, raging bulls - Como a geração sexo, drogas e rock"n"roll salvou Hollywood e responsável pela produção, roteiro e argumento do longa-metragem 1972, dirigido pelo marido, o cineasta José Emílio Rondeau.

Atualmente, Ana Maria é a única brasileira membro da Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood, responsável pela premiação anual dos Globos de Ouro. Também ministra palestras, cursos de cinema, mantém o blog anamariabahiana.blog.uol.com.br e colabora para o portal de Entretenimento da UOL.


Canja musical
Toneco da Costa
é arranjador, compositor, violinista, produtor musical, professor e autor de trilhas para teatro, música e publicidade. Ao longo de sua carreira, desenvolveu inúmeros projetos e trabalhos e, como reconhecimento do seu talento, já recebeu muitos prêmios. Desde 1995, é arranjador, diretor musical, vocalista e violinista do grupo vocal Muito Prazer, que se dedica à música brasileira.
 
 
 
 

Internacional 3 x 2 Cruzeiro pela 15ª rodada do brasileirão 2011 - Gols

Loco Abreu

Loco Abreu exalta mentalidade ofensiva do Bota

O uruguaio Loco Abreu foi um dos destaques do Botafogo na goleada deste domingo sobre o Vasco no Engenhão, por 4 a 0. Abreu balançou as redes por duas vezes no primeiro tempo, e ainda pôs uma bola no travessão, já na segunda etapa. Abreu elogiou a postura do time alvinegro, e disse que a equipe sempre se manteve concentrada em sair vencedora do clássico, desde os minutos iniciais:
- Acreditamos desde o começo que poderíamos vencer bem, e temos que continuar assim. Tivemos sempre uma mentalidade de vencer o clássico, fizemos como deve ser sempre.
ZAGALLO É ELOGIADO POR ABREU
O uruguaio ainda comentou sobre o ex-jogador Zagallo, que recebeu uma homenagem antes do início do jogo no Engenhão. Ele deu o pontapé inicial, ao lado de Abreu, e terá uma estátua em sua homenagem diante de um dos portões do estádio.
- É um orgulho o fato de termos o Zagallo como torcedor do Botafogo. Recebi muito apoio dele quando cheguei ao clube. É uma pessoa que conquistou Copas do Mundo, um vencedor. É fundamental termos uma pessoa como ele no clube, e um orgulho para nós - disse.

Indiciados por Homicidio em Vacaria RS

Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Vacaria, encerrou os inquéritos policiais que apuraram o roubo ao Posto de Recolhimento de ICMS localizado junto ao Restaurante Altos da Serra, na BR-116 localidade do Bela Vista, na madrugada do dia 11 de junho, quando homens encapuçados, armados com revólver e pistola invadiram uma casa, renderam os moradores e levaram R$ 22 mil.

Segundo a apuração, as mesmas pessoas que efetuaram o roubo foram as que, horas depois, executaram o apenado do semiaberto, Rodrigo Mota Ribeiro, o Mira-Mira, com três tiros, na cabeça e nas costas, no Bairro Mauá.

Na apuração desses crimes, dia 15 do mês passado foi realizada a Operação Vista Alegre (nome alusivo ao bairro onde moravam a maioria dos suspeitos), com participação de todos os policiais civis de Vacaria mais significativo contingente do Décimo Batalhão de Polícia Militar. Nesse dia, três homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas, dois por posse ilegal de arma de fogo e mais dois por prisão temporária decretada pela Justiça.

Ao todo, foi apreendido um quilo de maconha, dois revólveres e uma pistola, além de munição, tocas ninja, um veículo Gol e outros objetos. A operação também resultou na apuração de um atentado contra a vida de um segurança no Salão Comunitário do bairro Vista Alegre, no dia 03 de junho.

Os inquéritos que apuraram o roubo ao Posto de Recolhimento do ICMS e o homicídio foram remetidos nessa quarta-feira, 03/08, à Justiça, com indiciamento de quatro pessoas por roubo e homicídio qualificado. Também foi comprovada a participação de um adolescente, que responde a procedimento especial, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente
por Fábia Schüler , dia 04/08/2011 às 16:08