Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Podhium

Li num jornal impresso a lista de premiados da Podhium Pesquisas & Publicidade Ltda o estranho que nunca recebi ou fiquei sabendo de alguém tenha recebido formulário para votar em empresas na cidade de Vacaria RS. Foram 75 premiados, segundo as informações tem que pagar para receber o prémio e aparecer na pesquisa não sabemos se é verdade a prodencia desse fato. Será que este prémio é uma farsa ou uma verdade?

Acidente Lamentável do Onibus da Penha

Já viagem muito com ónibus da Penha já fui para Goiânia - GO e até no Rio de Janeiro sempre carros bons de ótima qualidade e muita segurança. Mas este acidente do dia 22 de Maio na BR 116 entre Vacaria e Campestre da Serra RS, segundo informações foi falha mecânica no veículo que provocou ferimentos e uma morte de uma senhora. As autoridades tem que ter cuidado na fiscalização desses carros e cobrar das empresas uma manutenção diária. Vamos aguardar as investigações da Polícia civil de Vacaria sobre o caso.

Comentário do Leitor más condições de Onibus

Prezado amigo do Jornal Negritude estou mandando o meu depoimento referente os acidentes nas BR's. O ano passado viajei de Vacaria para Santo Ângelo RS, as passagens são caras, pelas más condições dos ónibus. Os ónibus com problemas mecânicos e ar condicionado péssimo. Na volta para Vacaria foi feita a troca de ónibus umas três vezes. Muitas vezes se culpa o motorista, mas temos que ver se não são as empresas que obrigam o motorista a viajar sem fazer as manutenções devidas nos ónibus. Um exemplo são os ónibus das empresas de maçã de Vacaria. Além da super lotação andam em triângulos caindo aos pedaços. será que o dinheiro dos empresários vale mais que as vidas humanas.
Natália S. L. Ostermann

Per un pugno di dollari

Brigada realiza Seminário de Segurança Privada

Brigada Militar realiza na Capital seminário sobre Segurança Privada
23/05/2010 08:37

A Brigada Militar realiza na próxima segunda-feira (24), o Seminário Estadual de Segurança Privada, evento que acontecerá no Teatro Dante Barone, da Assembleia Legislativa, a partir das 8h30.

De acordo com a Brigada Militar, Segurança Privada, Vigilância Particular e Vigilância Privada são sinônimos, remetendo a um conceito amplo sobre a matéria, onde todas as atividades e meios empregados na proteção da pessoa e de seu patrimônio, no âmbito privado (seara particular), estão inseridos. Em complemento aos serviços prestados aos cidadãos pelos órgãos responsáveis pela segurança pública (Art. 144, CF), os prestadores dos serviços dessa área, quando dedicados à sua função específica, contribuem, indiretamente, à preservação da ordem pública, da incolumidade das pessoas e do patrimônio, mantendo a sensação de segurança tão almejada por todos.

Os serviços de segurança privada “lato sensu” afetam a ordem pública interna dos Estados e os reflexos, positivos e negativos de sua atuação, são sentidos diretamente na segurança pública. O acesso permitido à vida particular de seus clientes concede ao prestador do serviço o conhecimento das rotinas diárias, pontos de fragilidade, localização e contato facilitado dos bens, nomeando-se a confiança como critério básico preponderante à manutenção da relação.

É nesse contexto que a Brigada Militar entende ser necessário o desenvolvimento de eventos que promovam o esclarecimento, o surgimento de idéias e de novas propostas, com a participação de todos; para que a “segurança privada”, que se encontra em freqüente crescimento e espantosa mutação, receba o merecido controle e a devida atenção.

O Seminário “Segurança Privada em Foco” dá início a novas discussões, momento em que conta com abordagens sociológicas, técnicas, legais e jurídicas sobre o tema. Serão painelistas do evento as seguintes instituições: Tribunal Regional Federal 4ª Região, PRT4ª Região, Tribunal de Justiça Militar, Ministério Público, Procuradoria Geral do Estado, AJURIS, Ministério da Justiça, Governo do Estado do RS, Assembléia Legislativa, Secretaria da Segurança Pública, Polícia Federal, DELESP, Brigada Militar, Departamento de Ensino da BM, Grupamento de Supervisão e Vigilância de Guardas, Famurs, SINDESP-RS e Força Sindical.

Fonte: Ascom BM

Acidente Onibus da Penha Deixa Vários Feridos


Acidente mata uma pessoa e deixa vários feridos na BR 116

Por volta das 6 horas da manhã desse sábado, dia 22, um ônibus da empresa Penha de número 35097 e placas APM – 6497, de Curitiba-PR, sofreu acidente no KM 63,7 da BR – 116 próximo a ponte do Rio Canabarro (divisa dos municípios de Vacaria e Campestre da Serra).

O acidente resultou em diversos feridos e na morte de uma mulher de aproximadamente 75-80 anos de idade que ainda não foi identificada e foi conduzida ao IML de Vacaria.

Na ocasião, o veículo estava sendo dirigido por José Antunes de Oliveira, natural de Lages-SC onde também assumiu a direção do coletivo e que ficou ferido levemente no ombro.

