Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Imagens de Arquivo




Jogo de Azar

Policiais apreenderam material de jogo do bicho e seis caça-níqueis

Caça-níqueis apreendidas (Foto: RD Fátima)
Vinte e sete agentes da Polícia Civil e cinco delegados desenvolveram nessa quarta-feira, 05/01, uma operação visando o combate aos jogos de azar, como caça-níqueis e jogo do bicho.

Após investigações preliminares, com levantamentos de locais utilizados para jogos de azar, munidos de mandado judicial expedido pela justiça local, os policiais civis cumpriram dez ordens judiciais, de forma simultânea, com identificação de pessoas, apreensão de material de jogo do bicho e seis máquinas caça-níqueis, do tipo "maleta", portáteis e aproximadamente R$2 mil. Todos os mandados foram cumpridos na cidade de Vacaria, principalmente no centro do município.

A DPPA está ouvindo cerca de 15 pessoas que foram notificadas, entre eles, empresários, funcionários, apostadores e colaboradores, que serão devidamente responsabilizados e terão que responder no Juizado Especial Criminal a Termos Circunstanciados, conforme determina a lei.
por Fábia Schüler - Fatima e Maisn vac (Rádio Fátima AM), dia 06/01/2011 às 07:48

Gari da Empresa Esa de Vacaria RS é Atropelado

O acidente aconteceu por volta das 12h20min, na Rua Gama, bairro Vitória. Antônio Volmir Pereira, de 41 anos morreu enquanto trabalhava, realizando a coleta de lixo.

Conforme o delegado, Alencar Carraro, o funcionário da empresa ESA acabou escorregando e caindo no chão quando estava indo buscar algumas sacolas de lixo. O motorista do caminhão, que estava transitando em marcha-ré não conseguiu evitar o atropelamento.

O corpo de Antônio Volmir Pereira Cândido foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML) de Vacaria, onde será necropsiado.
por Fábia Schüler - Fatima e Maisn vac (Rádio Fátima AM), dia 10/01/2011 às 15:26

Traficantes Presos

Dois traficantes presos na RS 040 com crack avaliado em R$ 30 mil10/01/2011 09:10

Numa operação da equipe de investigação da Delegacia de Polícia de Tramandaí, sob o comando do delegado Filipe Borges Bringhenti, foram presos dois traficantes, neste sábado (08/01), quando trafegavam na RS 040, no sentido Porto Alegre — Litoral. A Operação contou com a participação, ainda, de agentes da Delegacia de Polícia de Cidreira, da Brigada Militar e da Polícia Rodoviária Estadual.

A equipe de investigação da DP de Tramandaí recebeu a informação de que um veículo com determinadas características estava transportando grande quantidade de droga da Capital para o Litoral Norte. Durante as buscas no veículo, um Renault Megane, foi encontrado 1,14kg crack com preço de comercialização em torno de 30 mil reais. No banco de trás do carro, enrolados em algumas roupas e num saco de lixo preto, estavam, aproximadamente, 18 gramas de maconha e R$ 84,10 em dinheiro.

Os dois homens, um com 45 anos e o outro com 19 anos, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico e encaminhados para a Penitenciária Modulada de Osório.
Fonte: Ascom/ PC

Ronaldinho Gaúcho

Poa, 10/01/11

É bem como diz o ditado: aqui se faz, aqui se paga. Assita o vídeo e depois entenda porque não precisei comentar mais nada.

Saudações coloradas.

Deise Nunes.

