Anuncie em Nossa Revista de Classificados

Anuncie em  Nossa Revista de Classificados
Para Porto Alegre RS

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Condenado Preso

Poa, 17/06/09

É a mais pura verdade.

Beijos.

Deise Nunes.

Um empresário de sucesso, comenta com sua esposa, que é psicóloga:

- Querida, recebi uma intimação da Receita Federal. Caí na malha fina!!! Você acha que devo comparecer à audiência com o fiscal de jeans para parecer mais simples e informal, ou de terno e gravata, para passar uma imagem de seriedade?

- Querido, vou dizer a mesma coisa que minha mãe me disse quando perguntei a ela se devia usar calcinha de renda ou de seda, na noite de núpcias.

- E o que foi que tua mãe disse?

- Tanto faz! Ele vai te fuder de qualquer jeito.

Malha Fina

Poa, 17/06/09

É a mais pura verdade.

Beijos.

Deise Nunes.

Um empresário de sucesso, comenta com sua esposa, que é psicóloga:

- Querida, recebi uma intimação da Receita Federal. Caí na malha fina!!! Você acha que devo comparecer à audiência com o fiscal de jeans para parecer mais simples e informal, ou de terno e gravata, para passar uma imagem de seriedade?

- Querido, vou dizer a mesma coisa que minha mãe me disse quando perguntei a ela se devia usar calcinha de renda ou de seda, na noite de núpcias.

- E o que foi que tua mãe disse?

- Tanto faz! Ele vai te fuder de qualquer jeito.

A regulamentação


A regulamentação da Emenda Constitucional nº 29 volta ao debate



A regulamentação e a aplicação da Emenda Constitucional (EC) nº 29 voltará a ser tema de audiência pública da Comissão de Saúde e Meio Ambiente. O dispositivo determina que os estados devem aplicar 12% e os municípios 15% da receita líquida de impostos em saúde pública. O requerimento, apresentado pelo presidente do órgão técnico, deputado Gilmar Sossella (PDT), foi aprovado durante reunião ordinária realizada na manhã desta quarta-feira (17).



Sossella afirmou que a regulamentação da EC nº 29 foi a principal reivindicação apresentada nas audiência públicas realizadas em oito municípios que representam Coordenadorias Regionais de Saúde. “Outra preocupação é a forma como esses percentuais estão sendo utilizados pelo governo gaúcho, ou seja, em que ações e serviços públicos de saúde estão sendo investidos”, disse o parlamentar. Ele defendeu a necessidade da regulamentação para esmiuçar com clareza o que são ações e serviços de saúde.



O deputado lembrou que orçamento da saúde não pode ser aplicado em serviços não considerados universais e igualitários. “Com a regulamentação da EC nº 29, despesas com o IPE Saúde e a Corsan não poderão ser mais computados como despesas em saúde”, frisou Sossella. O deputado Miki Breier (PSB) defendeu a proposta do colega, sugerindo que a Assembleia Legislativa se manifeste formalmente a favor da EC. “Assim como a mobilização do Parlamento gaúcho em prol da reforma política, a EC também merece uma atenção especial dos deputados gaúchos”, opinou Breier.



Gilmar Sossella comunicou ainda que a Marcha dos Prefeitos a Brasília em Defesa dos Municípios, que acontece de 14 a 16 de julho, terá como pauta principal a regulamentação da Emenda Constitucional nº 29. “ A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa não ficará alheia a essa mobilização”, garantiu Sossella.



Hospitais
Outro requerimento aprovado pelos parlamentares solicita audiência pública no município de Marau. O objetivo é debater a incorporação do Hospital Providência pelo Hospital Cristo Redentor. Também irão discutir a situação do setor da saúde na região. A solicitação igualmente foi apresentada pelo presidente da comissão, deputado Gilmar Sossella.



O último requerimento de Sossella não conseguiu a votação necessária para sua aprovação e será novamente apresentado pelo parlamentar. O documento solicitava o debate sobre a prestação do serviço de saneamento básico nos municípios da Fronteira Oeste do Estado. “A intenção é ouvir o secretário estadual de Habitação, Saneamento e Desenvolvimento Urbano, Marco Alba, e o diretor-presidente da Corsan, Mário Freitas, para falar sobre os investimentos do setor no Estado”, comentou. Segundo ele, a ideia é também relatar aos representantes do governo problemas de infraestrutura e falta de saneamento básico verificados na região da Fronteira Oeste.



Reciclagem de pneus
No período destinado aos Assuntos Gerais, os parlamentares ouviram o representante da empresa Ecoduto: Solução ambiental e inclusão social. A empresa, criada em Pelotas, elaborou um sistema de saneamento ambiental que recicla pneus.



O arquiteto e inventor da tecnologia, Fernando Caetano, explicou como funciona o sistema. Conforme ele, os ecodutos são dutos para escoamento de águas pluviais e efluentes de esgoto formados por pneus radiais prensados em um equipamento hidráulico, de grande resistência e de fácil utilização. Esses dutos podem ser utilizados para diversos fins, como agricultura, indústria e saneamento básico, devido a sua grande durabilidade e seu baixo custo de fabricação. “Além disso, o Ecoduto gera trabalho e renda, estimulando grandes redes de catadores e cooperativas de reciclagem”, salientou Caetano.



Além do presidente da comissão, participaram da reunião ordinária os deputados Cassiá Carpes (PTB), Silvana Covatti (PP), Miki Breier (PSB), Jorge Gobbi (PSDB), Pedro Pereira (PSDB), Gerson Burmann (PDT), Pedro Westphalen (PP).



--------------------------------------------------------------------------------

Direita e Esquerda









Caros do Grupo,


com referência ao liberalismo, antes de ser focado no individualismo, entendo que seja o reconhecimento e defesa da liberdade observando o Princípio da Subsidiariedade. No campo econômico é a máxima utilização possível das forças do mercado, não com a ausência, mas sim com o menor uso possível do governo e do processo político, para a solução dos problemas econômicos. No campo individual é entendido como ausência de coerção de indivíduos sobre indivíduos, assegurando que em regime de liberdade se desenvolvam plenamente as potencialidades individuais.
Temos que entender que o Estado e governo podem significar funcionalmente restrição à liberdade individual, caso não seja observado o Princípio da Subsidiariedade.