Conforme informações da assessoria de imprensa da empresa Penha, o condutor do ônibus e mais 36 pessoas foram atendidas no Hospital Nossa Senhora da Oliveira, em Vacaria e duas foram conduzidas até o Hospital Pompéia, em Caxias do Sul.

O ônibus que saiu de Curitiba às 22h de ontem, tinha como destino final Porto Alegre. Dos passageiros que ainda estavam no veículo no momento do acidente, 23 desembarcariam em Caxias do Sul e 16 iriam até Porto Alegre.

Segundo as primeiras informações colidas no local do acidente e até mesmo com alguns passageiros, o ônibus teve problemas no lado esquerdo da suspensão pneumática (também conhecida por bixigão), que estourou, tombou ainda na pista de rolamento, foi arrastado por aproximadamente 10 metros e caiu numa ribanceira de cerca de 20 metros, até parar escorado em árvores, pedras e uma cerca ali existente.

Também havia muita neblina no local que é de difícil acesso, o que também dificultou a remoção dos feridos que foram atendidos pelo Corpo de Bombeiros e PRF de Vacaria, além das ambulâncias da Concessionária de Rodovias Rodosul, Casf e Unimed.

Até por volta das 10 horas da manhã, os guinchos ainda não haviam retirado do ônibus do local devido ao difícil acesso ao local onde se encontrava o veículo.

A PRF retirou o tacógrafo do ônibus que deverá informar a velocidade do mesmo no momento do acidente.


Data: 22/05/2010 - 12:12
Fonte: Adelar Gonçalves/Rádio Esmeralda FM - 93,1

Acidente Onibus da Penha


Idosa que perdeu a vida no acidente de sábado era de Curitiba

Lourdes Cavion Rezende, de 70 anos de idade, natural de Curitiba-PR, foi a única vítima fatal do acidente que ocorreu na madrugada do último sábado, dia 22, com o ônibus da empresa Penha de número 35097 e placas APM – 6497, de Curitiba-PR, no KM 63,7 da BR – 116 próximo a ponte do Rio Canabarro (divisa dos municípios de Vacaria e Campestre da Serra).

O acidente ainda resultou em diversos feridos que foram atendidos no Hospital Nossa Senhora da Oliveira, em Vacaria e no Hospital Pompéia, em Caxias do Sul.

O ônibus que tinha saído de Curitiba às 22 horas da noite de sexta-feira, dia 21, estava sendo dirigido por José Antunes de Oliveira, natural de Lages-SC onde também assumiu a direção do coletivo e que ficou levemente ferido no ombro.


Data: 24/05/2010 - 09:41
Fonte: Adelar Gonçalves/Rádio Esmeralda FM - 93,1

Polícia Esclarece Homicídio de "Leitinho"


PC esclarece homicídio de “Leitinho”

A Polícia Civil remete nessa segunda-feira, dia 24, ao Fórum de Vacaria, o Inquérito Policial que apurou o homicídio de Wanderlei Alves Batista “Leitinho”, 45 anos, encontrado morto com um tiro no amanhecer do dia 8 deste mês, na Rua Ceará, 264, bairro Petrópolis.

Após intensas investigações, o autor do crime foi devidamente identificado, já estando preso por força de Prisão Temporária decretada pela Justiça, após requerimento da autoridade policial.

Segundo a Polícia Civil, o autor do homicídio foi Renato Silva da Silva, 24 anos, natural de Júlio de Castilhos - RS.

Na noite do dia 7 de maio, Renato estava discutindo e ameaçando a namorada, na residência desta, localizada na Rua Marco Aurélio, momento em que Vanderlei (que era amigo dos moradores) chegou junto à porta da residência.

Sem nenhuma motivação, Renato desferiu um tiro contra o abdômen de Vanderlei “Leitinho”, que sentiu o disparo, inclinou-se para a frente, mas conseguiu deixar a casa e caminhar até a esquina com a Rua Ceará, onde tombou e foi encontrado já sem vida na manhã seguinte.

As investigações apuraram que Renato tinha envolvimento com drogas e que era o responsável por vários disparos de arma de fogo que passaram a acontecer nas proximidades da comunidade conhecida por “Cascatas”, bairro Petrópolis, desde que o rapaz passou a conviver naquele local, deixando atônitos os moradores das redondezas.

O Inquérito tramitou na Seção de Investigações da Delegacia de Polícia de Vacaria, tendo o delegado Carlos Alberto Defaveri, indiciado Renato Silva da Silva, por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil mais crime sem oportunizar possibilidade de defesa da vítima), e solicitou à Justiça a prisão preventiva do indiciado.

A pena para esse tipo de crime é de 12 a 30 anos de reclusão.

Por tratar-se de crime contra a vida, oferecida a denúncia pelo Ministério Público e recebida pela Justiça, o julgamento ocorre em Tribunal do Júri.


Data: 24/05/2010 - 09:59
Fonte: Adelar Gonçalves/Rádio Esmeralda FM - 93,1 e Polícia Civil de Vacaria

Manuela

Unegro RS

Anexos de =?UTF-8?Q?Jos=C3=A9_Antonio_dos_Santos_da_Silva?= incluídos abaixo]

Estamos divulgando estas importantes atividades.