Dona Eva Comenta R10www.youtube.com

Corretor de Seguros

A partir de 04 de janeiro fica obrigatória a presença do Corretor de Seguros ou de representante legal em todos os estabelecimentos que comercializam seguros, no estado do Rio Grande do Sul.  A Lei 13.651 foi assinada pelo governador Tarso Genro. 
De acordo com Francisco Appio , autor do PL 149/10 que deu origem à lei, o principal objetivo é proteger os interesses dos consumidores, tendo em vista que muitos estabelecimentos comercializam seguros sem a presença do corretor. Este profissional deve ser habilitado pela SUSEP e com a situação profissional ativa.  
Appio recorreu ao Código de Defesa do Consumidor  para dar legitimidade à sua proposta, superando a inconstitucionalidade existente.  Em suma, nenhum consumidor deixará de ser assistido por um corretor, na hora de contratar seguros, no Estado. O não cumprimento desta exigência implicará em  multas previstas no mesmo Código.
JUSTIFICATIVA – Trata-se de proposta originalmente apresentada pelo Deputado Presidente Giovani Cherini, que em virtude de estar no exercício da presidência desta Casa Legislativa, fica impossibilitado de apresentar proposição, excetuadas aquelas em que subscrever por iniciativa da Mesa. 
Assim, nos termos ajustados com a presidência, reapresentamos a presente matéria, com redação similar a do PL nº 207/2009, objetivando proteger os interesses dos consumidores, já que, nos dias de hoje, bancos, lojas, cartões de crédito, supermercados e etc., comercializam seguros sem a presença do corretor de seguros, desobedecendo frontalmente o que prevê o artigo 122 do Decreto Lei nº 73, de 21 de novembro de 1966, conforme consta da redação original da justificativa, abaixo transcrita, destacando que o PL original recebeu, na Comissão de Constituição e Justiça, parecer favorável da lavra do Deputado Fabiano Pereira. 
“Tais estabelecimentos promovem vendas casadas, com produtos pré-montados (engessados), impondo a compra pela força do poder econômico, ignorando a necessidade da presença deste profissional para orientar o consumidor, detalhando as coberturas, franquias, vigências, custos, assistência, sinistros, exclusões, condições gerais da apólice, esquecendo de aplicar o disposto no decreto supracitado, que estabelece o corretor de seguros, pessoa física ou jurídica, como o intermediário legalmente autorizado a angariar e promover contratos de seguro entre as Sociedades Seguradoras e as pessoas físicas ou jurídicas de Direito Privado. 
Os Bancos, Seguradoras e demais Instituições do Sistema Financeiro Nacional não querem s e submeter a quaisquer normas (nem mesmo as do Código Civil, embora sempre as tivessem aplicado na regulação de contratos, notadamente o de seguros): querem em verdade ditar as regras, modificá-las a qualquer tempo e de forma unilateral e impor as mesmas aos vulneráveis e hipossuficientes (todos nós), eximindo-se de qualquer responsabilidade no desempenho de sua atividade empresarial e prosseguir na caminhada rumo ao aumento aviltante e estratosférico dos seus lucros. 
Conforme nossa constituição, cabe ao Estado, a promoção de ações sistemáticas de proteção ao consumidor, de modo a garantir-lhe a segurança e a saúde, e a defesa de seus interesses econômicos. Aliás, não se pode almejar o alcance destes objetivos, sem a promoção da mais completa e adequada proteção dos interesses e direitos do consumidor, que estão em posição de inconteste vulnerabilidade fática, econômica, técnica, jurídica e política em relação às instituições integrantes do Sistema Financeiro Nacional. 
Vale dizer, as normas inseridas no Código de Proteção e Defesa do Consumidor, são aplicáveis às relações jurídicas travadas entre os clientes e as instituições integrantes do Sistema Financeiro Nacional, e este projeto, apresenta-se constitucional sua adoção, indo ao encontro do valor maior de defesa do consumidor (direito fundamental e princípio geral da atividade econômica) ressaltando que o segmento de seguros, foi responsável pela produção de R$ 100 bilhões de reais em 2008, representando quase 5% do PIB Brasileiro, com previsão de alcançar o patamar de 7% até 2011".
      Sala das Sessões - Deputado Francisco Appio


Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

Revolução Cubana no Carnaval

Revolução cubana dá samba no carnaval de Florianopolis

Mostrar ao Brasil e ao mundo uma Cuba livre de preconceitos, descortinando sua história, cultura e conquistas sociais. Esse é o objetivo da escola samba de Florianópolis,  União da Ilha da Magia. Por defender que o Carnaval é não apenas beleza e diversão, mas também informação e momento oportuno para questionamentos, a agremiação desfilará na Festa de Momo com o enredo "Cuba sim! Em nome da verdade". É a primeira vez que a revolução cubana será homenageada numa passarela do samba.

A ideia é aproveitar os 52 anos da revolução cubana, em 2011, e os festejos pelo bicentenário das independências na América do Sul, iniciados em 2010, para exaltar a luta da ilha pela liberdade.

A mais nova escola de samba de Florianópolis, que vai para o sue terceiro ano de desfiles, associa o tema escolhido à função que avalia ser a mais importante em uma agremiação, a de trabalhar a questão da cidadania. Nesse sentido, quer questionar no Carnaval: "qual o preço da liberdade?"

"Este enredo quer mostrar a saga de um povo que sonhou revolução e lutou para conquistar sua independência. A fibra de pessoas simples, alegres, cheias de sonhos e desejos que valorizam o social, o trabalho, a educação, a cultura e o esporte. Um lugar onde se vive sem miséria ou fome e que mantém acesa a chama dos ideais de liberdade, mesmo com todo o sofrimento do bloqueio que lhes é imposto pela “nação” à qual eles tiveram a ousadia de dizer não", diz a sinopse do enredo.