O Princípio da Subsidiariedade deve ser tomado como algo dinâmico, visto como um gradiente onde os dois vetores, o da liberdade individual e o da liberdade econômica sejam sempre questionados, assegurando a conscientização das pessoas a respeito do efetivo papel da liberdade em suas próprias vidas e na vida dos outros, das relações funcionais entre essa liberdade, de um lado, e os valores e princípios morais, tradições e instituições sociais, de outro lado. Tem como limitação o Estado de direito, a democracia e a responsabilidade.


A questão chave, como o entendo, é o gradiente da liberdade em função do Princípio da Subsidiariedade. O princípio de subsidiariedade é o princípio básico da filosofia social, segundo o qual toda a atividade deve ter por objetivo ajudar a favorecer a autonomia e realização responsável dos indivíduos. Mas antes de tudo é não aceitar a injustiça, como quando alguém ou um grupo de pessoas tem por objetivo subtrair do indivíduo o que ele pode realizar a partir de sua própria iniciativa e capacidade, para o confiar a uma outra pessoa ou a um grupo. Começa na família quando os pais impedem que seus filhos tenham a autonomia com responsabilidade. É injusto conferir a autoridade e responsabilidade para a municipalidade, quando uma comunidade pode realizar e decidir por si. O mesmo vale quando passamos para uma província o que poderia ser realizado e decidido com autonomia pelos burgos ou pela municipalidade. Ou quando transferimos o poder a um reino ou país quando seus desígnios são próprios das províncias. É uma injustiça, um grave dano e perturbação da boa ordem social. O fim natural da sociedade e da sua ação é subsidiar os seus membros, não destruí-los nem absorvê-los. E muito menos subjugá-los como o fazem os regimes submetidos às ideologias de esquerda, direita e os totalitários. E muito menos dar ao cidadão total liberdade como pregam os anarquistas, que não se submetem ao poder da lei, do Estado de Direito.


No campo político este princípio foi exaustivamente discutido na Alemanha, muito antes de sua criação como Estado único, razão de existirem ainda hoje nominados cidades Livres (Hamburgo) ou Estado Livre (Saxônia). Foi também exaustivamente discutido e posto em prática no sentido de limitar os poderes da Comunidade Européia - CE, considerados como subsidiários relativamente aos Estados-membros.


Com as comunidade teutônicas este princípio foi levado para a América, onde fincou raízes na criação da jovem nação. Importante seria citar que foi justamente no seio da Reforma Luterana que a humanidade reencontrou todos as aspirações e inspirações para sua luta pela liberdade, não só religiosa. Quando Martin Luther colocou suas teses na porta de sua igreja, como era o costume da época, ele não só pregava a liberdade do estudo da "Palavra de Deus", mas fundamentalmente da liberdade individual sob a ótica dos ensinamentos cristãos e sob o princípio da responsabilidade, o que inclusive foi fundamental para a formação da sociedade norte-americana, não só em função da emigração alemã, mas também de evangélicos de toda a Europa, que para lá emigraram. Vale lembrar que países como a Suécia, Dinamarca, Noruega e Finlândia são de maioria quase absoluta de luteranos.

Sabemos que os Estados Unidos tornaram-se, e ainda hoje o são, a terra prometida para milhões de emigrantes desde o início da sua colonização, no século 17, para lá foram com suas famílias. Os primeiros colonos alemães chegaram aos EUA no ano de 1608. Grande número de colonos teutônicos chegaram entre 1680 e 1760, e continuaram durante os séculos seguintes. Esses colonos, emigravam com as famílias, em sua maioria eram luteranos, se estabeleceram sobretudo no estado da Pennsylvania e norte de Nova Iorque.

A Pennsylvania tornou-se o destino preferido da emigração alemã durante o século 18 e 19, recebendo grande levas de emigrantes entre 1725 e 1775, compondo, neste último ano, já 30% da população do estado, hoje seus descendentes superam 50% da população naquele Estado. Outras colônias alemãs foram criadas na Virgínia, Massachusetts e Carolina do Norte, incluindo outras minorias protestantes, como os menonitas, amish e outras.

Alguns estados americanos possuem uma clara maioria de ascendência alemã: como Dakota do Norte e Wisconsin possuem, respectivamente, 43,9% e 42,2% de sua população descendente de alemães. Esses dois estados são considerações os mais alemães dos Estados Unidos, possuindo uma larga maioria luterana.

Se a emigração alemã, embora pequena, aqui no Brasil foi feita também por famílias e contribuiu para o intenso anseio por autonomia e consequentemente desenvolvimento dos estados do Sul e Sudeste, e hoje graças a saga dos gaúchos, aos quais se integraram, de todo Centro-Oeste, nos Estados Unidos a emigração foi, não só muito maior em número, mas de fundamental importância para a integração e formação dos Estados Unidos. A semente da liberdade, fundamentada no Evangelho, foi fundamental na formação da sociedade norte-americana.


O Princípio da Subsidiariedade, exigido pelos Reformadores e mais recentemente reconhecido e resgatado também nos ensinos da Igreja Católica busca a valorização da sociedade e tem como pressupostos a liberdade , a iniciativa e a responsabilidade dos indivíduos e dos grupos no exercício de seus direitos e obrigações. Obviamente que este principio conflita com a Teoria da Libertação, posta em prática pela CNBB e seus "padrecos" barbudos, as quais são muitas vezes endossadas por entidades ecumênicas. O Princípio da Subsidiariedade tenta estabelecer uma relação equilibrada entre o poder público (o Estado) e os cidadãos, visando ao atendimento das demandas sociais de modo mais eficiente, observando sempre os valores e vontades da sociedade.