Sua presença é muito importante.

Asé.
José Antonio dos Santos da Silva
51.91792404 - Claro
53.99491618 - Vivo
61.99935991 - Vivo
11.61516805 - Oi

Quem é de Axé diz que é!
No Censo de 2010 declare seu amor ao seu Orixá
Diga que é do Santo, diga que é do Axé
Pois quem é de Umbanda, quem é de Candomblé
Não pode ter vergonha, tem que dizer que é!!!


Ogun ko ni fe o si ewu lona wa

"Com a proteção de Ogun não haverá nenhum perigo em nosso caminho".

"Ubuntu" é uma antiga palavra Africana, cujo significado é "humanidade para todos". Ubuntu também quer dizer "Eu sou o que sou devido ao que todos nós somos".

Página Pessoal - http://joseantoniod ossantosdasilva. blogspot. com
http://twitter. com/JASSRS62
Página da UNEGRO Nacional - www.unegro.org. br






************ ********* ********* ********* ********* *

O GRUPO DE TRABALHO E ESTUDO

DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

UNEGRO-RS



CONVIDA





SESSÃO DE AUTÓGRAFOS DO LIVRO


“MARXISMO E QUESTÃO RACIAL”,

de Carlos Moore.

Renomado intelectual do Movimento Internacional da Negritude.



24/05



16h30



Local


LIVRARIA PALAVRARIA,


AV. VASCO DA GAMA, 165, BOM FIM, PORTO ALEGRE.



PROMOÇÃO



UNEGRO-RS

COLETIVO DE CLUBES SOCIAIS NEGROS-RS



Apoio Institucional



CEBRAPAZ-RS

PALAVRARIA- Livros e Cafés




EM 2009 ACONTECERAM 250.362 FRAUDES NA INTERNET. CLIQUE PARA LER DICAS DE SEGURANÇA.

__._,_.___

Anexo(s) de =?UTF-8?Q?Jos=C3=A9_Antonio_dos_Santos_da_Silva?=

4 de 4 foto(s)
FOLDER PLENÁRIA 2010jpg.jpg
FOLDER PLENÁRIA 2010jpg.jpg
cartaz curso de extensão(2).jpg
cartaz curso de extensão(2).jpg
Convite de Lançamento PUBLICAÇÃO PNE (24.05).jpg
Convite de Lançamento PUBLICAÇÃO PNE (24.05).jpg
convitesul_ANTAB_28Maio10.jpg
convitesul_ANTAB_28Maio10.jpg

Caça-Níqueis Apreendidos


PRF apreende caça-níquel em operação conjunta
Durante as atividades também foi apreendido um revólver


Máquinas apreendidas (Foto: Jonas Rodrigues-PRF) Duas máquinas de jogos, conhecidas como caça-níquel foram apreendidas pela 6ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal na noite de sexta-feira, 21/05. A apreensão ocorreu por volta das 21 horas, no km 116, da BR-285 em Vacaria. Os equipamentos estavam sendo transportados dentro de dois automóveis com placas de Palmeira das Missões e de São Francisco de Paula. Os condutores dos veículos e os equipamentos apreendidos foram encaminhados até a Delegacia da Polícia Civil.

A Operação Nordeste foi desenvolvida em conjunto pelas Delegacias da Polícia Rodoviária Federal de Vacaria e Passo Fundo, responsáveis pelo patrulhamento das rodovias federais de toda a região nordeste do Rio Grande do Sul. Além da participação de policiais rodoviários federais dos Postos da PRF de Vacaria, Lagoa Vermelha, Passo Fundo e Erechim, a operação contou com o reforço de policiais e viaturas da Delegacia da PRF de Sarandi e da Superintendência Regional sediada Porto Alegre.

Desde sexta-feira 21/05, quanto foi deflagrada a Operação Nordeste, a 6ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal já prendeu sete pessoas que foram encaminhadas para as Delegacias de Polícia de Vacaria e Bom Jesus. Além das máquinas caça-níquel, também foi aprendido um revólver calibre 32 com um cartucho deflagrado e quatro munições intactas, que estavam no interior de um veículo abordado no km 122 da BR-285 em Vacaria.

Nos trechos da BR-116 e BR-285 com abrangência sobre os municípios de São José dos Ausentes, Bom Jesus, Vacaria e Campestre da Serra, 65 condutores foram notificados pelo cometimento de infrações de trânsito, sendo flagrados três motoristas dirigindo sob efeito de álcool, dois com Carteira Nacional de Habilitação vencida e um com CNH suspensa por excesso de pontos, além de 14 veículos notificados por deixar de usar o cinto de segurança do motorista ou passageiros. Cinco foram removidos ao depósito do Detran por estarem com o licenciamento vencido.

Segundo o Chefe da 6ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal, Inspetor Rodrigo Aver Pizzolatto, o principal objetivo da Operação Nordeste é intensificar as operações de trânsito, visando a prevenção de acidentes e ocorrências de criminalidade nas rodovias federais da região nordeste do estado.

