Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Gols França 0x2 México- Copa do Mundo 2010

Gols França 0x2 México- Copa do Mundo 2010

Gols França 0x2 México- Copa do Mundo 2010

Goleada Copa 2010 Argentina 4 x 1 Coréia do Sul.wmv

Uruguai 3 x 0 Africa do Sul - Soccer World Cup 2010 South Africa - Copa ...

Chute na trave de Cristiano Ronaldo- Portugal 0x0 Costa do Marfim- Copa ...

Cruzeiro de Porto Alegre na Elite Gaúcha



Depois de 35 anos a volta do Cruzeiro de Porto Alegre a elite do futebol gaúcho. Parabéns ao Ben Hur, aos atletas, direção e torcida do estrelado do Morro Santana. Fiquei feliz, aprendi a gostar e saber da história do Cruzeiro quando morei em Porto Alegre há dez anos atrás. Estudei na Fapa, tenho amigos no Morro Santana onde o pessoal sempre vivenciou de perto o Cruzeiro. Um clube que sempre investiu nas categorias da base e se organizou e enfrentou arbitragens e clubes com poderio economico grande. O Cruzeiro demonstrou que só dinheiro não vence no futebol precisa de planejamento e organização. Lembro do amigo Claudinho Camisolão torcedor do Cruzeiro, ele era pequeno na época, hoje um rapaz de maior idade e morador do Morro Santana com certeza feliz com o acesso do nosso Cruzeiro. Eu como não entendo nada de futebol falei que os dois da elite sairiam da chave do Glória e falei que o Cruzeiro tinha chance de subir. E nas duas vezes que o Cruzeiro jogou contra o Glória demonstrou isso. Parabéns ao Cruzeiro de Porto Alegre RS.

Espanha 0 x 1 Suíça copa do mundo 2010 gol 2010 FIFA World Cup

Estatuto da Igualdade Racial Sem Cotas

Aprovada igualdade racial, mas sem sistema de cotas


O Senado aprovou ontem o Estatuto da Igualdade Racial. O texto aprovado, no entanto, suprime do projeto a definição de cotas para negros em diversas atividades. O projeto segue agora para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As discussões sobre o assunto, que se arrastam há mais de dez anos, retiraram do texto a previsão de cotas para negros em universidades, empresas e candidaturas políticas. No caso das empresas, a cota se daria por meio de incentivos fiscais.

O relator do projeto e presidente da Comissão e Constituição e Justiça (CCJ), Demóstenes Torres (Dem-GO), é contra as cotas e retirou a reserva de seu texto. Ele afirma que a intenção é que o estatuto não crie enfrentamentos. Um dos articuladores da votação, o senador Paulo Paim (PT-RS) minimizou a retirada das cotas. Ele destacou que outro projeto que trata sobre o tema já tramita na Casa e é lá que será feita essa discussão. Paim fez a articulação para a votação junto com Eloi Ferreira de Araújo, ministro da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial.

O projeto aprovado pelo Senado tem como intenção promover políticas públicas de combate à discriminação e igualdade de oportunidades. Existe também a previsão de políticas afirmativas para a raça negra, inclusive na área de saúde. O texto que sai do Senado tem ainda emendas de redação feitas por Demóstenes que retiram o termo "raça" de diversos artigos do projeto. O relator da iniciativa afirma que o termo não é politicamente correto e o substituiu por "etnia" ou "população", as referências que antes eram feitas à "raça negra".








--------------------------------------------------------------------------------

CAPA > correio@correiodopovo.com.br

Fúria Perde na Copa


Fúria decepciona e perde na estreia
Cotada como uma das principais favoritas ao título na África do Sul, Espanha perde de 1 a 0 para a Suíça e agora pode cruzar com o Brasil

Estratégia defensiva adotada pela seleção suíça venceu o ímpeto ofensivo da Espanha e consagrou o azarão
Crédito: JAVIER SORIANO / AFP / CP
Estratégia defensiva adotada pela seleção suíça venceu o ímpeto ofensivo da Espanha e consagrou o azarão
Crédito: JAVIER SORIANO / AFP / CP


Zebra! A Suíça derrotou pela primeira vez em sua história a favorita Espanha por 1 a 0, na estreia de ambas na Copa do Mundo. O jogo foi realizado ontem, em Durban, e teve o resultado mais surpreendente do torneio até o momento.

