Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Vivien Leigh

VIVIEN LEIGH

bio bio bio bio

Informações...E o Vento Levou foi sua entrada triunfal em Hollywood


Nome Batismo:Vivian Mary Hartley
Apelido:Vivling
Nascimento:05 Nov 1913
Local Nascimento:Darjeeling, Bengala Ocidental, Índia
Falecimento:07 Jul 1967
Local Falecimento:London, England, UK
Causa Falecimento:Tuberculose crônica
Altura:1.61 m

Minibiografia

Nascida de uma família burguesa britânica, seu pai era agente de câmbio e, paralelamente, atuava no teatro amador.  Quando ela tinha 7 anos, sua mãe, Gertrude, a colocou no Convento do Sacré-Coeur de Jésus, em Roehampton, nos arredores de Londres, a fim de que ela recebesse uma boa educação.  No convento, ela se destaca na dança, no violoncelo e nas peças de final de ano.

De 1927 a 1932, ela se junta aos pais na Europa.  Os Hartleys haviam deixado definitivamente a Índia, onde Vivian nascera.  Ela aprende a falar fluentemente o francês e o alemão, além de fazer um curso de dicção.  Em 1932, ao terminar seus estudos, inscreve-se na Royal Academy of Dramatic Art.  No mesmo ano, casa-se com o advogado Herbert Leigh Holman, de 31 anos, com quem tem uma filha, Suzanne.  Em seguida, retorna à Royal Academy of Dramatic Art para concluir seus estudos e se tornar uma atriz.  Em 1935, consegue um pequeno papel no filme "Things Are Looking Up".  No mesmo ano, assume o papel principal de uma peça baseada numa obra de Diderot.  O sucesso é imediato e o grande produtor do cinema, Alexandre Korda, ao ver seu trabalho, a contrata por 5 anos.  Ela troca seu prenome de Vivian para Vivien e se torna Vivien Leigh.

O maior ator britânico, Laurence Olivier, vai conhecer a nova celebridade londrina e é seduzido por sua beleza.  Vivien se lança de corpo e alma em sua carreira, lendo peças e livros à procura de bons papéis.  Ela posa para a Vogue e o fotógrafo Cecil Beaton passa a retratá-la ao longo de toda sua carreira.  Após assistir a representação de "Romeu e Julieta", com Olivier, ela vai aos bastidores felicitá-lo.  Ele a aconselha a investir no teatro clássico, deixando o cinema como uma arte secundária.

Em 1936, ela e Olivier, que também achava-se sob contrato com Korda, atuam juntos no filme "Fogo sobre a Inglaterra", ocasião em que se tornam amantes.  No ano seguinte, ao atuarem juntos na peça "Hamlet", no Castelo de Elseneur, local da tragédia de Shakespeare, o sucesso é enorme, a ponto do príncipe da Dinamarca vir vê-los.  Vivien deixa definitivamente seu marido e vai morar com Olivier, deixando a educação de sua filha Suzanne por conta de sua mãe.

Com suas atividades até então restritas à Inglaterra, em 1939 ela decide ir à Hollywood lutar pelo papel de Scarlett O'Hara, no filme de Victor Fleming, "E o Vento Levou".  Concorrendo com 1400 candidatas, dentre as quais atrizes do porte de Bette Davis, Joan Crawford, Katharine Hepburn e Paulette Goddard, entre outras, Vivien sai vencedora e seu esforço é coroado ao ganhar o Oscar de Melhor Atriz por sua magnífica atuação.  Em 1940, Herbert Leigh Holman aceita o divórcio, mas fica com a guarda de Suzanne.  Vivien e Olivier finalmente casam-se numa cerimônia íntima em Santa Barbara.

Nos anos 40, os dois tornam-se o casal mais popular da Grã Bretanha, depois dos Windsors.  Em 1944, Vivien é diagnosticada como portadora de tuberculose.  No cinema, Olivier continua com sua fantástica carreira.  Depois de uma convalescença forçada, por conta da doença, Vivien atua em "Anna Karenina" e, três anos depois, em "Um Bonde Chamado Desejo".  Entre 1955 e 1960, Vivien passa longos períodos cuidando de sua doença.

No teatro, Laurence Olivier continua com sua triunfante carreira.  Por Vivien, ele só sente uma imensa piedade.  Ao conhecer a jovem comediante, Joan Plowright, eles se tornam amantes e, em 02 de dezembro de 1960, Olivier e Vivien se divorciam.  Em outubro de 1964, ela retorna pela primeira vez à Índia, desde que saíra ainda criança.  Ela visita sua filha Suzanne.