Fonte: PRF

Acidente de Onibus Investigação a com Polícia de Vacaria RS



Delegado começa a investigar causas de acidente com ônibus em Campestre

O delegado Carlos Álberto Defáveri pretende concluir o inquérito em 30 dias


Acidente foi por volta das 05h (Foto:Rádio Fátima) O delegado de polícia Carlos Álberto Defáveri deverá começar a recolher esta semana os depoimentos das pessoas envolvidas no acidente com um ônibus da empresa Penha ocorrido no último sábado.
O coletivo tombou no quilômetro 64 da BR 116 em Campestre da Serra provocando uma morte e 41 feridos.

Segundo o delegado as investigações serão concentradas em duas hipóteses: falhas humana ou mecânica. A polícia já solicitou uma perícia mecânica no ônibus pelos engenheiros peritos do Departamento de Criminalística; bem como também uma análise técnica do tacógrafo.

O delegado Carlos Alberto Defáveri também disse que serão ouvidos o motorista do ônibus e os policiais rodoviários federais que atenderam o acidente na BR 116, além de alguns passageiros.
Na manhã desta segunda-feira,24/05, nove dos 41 feridos ainda permaneciam internados no Hospital de Vacaria. Dois estão na Unidade de Tratamento Intensivo.


Tags: polícia, delegado, ônibus, feridos, inquérito

Rádio Fátima AM (Jornalismo), 24/05/2010, 09h42

Acidente Onibus da Penha na BR 116 Próximo a Vacaria RS


Identificada vítima de acidente com ônibus na BR 116 em Campestre

Veículo fazia o trecho entre Curitiba e Porto Alegre


Veículo caiu em um barranco na BR-116 (Foto:Rádio Fátima) O veículo da empresa Penha saiu de Curitiba nesta sexta-feira e fez paradas em Lages e Vacaria e tinha como destino final Porto Alegre.
Passageiros contam que devido a cerração o motorista perdeu o controle do veículo, tombou na pista e teria caído em um barranco de pelo menos 15 metros.
Em torno de oito ambulâncias prestaram os primeiros socorros.
Passageiros ficam presos às ferragens. Os feridos foram encaminhados ao Hospital de Vacaria. Pelo menos um passageiro morreu no acidente. Trata-se de uma idosa que ainda não foi identificada.
O acidente ocorreu no Km 64 da BR 116 próximo ao Arroio Canabarro em Campestre da Serra.
Conforme informações da empresa, 23 passageiros iriam ficar em Caxias do Sul e 15 em Porto Alegre. Além de dois motoristas havia no veículo mais um funcionário da Penha.
No hospital de Vacaria pelo menos 32 profissionais prestaram atendimento aos feridos. Dez pessoas já foram liberadas.
No final da tarde deste sábado,22/05, parentes identificaram a vítima fatal desse acidente. O corpo de Lourdes Cavion Rezende, 70 anos, estava no DML de Caxias do Sul. A passageira morava em Curitiba e visitaria familiares na cidade da serra gaúcha.
Dez pessoas permanecem internadas,sendo que, uma delas em estado grave. Dois feridos foram transferidos para o Hospital Pompeia em Caxias do Sul. A polícia civil investiga as causas do acidente.
(notícia atualizada às 18h)

Confira em Fotos as imagens do acidente


Tags: acidente, morte, BR 116, ônibus, feridos, Vacaria, Caampestre da Serra,

Rádio Fátima AM (Jornalismo), 22/05/2010, 06h33

Crime Esclarecido em Vacaria RS

Polícia esclarece crime ocorrido no Bairro Petrópolis
As investigações esclarecem morte de Wanderlei Alves Batista de 45 anos

A Polícia Civil remete nesta segunda-feira,24/05, ao Fórum de Vacaria o inquérito policial que apurou o homicídio de Wanderlei Alves Batista, 45 anos, encontrado morto com um tiro no amanhecer do dia 08 de maio, na Rua Ceará, 264, Bairro Petrópolis.

Após intensas investigações, o autor do crime foi devidamente identificado, já estando preso por força de prisão temporária decretada pela Justiça, após requerimento da autoridade policial.

Segundo a Polícia Civil, o autor do homicídio foi Renato silva, 24 anos, natural de Julio de Castilhos.
Na noite do dia 07 de maio, Renato estava discutindo e ameaçando a namorada, na residência dela localizada na Rua Marco Aurelio, momento em que a vítima,que era amigo dos moradores,chegou junto a porta da residência.

Sem nenhuma motivação, Renato desferiu um tiro contra o abdômen de Vanderlei, que sentiu o disparo, inclinou-se para a frente, mas conseguiu deixar a casa e caminhar até a esquina com a rua Ceará, onde tombou e foi encontrado já sem vida na manhã seguinte.

O inquérito tramitou na Seção de Investigações da Delegacia de Polícia de Vacaria, tendo o Delegado Carlos Alberto Defaveri indiciado Renato Silva por homicídio duplamente qualificado (motivo futil mais crime sem oportunizar possibilidade de defesa à vítima), e solicitou à justiça a prisão preventiva do indiciado.

A pena para esse tipo de crime é de 12 a 30 anos de reclusão.
Por tratar-se de crime contra a vida, oferecida a denúncia pelo Ministério Público e recebeida pela Justiça, o julgamento ocorre em Tribunal do Juri.