A seleção suíça venceu com um gol do atacante Gelson Fernandes aos 7 minutos do segundo tempo. "Realmente, não consigo acreditar! O sonho se tornou realidade. Fui ao fundo porque sei que quando Eren (Derdiyok) parte em profundidade, ele puxa a marcação. Agora, não podemos nos empolgar e temos que manter os pés no chão porque ainda restam duas partidas", disse o autor do gol após a partida.

Até ontem, os espanhóis haviam vencido nada menos do que 15 das 18 partidas disputadas entre os dois times. "Fizemos todo o nosso possível, mas não tivemos precisão nos últimos metros, e eles conseguiram marcar. Agora é preciso encontrar motivação. Restam duas partidas nesta primeira rodada, e temos a obrigação de vencê-las", afirma o treinador espanhol Vicente Del Bosque.

O histórico gol foi marcado após uma ligação direta da defesa para o ataque. O goleiro Diego Benaglio deu um chutão e armou o ataque para Eren Derdiyok, que foi derrubado pelo goleiro espanhol Iker Casillas. Seria pênalti, mas Fernandes pegou o rebote e, em uma confusa jogada na pequena área, marcou o gol quando Casillas tentava tirar a bola.

Depois do 1 a 0, a Suíça guardou-se na defesa para explorar os contra-ataques. A Espanha, por sua vez, insistiu e esbarrou na falta de pontaria dos seus atacantes. Depois, no segundo tempo, o time espanhol mostrou-se mais agressivo. No entanto, as conclusões para o gol eram imprecisas e fracas. A chance mais clara só ocorreu aos 24 minutos, quando Xabi Alonso acertou uma bomba no travessão. Em seguida, porém, a Suíça deu o troco. Aos 29, Derdiyok fez jogada individual, passou por Carles Puyol e Ramos e tocou para o gol. A bola, entretanto, bateu caprichosamente na trave.

A Espanha agora é obrigada a vencer as duas partidas restantes, contra Honduras em 21 de junho e contra o Chile, quatro dias depois, se não quiser somar mais um fracasso em sua extensa lista na história das Copas. "Gostaríamos de ter tudo de forma mais fácil, mas isto é uma Copa do Mundo e as coisas não são tão fáceis como parecem", conclui David Villa, uma das estrelas da Espanha, que chegou à África do Sul badalada e pode voltar para casa muito mais cedo do que se imaginava.

Importante: o adversário do Brasil nas oitavas sai do grupo H. Ou seja, pode ser a Espanha.

Espanha 0 x 1 Suíça

Espanha: Casillas; Sérgio Ramos, Piqué, Puyol e Capdevilla; Busquets (Fernando Torres), Xabi Alonso, Xavi, Silva (Navas) e Iniesta (Pedro); David Villa. Técnico: Vicente Del Bosque

Suíça: Benaglio, Lichtsteiner, Grichting, Senderos (Von Bergen) e Ziegler; Inler, Huggel Gelson Fernandes e Barnetta (Eggimann); Derdyok (Yakin) e Nkufo. Técnico: Ottmar Hitzfeld.

Árbitro: Howard Webb (ING).

Local: Estádio Moses Mabhida, em Durban.

Gols: Fernandes (7'' do 2º T).