A União da Ilha da Magia, que já está realizando ensaios todas as sextas e domingo, na Praça Bento Silvério, em Lagoa da Conceição, lembra no samba os heróis da ilha, José Martí, Che Guevara e Fidel Castro. Destaca as conquistas de Cuba, mas também não deixa de mencionar os prejuízos do bloqueio norte-americano: "Um preço a pagar, não vou negar/ Mas a comunidade em primeiro lugar", diz a letra da música.

Para preparar o desfile, os diretores da escola, que em 2010 tornou-se vice-campeã, estiveram em Cuba colhendo informações. Se encantaram com o país e se convenceram do tema. Chegaram a convidar uma das filhas de Che Guevara, a médica cubana Aleida Guevara, para a festa.

De acordo com o carnavalesco da escola, Jaime Cezário, o enredo será dividido em quatro setores, quatro alegorias e uma média de 18 alas. A história da ilha está presente nos vários elementos do desfile. As fantasias remetem desde à ditadura e à dominação do Tio Sam, até à nacionalização das empresas estrangeiras, aos tradicionais charutos cubanos e ao culto na Santeria.

"Aproveitando essa data mágica (do bicentenário), quando muitos países irmãos começaram a sonhar em ser livres de dominadores estrangeiros, encontramos um em especial, Cuba, que nos dias de hoje ainda é notícia por seus ideais de liberdade, lutas e conquistas sociais, assim como pelo preço que paga por querer administrar suas terras sem influência de nenhuma potência estrangeira, principalmente da maior delas, os Estados Unidos da América, que além de vizinho, sempre sonhou em fazê-la um paraíso de ricos e milionários", diz a escola.

Veja abaixo o resumo do enredo, que tenta clarear um pouco da visão embaçada que muitos têm sobre Cuba. E, ao final, a letra do samba enredo.

SINOPSE DO ENREDO
Cuba sim! Em nome da verdade
O desejo de liberdade ocasiona histórias admiráveis de homens e nações que sonham em ser livres para conquistar uma sociedade mais equilibrada e justa, sem tantas diferenças entre as classes sociais, onde quase sempre, o povo faz parte da classe dos miseráveis e os que detêm o poder, a dos ricos.

Num cenário como esse, nasceu na ilha de Cuba, no final do século XIX, um poeta que sonhou com liberdade, e através de suas idéias de uma sociedade mais justa, usou a literatura como uma flecha certeira para atingir mortalmente o “poder” que estava sempre alheio aos interesses populares, e iniciar o processo que levará o povo, anos mais tarde, a administrar seu próprio destino: José Martí.

“A liberdade custa muito caro e temos ou de nos resignarmos a viver sem ela ou de nos decidirmos a pagar o seu preço.” José Martí
O poeta fundará o Partido Revolucionário Cubano, plantando sementes importantes no coração do povo, mas que num primeiro instante não consegue atingir seu principal objetivo: um governo livre de interesse de forças estrangeiras. Cuba liberta-se da dominação espanhola, mas obtém essa liberdade com a ajuda dos Estados Unidos da América, seu vizinho mais próximo que sorrateiramente se envolve na guerra pela independência contra Espanha. A independência é conquistada, mas a liberdade lhes é roubada.

Os americanos camuflam atrás dessa nobre atitude, interesses em transformar a ilha de Cuba num grande paraíso para suas empresas e milionários. Começam a apoiar ditadores que sorriem para seus interesses, mas não se preocupam com o bem-estar da população. Cuba se torna a menina dos olhos do Tio Sam, chegando ao ponto de Havana, sua capital, tornar-se o destino mais requintado das Américas e do mundo nos anos 40 e 50, ditando modas e modismos.

“Quem não se sentir ofendido com a ofensa feita a outros homens, quem não sentir na face a queimadura da bofetada dada noutra face, seja qual for a sua cor, não é digno de ser homem” José Martí
O país que se torna destino mais requintado dos anos 40 e 50, paraíso de ricos e milionários, possui uma população que sofre com os desmandos do poder, vivendo em condições precárias nos centros urbanos, o mesmo acontecendo no campo, onde agricultores e camponeses sofrem com as condições de trabalho.