“Antigamente no Brasil o Imperador era preparado e servia ao país, hoje temos justamente o contrário, os presidentes servindo-se do Brasil”. (Gerhard Erich Boehme)




A função do Estado é servir ao povo, servir à sociedade dos homens. Servir significa sustentar, valorizar e tornar cada vez mais equilibrada a realidade do povo, não retirando dela sua autonomia, mas sim realizando aquilo que as Províncias, Cidades, Comunidades, Famílias e finalmente o indivíduo pode fazer. Na sociedade, as pessoas se organizam em grupos e movimentos dentro de um contexto de comunhão e afinidades, para responder às necessidades profundas e às exigências originárias de cada pessoa. Esses grupos e movimentos são o fenômeno que se costuma chamar “associações comunitárias ou intermediárias”. Preferimos o termo intermediária, devido ao mau uso do termo comunitário efetuado nos últimos dois séculos, da qual derivou a palavra comuna e a comunista, responsáveis por infinitas tragédias, a maioria devido ao cerceamento da liberdade e perdas humanas.



As associações intermediárias vivem diretamente a experiência da solidariedade e do bem comum e criam iniciativas e obras para responder a suas necessidades. Tais iniciativas são fundamentais para manter vivo o dinamismo social, uma vez que o movimento que as gera está ligado às circunstâncias concretas da vida e, portanto, estará sempre aberto à reformulação, mudando, corrigindo e renovando a forma de sua resposta.



As propostas concretas e apaixonadas que nascem das associações intermediárias influenciam de maneira determinante as circunstâncias da vida social de um povo e de uma nação. De fato, a presença dessas associações intermediárias é fundamental para que se mantenham vivas a identidade e a criatividade popular.



Cabe ao Estado, então, a função de proteger e subsidiar essas associações e suas obras. Um Estado que tenha medo das iniciativas geradas pela base por querer ter a situação sob controle opta por apoiar os chamados "Movimentos Sociais", os quais também estão dispersos na sociedade, revestem-se muitas vezes de uma certa "legitimidade", mas na maioria das vezes se colocam acima do Estado do Direito e muitas vezes são apoiados ou dirigidos com a finalidade fim de criar movimentos de massa que visam perpetuar o poder de déspotas. Um Estado que tenha medo das iniciativas geradas pela base opta por ser profundamente antipopular e tende a construir uma administração pública altamente burocratizada, centralizada e ineficiente e ineficaz, opta por ser servida e não servir, em especial para o qual foi designada. Um governo de esquerda não foge a essa crítica ao idealizar um “Estado forte”, capaz de responder às necessidades dos cidadãos, pois dessa forma tende a determinar todo tipo de instituição, sufocando as livres iniciativas de grupos de cidadãos. Um governo de esquerda tende a suprimir a liberdade individual na sua busca por empreender.



Um dos exemplos mais significativos de obras geradas na realidade brasileira, católica em especial, está ligado à área da saúde. Foi o Princípio da Subsidiariedade colocado em prática durante alguns séculos aqui no Brasil, desde sua origem, a livre organização popular gerou as “Santas Casas da Misericórdia”, que hoje ou se tornaram grandes hospitais e atendem tradicionalmente aos mais pobres, que não têm recursos para cuidar de sua saúde. Ou foram levadas à falência devido a centralização imposta pelos sistemas de saúde , hoje afastados da realidade local. Da organização popular nasceu, portanto, uma iniciativa muito eficiente e eficaz, bem como efetiva, e a custos muito mais baixos do que aqueles que o Estado deveria suportar para atender à necessidade da população. Também o inverso ocorreu quando se tornaram sobrecarregadas pela imposição do Estado por fazê-las atender a demandas acima da capacidade que as organizações populares poderiam suportar ou interesse em apoiar. Hoje vemos a maioria delas endividadas.



O Princípio da Subsidiariedade exige que o Estado estimule as iniciativas de solidariedade popular e as auxilie, subsidiando-as, para que possam levar adiante seu objetivo. Para tanto, é necessária a atuação de políticos que, representando as forças vivas do povo, valorizem e apóiem as iniciativas das “associações intermediárias”. Neste cenário é de fundamental importância o Princípio Federativo, veja: www.if.org.br.



No campo da representatividade política, é não enfraquecer o distrito ou a comunidade em nome de uma centralização maior. Nos regimes que tenderam ao totalitarismo, por não se sustentarem, sejam eles de direita ou de esquerda, pois ambos suprimem ou a liberdade pessoal ou a liberdade econômica, retirando a autonomia de decisão e de execução, a autoridade e a responsabilidade.



Neste contexto temos que entender que não é aceitável viver na velha dicotomia imposta desde o final do século XIX até o final dos anos 80 do século passado. Muitos ainda hoje dividem as políticas-econômicas entre a esquerda e a direita. Outros, de forma mais correta, vão mais além, as definem em função de dois vetores, considerando as liberdades pessoais e econômicas, onde teríamos os totalitários, onde ambas as liberdades tendem a zero, a esquerda onde a liberdade econômica tende a zero, a direita onde as liberdades pessoais tendem a zero e finalmente os liberais, onde tanto a liberdade econômica como a liberdade pessoal tendem a ser máximas, porém limitadas pelo Estado Democrático de Direito.



Tanto a direita, quanto a esquerda, quando se colocam em prática, tendem à centralização e ao totalitarismo, pois não se sustentam, como foi o caso do Brasil em sua história mais recente, ou como nos países socialistas e comunistas.



A sociedade brasileira não suporta a excessiva carga tributária, a qual, juntamente com a baixa escolaridade, inibe o nosso potencial em aumentar a oferta de bens e serviços. A excessiva carga tributária é um dos princiapis entraves ao nosso desenvolvimento e geração de riqueza, emprego e renda. A sociedade brasileira anseia por um Estado forte em suas competências fundamentais, não um Estado paternalista e muito menos que acomode demagogos, mas um Estado coercitivo, que saiba desempenhar o seu papel: a começar pela justiça, incluindo, nos Estados, seus primeiros passos através da polícia judiciária (Polícia Civil e Polícia Técnico-científica), segurança pública, tributação racional, sem privilégios e suportável, relações exteriores e defesa nacional que defandam nossos interesses e nossa soberania, saúde pública, etc., de forma que o brasileiro tenha bons serviços públicos e saiba realmente o que isso significa:



Bens públicos têm como característica essencial a impossibilidade de limitar o seu uso àqueles que pagam por ele.