--------------------------------------------------------------------------------

ESPORTES > esportes@correiodopovo.com.br

Parabéns Cruzeiro pela Volta a Elite do Gauchão


Cruzeiro de Porto Alegre na Elite do Gauchão


Cruzeiro garantiu sua volta à elite do futebol estadual
O segundo classificado será conhecido na última rodada do quadrangular

Muita festa no estádio Estrelão, ontem, com os 3 a 2 sobre o Brasil de Farroupilha
Crédito: ricardo giusti / cp
Muita festa no estádio Estrelão, ontem, com os 3 a 2 sobre o Brasil de Farroupilha
Crédito: ricardo giusti / cp


Após 32 anos, o Cruzeiro da Capital está de volta à elite do futebol estadual. Ontem à tarde, no estádio Estrelão, o time da zona Leste venceu o Brasil de Farroupilha por 3 a 2 e garantiu, com uma rodada de antecipação, uma das duas vagas da Série A 2011.

Em um jogo disputado sob forte chuva e com o gramado com muita água e bastante barro, na melhor tradição gaúcha, o Cruzeiro construiu sua vitória na primeira parte. Diego Torres (duas vezes) e Alex, de pênalti, marcaram para os donos da casa, praticamente definindo a vitória e a classificação antecipada.

Mas na segunda etapa, o time de Farroupilha foi melhor e conseguiu marcar dois gols, com Diógenes e Magno (de pênalti), descontando para 3 a 2, tornando a classificação dramática para a equipe porto-alegrense. Os últimos 15 minutos foram de muito nervosismo para os cruzeiristas.

Com a apito final do árbitro Leonardo Gaciba veio o alívio da torcida, que invadiu o campo para comemorar.

Com a classificação do Cruzeiro, Porto Alegre terá cinco times no Gauchão Série A 2011. Além da equipe da zona Leste, a Capital terá mais Grêmio, Inter, São José e Porto Alegre.

A outra vaga será definida na próxima rodada do quadrangular final do Campeonato Gaúcho Série B 2010. Isso porque o vice-líder Lajeadense só empatou, por 0 a 0, com o São Paulo, também ontem, em Rio Grande. O time de Lajeado tem a situação mais cômoda, pois precisa apenas empatar com o Cruzeiro em casa, na última rodada, neste sábado, às 20h30min, que se classifica. O outro confronto será também no sábado, no mesmo horário. Em Farroupilha, o Brasil terá de derrotar o São Paulo e torcer por tropeço do Lajeadense. A equipe rio-grandina também tem as mesmas chances do time de Farroupilha. Os dois classificados ainda disputarão o título da Série B.








--------------------------------------------------------------------------------

ESPORTES > esportes@correiodopovo.com.br

Comentário do Leitor

Paulo parabens pelo acesso do cruzeirinho na serie A em 2011, como eu queria que fosse o Gloria, mas quem sabe em 2011 conseguirá.
Gabriel wladrigues

Uruguai Golea Africa do Sul


Uruguaios goleiam donos da Copa


Crédito: ROBERTO SCHMIDT / AFP / CP

Crédito: ROBERTO SCHMIDT / AFP / CP


Jogadores uruguaios fazem 3 a 0 e deixam a torcida da África do Sul arrasada

Argentina Goleia Coréia do Sul


Argentina aplica 4 a 1 na Coreia do Sul
Higuaín marcou três gols e é o artilheiro da Copa






Higuain marcou três e é o artilheiro da competição
Crédito: Gabriel Bouys / AFP
Sob o comando de Higuaín, a Argentina aplicou 4 a 1 na Coreia do Sul e praticamente garantiu o primeiro lugar do grupo B da Copa do Mundo da África do Sul. Os gols da equipe de Maradona foram marcados por Park Chu-young, contra, e Higuaín, três vezes. Em uma falha de Demichelis, Lee Chung-yong ainda descontou para a Coreia do Sul. Mas o gol do time asiático não tirou o brilho da goleada da equipe sul-americana, que volta a campo no próximo dia 22, para enfrentar a Grécia e tentar fechar com chave de ouro a primeira fase do Mundial.