Tags: homicídio, investigação, prisão, justiça, Vacaria

Rádio Fátima AM (Jornalismo), 24/05/2010, 09h09

Fernandão Dá Sinal Vermelho para o Inter






24 de maio de 2010 | N° 16345
Alerta
Voltar para a edição de hoje
O VAI NÃO VAI DO TÉCNICO
Fossati vai rever Fernandão?Sorte do Inter que a derrota por 2 a 0 para o São Paulo, ontem, no Beira-Rio foi pelo Brasileirão. Se a partida já estivesse valendo pelo mata-mata da semifinal da Libertadores, o Inter deixaria o jogo virtualmente eliminado. Mesmo classificado entre os quatro melhores da Libertadores, a permanência de Jorge Fossati no clube segue uma incógnita.

O técnico uruguaio avisa que, durante o recesso para a Copa do Mundo, haverá encontros com a direção para reavaliar os cinco meses de trabalho. Não afirma de forma peremptória que permanecerá.

Os dirigentes dizem que gostariam de ter Fossati para a reta final da Libertadores, mas também não demonstram grande convicção.

Abel Braga, campeão da Libertadores com o Inter em 2006, seria a primeira opção em caso de substituição. Ele tem mais um ano de contrato a cumprir com os árabes do Al Jazira, mas conseguiria romper o contrato. Na próxima semana, deverá desembarcar em Porto Alegre para rever amigos.

Segundo Fossati, com a interrupção do campeonato, entre 7 de junho e 14 de julho, a hora é de analisar o que passou até agora na temporada. O técnico admite que uma decisão sobre a sua permanência ou saída deverá ocorrer logo na primeira semana de recesso.

– Nunca falei em sair. Precisamos pensar no que está errado e no que está sendo bem feito, para saber que caminhos têm que ser retificados ou não – disse um pensativo Fossati.

Segundo o técnico, ele e direção falarão sobre a sequência do trabalho a partir de junho:

– A ideia da diretoria é que precisamos nos reunir com tempo. E só teremos tempo para conversar nesta pausa.

Apesar da derrota e das vaias da social ao final da partida, Fossati deu uma entrevista serena. Demorou mais de 40 minutos para deixar o vestiário e se sentar à bancada. Questionado sobre os quatro titulares poupados (Andrezinho, Nei, D’Alessandro e Alecsandro), o técnico afirmou que desejaria ter poupado mais dos seus jogadores:

– Talvez devesse ter tirado mais alguém, devido ao cansaço da partida contra o Estudiantes.

Questionado sobre a manutenção do técnico, o vice de futebol Fernando Caralho declarou:

– Nunca perguntei se ele quer ficar. Quero que ele fique, mas é claro que vamos nos sentar, discutir e reavaliar o que foi feito até agora.

De qualquer forma, o zagueiro Ernando, 22 anos, chega ao Beira-Rio. O jogador foi trocado com o Goiás até o fim do ano pelo atacante Kléber Pereira. O novato será inscrito na Libertadores no lugar do lesionado Ronaldo Conceição.



LEANDRO BEHS
Fonte: Zero Hora

Unegro RS

O GRUPO DE TRABALHO E ESTUDO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UNEGRO-RS CONVIDA


SESSÃO DE AUTÓGRAFOS DO LIVRO

“MARXISMO E QUESTÃO RACIAL”, de Carlos Moore,
renomado intelectual do Movimento Internacional da Negritude.

DIA 24/05/2010
HORÁRIO: 16:30hs
LIVRARIA PALAVRARIA
AV. VASCO DA GAMA, 165, BOM FIM, PORTO ALEGRE.



A PROMOÇÃO É UMA PARCERIA:

UNEGRO-RS
José Antonio dos Santos da Silva
51.91792404 - Claro
53.99491618 - Vivo
61.99935991 - Vivo
11.61516805 - Oi

Quem é de Axé diz que é!
No Censo de 2010 declare seu amor ao seu Orixá
Diga que é do Santo, diga que é do Axé
Pois quem é de Umbanda, quem é de Candomblé
Não pode ter vergonha, tem que dizer que é!!!


Ogun ko ni fe o si ewu lona wa

"Com a proteção de Ogun não haverá nenhum perigo em nosso caminho".

"Ubuntu" é uma antiga palavra Africana, cujo significado é "humanidade para todos". Ubuntu também quer dizer "Eu sou o que sou devido ao que todos nós somos".

Página Pessoal - http://joseantoniod ossantosdasilva. blogspot. com
http://twitter. com/JASSRS62
Página da UNEGRO Nacional - www.unegro.org. br

Fossati Pode Deixar o Inter


Fossati não garante permanência

Treinador do Inter fala em conversar com a direção durante o recesso da Copa
Crédito: cristiano estrela
Treinador do Inter fala em conversar com a direção durante o recesso da Copa
Crédito: cristiano estrela
FABRÍCIO FALKOWSKI | fabricio@correiodopovo.com.br

Jorge Fossati mantém o discurso: ele e os dirigentes devem utilizar a parada para a disputa da Copa do Mundo, que dará aos clubes quase dois meses de intervalo sem jogos oficiais, para repensar o futuro do clube. Apesar de ter comandado o time na busca pela vaga na semifinal da Libertadores, ele não garante a continuidade do seu trabalho no Beira-Rio. Ontem, após a derrota para o São Paulo, o técnico voltou a falar no assunto.