Devemos entender que é prioritário o investimento em saúde pública e educação fundamental de qualidade (http://www.todospelaeducacao.org.br/), pois são serviços cuja provisão também deve ser garantida subsidiariamente pelo Estado, apesar de que a melhor solução provavelmente se encontra no financiamento a cada contribuinte para aquisição desses serviços, seja diretamente ou através de entidades cooperadas, privadas ou confessionais e não na prestação direta do serviço pelo Estado, sempre em fiel observância ao Princípio da Subsidiariedade. Os gastos estatais nesses setores se justificam porque geram externalidades positivas para a sociedade, que se beneficia de uma população educada e sadia, benefícios estes que não poderiam ser individualmente apropriados por investidores privados. Além disso, existe um argumento normativo: os gastos nessas áreas reduzem as diferenças de oportunidade dos indivíduos no momento da partida do jogo social, para que a partir daí a competição ocorra baseada nos talentos e méritos de cada um.



Devemos privilegiar o direito à propriedade privada, pois ela cria oportunidades e nutre comprometimento em preocupar-se com a idade e adversidades da vida e pelo fato dela formar empreendedores.





"Não se conhece nação que tenha prosperado na ausência de regras claras de garantias ao direito de propriedade, do estado de direito e da economia de mercado." (Prof. Ubiratan Iorio de Souza)





Cabe ao Estado ser forte em suas atribuições básicas, que na esfera Federal são: Emissão e controle da Moeda, através de um Banco Central independente, Relações Exteriores, Supremo Tribunal Eleitoral, Supremo Tribunal Federal, Comércio Exterior, Forças Armadas, Segurança Pública nas faixas de Fronteira, Polícia Federal, normatização da Aviação Civil, Marinha Mercante, Vigilância Sanitária e Obras de Integração Nacional, Administração de Parques Nacionais, Administração Indígena, diretrizes de Meio Ambiente, Propriedade Intelectual, Energia Nuclear, e Previdência Pública Federal.



Um Estado que privilegie as Agências reguladoras em defesa do cidadão e não a acomodação política e clientelista em ministérios e estatais em defesa de interesses políticos. Se observarmos o Princípio da Subsidiariedade, podemos concluir que caberia ao Estado apenas a solução de três grupos de problemas econômicos: bens públicos, externalidades negativas e positivas, monopólios naturais.



O que temos: bens públicos são mal geridos e não atendem aos brasileiros e não entedemos o seu significado, externalidades negativas são desprezadas pela sociedade, com destaque ao ensino fundamental que ainda não é compromisso dos brasileiros e os monopólios naturais, os quais estão a serviço de interesses privados. Externalidades positivas não são gerenciadas adequadamente, o imposto sobre a renda das pessoas não é adequadamente gerido, optamos pelos impostos sobre consumo, que não diferenciam miseráveis de milionários. Cabe ao Estado assegurar a liberdade de se empreender e o reconhecimento das pessoas através do mérito, do mérito obtido através de seus trabalho, estudo, pesquisa, esforço, criatividade e inovação.



A melhor qualidade de vida, o desenvolvimento e as melhores condições de geração de trabalho, riqueza e renda serão consequências naturais, ainda mais para nós brasileiros, que contamos com um potencial enorme de recursos naturais como bem nos lembra o Pesquisador Carlos Nobre no último Planeta Sustentável da Revista Você S/A: "A invenção de uma nova economia".



Acesse: http://vocesa.abril.com.br/sumarios/0125.shtml



Abraços,



Gerhard Erich Boehme
gerhard@boehme.com.br
(41) 8877-6354
Skype: gerhardboehme
Caixa Postal 15019
80811-970 Curitiba PR





“Um Estado, o chamado 1º Setor, deve apenas atuar subsidiariamente¹ frente ao cidadão e não estar voltado para ocupar o papel que cabe ao 2º Setor - pois assim se cria o estado empresário e com ele fomenta-se o clientelismo, a corrupção e o nepotismo - ou 3º Setor - pois assim se promove o Estado populista que cria ou alimenta os movimentos (anti-)sociais, o paternalismo e o assistencialismo, bem como que abre espaço para a demagogia político e perda da liberdade e responsabilidade do cidadão. Caso contrário ele acaba criando o 4º Setor - quando o poder coercitivo (tributação, defesa nacional, justiça e segurança pública) do Estado deixa de ser exercido por ele e é tomado por parte de segmentos desorganizados ou não da sociedade - cria-se então o Estado contemplativo, que prega a mentira, pratica a demagogia e o clientelismo² e cria o caos social através da violência e desrespeito às leis”. (Gerhard Erich Boehme)



Entenda melhor: http://www.youtube.com/watch?v=GwGpTy-qpAw

Agenda Opus



Terça-feira, 16 de Junho de 2009

THE AUSTRALIAN BEE GEES

Uma super produção de som, luz e imagens
Dia 03 de julho, Sexta no Teatro do Bourbon Country


19h30 - Discotecagem com Fábio Codevilla
20h - Discotecagem com Fábio Codevilla e Taís Scherer
21h Início do show

As luzes da casa vão se apagando lentamente e há uma saudação de euforia, depois um breve momento de expectativa. Começando com uma simples nota no baixo que soa e dança pela sala,um sussurro das cordas, um toque na bateria , um flash de luz com uma imagem que traz vida. Então aí esta....um grande presente!Em 2009, THE AUSTRALIAN BEE GEES SHOW comemoraram 13 anos de apresentações nos palcos do mundo, do Oeste de Londres à fascinante Las Vegas, da neve em Berlim às areias de Dubai, do exótico Extremo Oriente à deslumbrante jóia da América do Sul, Rio de Janeiro! E agora, Porto Alegre.

O Show é um evento de multi-midia com magnífico som , luzes esplendidas e gigantescos telões com vídeo-clips, câmera ao vivo com imagens impressionantes. THE AUSTRALIAN BEE GEES SHOW conseguiu captar a imagem, musica e a personalidade que definem uma das mais adoradas atuações de sucesso na historia da musica.