Um paraíso para poucos e um sofrimento para muitos. Este clima faz surgir no seio do povo o antigo sonho de conquistar um país de justiça social e livre de interferências, mas a ação impiedosa da ditadura tenta abafar esse clamor com mãos de ferro. A insatisfação só aumenta e nos meios estudantis um novo líder surge com idéias de lutar contra a tirania dos governantes e por uma nova sociedade cubana: Fidel Castro.

“Os poderosos podem destruir uma, duas, até três rosas, mas jamais poderão deter a primavera.” Che Guevara

Em 1952 mais um golpe de estado fez tomar o poder o ditador Fugêncio Batista. Fugêncio governará com mãos de ferro e fará aumentar cada vez mais o desejo de mudanças. Fidel se destacará rapidamente entre os insatisfeitos, organizará a resistência contra a ditadura e fará movimentos para derrubá-la. Por essas tentativas, será perseguido, preso e exilado. No exílio no México, será apresentado ao médico argentino Che Guevara que se tornará o maior símbolo da revolução cubana.

Fidel organiza e lidera o movimento guerrilheiro 26 de Julho ou M26, em referência a tentativa de assaltar a maior prisao de presos politícos da ditadura em 26 de julho de 1953. A tentativa é um fracasso e os obrigam a se refugiar na Sierra Maestra. Os rebeldes lentamente se fortalecem, aumentando seu armamento e angariando apoio e o recrutamento de muitos camponeses, intelectuais, estudantes e trabalhadores urbanos insatisfeitos com o rumo da Nação. A luta se intesifica, e mesmo contando com o apoio americano, o ditador Fugêncio Batista é derrotado em 1959 e foge de Cuba.

“Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros.” Che Guevara

A vitória do grupo revolucionário surpreendeu o mundo, pois à época era inimaginável que um grupo de “sonhadores” derrotassem a grande potência econômica e militar. Mas os ideais revolucionários contagiaram o povo cubano. E as idéias e os sonhos venceram as armas.

“Sonha e serás livre de espírito... luta e serás livre na vida.”Che Guevara
A vitória da revolução faz surgir um governo de orientação socialista e uma das primeiras medidas do novo governo foi nacionalizar as empresas estrangeiras, inclusive as norte-americanas. Esta atitude desagrada o seu poderoso vizinho capitalista que corta relações diplomáticas, facilitando o alinhamento de Cuba com o seu mais temido rival, a União Soviética. Essa aproximação irá gerar muitas confusões diplomáticas, o que culminará no bloqueio vigente até os dias de hoje.

“Os grandes só parecem grandes porque estamos ajoelhados!” Che Guevara
Apesar do bloqueio e de alguns problemas sociais encontrados pela revolução, as conquistas sociais foram contabilizadas. A maioria da população recebe energia elétrica e tem acesso à água potável e saneamento básico. Os que não são ainda donos de sua moradia pagam aluguéis simbólicos. A taxa de analfabetismo é praticamente zero, assim como a taxa de evasão escolar e o cubano tem acesso a um ensino – desde o fundamental ao universitário – de qualidade e totalmente gratuito. Mas, além de oferecer educação gratuita ao seu povo, o governo cubano acolhe estudantes de mais de 34 países latino-americanos, africanos e do caribe, tanto nos cursos universitários como nos cursos de mestrado e doutorado.

“O conhecimento nos faz responsáveis.” Che Guevara
O sistema de seguridade social, cujos princípios são os da solidariedade, universalidade e integridade, é um dos mais abrangentes do mundo.

A assistência à saúde em Cuba é comparável aos países mais desenvolvidos. Segundo dispositivo constitucional, o cubano tem direito a prestação gratuita de serviços médicos, hospitalares e odontológicos.

Hoje, mesmo reconhecendo que o país passa por dificuldades econômicas e possui deficiências em alguns setores como as telecomunicações e transportes, os cubanos se orgulham da revolução e dos seus resultados, que vão mais longe do que as medalhas conquistadas nas olimpíadas e nos jogos pan-americanos. O cubano tem grande amor ao seu país e faz questão de registrar que mora no único país latino americano sem favelas.

“A melhor maneira de ser livre é ser culto.” José Martí
A economia cubana sofreu grande revezes. Com a nacionalização das empresas privadas e o bloqueio americano ficou contando apenas com o apoio da sua grande parceira comercial, a União Soviética que veio a desaparecer nos anos 90, deixando Cuba sem nenhum apoio internacional.

O produto de maior destaque na economia cubana é o açúcar, seguidos pelo tabaco (com destaque para os charutos cubanos que são valorizados no mundo inteiro), a extração do níquel, a pesca, a indústria farmacêutica e a biotecnologia. Na última década o governo vem priorizando o turismo que se tornou grande fonte de divisas e empregos. Os turistas vêm atraídos por suas maravilhosas praias de águas verdes cristalinas e o encantamento das suas cidades que mantêm o clima “retrô” dos anos 50.