"Temos um monte de coisas que devem ser resolvidas na primeira semana de recesso", afirmou o treinador, que prossegue: "Embora a gente tenha conseguido a classificação, temos de observar e pensar em várias situações. O que importa é que o Inter saia reforçado em todos os aspectos do recesso. Dentro disso, também está o trabalho de toda a comissão técnica".

Os dirigentes encaram o discurso do treinador como parte de uma estratégia para angariar apoio, inclusive da torcedores. "A reavaliação é permanente. Fizemos isso sempre, mas sempre prevendo a permanência do Fossati. Ele é o nosso treinador e vai continuar conosco", enfatizou o vice de Futebol Fernando Carvalho. O dirigente garante que sequer conjectura a saída do profissional: "Esse é um assunto que não está na nossa pauta. Eu nunca perguntei se ele quer ficar e ele nunca me perguntou se eu quero que ele fique".

O Inter também irá usar o recesso da Copa do Mundo para reforçar o seu grupo. Além de Tinga, que já treina no Beira-Rio, o clube investirá fortemente na contratação de um atacante. Rafael Sobis está acertado, mas depende da liberação do seu clube, o Al-Jazira. A opção é Émerson, que defendeu o Flamengo em 2009 e hoje está no Al Ain, dos Emirados Árabes.





Fonte: Correio do Povo

Fernandão Vence o Inter


Deu Fernandão no Beira-Rio


Crédito: FABIANO DO AMARAL

Crédito: FABIANO DO AMARAL


Inter perde por 2 a 0 para o São Paulo, 2 derrota em casa Esportes

Grêmio leva 4 do Palmeiras


Grêmio não resiste ao Palmeiras


Crédito: CESAR GRECO / AE / CP

Crédito: CESAR GRECO / AE / CP


Time leva 4 a 2 e tem um só ponto no Brasileirão

Irã

23/05/2010 | Breno Altman | São Paulo
www.operamundi.com.br

Escalada de sanções é atalho para ação militar contra Irã

A reação dos Estados Unidos e seus aliados contra o acordo Brasil-Irã-Turquia não é surpresa. Tampouco o enfileiramento quase unânime da mídia ocidental à crítica contra o presidente Lula por sua política de negociação. O que está em jogo, afinal, é uma questão relevante para a geopolítica mundial.

O arcabouço que se estabeleceu após o colapso da União Soviética tem como espinha dorsal a verticalização da ordem internacional sob o comando da superpotência vitoriosa na Guerra Fria. Quase vinte anos depois, porém, a crise econômica e moral norte-americana está colocando em xeque essa liderança, também pressionada por crescentes contradições regionais. Mas seria tolice acreditar que a Casa Branca aceitaria a decadência de braços cruzados. Ou que esse processo fosse linear e indolor.

Nem mesmo as demais potências capitalistas parecem apostar, com seriedade, em um sistema multilateral. Atuam para ampliar espaços autônomos que facilitem seus propósitos econômicos e culturais, é certo, mas não manifestam qualquer aspiração em cancelar o mandato de xerife que é exercido pelos Estados Unidos. Temem que mudanças bruscas venham a gerar situações de perigo para seus próprios interesses imperialistas.

A Rússia e a China, por sua vez, continuam circunscritas a ambições regionais. A primeira em caráter defensivo, para preservar influência na zona ex-soviética. A segunda, por considerar que ainda não é forte o suficiente para se contrapor aos norte-americanos em escala planetária. Ambos os países, membros do clube da bomba e detentores do direito de veto no Conselho de Segurança da ONU, trocam beneplácitos às ações de Washington por salvaguardas a seus objetivos locais.

A questão iraniana deve ser analisada nesse contexto. Há confluência entre os governos ocidentais, além de relativa conivência russo-chinesa, com a estratégia norte-americana. O pretexto nuclear é um faz-de-conta, pois o que os Estados Unidos dão efetivos sinais de perseguir é carta branca para desestabilizar o governo Ahmadinejad.

A supressão da república islâmica, neutralizando o principal adversário militar à coligação israelense-americana no Oriente Médio, permitiria completar o controle sobre as reservas petrolíferas do Golfo Pérsico. Também asseguraria o fluxo marítimo no estreito de Ormuz, por onde transita importante fatia das exportações árabes de óleo para o Ocidente.

A intervenção de Brasil e Turquia, no entanto, impôs obstáculo à rota de confrontação. O inesperado compromisso em Teerã acabou por desmascarar a pretensa impossibilidade de uma saída diplomática. Não passava de propaganda para justificar a asfixia progressiva do Irã.

O gesto liderado pelo presidente Lula, de toda maneira, foi além de seus resultados práticos. Trata-se da primeira vez, desde o colapso soviético, que países não alinhados jogam cartada relevante no cenário internacional. Essa atitude, contraposta à verticalização imperial, mostra-se inaceitável para os Estados Unidos e seus sócios. O acordo Brasil-Irã, para os governos desses países, é exemplo a ser banido das práticas diplomáticas.