O show é apresentado na perspectiva contemporânea tornando-se a celebração ao vivo de 4 decadas de musicas maravilhosas escritas pelos Irmãos Gibb. Desde os primeiros shows, em 1996 THE AUSTRALIAN BEE GEES SHOW tem se apresentado com lotação esgotada em casas por todo o mundo cimentando sua reputação como excepcional show ao vivo e liderando no mundo o show dos Bee Gees.

Por uma noite faça parte da magia que é o THE AUSTRALIAN BEE GEES SHOW.

Ingressos:

Pré-venda dias 16 e 17/06 para o titular do cartão MasterCard com desconto de 5%.
Pré-venda dias 16 e 17/06 para o titular do cartão Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card) com 50% de desconto para os 100 primeiros ingressos Pista.

Abertura das vendas para público: 18/06

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - E$ 150,00
Mezanino - R$ 170,00
Platéia Alta - R$ 170,00
Pista - R$ 80,00
Camarote - R$ 200,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH

Desconto de 50% nos 100 primeiros ingressos Pista, para Titulares do Cartão do Clube do Assinante Zero-Hora. Desconto válido somente pela Telentrega Ingresso Show.

Descontos não cumulativos.

Classificação etária indicativa: 12 anos

______________________________


ANA CAÑAS

no show HEIN?
Dia 04 de julho, Sábado às 21h no Teatro do Bourbon Country

A recente descoberta da música brasileira, Ana Cañas, amadurecida por mais de cinco anos tocando em jam sessions na noite de São Paulo, sobe ao palco do Teatro do Bourbon Country com sua envolvente atmosfera jazzística, usando e abusando de um andamento musical imprevisível. Seu álbum de estréia, “Amor e Caos”, foi reconhecido pelo trabalho autoral, audacioso e distante do que se convencionou denominar MPB. No show que apresenta em Porto Alegre, a cantora interpreta as canções do seu mais recente CD: “Hein?”.

Ingressos:

Pré-venda dias 16 e 17/06 para o titular do cartão MasterCard com desconto de 5%.
Pré-venda dias 16 e 17/06 para o titular do cartão Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card) com 50% de desconto para os 100 primeiros ingressos.

Abertura das vendas para público: 18/06

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - E$ 160,00
Mezanino - R$ 80,00
Platéia Alta - R$ 80,00
Platéia Baixa - R$ 90,00
Camarote - R$ 150,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH

Desconto de 50% nos 100 primeiros ingressos, para Titulares do Cartão do Clube do Assinante Zero-Hora. Desconto válido somente pela Telentrega Ingresso Show.

Descontos não cumulativos.

Classificação etária indicativa: 12 anos

______________________________


JORGE DREXLER

no show Cara B
Dia 05 de julho, Domingo às 20h no Teatro do Bourbon Country

Aclamado internacionalmente como um dos mais talentosos cantores e compositores da Música Hispânica, Jorge Drexler recebeu o Oscar 2005 por Al Outro Lado Del Rio, do filme “Diários de Motocicleta”. Foi um marco na história da premiação, onde um tema cantado em espanhol, de um filme latino-americano, saiu vencedor. Seu álbum mais recente, “Cara B”, lançado em 2008, não é subsidiário de nenhum de seus discos de estúdio, mas sim um projeto independente dentro de sua carreira. Em 2007, Drexler realizou uma gira por sete cidades da Catalúnia. Em um formato inédito e inovador, o show incluía a presença de dois engenheiros de som/instrumentistas: Matías Cella e Campi, que iam programando e intervindo nas canções a partir de mostras sonoras tomadas (em tempo real) do escenario, del patio de butacas (com seis microfones distribuídos entre a platéia) e da cidade onde se realizava a apresentação. O repertório inclue três novas canções, treze versões em uma série de autores que vão do canadense Leonard Cohen ao italiano Luigi Tenco, passando por Javier Ruibal ou Kiko Veneno, Gossos e Marlango, o uruguaio Alfredo Zitarrosa e o brasileiro Caetano Veloso, entre outros. Também revisita sua obra, com alguns hits e muitos tesouros ocultos. Parte do repertório é sugerido pelo público.

Ingressos:

Pré-venda dias 16 e 17/06 para o titular do cartão MasterCard com desconto de 5%.
Pré-venda dias 16 e 17/06 para o titular do cartão Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card) com 50% de desconto para os 100 primeiros ingressos.

Abertura das vendas para público: 18/06

Lojas Renner Iguatemi (Porto Alegre) e Praia de Belas
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galeria Mezanino - R$ 40,00
Galeria Alta - R$ 70,00
Mezanino - R$ 100,00
Platéia Alta - R$ 100,00
Platéia Baixa - R$ 110,00
Camarote - R$ 160,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH
Desconto de 10% para titular do cartão Renner

Desconto de 50% nos 100 primeiros ingressos, para Titulares do Cartão do Clube do Assinante Zero-Hora. Desconto válido somente pela Telentrega Ingresso Show.

Descontos não cumulativos.

Classificação etária indicativa: 12 anos

______________________________


ÀS FAVAS COM OS ESCRÚPULOS

com Bibi Ferreira
De 18 a 20 de junho, Quinta e Sexta às 21h e Sábado às 21h30 no Teatro do Bourbon Country

Às Favas com os Escrúpulos é a volta triunfal de Bibi Ferreira ao teatro. Ela recebeu por esse trabalho os prêmios Contigo e APCA de melhor atriz, após mais de 50 anos de dedicação exclusiva aos espetáculos musicais. A comédia política, com direção de Jô Soares, foi sucesso de público em São Paulo em 2007e 2008 e um dos mais elogiados textos da carreira de Juca de Oliveira. Na montagem, a professora aposentada Lucila (Bibi Ferreira) e o senador Bernardo (Gracindo Júnior) são casados há 53 anos. Três filhos, seis netos e a proteção de Dos Anjos (Neusa Maria Faro), uma empregada com quem há mais de 50 anos Lucila divide os bons e maus pedaços da vida, completam o cenário de sonho. A harmonia é rompida por uma verdade aterradora: Bernardo tem uma amante, Brenda (Flávia Monteiro), secretária de seu gabinete em Brasília. Com a ajuda de Mateus (Rafael Primot), seu neto e hacker habilíssimo, Lucila descobre nova e desconcertante faceta da vida do senador Bernardo. Como um thriller, num policial de suspense, o final é uma surpresa insuspeitada.

Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galeria Mezanino - R$ 30,00
Galeria Alta - R$ 40,00
Mezanino - R$ 80,00
Platéia Alta - R$ 90,00
Platéia Baixa - R$ 100,00
Camarote - R$ 150,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH

Descontos não cumulativos.

Classificação etária indicativa: 14 anos

______________________________


DIANNE REEVES

Dia 20 de junho, Sábado às 18h30 no Teatro do Bourbon Country

A artista do Blue Note é a pré-eminente vocalista de jazz no mundo atualmente. Como um resultado de seu virtuosismo, destreza de improvisação e estilo único de jazz e R&B, Reeves foi premiada com o Grammy de Melhor Performance Vocal de Jazz por três gravações consecutivas – um primeiro Grammy em categoria vocal. Reeves apareceu e se apresentou no filme de George Clooney “Good Night and Good Luck”, o filme que recebeu a indicação para o Prêmio da Academia. A trilha sonora do filme concedeu a Reeves o seu quarto Melhor Grammy de Vocal de Jazz em 2006. O primeiro álbum solo de Dianne em muitos anos, When You Know, foi lançado em 15 de abril de 2008.

Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Ingressos Promocionais (Cota limitada)

*Galeria Mezanino R$ 60,00

*Galeria Alta R$ 60,00

*Mezanino R$ 90,00

*Platéia Alta R$ 90,00

*Platéia Baixa R$ 120,00

*Camarote R$ 150,00

Valor dos Ingressos:

Galeria Mezanino R$ 70,00

Galerias Alta R$ 70,00

Mezanino R$ 110,00

Platéia Alta R$ 110,00

Platéia Baixa R$ 160,00

Camarote R$ 200,00



*Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)

*Desconto de 10% para titular cartão ZH

Descontos não cumulativos.

Classificação 12 anos

______________________________


BACKYARDIGANS -

Fuga da Aldeia Mágica - Novo Espetáculo
De 25 a 28 de junho, Quinta e Sexta às 20h, Sábado e Domingo às 15h no Teatro do Bourbon Country

Na “Fuga da Aldeia Mágica” Tyrone será um entregador de jornais que terá que percorrer uma nova vizinhança, sem saber que a mesma está sendo habitada por personagens de contos fantásticos. Uma série de confusões fará com que Tyrone fique apavorado e queira fugir dessa “Aldeia Mágica”, onde as crianças do público terão um papel fundamental em ajudar Tyrone a cumprir seu objetivo.



2009 ©Viacom

Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 30,00
Mezanino - R$ 40,00
Platéia Alta - R$ 50,00
Platéia Baixa - R$ 60,00
Camarote - R$ 80,00

Desconto de 5% para o titular do cartão Redecard/MasterCard
Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH e um acompanhante

Descontos não cumulativos.

Classificação Livre

Projeto Escola no Teatro
SESSÃO EXTRA DIA 26/06, SEXTA ÀS 09H30
Vendas pelo telefone -
Fone: 3375.3734 de segunda a sexta das 10h às 12h e das 13h às 18h.
Informações: escolanoteatro@terra.com.br

Preço -
Mezanino - R$ 20,00
Platéia Alta - R$ 20,00
Platéia Baixa - R$ 30,00
Camarote - R$ 30,00

______________________________


TERÇA INSANA

8 ANOS LUZ
De 10 a 12 de julho, Sexta e Sábado às 21h e Domingo às 19h no Teatro do Bourbon Country


Das dicas para enfrentar a crise financeira com Zaída Brasil Furtado à varredora de rua Margarida, que faz coleta seletiva resgatando e reciclando o patrimônio cultural; do Homem-Imã, que atrai gente chata, ao encontro com o Futuro, que tenta dar suas dicas para a humanidade, os personagens da Terça Insana - 8 anos Luz se revezam no palco do Teatro do Bourbon Country nos dias 10, 11 e 12 de julho. O projeto dedicado à comédia em tom sarcástico tem como diretora e mentora Grace Gianoukas, que mantém uma central de criação teatral desde 2001 e convida atores com novas idéias, novas formas de fazer humor, para o elenco do espetáculo. Criatividade, cultura, opinião própria e estilo pessoal são condições básicas para ser um ator do elenco fixo de Terça Insana. A montagem conta com a participação de Agnes Zuliani, Guilherme Uzeda e Roberto Camargo, além da própria Gianoukas.

Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 40,00
Mezanino - R$ 50,00
Platéia Alta - R$ 60,00
Platéia Baixa - R$ 70,00
Camarote - R$ 90,00

Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH

Descontos não cumulativos.

Classificação: 14 anos



______________________________


CAFÉ DE LOS MAESTROS

Dia 25 de julho, Sábado às 21h no Teatro do Bourbon Country

O projeto Café de los Maestros é a impressionante reunião dos melhores músicos, compositores e intérpretes vivos do tango, em uma celebração imperdível para os amantes do ritmo eternizado por Gardel e Piazzola. São criadores de verdadeiros clássicos deste estilo, fundadores de escolas ou genuínos porta-vozes dos estilos das orquestras de Troilo, Pugliese, D’Arienzo e Di Sarli. O projeto foi organizado inicialmente como um documentário sob direção de Miguel Kohan e tem como mentor o músico e produtor musical Gustavo Santaolalla, ninguém menos que o ganhador de dois Oscars para Trilha Sonora Original pelo filme O Segredo de Brokeback Mountain e Babel, além de 9 Latin Grammys e 3 Grammys. Santaolalla ainda lidera o famoso grupo que ajuda a reinventar o tango do século 21: Bajofondo.



Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Ingressos Promocionais (Cota limitada)**

*Galeria Mezanino R$ 30,00

*Galeria Alta R$ 100,00

*Mezanino R$ 150,00

*Platéia Alta R$ 150,00

*Platéia Baixa R$ 200,00

*Camarote R$ 300,00

Valor dos Ingressos:

Galeria Mezanino R$ 80,00

Galerias Alta R$ 120,00

Mezanino R$ 200,00

Platéia Alta R$ 200,00

Platéia Baixa R$ 300,00

Camarote R$ 350,00



**Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)



**Desconto de 10% para titular cartão ZH

Descontos não cumulativos.

Classificação 12 anos

______________________________


BEN 10

De 13 a 16 de agosto, Quinta e Sexta às 20h, Sábado e Domingo às 15h no Teatro do Bourbon Country

A batalha pelo Omnitrix será travada em Porto Alegre. Vilgax sabe que Ben está aqui, e com ele ... o Omnitrix! Sua nave voa diretamente até a capital acompanhado por um exército de guerreiros, com os quais desatará a batalha mais espetacular para conseguir o que durante tanto tempo perseguiu, e assim dominar o Universo... Será Chama quem o impedirá? Quatro Braços? Massa Cinzenta? Ou simplesmente Ben, ajudado pelo Vo Max e sua prima Gwen? Não fique fora desta, ajuste seu relógio... a batalha já está aqui!

TM & (c) 2008 Cartoon Network



Ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Horário de atendimento das 14h às 22h de segunda a sábado.

Telentrega Ingresso Show (51) 8401.0555
Horário de atendimento das 9h às 19h de segunda a sexta.

Preço - 1° Lote Promocional
Galerias - R$ 30,00
Mezanino - R$ 40,00
Platéia Alta - R$ 50,00
Platéia Baixa - R$ 60,00
Camarote - R$ 80,00

Desconto de 5% para o titular do cartão Redecard/MasterCard
Desconto de 10% no Clube Premier Bourbon (usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card)
Desconto de 10% para titular cartão ZH e um acompanhante

Desconto de 50% exclusivo para a sessão de estréia 13/08 às 20h, para Titulares do Cartão do Clube do Assinante Zero-Hora. Desconto válido somente pela Telentrega Ingresso Show.

Descontos não cumulativos.

Classificação Livre

Projeto A Escola no Teatro
Sessão dia 14/08, Sexta às 14h30
Vendas pelo telefone -
Fone: 3375.3734 de segunda a sexta das 10h às 12h e das 13h às 18h.
Informações: escolanoteatro@terra.com.br

Preço -
Mezanino - R$ 20,00
Platéia Alta - R$ 20,00
Platéia Baixa - R$ 30,00
Camarote - R$ 30,00

______________________________





______________________________




--------------------------------------------------------------------------------

Estado rescinde contrato de obra

Estado rescinde contrato de obra da Penitenciária de Santa Maria
17/06/2009 00:45

O governo do Estado rescindiu o contrato com a empresa Palma Engenharia, responsável pela construção da Penitenciária de Santa Maria. O motivo foi a dificuldade financeira da empresa. A decisão foi tomada depois de reunião, nessa terça-feira (16), entre os secretários da Segurança Pública, Edson Goularte, e de Obras Públicas, José Carlos Breda, o procurador da empresa e um dos sócios, Osmar Quadros.
As obras estavam paradas há mais de 30 dias em virtude da falta de recursos da empresa, conforme havia sido informado ao governo do Estado. O secretário de Obras ressaltou que várias reuniões foram feitas com os responsáveis, na tentativa de encontrar saídas para finalização do contrato. "O governo tentou de todas as formas auxiliar a empresa, para evitarmos maiores transtornos no andamento da obra. Infelizmente, depois de todos os prazos esgotados, não tivemos mais nenhuma alternativa a não ser a rescisão do contrato, em comum acordo", explicou.

A partir desta quarta-feira (17), técnicos da Secretaria de Obras realizarão uma avaliação detalhada da obra e apresentarão um relatório quantitativo para a conclusão. De posse desse relatório, o governo poderá retomar os serviços de construção da penitenciária, com a contratação emergencial de uma nova empresa ou mesmo chamar a segunda colocada na licitação.

Segundo o diretor da Secretaria de Obras, Odyr Baccarin, faltam pouco mais de 10% para a conclusão total, o que equivale a investimentos aproximados de R$ 1 milhão. A Penitenciária de Santa Maria terá capacidade para 336 apenados e faz parte do Programa Estruturante Cidadão Seguro, que vai aplicar R$ 462 milhões até 2010 na Segurança, sendo R$ 245 milhões somente no sistema prisional.

Fonte: Site do Estado

Grupos Vulneráveis

SSP inicia em Canoas curso para Atendimento a Grupos Vulneráveis
17/06/2009 01:12


O município de Canoas recebe hoje (17) e amanhã (18) o 1º Curso de Capacitação para o Atendimento de Mulheres, Crianças, Adolescentes e Idosos vítimas de violência, os chamados grupos vulneráveis. A organização é do Departamento de Ensino e Treinamento (DET), da Secretaria da Segurança Pública, e da Academia da Polícia Civil (Acadepol), em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública. O evento acontece no Prédio 1 da Universidade La Salle (Rua Victor Barreto, 2.288), no Centro de Canoas.

Conforme a delegada Sônia Dall´Igna, diretora do DET e coordenadora do curso, serão debatidos temas como o tráfico de mulheres, abuso sexual, estatuto do idoso e medidas preventivas, desenvolvimento psicológico da criança, do adolescente e do idoso, além do estresse policial. Conforme ela, além de capacitar agentes policiais civis e militares, de saúde, servidores do IGP, Susepe, professores, conselheiros tutelares e guardas municipais, o curso também tem o objetivo de estreitar a rede de atendimento.