“O importante não é justificar o erro, mas impedir que ele se repita.” Che Guevara
Na cultura, Cuba encanta por sua diversidade. A mistura do africano com o espanhol gerou uma riqueza cultural raramente vista. A música e a dança cubana rompem fronteiras desde o início do século XX, tornando-se conhecida mundialmente. Com a presença marcante na percussão da conga (tambor), destaca-se a rumba, a salsa, o bolero, o chá-chá-chá e a habanera.

Dois terços da população cubana é negra e mestiça. São descendentes de escravos africanos, que levaram para a Ilha suas tradições religiosas, que foram passadas para seus descendentes ao longo da história. O culto mais importante é a Santeria, que funde crenças católicas com a religião tradicional Iorubá. Inicialmente praticada por escravos, ganhou popularidade e se difundiu pelo seu caráter festivo, suas cerimônias e seus Orixás.

Ao longo de 400 anos, a cozinha cubana experimentou sabores que combinavam produtos e costumes de diferentes culturas. Não há como negar a importância da influência espanhola na culinária desta parte do Caribe, assim como o peso das sucessivas levas de escravos africanos. Um prato típico da cozinha tradicional cubana é moros y cristianos, “mouros e cristãos”, que é o arroz com feijão. Outro destaque fica por conta do rum cubano e seus drinks especialíssimos e muito apreciados como a Cuba Libre e o Mojito.

A festa mais popular e animada da ilha de Cuba é o carnaval, com destaque para os de Havana e o de Santiago de Cuba. O carnaval é uma festa espontânea, com música ditada pelo ritmo das congas que são tambores artesanais. Uma música para ser sentida e vivida até o êxtase, um frenesi coletivo. No carnaval cubano o povo participa de diversas maneiras, nas comparsas (blocos), participam integrantes dos bairros e de organismos que se preparam com muito interesse durante o ano todo na confecção de fantasias e de alegorias.

No final dos anos 30 surgiu em Havana, a casa de espetáculos que iria ditar, nos anos 40 e 50, um novo conceito de apresentação de grandes shows, que vai ser imitado por todos: O Cabaré Tropicana. No seu palco os maiores artistas internacionais se apresentaram, dentre essas estrelas, Carmem Miranda.

“Uma pitada de poesia é suficiente para perfumar um século inteiro!” José Martí

É claro que Cuba tem os seus problemas e não é nenhum paraíso socialista, ainda mais por conviver há cinco décadas com um bloqueio econômico. Entretanto, não podemos deixar de ressaltar e, por que não, admirar esse povo que transformou um país com grande índice de analfabetos e miséria em uma nação que hoje é referência mundial nas artes, nos esportes, na medicina, entre outras áreas, e respeitada pela defesa intransigente de sua soberania e que, apesar de todas as dificuldades, não capitulou e permanece firme em seus ideais revolucionários.

Após os avanços e conquistas sociais alcançados nessas últimas cinco décadas, o povo cubano nunca mais será submisso a qualquer interesse externo, tão pouco abrirá mão dessas conquistas, pois os alicerces sociais estão fincados. Um povo alfabetizado e consciente politicamente não se dobra à força das armas, mas sim à dos ideais.

“Endurecer sem perder a ternura!” Che Guevara
Em 2011, Cuba comemora 52 anos da Revolução. Aproveitando esta oportunidade, é importante exaltar a luta do povo cubano pela liberdade. Existe uma Cuba que poucos conhecem, e quando descobrem sua cultura, seu povo e principalmente suas conquistas sociais, se encantam. Por este motivo nós, da Escola de Samba União da Ilha da Magia, escolhemos este enredo para o nosso carnaval. Desejamos mostrar ao Brasil e ao mundo que Cuba precisa ser vista com um olhar livre de preconceitos!

Cuba sim! Em nome da verdade.

Jaime Cezário
Carnavalesco
 
Veja abaixo a letra do samba de enredo:
 
Cuba sim! Em nome da verdade
Compositores: Júlio Maestri e Vinícius da Imperatriz


Uma forte emoção,
No meu coração...
Liberdade!
Eu sou União
A voz de um povo pela igualdade

Sonhos... de um poeta ecoam no ar
Cuba... o desejo de se libertar
Conquistou a independência
Do Tio Sam sofreu influência
Momentos de luta estão na memória
Fidel e Che fizeram história
Me levam na busca por um ideal
Que vai embalar, nosso carnaval!