O comportamento das potências capitalistas também revela que o foco de sua política não está na eventual insegurança com o desenvolvimento do programa nuclear iraniano. Se assim fosse, a porta aberta pelo pacto criticado deveria servir de passagem para a busca de uma solução definitiva. Afinal, se o Irã veio para a mesa de negociação, o mínimo a se esperar era que esse gesto tivesse reciprocidade.

Não era com o que havia se comprometido o presidente Barak Obama logo no início de seu governo? Não foi nessa direção sua carta sigilosa ao presidente Lula, entregue às vésperas do acordo tripartite, como recentemente revelou a agência Reuters? Mas o peso do complexo bélico-industrial e do sionismo no sistema político norte-americano, além de sua influência nos meios de comunicação, sobrepõe-se ao próprio chefe de Estado.

O fato é que os círculos centrais de poder desejam eliminar a alternativa da negociação porque atrapalha a política da submissão. O problema não é a suposta bomba iraniana, mas a própria existência de um regime que confronta a hegemonia dos Estados Unidos. A expansão das grandes corporações e o acesso seguro às fontes de energia dependem, em ampla medida, da manutenção do unilateralismo.

Essa é a lógica da escalada de sanções, cujo desenlace previsível será uma ação militar contra o Irã. O roteiro se parece com o que antecedeu a invasão do Iraque. Naquela ocasião o motivo apresentado para punições era a existência de armas para destruição em massa – aliás, jamais encontradas. Não demorou muito para que o embargo econômico, autorizado pelo Conselho de Segurança, fosse assumido, pelos Estados Unidos, como autorização tácita a uma guerra ilegal de ocupação.

Antes, como agora, o objetivo inconfesso era estabelecer uma administração fantoche e cordial. As sanções são, nessa estratégia, apenas uma etapa de acumulação, através da qual o inimigo é enfraquecido e provocado. Ninguém em sã consciência pode, afinal, imaginar que uma civilização como a iraniana irá capitular sem oferecer a mais tenaz resistência. A atitude soberana da nação encurralada acabará sendo o derradeiro argumento para a agressão militar.

O acordo proposto por Brasil e Turquia ao Irã permite outro desfecho à crise. Mas não há razões para otimismo. Basta ver a incapacidade do presidente Obama em honrar sua palavra. Os Estados Unidos estão reincidindo no atalho que os levará a advogar por seus interesses na ponta dos mísseis. A dúvida parada no ar é se existem forças dispostas e capazes de impedir o dedo que aperta o gatilho.

Breno Altman é jornalista e diretor editorial do Opera Mundi (www.operamundi.com.br)

Melhores momentos Bayern de Munique 0 x 2 Inter de Milão pela final da L...

Palmeiras 4 X 2 Grêmio, Gols do Jogo pela 3º rodada do Brasileirão 2010

inter Perde para o São Paulo



23/05/2010

Brasileirão: derrota para o São Paulo


O Inter acabou perdendo para o São Paulo por 2 a 0 neste domingo, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Hernanes e Fernandão marcaram para os paulistas. A equipe de Fossati lutou até o final, mas não conseguiu reverter o marcador. O próximo adversário agora é o Vasco da Gama, nesta quinta-feira, às 21h, no Rio de Janeiro.


Clique para ampliar esta imagem


Everton incomodou a zaga são-paulina durante a partida no Beira-Rio



Encontros pré-jogo

A partida não havia começado. Muito menos o Inter tinha ingressado no gramado do Beira-Rio. A torcida colorada vaiou os jogadores do São Paulo que recém saíam do vestiário. Mas na hora de demonstrar consideração e respeito, os colorados se mostraram corretos ao reencontrar o atacante Fernandão. "Uh! Terror! Fernandão é matador!" era o coro que se ouvia das arquibancadas do Gigante. O ídolo eterno do Internacional, campeão da Libertadores e do Mundial Fifa em 2006, agradeceu carinhosamente à ovação.

Além deste encontro, outros tantos demonstraram a importância deste clássico do futebol brasileiro. Miranda cumprimentou Sandro; Hernanes foi dar um abraço em Kléber. Todos jogadores que já vestiram a camisa da Seleção Brasileira. Ainda houve o encontro dos irmãos Alecsandro e Richarlyson. O centroavante, apesar de não sair jogando, ficou no banco de reservas.

A partida

Terminadas as gentilezas, o confronto de Inter e São Paulo começou a 100 km/h. As duas equipes escaladas no 3-5-2 tiveram seus alas como os grandes nomes dos primeiros instantes da etapa inicial. Pelo lado são-paulino, Cicinho e Marlos eram os mais acionados. Já pelo colorado, Glaydson e Everton buscavam criar as chances do Inter. Mas o jogo era equilibrado. E o sistema defensivo de ambos os times não davam brechas aos atacantes.


Walter em ação contra o São Paulo no Beira-Rio

A primeira finalização veio por parte do Inter. Em escanteio batido por Giuliano, aos 21min, Sorondo subiu mais alto para cabecear sem força nas mãos de Rogério Ceni. Oito minutos depois foi a vez de Walter receber lançamento de Sandro e concluir de fora da área para nova defesa do goleiro são-paulino.