O curso terá 20 horas/aula e aos participantes serão fornecidos certificados. Abaixo a relação dos temas a serem abordados e os respectivos palestrantes:

- IDEOLOGIA DA VIOLÊNCIA – Evaldo Luiz Paully;
- CONSTRUÇÃO SOCIAL, PSICOLÓGICA E CULTURAL DA VIOLÊNCIA – Evaldo Luiz Paully;
- VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER – Rosane Oliveira de Oliveira;
- TRÁFICO DE MULHERES – Alberi Barbosa;
- APRESENTAÇÃO DAS DELEGACIAS ESPECIALIZADAS – Nadine Tagliari Anflor;
- DESENVOLVIMENTO PSICOLÓGICO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE- Maria Bernardete Pires;
- ABUSO SEXUAL – Suzana Braun Oliveira;
- ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE – Cristian Nedel;
- DESENVOLVIMENTO PSICOLÓGICO DA 3ª IDADE – Zhélide Hunter;
- TIPOS DE VIOLÊNCIA PRATICADAS CONTRA O IDOSO – Naila dos Santos;
- ESTATUTO DO IDOSO E MEDIDAS PROTETIVAS – Eduardo Hartz;
- PROCEDIMENTOS ÉTICOS – Carmen da Silva Santos;
- EXAMES DE PERÍCIA EM VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA – Cláudia Maciel/Jarbas Pires;
- ESTRESSE POLICIAL – Silvia Wudarcki.

Entrevista Jean Carlo


cidade Porto Alegre/RS Entrevista com jogador do Glória Jean Carlo
17 de junho de 2009
A gente procurou o máximo no treinamento a bola chegar ao gol surgir oportunidade a gente treinou, o Junior Negrão ficou na bola, quando ele apitou eu já bati logo em seguida para não dar chance ao goleiro, a bola foi lá eu tive felicidade, graças adeus mais uma vitória.
É verdade uma equipe do Chapecó que foi vice-campeã estadual está certo que saiu jogadores entraram outros jogadores também, a equipe está de parabéns provar que este grupo é qualificado estivesse numa série A, Gauchão ia fazer bonito, a gente está em busca disso, chegar na série A, então contra o Panambi, vai ser uma guerra aqui, vão vir fechadinho mas a gente tem que superar na qualidade o nosso grupo é bem superior a gente vai buscar os três pontos.
Glória 2 x 0 Chapecoense dia 14/06/2009 Jogo Amistoso
Paulo Furtado
Editor
http://jornalnegritude.blogspot.com
http://paulofurtado.blog.terra.com.br

Lula Detona Sarney

17/06/2009
Artigos

LULA DETONA SARNEY PARA MANDAR NO SENADO E SUBMETER O PMDB
por Paulo G. M. de Moura

O artigo que você vai ler a seguir foi escrito no dia 08 de janeiro de 2004 e publicado no site do jornalista Diego Casagrande, sob o título: O GOVERNO LULA E O PMDB; O PMDB E O GOVERNO LULA. Naquela oportunidade, muito precocemente antecipei o destino do PMDB a partir do momento em que colocou sua sede de poder a serviço de Lula. Estranha-me que, até o momento, ninguém na mídia e no meio político tenha percebido que, por trás dos sucessivos escândalos que abalam José Sarney e corroem a imagem pública do Senado, está a mão invisível de Lula. A reação ridícula de Sarney à merecida campanha de descrédito e destruição a que é submetido pelo PT, revela que nem ele e nem a cúpula peemedebista que o cerca percebeu que Lula executa uma operação estratégica de captura do comando do Senado. Como ganho secundário, o PT pretende decapitar a atual cúpula do PMDB, visando submeter esse partido ao imperativo estratégico da aliança pró-Dilma em 2010. As últimas pesquisas nacionais permitiram ao PT vislumbrar a possibilidade real de eleger Dilma, a se confirmar a hipótese de que a preferida de Lula avançou sobre eleitores de Serra, ao invés de crescer apenas sobre eleitores do PT, com imaginavam os tucanos. Tendo sido contrariado na sua pretensão de controlar o Senado da República - e por extensão, o Congresso Nacional – o PT, sob ordens de Lula, decidiu mandar José Sarney para o mesmo lugar para o qual FHC mandou Sarney; ACM, Jader Barbalho e Renan Calheiros ao final de seu segundo mandato: para casa. Lula ressuscitou-os para governar, e prepara-se para aniquilá-los às vésperas da eleição de Dilma. Em janeiro de 2004, afirmei:


--------------------------------------------------------------------------------

Dr. Paulo G. M. de Moura
Consultoria em Comunicação & Análise Política
www.professorpaulomoura.com.br


--------------------------------------------------------------------------------

Você está recebendo este informativo porque está
cadastrado no site Professor Paulo Moura.

Quarta-Feira


Poa, 17/06/09

Bom dia!!!

Desejo que tenhas uma harmoniosa quarta-feira.

Beijos.

Deise Nunes.

Artefatos Explosivos

Polícia Civil apreende artefatos explosivos, dois carros clonados e dispositivo para liberar miguelitos
17/06/2009 08:40


A 4ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo apreendeu, na noite desta segunda-feira (15/6), artefatos explosivos e dois carros clonados na garagem de uma casa vazia no bairro Liberdade. A maior surpresa, segundo os policiais, foi a descoberta, na manhã desta terça, em um dos veículos blindagem e um dispositivo preparado para liberar miguelitos (grampos pontiagudos usados para furar pneus) durante perseguições policiais.

A bomba encontrada estava revestida por uma caixa de isopor e outra de papelão, no canto de um quarto de uma casa desocupada, na Rua São Tomé. Na garagem, havia um Montana preto e um Meriva, ambos com placas clonadas. Os carros, que estavam registrados em ocorrência de assalto, foram apreendidos. O veículo Montana preto foi roubado por três homens armados no dia 25 de fevereiro na Rua das Camélias, no bairro Igara, em Canoas.

"Nunca tinha visto algo assim", resumiu a chefe de investigação da 4ª DP, Teresinha Girardi, depois de vistoriar o Montana preto e perceber toda a estrutura montada para despistar a atenção de policiais em caso de perseguição. Segundo o delegado Enizaldo Plentz, de dentro da cabine os bandidos poderiam puxar um fio de aço estendido até a parte traseira do veículo e, com isso, uma caixa de metal se abria e liberava os miguelitos. Um suspeito já foi identificado e deve ter a prisão preventiva solicitada.

Fonte: Ascom/ PC