Confira um slideshow especial da Copa do Mundo

Primeiro tempo

A Coreia do Sul entrou disposta a anular Messi. Conseguiu. Muito marcado, o camisa 10 da Argentina pouco tocou na bola nos primeiros instantes de jogo. O problema é que o time asiático esqueceu os demais bons jogadores da equipe de Maradona. Comandada por Tévez, a Argentina dominou o primeiro tempo do jogo. A Coreia do Sul só conseguia se defender e parar os jogadores da Argentina na base da falta.

Aos 16 minutos de jogo, Messi cobrou uma falta perigosa perto da área, quase um escanteio pela esquerda. A bola pegou na cabela de Park Chu-young e enganou o goleiro. O gol contra deu ainda mais liberdade para o time sul-americano se soltar em campo e seguir no campo de ataque. Aos 23 minutos, Tévez entrou em velocidade na área, se livrou da marcação, mas chutou sem ângulo em direção ao gol.

Em nova tentativa, aos 32 minutos, Higuaín não desperdiçou. Maxi Rodríguez, que entrou no lugar do lesionado Verón, lançou a bola para o camisa 9 cabecear para dentro do gol sul-coreano. O segundo gol enlouqueceu Maradona, que acompanhava o jogo com um elegante terno cinza. A vitória parecia encaminhada e a Coreia do Sul batida. Mas, aos 46 minutos, uma falha infantil de Demichelis resultou no gol de Lee Chung-yong.

Segundo tempo

O gol no finalzinho do primeiro tempo deu ânimo ao time da Coreia do Sul, que voltou do intervalo disposto a buscar o empate. Aos dois minutos da etapa complementar, Yeom Ki-hun entrou como quis na área da Argentina e mandou uma bomba em direção ao gol de Romero, que fez boa defesa. A falha do sistema defensivo deixou o time de Maradona nervoso. Na sequência, Gutiérrez e Mascherano levaram cartão amarelo.

Mas, mesmo que tentasse impôr pressão, faltava qualidade ao time treinado por Jung-moo Huh, que nunca conseguiu envolver a Argentina. Maradona fez mudar o time. Sacou Tévez e para promover a entrada de Aguero. E foi dos pés dele que começou a sair a jogada que resultou no terceiro gol da equipe alviceleste. Aos 31 minutos do segundo tempo, Messi fez uma tabela com Aguero, que tentou chutar duas vezes. A última tentativa bateu na trave, sobrando para Higuain sozinho empurrar para o gol.

Quatro minutos depois, mais uma jogada genial de Messi, que encontrou Aguero na esquerda, cruzou para o meio e Higuain, de cabeça, só completou. A goleada estava decretada com a assinatura de Messi, Aguero e Higuaín. A Argentina, principalmente da metade da segunda etapa em diante, mostrou o brilhantismo que a credencia como uma das favoritas a vencer a Copa do Mundo.

Ficha técnica

Argentina 4
Romero; Gutiérrez, Demichelis, Samuel (Burdisso) e Heinze; Mascherano, Maxi Rodríguez e Di María; Messi, Tevez (Aguero) e Higuain (Bolatti). Técnico: Diego Maradona

Coreia do Sul 1
Sung-Ryong; Beom-Seok, Yong-Hyung, Jung-Soo e Young-Pyo; Sung-Yueng (Na-Mil), Jung-Woo, Chung-Yong e Park Ji-Sung; Chu-Young (Dong-Gook) e Ki-Hun. Técnico: Huh Jung Moo

Local: Estádio Soccer City, em Johanesburgo (África do Sul)

Árbitro: Frank de Bleeckere (Bélgica)

Cartões amarelos: Heinze, Gutiérrez e Mascherano (Argentina); Ki-Hune e Chung-Yong (Coreia do Sul)

Gols: Chu-Yong (contra), aos 16/1, Higuain, aos 33/1, 31/2 e 35/2. Chung-Yong, aos 45/2

Fonte: Correio do Povo





--------------------------------------------------------------------------------

»--------------------------------------------------------------------------------