Após o divórcio, ela ainda atuaria em dois outros filmes: "Em Roma, na Primavera", de 1961, e "A Nave dos Loucos", de 1965.


Filmografia Atriz

A DIVINA DAMA (1941)That Hamilton woman
A NAU DOS INSENSATOS (1965)Ship of Fools
A PONTE DE WATERLOO (1940)Waterloo Bridge
ANNA KARENINA (1948)Anna Karenina
CESAR E CLEÓPATRA (1945)Caesar and Cleopatra
E O VENTO LEVOU (1939)Gone with the wind
EM ROMA NA PRIMAVERA (1961)The Roman spring of Mrs. Stone
NOS BASTIDORES DE LONDRES (1938)Sidewalks of London
UM BONDE CHAMADO DESEJO (1951)A streetcar named desire
UM IANQUE EM OXFORD (1938)A Yank at Oxford

Premiações

E O VENTO LEVOU (1939)Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Atriz
E O VENTO LEVOU (1939)Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Atriz
UM BONDE CHAMADO DESEJO (1951)Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Atriz
UM BONDE CHAMADO DESEJO (1951)Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra Prêmio de Melhor Atriz Britânica
UM BONDE CHAMADO DESEJO (1951)Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Atriz
UM BONDE CHAMADO DESEJO (1951)Festival Internacional de Veneza, Itália Copa Volpi de Melhor Atriz

Indicações (Filmes que assisti)

UM BONDE CHAMADO DESEJO (1951)Prêmios Globo de Ouro, EUA Prêmio de Melhor Atriz em um Drama

Ouvidoria da Segurança Pública

Reunião na AL aproxima Ouvidoria da Segurança Pública da sociedade22/07/2011 09:33

A aproximação com a sociedade e a divulgação do trabalho da Ouvidoria da Segurança Pública são os principais resultados da reunião realizada na tarde desta quinta-feira (21), na Assembléia Legislativa do Estado. Representantes dos movimentos sociais e vítimas de atuação irregular dos servidores da segurança fizeram relatos sobre suas experiências e esclareceram dúvidas sobre como fazer denúncias. Também participaram integrantes de instituições governamentais e dos demais Poderes

A reunião teve como objetivo a difusão do papel da ouvidoria, um espaço de exercício de cidadania à disposição da sociedade. No encontro, ficou definido que o órgão deverá ter participação regular nas reuniões do Conselho Estadual de Segurança Pública, que congrega representantes das instituições ligadas à área da segurança e representantes da sociedade civil organizada. O conselho é constituído ainda pelos fóruns regionais de Justiça e Segurança, formados por representantes das comunidades de 17 regiões do Estado.

A Ouvidoria da Segurança Pública foi criada pelo Governo do Estado em 17 de agosto de 1999 para receber, encaminhar e acompanhar denúncias, reclamações e elogios feitos pela população sobre a atuação policial. Cabe à ouvidoria fazer sugestões sobre o melhor andamento da prestação do serviço policial ou sobre a política de segurança pública. "Não se trata apenas de um espaço para o cidadão, mas também para os servidores da segurança pública", afirma a ouvidora da Segurança Pública, Patrícia Couto.

As denúncias sobre irregularidades praticadas por servidores da Brigada Militar, Polícia Civil, do Instituto-Geral de Perícias e da Superintendência dos Serviços Penitenciários podem ser feitas de segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 17h. Pessoalmente, a ouvidoria atende na Rua Sete de Setembro, 666, 2º andar; por telefone, através do número 0800-646-5432, ou ainda pelo e-mail ouvidoria@ssp.rs.gov.br.

Texto: Renato Araújo
Edição: Redação Secom (51) 3210.4305

Abuso Sexual de Adolescente em Vacaria RS

PRISÃO.