Guerreiros unidos na Revolução
Pelo bem de uma Nação
Um preço a pagar, não vou negar
Mas a Comunidade em primeiro lugar

Os sonhos se tornam verdade
Trazendo pra muitos a felicidade
Com saúde, educação
A base pra um cidadão
Esporte, cultura, na arte... mistura
Riqueza, o Mundo se encantou
No Cabaré Tropicana,
Carmem Miranda deu um show!
Ilha de pura Magia
Vem sambar...
Verde, Branco e Ouro
Na Avenida vai brilhar

Messi e Marta os melhores do Mundo

Messi é de novo o melhor do mundo; Marta segue soberana

10 de Janeiro de 2011 17:00

  • Por Redação Yahoo Brasil

Direto da sede da Fifa em Zurique, na Suíça, a entidade máxima do futebol premiou nesta segunda-feira os melhores atletas de 2010.
A cerimônia começou apontando a seleção do ano, com apresentação do ex-craque holandês Marco Van Basten. Veja abaixo os nomes por posição!
Goleiro: Casillas (Real Madrid-ESP)
Defensores: Maicon (Internazionale-ITA), Lúcio (Internazionale-ITA), Piqué (Barcelona-ESP) e Puyol (Barcelona-ESP)
Meio-campistas: Xavi (Barcelona-ESP), Iniesta (Barcelona-ESP) e Sneijder (Internazionale-ITA)

Atacantes: Cristiano Ronaldo (Real Madrid-ESP), David Villa (Barcelona-ESP) e Lionel Messi (Barcelona-ESP)
O próximo capítulo da aguardada premiação foi a de técnico do ano, concedido pela primeira vez pela entidade. O português Jose Mourinho, hoje no comando do Real Madrid, foi o vencedor pelo trabalho realizado na Internazionale em 2010 que resultou no título da Liga dos Campeões, além da Copa da Itália e do Campeonato Italiano. Silvia Neid, comandante da seleção alemã, faturou no feminino.
O troféu Puskas, que consagra o gol mais bonito da temporada, ficou para Hamit Altintop. O brasileiro Neymar, que também estava na briga, ficou a ver navios. Assista ao lance premiado abaixo!



Marta mais uma vez reina
A brasileira venceu pela quinta vez na carreira o prêmio de melhor jogadora do mundo. Ela deixou para trás as rivais alemãs Birgit Prinz e Fatmire Bajmaraj e, como já é sua marca registrada, deixou as lágrimas rolarem no discurso de agradecimento.

Lionel Messi leva o bicampeonato
Apesar de não ter rendido o esperado na Copa do Mundo, o argentino Lionel Messi conquistou pela segunda vez consecutiva o prêmio de melhor jogador. O craque do Barcelona deixou para trás seus companheiros de time, os espanhóis Iniesta e Xavi, e repetiu o feito.

Jantar com Imprensa no Rodeio



Nome de Rodovia

 
Na última quarta-feira (04/01), o governador Tarso Genro transformou na Lei 13.650 o PL 242/10, de autoria do deputado Francisco Appio . A nova Lei denomina RODOVIA ARCHIMEDES ALMEIDA a RS461, trecho compreendido entre os municípios de Lagoa Vermelha e Capão Bonito do Sul.
 
O parlamentar presta homenagem ao advogado e homem público que muito fez pelo Rio Grande do Sul e pelo Brasil.
 
Appio lembra que Archimedes foi quem assinou a primeira petição em defesa dos sócios minoritários do Sulbrasileiro, em liquidação pela União, há 24 anos. Também foi diretor do Banco do Estado do Rio Grande do Sul e teve uma eficiente administração, destacando-se na formatação da Fundação BANRISUL. Fez parte da Comissão especial que fundou o Banco Central. 

Eunice Castelano, viúva do Dr. Archimedes vai  publicar a biografia do advogado, no jornal FOLHA DO NORDESTE de Lagoa Vermelha, nas próximas edições, conforme comunicação feita ao deputado Francisco Appio . Eunice agradeceu em nome da família e da comunidade lagoense a homenagem prestada pelo parlamentar com a iniciativa da Lei 13.650.