Aos 32min, nasceu a blitz colorada. Em lances sequenciais, os atacantes do Inter infernizaram a zaga do São Paulo. Giuliano cobrou escanteio e Walter se meteu no meio de dois defensores para cabecear à direita de Rogério Ceni, que foi obrigado a se esticar todo para espalmar. Na sequência do ataque, Everton driblou Xandão, entrou na área e finalizou forte para nova defesa de Ceni.

Gol de quem não atacava

Apesar do ímpeto do Inter, foi o São Paulo que saiu na frente do placar. E de bola parada. Aos 36, Dagoberto foi derrubado por Glaydson fora da área, em posição frontal ao gol de Abbondanzieri. Hernanes cobrou forte e a bola explodiu na barreira. No rebote, ele mesmo bateu novamente no canto de Pato, 1 a 0.

A vantagem no resultado deu moral aos paulistas. Marlos avançou pela direita, aos 37, e chutou cruzado para fora. Aos 40, foi a vez de Júnior César aproveitar um rebote de dentro da área colorada bater também cruzado pela linha de fundo. O primeiro tempo terminou assim.

Etapa final

As equipes não voltaram com alterações, mas o Inter retornou com muito mais gana. Nem tinham completados os primeiros dez minutos e o time de Fossati demonstrava um ritmo fulminante. Pela direita, Walter e Glaydson causavam problemas à zaga são-paulina. Sandro, por duas vezes, tentou a conclusão de fora da área, levando perigo ao gol de Rogério Ceni.

Mas novamente o São Paulo voltou a marcar. Aos 16min, em um contra-ataque rápido puxado por Dagoberto e Hernanes, Fernandão escorou a bola no cruzamento para marcar o gol, 2 a 0.

Insistência

O Inter não desistiu do jogo e foi ao ataque em busca do gol. O que poderia ter ocorrido aos 21min, caso o árbitro Marcelo de Lima Henrique tivesse marcado pênalti em Giuliano. O meia entrou na área, driblou Alex Silva e foi agarrado pelo marcador do São Paulo. A equipe de Jorge Fossati via mais uma barreira contra si.


Guiñazu buscou auxiliar o ataque colorado

A próxima tentativa veio com uma jogadaça de Kléber aos 29 minutos. O lateral mandou um petardo e Rogério Ceni espalmou em outra grande defesa. O Inter já poderia ter empatado se não fosse a boa atuação do goleiro adversário. Aos 32min, nova oportunidade: D'Alessandro, que havia entrado no lugar de Walter, driblou o zagueiro dentro da área e soltou a bomba. Mais uma vez, Ceni cutucou a bola para fora com as pontas dos dedos.

As redes do São Paulo chegaram a balançar, contudo o gol foi anulado. Alecsandro, que tinha entrado na vaga de Sandro, dominou a bola e chutou forte e rasteiro pro fundo da meta de Rogério Ceni. Marcelo de Lima Henrique paralisou o jogo, alegando mão do atacante colorado. O Inter seguiu tentando, mas o confronto terminou assim, 2 a 0 para o São Paulo.

Declarações

"Infelizmente não conseguimos converter as chances que tivemos e eles marcaram", disse Bolívar.

"O time estava bem. Tomamos gols em lances infortúnios. Nós vamos nos recuperar (no Brasileirão)", afirmou o vice de futebol Fernando Carvalho.

"O jogo teve o predomínio do Inter, sendo que no segundo tempo teve domínio total do Inter. Eles maracarm os gols nas poucas chances que tiveram. O time tem todas as qualidades para vencer o São Paulo, independente do resultado de hoje", disse o técnico Jorge Fossati.

Ficha técnica

Internacional (0): Pato Abbondanzieri; Bolivar, Sorondo e Fabiano Eller (Andrezinho); Glaydson, Sandro (Alecsandro), Guiñazu, Giuliano e Kleber; Everton e Walter (D'Alessandro). Técnico Jorge Fossati.

São Paulo (2): Rogério Ceni; Alex Silva, Miranda (Xandão) e Richarlyson; Cicinho, Rodrigo Souto (Jean), Hernanes, Marlos (Jorge Wagner) e Júnior César; Dagoberto e Fernandão. Técnico: Ricardo Gomes.

Gols: Hernanes (S), aos 36 minutos do primeiro tempo. Fernandão (S), aos 16 minutos do segundo tempo.

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Hilton Moutinho Rodrigues e Dibert Pedrosa Moises

Cartões amarelos: Richarlyson (S) e Bolívar (I).

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre

Público: 28.824 (25.185 pagantes) Renda: R$ 411.055,00

Fonte: Internacional

Palmeiras 4 X 2 Grêmio, Gols do Jogo pela 3º rodada do Brasileirão 2010

Palmeiras 4 X 2 Grêmio, Gols do Jogo pela 3º rodada do Brasileirão 2010

Internacional 0 X 2 São Paulo, melhores momentos pela 3° rodada do Brasi...

Fotos África

Fotos de Uganda na visão de um (negro) africano...

http://pearlafrica. blogspot. com/





============ =======

HEITOR (*_*) CARLOS