A Polícia Civil, pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Vacaria (DPCA), efetivou a prisão, na manhã de hoje, 22.07.2011, de duas pessoas: uma mulher de 50 anos de idade (iniciais L. F. V. S.) e seu enteado, um homem de 18 anos de idade (iniciais J. L. S.), ambos residentes no Bairro Kennedy, em Vacaria, suspeitos da prática de estupro de vulnerável contra uma menina de 12 anos de idade. A prisão preventiva foi requerida, com base em fortes indícios do crime, pelo Delegado de Polícia Anderson Silveira de Lima, titular da DPCA, e deferida pela 2.ª Vara Criminal de Vacaria, sendo que o mandado foi cumprido na metade da manhã desta sexta-feira, com o apoio de cinco Policiais Civis integrantes da Seção de Investigação da DP de Vacaria e duas viaturas. Segundo o Delegado, as provas apontam para o fato de que jovem vítima era coagida pela própria mãe a se relacionar sexualmente com o seu enteado, de 18 anos de idade, desde o final do ano de 2010, sendo que vítima e suspeito mantinham vida conjugal de marido e mulher, dormindo, inclusive, no mesmo quarto em que a mãe e o padrasto dormiam, somente separados por um guarda-roupas (fotografia anexa). A mulher presa é suspeita, ainda, de permitir, anteriormente a este fato, com que sua filha, na época com 11 anos de idade, se reflacionasse sexualmente com outro homem residente em Caxias do Sul e de forçar outra menina, uma enteada sua de 16 anos de idade, com indícios de problemas mentais, a se relacionar sexualmente outro homem de 50 anos de idade, também com indícios de distúrbios mentais, fatos estes que já estão sob investigação. A vítima já foi ouvida e confirmou as suspeitas, possibilitando a rápida prisão dos envolvidos, que se encontram recolhidos no Presídio Estadual de Vacaria, à disposição da Justiça. Nenhum dos presos possuía antecedentes criminais. A Polícia Civil de Vacaria vem agindo com rigor contra autores de abuso sexual e pretende continuar responsabilizando todos os autores deste ato repugnante, para o qual a lei prevê uma severa pena de 8 a 15 anos de reclusão. ANDERSON SILVEIRA DE LIMA,DELEGADO DE POLÍCIA.

Enquete do Blog do Jornal Negritude

Fizemos uma enquete sobre os candidatos a Prefeito de Vacaria RS obtiveram votos Ângelo Pegoraro 9%, Elói Poltronieri 36%, Mara Barcellos 18% e outros nomes 36% numa total de 11 votantes. Na opinião dos nossos leitores a grande maioria prefere um nome novo para fazer oposição a Via Popular. Vamos aguardar o desenvolvimento do jogo de xadrez da politica.

Fraude Milionária em Vacaria RS

Polícia investiga fraude milionária em Vacaria


A Polícia Civil de Vacaria deu andamento hoje, à Operação Lufada, desencadeada na última quarta-feira.

Munidos de Mandados de Busca e Apreensão expedidos pela Justiça, os policiais civis da Delegacia de Polícia de Vacaria ingressaram em cinco residências, buscando provas de desvio milionário em que um produtor rural foi vítima.

Seis pessoas estão sendo investigadas na participação do esquema.

Em quatro das cinco residências foram apreendidos documentos considerados importantíssimos pelo delegado de Polícia Carlos Alberto Defaveri, que preside o Inquérito Policial.

Na ocasião, também houve o seqüestro e apreensão de diversos bens, dentre eles um apartamento no centro da cidade, uma casa luxuosa de três pavimentos, um terreno, uma GM Captiva, uma Fiat Strada e um automóvel Crosfox.

O delegado Defaveri estima que serão necessários mais 30 dias para encerramento dos trabalhos de investigação e conclusão do inquérito.

Na foto junto com o carro policial, dois dos veículos apreendidos pela PC de Vacaria.


Data: 21/07/2011 - 18:20
Fonte: Adelar Gonçalves/Rádio Esmeralda e delegado Carlos Alberto Defaveri

Desvio Milionário em Vacaria RS

Um dos veículos apreendidos pela polícia (foto: Polícia Civil)
A Polícia Civil de Vacaria  dá andamento nesta quinta-feira,21/07, a  Operação Lufada, desencadeada nesta dia 20 de Julho. Munidos de mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça, os policiais da DP Vacaria ingressaram em cinco residências, buscando provas de desvio milionário a que fora vítima um produtor rural.

Seis pessoas estão sendo investigadas na participação do esquema. Em quatro das cinco residências foram apreendidos documentos considerados importantíssimos pelo delegado de polícia Carlos Alberto Defaveri, que preside o inquérito policial.

Na ocasião, também houve o sequestro e apreensão de diversos bens, dentre eles um apartamento no centro da cidade, uma casa luxuosa de três pavimentos, um terreno, uma GM Captiva, uma Fiat Strada e um automóvel Crosfox.
O delegado estima que  serão necessários mais 30 dias para encerramento dos trabalhos de investigação e conclusão do inquérito.
por Aldoir Santos. Fátima (Rádio Fátima AM), dia 21/07/2011 às 17:16