JUSTIFICATIVA - A presente proposta objetiva denominar “Rodovia Archimedes Almeida” a RS-461, trecho compreendido entre os Municípios de Lagoa Vermelha e Capão Bonito do Sul. 
Trata-se de uma justa homenagem a um dos maiores advogados do nosso Estado, nascido em 29 de dezembro de 1926, na cidade de Vacaria-RS, filho de Plauto de Almeida e Carlinda da Silva Almeida. Viúvo de Isa Prates Castellano de Almeida, com quem contraiu núpcias em 21 de fevereiro de 1948. 
Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, diplomado em 1951 pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1ª Turma). 
Fundador do Centro Acadêmico Maurício Cardoso, tendo sido seu primeiro Secretário. 
Advogado militante. Iniciou as atividades forenses como acadêmico, tendo feito o primeiro júri em janeiro de 1948, em Lagoa Vermelha.  
Foi Secretário Municipal da Prefeitura de Lagoa Vermelha e vereador em duas legislaturas na Câmara Municipal e também Vice-Presidente do Diretório Regional do Partido Democrata Cristão (1962-1963). 
Exerceu o cargo de Vice-Presidente do Banco do Estado do Rio Grande do Sul, gestão na qual foi instalada a Fundação Banrisul e estabelecida a participação dos funcionários no lucro do Banco. 
Ocupou funções de conselheiro da Cia. Riograndense de Telecomunicações; Conselheiro da Cia. Estadual de Energia Elétrica, representante do Estado do RS junto à Cia. Aços Finos Piratini; membro da Comissão Consultiva Bancária do Conselho Monetário Nacional; Membro da Comissão de Reforma Bancária no Congresso de Bancos (Bahia-1963), oportunidade em que esta opinou pela criação do Banco Central do Brasil; Presidente da Associação Gaúcha das Companhias de Crédito, Financiamento e Investimentos; Diretor do Banco Meridional S/A; Diretor da Companhia Regional de Financiamento e Crédito; Guest da Delegação Brasileira na Reunião do Fundo Monetário Internacional (Rio de Janeiro) e exerceu funções de assessor junto ao Governador Synval Guazzelli (4 anos) em seu primeiro mandato. 
Na militância de sua atividade profissional de advogado, foi integrante do grupo de advogados fundadores da Subseção de Lagoa Vermelha da OAB; membro efetivo do Instituto dos Advogados do Rio Grande do Sul; Conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção do Rio Grande do Sul, tendo sido Vice-Presidente do egrégio Conselho por 8 anos; Diretor da Escola Osvaldo Vergara de Pós-Graduação em Ciências Jurídicas e Sociais; agraciado com a Medalha Osvaldo Vergara e com a Comenda de Advogado Emérito, em sessão solene de 15 de agosto de 2001, pelo Instituto dos Advogados; sócio fundador do IEJUR – Instituto de Estudos Jurídicos de Atividade Rural e recebeu o Diploma de Advogado Jubilado conferido pelo Conselho Seccional do Rio Grande do Sul. 
Destacou-se também quando assinou a primeira petição em defesa dos interesses dos sócios minoritários do Sulbrasileiro, quando de sua liquidação pela União, há 24 anos. 
Tendo praticamente toda sua vida ligada a Lagoa Vermelha, este projeto visa prestar justa homenagem a este notável advogado e homem público que deixou esta dimensão terrestre no último dia 05 de outubro, mas ficará eternamente gravado na memória de todos pelo seu exemplo de vida, dedicação profissional e no desenvolvimento do nosso Estado e País. 
      Sala das Sessões - Deputado Francisco Appio



Deputado Estadual Francisco Appio - www.appio.com.br

Morte da Representante no Miss Itália

Cronologia: a morte de representante gaúcha no Miss Itália Nel Mondo comove região da Serra

O corpo da jovem Carem Brum Paim, de 22 anos, foi encontrado pela manhã no distrito de Fazenda Souza, em Caxias do Sul


Um crime repercute e provoca comoção de moradores da serra gaúcha. Leia os principais acontecimentos desde o dia em que uma das representantes gaúchas no concurso miss Itália Nel Mondo foi encontrada morta em um distrito de Caxias do Sul.

Caso Caren: confira galeria sobre o caso
Quarta-feira — 1º de dezembro

O corpo da jovem Caren Brum Paim, de 22 anos, foi encontrado pela manhã no distrito de Fazenda Souza, em Caxias do Sul. A vítima estava com um fio de fone de ouvido enrolado no pescoço. Além disso, apresentava hematomas pelo corpo. A Polícia Civil deu início às investigações.

Quinta-feira — 02 de dezembro

— Eleita uma das representantes gaúchas do concurso miss Itália nel Mondo, Caren Brum Paim foi enterrada em Bagé, sua cidade natal. Há quatro anos ela morava em Caxias do Sul, onde estudava engenharia da computação na UCS.


— O organizador da etapa estadual do concurso Miss Itália Nel Mondo, o agente de modelos Edson Ferreira, comentou do jeito simples de Caren: "Ela era muito interessada, queria aprender sempre, por isso me ligava para pedir orientações. Na última semana, telefonou para saber como deveria proceder na etapa nacional, que será em maio, em São Paulo".

— Surge a informação de que uma das últimas vezes que a estudante apareceu publicamente foi no dia 19 de novembro, durante a festa de 10 anos da Revista Almanaque (do jornal Pioneiro), no Largo da Estação Férrea. Durante a festa, Caren teve um desentendimento com um jovem, que se dizia apaixonado por ela. Um frequentador da festa teria chamado um segurança para afastar o rapaz.


— O suspeito de envolvimento na morte de Caren é chamado para depor na tarde de quinta-feira, no 3º Distrito Policial de Caxias do Sul. O rapaz admitiu que teve uma discussão com a jovem durante a festa. Porém, negou o crime.

— O irmão de Caren, Dionatan Brum Paim, conversou com o jornal Pioneiro por telefone. Disse que Caren vinha sendo ameaçada e que a família registrou ocorrência policial depois que um homem invadiu a casa da jovem, no bairro Desvio Rizzo, em Caxias. No mesmo bairro, a jovem foi raptada na saída de uma academia, por volta das 20h de segunda-feira.

O depoimento do jovem suspeito de envolvimento na morte de Caren durou cerca de duas horas. Ele admitiu que esteve com a estudante na segunda-feira, dia do sumiço, mas negou tê-la matado. Parentes de Caren também são chamados para depor.

Familiares repassam à polícia dois nomes de suspeitos. O primeiro seria o jovem de 24 anos, morador das imediações da casa da família. Outro é um professor universitário que estaria apaixonado por ela e a pressionava para que aceitasse um namoro.

Sexta-feira — 03 de dezembro

— O delegado Marcelo Grolli, da 3ª Delegacia de Polícia de Caxias do Sul, ouve familiares da estudante universitária Caren Brum Paim, 22 anos. A mãe, uma irmã, um irmão e o namorado voltam de Bagé, onde ocorreu o enterro da jovem, nesta quinta-feira.

— Por meio das redes sociais, amigos de Caren deixaram mensagens de conforto aos familiares.


— O jovem desempregado Eduardo Farenzena, 24 anos, vizinho da miss, admite ao delegado Marcelo Grolli, da 3ª Delegacia de Polícia de Caxias do Sul, tê-la assassinado.


— A mãe do jovem desempregado Eduardo Farenzena, 24 anos, admitiu ter participação na morte de Caren. Ele será responsabilizado pelo homicídio e, ela, por ocultação de cadáver.


— Além da confissão do jovem Eduardo Farenzena, 24 anos, e da mãe dele, Rosmarina Oliveira Farezena, a polícia encontrou fios de cabelo dentro do carro da família deles.
Palio teria sido usado para transportar o corpo de Caren















ZEROHORA.COM
Caren morava há quatro anos em Caxias, onde estudava engenharia da computação - Robson Ramos, Divulgação
Caren morava há quatro anos em Caxias, onde estudava engenharia da computação
Foto:Robson Ramos, Divulgação

Comente esta matéria

Notícias Relacionadas

  • 03/12/2010 19h29min
  • Correção: Mãe admite ter ajudado o filho na morte de universitária em Caxias do Sul
  • 03/12/2010 17h43min
  • Vizinho confessa ter matado universitária em Caxias do Sul
  • 03/12/2010 13h26min
  • Amigos deixam mensagens nas redes sociais para estudante universitária morta em Caxias do Sul
  • 02/12/2010 17h14min
  • Após duas horas, termina depoimento do suspeito de envolvimento na morte de jovem em Caxias
  • 02/12/2010 13h55min
  • Irmão de representante gaúcha no Miss Itália Nel Mondo diz que ela vinha sendo ameaçada
  • 02/12/2010 13h49min
  • Suspeito da morte de representante gaúcha no Miss Itália vai depor nesta quinta em Caxias
  • 02/12/2010 12h19min
  • Jovem encontrada morta em Caxias estudava na UCS e era vaidosa
  • 02/12/2010 11h15min
  • Estudante encontrada morta em Caxias será enterrada em Bagé

Grupo RBSDúvidas Frequentes | Fale conosco | Anuncie - © 2000-2011 RBS Internet e Inovação - Todos os direitos reservados.
 Enviar para um amigo
Carregando...
 Compartilhar no Facebook
 Ocultar